Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/correiod/public_html/index.php:1) in /home/correiod/public_html/mainfile.php on line 168
=:Correio da Fronteira:=

 Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
11582804
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




FELIZ PÁSCOA
Diversos

A Páscoa é amor, fraternidade, união. Cristo morreu, mas ressuscitou, e fez isso somente para nos ensinar a matar nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações. Que esta seja a verdade da sua e da nossa Páscoa!
O meu desejo é que o seu domingo seja muito feliz e abençoado! E que eu possa continuar tendo uma amizade tão especial como a sua!

Feliz Páscoa!
 — com Lícia Bandeira.

 

VEREADOR VALTER BRITO E FAMILIA

FELIZ PASCOA

FAMILIA BERTELLI

FAMILIA CORREIODAFRONTEIRA

GILMAR VICENTIM E FAMILIA

FELIZ PASCOA

ZECA DO PT

SERGIO BARBOSA E FAMILIA

VEREADOR SEGUNDO ROCHA

VEREADOR MARCELINO NUNES

VEREADOR PUKA E FAMILIA



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

da noite
Diversos

Debandada do PMDB abala governo Dilma

  • Dida Sampaio/Estadão Arquivo Reprodução

    Temer já estaria fazendo articulações para um novo governo


 

A debandada do PMDB, principal sigla da base aliada que dá sustentação política ao Governo Dilma no Congresso, abala o Planalto. O anúncio do PMDB fluminense, um dos últimos grandes redutos governistas da sigla, de se afastar da presidente, faz estremecer o governo, a ala governista do partido, e deve acelerar o trâmite do impreachment na Câmara, desta hoje o jornal O Estado de S.Paulo. Dilma e Lula tentaram, sem sucesso, reverter a decisão do diretório fluminense. Um integrante do governo disse ao jornal O Globo que o rompimento do PMDB-RJ é "gravíssimo, um sinal muito ruim".
 
Dos 27 diretórios do PMDB, só seis fecham com Dilma, lembra a manchete deste sábado do Correio Braziliense. Aliados do vice Michel Temer afirmam que ele se prepara para assumir o governo em maio, intensificando articulações no meio político e empresarial. O relator da comissão especial do impeachment, Jovair Arantes (PTB-GO), já teria avisado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que dará parecer favorável à saída de Dilma. Ministros e assessores da presidente já apelam para a negociação de cargos com deputados numa tentativa de conter rebelião, acrescenta o Estadão.
 

Empreiteiras cogitam outro País

  • Reprodução/Arquivo

    Odebrecht cogitaria mudar de nome ou mudar sede para Miami, diz colunista

 

Da Sônia Racy, em blog no Estadão de SP:
 
"Para enfrentar os desdobramentos da Lava Jato, entrou na pauta, nas reuniões que estão acontecendo na Odebrecht, um debate sobre encontrar novo nome para a empresa. Acredita-se que o desgaste foi além do imaginado e que uma mudança seria necessária.
 
Fala-se também sobre uma possível migração de sua sede para Miami. E ela não é a primeira a discutir esse assunto. A Andrade Gutierrez pensa na Cidade do México e a Queiroz Galvão olha Madri e Londres.
 
A Camargo Corrêa? Não sai daqui, mas pelo menos um de seus donos já mora fora."
 

Ciro chama de 'estupidez' Lula no governo e diz que 'só milagre' evitará impeachment

  • Estadão/Reprodução

    Ciro sobre ter apoio do PT: 'Só se eu fosse uma criança imbecil acreditaria'

 

 

Planalto já trata 'plano Lula' como tiro no pé

  • Reprodução/Arquivo

    Lula e Dilma na posse na Casa Civil barrada pela Justiça

 

Do Severino Motta no blog Radar da Veja:
 
"Antes vista como a salvação da lavoura, a ida de Lula para a Casa Civil já é tratada na cozinha do Palácio do Planalto como o que sempre foi: um tiro no pé.
 
Um assessor palaciano afirma que, quando o 'plano Lula' foi concebido, a ideia era levar para o governo 'uma Swat capaz de virar o jogo' e impedir o impeachment de Dilma.
 
Por esse desenho, voltariam ao governo figuras que foram importantes na era Lula, como Franklin Martins, Nelson Jobim, Antonio Palocci e Henrique Meirelles.
 
'Mas em pouco tempo começou o drama: o Franklin não suporta ficar na mesma sala que a Dilma. O Nelson Jobim idem. Além disso, ele recebeu como advogado coisa de 2,5 milhões de reais da Odebrecht. O Henrique Meirelles até toparia, mas em outras circunstancias, se não houvesse impeachment', narra o subordinado de Dilma.
 
Assim, Lula foi sozinho para o governo, e ainda sob a suspeita de que o fazia para se abrigar das garras de Sergio Moro. 'Vieram as gravações e aí é que a vaca foi para o brejo', encerra o desanimado dilmista."
 

Não é a democracia que corre risco

  • Ilustração/Reprodução

    Palácio do Planalto

Por Dora Kramer, no Estadão de SP:
 
"Não era de se esperar silêncio e conformismo por parte daqueles que apoiam o governo, a presidente Dilma Rousseff e o PT. Tampouco é de se menosprezar suas manifestações, apenas porque são obviamente minoritárias em relação aos protestos dos que não apoiam o governo, Dilma e o PT. Seria adotar o mesmo critério equivocado, por autoritário, de desdém à oposição da época em que os inquilinos do Planalto eram muito populares.
 
A situação se inverteu, mas nem por isso deixou de existir o contraditório que ora se manifesta com mais contundência devido à possibilidade concreta de que a Câmara dos Deputados aprove a abertura de processo de impeachment presidencial no Senado. Isso é uma coisa. Normal. Outra coisa bem diferente é a tentativa de se inverterem também os valores e os fatos em jogo, para transformar os agentes da lei em mensageiros da ilegalidade.
 
O ataque é um movimento clássico de defesa. Notadamente nos casos em que o atacante luta no campo do indefensável. Como ocorre agora, com a ofensiva governista contra o Judiciário em geral, quando as decisões não agradam, ao juiz Sérgio Moro em particular, e aos integrantes da força tarefa da Lava Jato - os eleitos como os inimigos a serem combatidos. Posição já ocupada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.
 
Com uma diferença abissal: Cunha é réu no Supremo Tribunal Federal, alvo de inquéritos e de acusações graves, o que não tira a razão do governo em agravá-lo. Já os investigadores no máximo têm questionada uma ou outra ação relativa aos procedimentos formais. É flagrante, pois, a impropriedade (para dizer o mínimo) de pretender enquadrá-los na condição de criminosos e imprimir àqueles que passeiam pelo código penal a condição de injustiçados, perseguidos e vilipendiados.
 
Aqui, a ordem dos fatores altera de modo absoluto o resultado: não é a democracia que corre risco, mas a “cleptocracia” que está tendo seus passos seguidos e seus esquemas desvendados.
 
O embate de argumentos ganharia mais consistência e equilíbrio se do lado dos governistas as aludidas injustiças fossem relativas ao mérito das questões e não apenas (embora possam ser também) nos aspectos formais. Naquele, o do fundamento das acusações, os debatedores deixam a desejar apresentando arrazoados estapafúrdios.
 
Como o último feito por Luiz Inácio da Silva a uma plateia de sindicalistas na quarta-feira, em que atribui a derrocada da economia brasileira a juízes, promotores e agentes da Polícia Federal. Propondo, inclusive, que os companheiros deixem de reclamar das (in) decisões da presidente Dilma e passem a cobrar da força-tarefa de Curitiba o fim das investigações em nome de um Brasil mais próspero e socialmente justo.
 
Não sendo piada, recende a deboche."
 

PMDB governista não larga o osso

  • Radar/Veja Reprodução

    Peemedebistas aderentes não desgrudam dos cargos


 

Por Vera Magalhães no blog Radar da Veja:
 
"Tentando de todas as maneiras não deixar a base do governo, deputados do PMDB que apoiam Dilma Rousseff vão se reunir na próxima segunda-feira e tentar uma última cartada para evitar o rompimento na reunião marcada para terça. A ideia é passar listas ou até mesmo convencer integrantes do partido a faltar à reunião que decidirá sobre o apoio ao governo. 
 
Com isso, mesmo que percam no voto, os governistas do PMDB vão dizer que o partido segue dividido e já bolam um slogan para atrapalhar os planos de Michel Temer num cenário pós-impeachment. A ideia será dizer o seguinte: se Temer não consegue unificar o PMDB, como conseguirá unificar o país?"
 

Repórter do SBT é agredido ao vivo por homem usando muleta em Campo Grande

  • Reprodução de vídeo

    Homem com muleta grita para a câmera após agredir o repórter ao fundo

 

 

Morre Cruyff, a lenda do futebol holandês

  • Fotos do Twitter oficial de Cruyff/Reproducação

    Como jogador e técnico, Cruyff foi destaque no futebol mundial


 

O futebol está de lutos. Morreu aos 68 anos hoje Johan Cruyff, o maior nome da história do futebol da Holanda. Fumante inveterado ao longo da vida, inclusive no auge da carreira, ele lutava contra um câncer de pulmão desde o fim do ano passado. Referência da Laranja Mecânica, a melhor seleção holandesa da história, Cruyff foi um dos principais ídolos no Ajax e no Barcelona, onde também se destacou como técnico. "Johan Cruyff morreu pacificamente em Barcelona, cercado por sua família, após uma dura batalha contra um câncer. É com grande tristeza que pedimos para que se respeite a privacidade da família durante o momento de dor", diz nota em seu site oficial.
 

Listas da Odebrecht têm 4 políticos de MS

  • Fiems Divulgação

    Azambuja, Vander, Mandetta e Puccinelli nas listas da Odebrecht

 

Quatro políticos de Mato Grosso do Sul – os deputados federais Vander Loubet (PT) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o ex-governador André Puccinelli (PMDB) – dentre vários de todo o País, aparecem em listas de doações de campanha apreendidas da Odebrecht apreendidas pela Polícia Federal na operação Acarajé (23ª fase da Lava Jato) nos endereços do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa Silva Júnior, o BJ. À exceção de Azambuja, as doações foram feitas diretamente nas contas dos beneficiários, conforme os documentos apreendidos. O PSDB-MS nota à imprensa há pouco informando que o governador Azambuja, "em todas as suas campanhas eleitorais, nunca recebeu diretamente, qualquer doação de campanha oriunda da empresa Odebrech"; que "o Diretório Nacional do PSDB recebeu nas campanhas eleitorais de 2012 e 2014 doações de diversas empresa brasileiras, dentre elas a empresa Odebrech", e "repassou parte desses valores aos candidatos do partido em todo o país"; e que "todas as doações recebidas pelo então candidato Reinaldo Azambuja, em 2012 e em 2014, foram feitas de forma legal e também constam na prestação de contas ao TSE".
 

Revista diz que Lula vai pedir asilo à Itália para evitar ser preso

Na atual situação em que se encontra o ex-presidente Lula, vale tudo para fugir de uma prisão. Por isso a revista Veja que circula neste fim de semana revela um plano mirabolante de Lula de fugir para a Itália, onde pediria “asilo político”, para evitar sua prisão. A informação espanta pelo fato de haver fracassado uma iniciativa semelhante, do petista Henrique Pizzolato, ladrão transitado em julgado que, preso na Itália, acabou sendo extraditado para o Brasil eatualmente cumpre pena no presídio da Papuda, em Brasília.

26veja

A opção pela Itália decorre do fato de que suamulher, Marisa, e filhos obtiveram cidadania italiana. Outro fato que torna impressionante o plano, é a solicitação de “asilo político” exatamente ao País que ele desrespeitou, ao conceder “asilo político” ao terrorista Cesare Battisti, no apagar das luzes do seu governo. Battisti foi condenado duas vezes à prisão perpétua, na Itália, por assassinar a sangue frio quatro inocentes em nome de uma organização terrorista conhecida como “Proletários pelo Comunismo”.

Veja apurou o fio da meada que leva a um plano secreto destinado a tirar Lula do Brasil, caso sua prisão seja decretada.

O plano prevê que Lula pediria asilo a uma embaixada, de preferência a da Itália, depois de negociar uma espécie de salvo-conduto no Congresso, que lhe daria permissão para deslocar-se da embaixada até oaeroporto sem ser detido – e, do aeroporto, voaria para o país do asilo. A cronologia do plano, de acordo com os detalhes que Veja conseguiu levantar, é narrada em reportagem de capa desta semana.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PARAGUAY
Diversos
A las cero horas de este domingo se retrasa la hora en 60 minutos
  22
Este domingo se retrasa la hora en 60 minutos, de acuerdo a lo establecido por el Decreto 1.264 del Poder Ejecutivo. El horario se adelantará nuevamente en el mes de octubre.

notas

La disposición señala que a partir del cuarto domingo del mes de marzo de cada año se atrasa en sesenta (60) minutos la hora oficial. De esta forma, el próximo 27 de este mes los relojes deberán atrasarse por una hora en toda la República, de manera a adecuarlo al horario denominado “de invierno”.

La medida obedece a una recomendación hecha por la Administración Nacional de Electricidad (ANDE), que considera oportuno el aprovechamiento de la energía eléctrica y su relación con la luz solar. Hace referencia a un “análisis de la influencia del cambio de uso horario en la demanda del Sistema Interconectado Nacional (SIN)”, por lo que sugirió un cambio de horario.

Con esto se busca fijar variaciones horarias por el cambio de estaciones climáticas, además de minimizar la superposición del horario de incremento del consumo de energía eléctrica en el hogar y, al mismo tiempo, evitar que las líneas de transmisión alcancen niveles superiores a las recomendaciones técnicas, informó la Agencia IP Paraguay.

HORA SE ADELANTARÁ EN OCTUBRE

El Decreto 1.264 establece, asimismo, que “el primer domingo del mes de octubre de cada año se adelante en sesenta (60) minutos la hora oficial en todo el territorio de la República”. De este modo se modificará de nuevo la hora oficial el 2 de octubre próximo. Con esta disposición, también se derogan los decretos anteriores: 3.958, del 17 de febrero de 2010, el 1.867 del 5 de marzo de 2004, y el 10.780, del 15 de marzo de 2013, según informó la Presidencia de la República.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA TARDE
Diversos

Polícia identifica linha do tráfico usada para transportar droga para Capital

 


 

 Adolescentes de 17 anos tentaram transportar maconha de Coronel Sapucaia para Campo Grande, em uma viagem de 380 quilômetros, nesta sexta-feira (25).
 
Em horários e locais diferentes, ambos foram identificados pela Polícia Militar Rodoviária e apreendidos. Com ambos foram encontrados quase 20 quilos do entorpecente.
 
A primeira apreensão aconteceu por volta das 08h30 de sexta (25), na MS-156, km 22. Os policiais realizavam fiscalização de rotina e pararam ônibus coletivo intermunicipal que faz o trajeto Coronel Sapucaia-Campo Grande.
 
No bagageiro do veículo, foi encontrada mala com maconha e ao conferir o número da etiqueta da bagagem identificaram que a dona era uma adolescente de 17 anos. Ele ainda tinha uma bolsa de mão com mais droga escondida.
 
Aos policiais, ela confirmou que pretendia deixar o entorpecente em Campo Grande e receberia R$ 15 mil pelo transporte.
 
OUTRA APREENSÃO

Em nova fiscalização, por volta das 10h30, outro ônibus que faz o mesmo itinerário foi parado. Nele estava adolescente 17 anos com 1,9 quilos de maconha dentro de mala de mão. A abordagem aconteceu na MS-289, km 10.
 
O jovem alegou para a polícia que a maconha era para o próprio consumo.
 
Os policiais militares levaram ambos os jovens para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai, cidade que fica a 342 quilômetros da Capital. A droga também foi apreendida.

Condutor se irrita em acidente de trânsito e atira na cabeça de homem

 


 Momento em que a policia Militar de Rio Brilhante acompanhava o fato no hospital de Rio Brilhante Foto: Maikon Junior/Rio Brilhante em Tempo real

Um homem de 29 anos foi vítima de tentativa de homicídio após se envolver em acidente de trânsito no início da noite de ontem (25) na Avenida Lourival Barbosa, próximo ao supermercado Abevê, em Rio Brilhante.

Segundo boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada por populares para atender acidente de trânsito envolvendo uma camionete prata e um veículo VW Gol branco.

Conforme o registro, o motorista da camionete parou, desceu do veículo e efetuou dois disparos de arma de fogo em direção da vítima que acabou sendo atingida por um tiro na cabeça.

O homem foi socorrido e encaminhado para o hospital municipal de Rio Brilhante e em seguida transferido para o hospital Evangélico de Dourados. A informação é de que ele está fora de perigo e não corre risco de morte.

A PM chegou a fazer diligências na tentativa de capturar o autor dos disparos, mas sem exito. O caso foi registrado na D.P de Rio Brilhante como homicídio simples na forma tentada.

Motorista de camionete atira na cabeça de jovem após acidente 'banal'

Caso aconteceu no centro de Rio Brilhante

 

Um acidente de trânsito com poucos danos materiais terminou com uma pessoa gravemente ferida nesta sexta-feira (25), em Rio Brilhante, a 135 km de Campo Grande. O acidente inicial envolveu uma camionete e um veículo VW Gol, e aconteceu na rua Lourival Barbosa. 

Segundo informações da Polícia Civil e do site Dourados News, o acidente provocou danos de pequena escala nos veículos, e ao estacionar após a batida, o motorista da camionete, identificado apenas pelo apelido de Ari Jiboia, desceu do veículo e disparou dois tiros contra o motorista do Gol, Alexandre Dias Fernandes, 29 anos. Um deles atingiu a vítima na cabeça

Alexandre foi socorrido e levado para o hospital de Rio Brilhante, mas devido à gravidade dos ferimentos foi transferido para o Hospital da Vida, de Dourados, onde está internado em estado gravíssimo, correndo inclusive risco de morte, enquanto o motorista agressor fugiu tomando rumo ignorado.

Traído flagra ex com outro na ‘hora H’ e chama a polícia para o ‘amante bandido’

Marido cercou a casa e impediu a saída do homem

A história parece de novela, mas aconteceu na manhã desta quarta-feira (23), em Campo Grande, no Jardim Aero Rancho. Uma mulher, de 33 anos, que estava se separando do marido acabou conhecendo outro homem e levando-o para sua residência. Até ai sem problemas, se não fosse por um detalhe, o marido ainda residia na mesma casa da mulher.

Na manhã desta quarta-feira (23) o homem chegou à sua residência e acabou flagrando a mulher na hora H, com o ‘novo namorado’, que estava evadido do sistema semi-aberto há 15 dias. Odenil Costa Silva, de 43 anos cumpre pena por roubo.

De acordo com informações policiais, com raiva o marido chamou os filhos e os vizinhos e cercou a residência impedindo a saída de Odenil.  A Polícia Militar foi acionada e ao chegar foi constatado que Odenil estava evadido do sistema semi-aberto, sendo recapturado e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga e, posteriormente será levado para o presídio.

Moro manda soltar nove presos na 26ª fase da Lava Jato

A 26ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada nesta terça-feira (22), cumpre 110 mandados de prisão preventiva, prisão temporária e condução coercitiva. Suspeitos foram levados à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR)(Foto: Wagner Rosário/VEJA.com)

A 26ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada nesta terça-feira (22), cumpre 110 mandados de prisão preventiva, prisão temporária e condução coercitiva. Suspeitos foram levados à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR)(Foto: Wagner Rosário/VEJA.com)

O juiz federal Sergio Moro mandou neste sábado (26), soltar nove investigados presos temporariamente na Operação Xepa, a 26ª fase da Lava Jato. Todos haviam sido presos na terça-feira pelo prazo de cinco dias. Moro optou por não estendr a prisão, mas proibiu os nove de deixar o país. A operação deflagrada esta semana teve como alvo principal a empreiteira Odebrecht – e se deu em decorrência de dados obtidos a partir da 23ª fase, a Operação Acarajé.

A investigação revelou que a empreiteira tinha funcionários especialmente dedicados ao setor de contabilidade paralela, chamado de “Setor de Operações Estruturadas”, que distribuiu, pelo menos, 66 milhões de reais em propina entre mais de 20 pessoas, entre eles o marqueteiro do PT, João Santana, e a mulher dele, Mônica Moura. “Ficou claro que a empresa Odebrecth realmente tinha um setor que organizava e contabilizava, com sua hierarquia e alçadas, o pagamento de propinas. Além disso, verificamos que boa parte dessas propinas era paga em dinheiro no Brasil com o sistema de compensação com contas no exterior”, afirmou Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador Ministério Público Federal.

Obras construídas pela Odebrecht como o Canal do Sertão em Alagoas, o metrô de Porto Alegre, o aeroporto de Goiânia, a Arena do Corinthians e o projeto do Porto Maravilha no Rio de Janeiro foram citadas nas investigações. “Há indicativos de que os recebedores se referem a diversas obras do governo federal e de outros governos estaduais e municipais. Teremos que aprofundar esses dados e encaminhar essas informações a seus respectivos investigadores”, disse o procurador. “É claro que a Lava Jato tem o foco básico na Petrobras, mas trabalhamos no combate à corrupção. Tendo provas, seja qual for o partido ou o governo, vamos dar encaminhamento às investigações.”

 Delação – O MPF descobriu a existência da contabilidade paralela da Odebrecht graças a documentos encontrados na casa de Maria Lucia Guimarães Tavares, presa na 23ª fase, que trabalhava como secretária dos executivos da empresa e recentemente firmou acordo de delação premiada. Os investigadores revelaram que a maior parte das provas foi destruída em meados de 2015, mas o esquema seguiu funcionando até dezembro, o que leva a crer que a quantia de propina distribuída deve exceder os 66 milhões de reais identificados em apenas uma das contas disponibilizadas por Maria Lúcia. No dia seguinte à Operação Xepa, a Odebrecht afirmou que pretende fechar um acordo de delação premiada com a Justiça.
Com informações Veja Brasil

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CASO DELCIDIO
Diversos

Conselho decide adiar para 7 de abril depoimento de Delcídio sobre propinas

Ele poderá ir ao Senado prestar o depoimento, ou ser ouvido por videoconferência.

De Brasília

Delcídio deve depois no Conselho dia 7 (Foto: Divulgação )

Diante da ausência do senador Delcídio do Amaral (Sem Partido-MS), cuja oitiva estava marcada para quarta-feira (23), os integrantes do Conselho de Ética do Senado decidiram seguir o rito processual sobre a representação contra ele. Com isso, a licença médica do senador não deverá significar postergação da decisão que o conselho tomará sobre o pedido de cassação do mandato dele.


Os senadores decidiram tentar novamente ouvir o senador no dia 7 de abril, quando a atual licença médica de Delcídio terminará. Ele poderá ir ao Senado prestar o depoimento, ou ser ouvido por videoconferência. Os membros do Conselho oferecem ainda a possibilidade de um grupo deles ir até onde o senador estiver para ouvir a defesa dele.


Enquanto isso, eles querem fazer a oitiva de outras eventuais testemunhas para evitar o atraso dos trabalhos. Na próxima semana os membros do conselho pretendem ouvir Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; o ex-chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira; e o advogado Edson Ribeiro, que atuou na defesa de Cerveró.


Bernardo foi o responsável por gravar a conversa com Delcídio, Diogo e Edson, na qual o senador oferecia à família Cerveró R$ 50 mil por mês e um plano de fuga para o ex-diretor para que ele não firmasse acordo de delação premiada com o Ministério Público.


“A ausência hoje do senador não prejudica o rito administrativo e o rito que temos que seguir. A partir de agora o relator dá sequência à instrução do processo e chama para serem ouvidas pelo conselho as testemunhas que entender por bem para instruir o processo”, disse o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que representou contra Delcídio.


O relator do caso, senador Telmário Mota (PDT-RR), queixou-se que o senador tenha concedido entrevistas e participado de uma carreata contra o governo, utilizando uma moto, no período em que estava “enfermo” e apresentava atestados médicos. Mota quer agora que o senador seja avaliado por uma junta médica se decidir apresentar nova licença médica após essa – o senador já apresentou duas prorrogações da licença médica.


“Como ele já deu dois atestados de um só médico – e o princípio básico de qualquer trabalhador é que o primeiro pode ser de um médico, mas o segundo já precisa ser de uma junta – então que ele também seja submetido a uma junta médica”, disse Mota. Com Agência Brasil.

 

Denilso Sánchez pedirá que le extiendan el permiso
  5
Jorge Prieto, abogado de Denilso Sánchez, intendente electo de Capitán Bado, quien no puede ejercer por estar en prisión preventiva, informó que pedirán una prórroga para el permiso que había sido otorgado a su cliente por la Junta Municipal.

notas

El defensor del político imputado por lavado de dinero que guarda prisión en la Penitenciaría de Tacumbú , ya cumplió el plazo de permiso que le había otorgado la Junta Municipal para ausentarse en el ejercicio de sus funciones como intendente de Capitán Bado.

Ante este escenario, el defensor se amparó en la Ley Orgánica Muncipal y señaló que el permiso en cuestión puede ser extendido. “Establece un plazo amplio, y Denilso se encuentra muy por debajo de ese plazo máximo”, refirió Jorge Prieto, al tiempo de añadir que, efectivamente, su defendido solicitará una prórroga a este permiso, aunque dijo no saber con exactitud si el intendente electo ya la solicitó, pues solo se desempeña como su defensor penal, y no como su asesor jurídico.

En caso de que Denilso Sánchez solicite dicha prórroga, quedaría a criterio de la Junta Municipal considerar si existen suficientes fundamentos o no para extenderle el permiso.

Al consultársele si solicitarán una medida alternativa a la prisión para Sánchez, el defensor señaló que por lo pronto no recurrirá a este procedimiento, aunque no descarta la idea.

En caso de los hermanos de Denilso, Carlos Rubén Sánchez Garcete y Ardonio Sánchez Garcete, que permanecen en prisión domiciliaria, el abogado Jorge Prieto, que también los defiende, manifestó que sí solicitó la libertad ambulatoria, aunque tropezó con la discrepancia de que el juez no considera privación de libertad la prisión domiciliaria.

ANTECEDENTES

Recordemos que Denilso Sánchez continúa en prisión en la Penitenciaría de Tacumbú, tras la decisión de la Cámara de Apelaciones de rechazar las medidas alternativas a la prisión, solicitadas por el defensor del intendente.

Según la Fiscalía, los tres hermanos Sánchez Garcete tienen como parte de su patrimonio unos G. 15.224 millones que no pueden justificar.

ABC


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CONEXÃO INTERNACIONAL
Diversos

Conexão Internacional é na FM 100.9 Nhu-Verá e Conquista 90.7

O Programa Conexão Internacional é apresentado pelo Jornalista que sabe das coisas, Jorge Pacheco, nas FMs Nhu-Verá 100.9 e Conquista 90.7, todos os Sábados a partir das 11Horas. Entrevista: , Secretario de Obras - Eder Espindola, , Gilmar Vicentim, Vereador Valter Brito PREFEITO SERGIO BARBOSA E VICE DR BANDEIRA, SEGUNDO ROCHA,, Entre Outras...

Sheila Mello posou nua em 2002

CORREIODAFRONTEIRA.COM.BR 11 MILHÕES DE ACESSOS
Diversos

MUITO OBRIGADO INTERNAUTAS, O NOSSO SITE CORREIODAFRONTEIRA.COM.BR. CHEGOU AOS 11 MILHÕES DE ACESSOS.VAMOS CONTINUAR JUNTOS E FIQUE SEMPRE BEM INFORMADO.

JORGE PACHECO


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

SABADO DE ALELUIA
Diversos

Significado do Sábado de Aleluia

O que é o Sábado de Aleluia:

Sábado de Aleluia é o Sábado da Semana Santa, o primeiro dia depois da crucificação e morte de Jesus Cristo e o dia anterior ao Domingo de Páscoa.

O Sábado de Aleluia ou Sábado Santo é uma data móvel, podendo cair entre os dias 21 de março e 24 de abril.

Durante o Sábado Santo é celebrada aVigília Pascal, ocasião em que os fiéis cristãos se reúnem em constantes orações durante toda a madrugada que antecede o Domingo de Páscoa.

O significado da Vigília Pascal está relacionado com a preparação para a ressurreição de Jesus Cristo que, segundo a bíblia, aconteceu três dias após a sua morte.

No Sábado de Aleluia também é o dia em que se acende o Círio Pascal, uma grande vela que simboliza a Luz de Cristo, que ilumina o mundo.

Na vela, estão gravadas as letras gregas Alfa e Ômega, que querem dizer"Deus é o princípio e o fim de tudo”.

Na tradição católica, os altares das igrejas são cobertos, pois assim como na Sexta-Feira Santa, não se celebra a Eucaristia. Além da Eucaristia, também é proibido celebrar qualquer outro sacramento, exceto o da confissão.

Saiba mais sobre o significado da Sexta-Feira da Paixão.

Originalmente, durante o Sábado de Aleluia os católicos romanos deveriam praticar um jejum limitado, como a abstinência no consumo de carne vermelha, que deveria ser substituída por peixes.

É também no Sábado de Aleluia que se faz a tradicional Malhação de Judas (ou Queima de Judas), representando a morte de Judas Iscariotes, discípulo que teria traído Jesus Cristo.

Nesta tradição popular, as pessoas costumam fazer bonecos de pano (ou de outros materiais) que simbolizam a figura de Judas. Depois, reúnem-se e “torturam” o boneco, simulando a sua morte das mais diferentes formas, seja enforcado em árvores ou queimado numa grande fogueira.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DINHEIRO DEVOLTA
Diversos

Promotoria pede na Justiça que deputados devolvam R$ 10,6 milhões

 

Promotoria pede na Justiça que deputados devolvam R$ 10,6 milhões

O Ministério Público Estadual (MPE) entrou com ação civil pública no início deste mês, pedindo o ressarcimento aos cofres públicos de pagamentos feitos a mais aos deputados estaduais que exerceram mandatos no período de 2003 a 2007, que em valores atualizados chega a R$ 10,6 milhões. Na ação ingressada no último dia 9 figuram 29 parlamentares, mas no dia seguinte a propositura da ação o próprio MPE solicitou a exclusão do ex-deputado Waldir Neves. Por ocupar hoje a presidência do Tribunal de Contas do Estado (TCE) ele teria foro privilegiado e só pode ser acionado judicialmente pelo Procurador-Geral de Justiça.

O juiz Marcelo Ivo de Oliveira, da 1ª Vara dos Direitos Difusos, Coletivos, Individuais e Homogêneo de Campo Grande, acatou o pedido e no último dia 23 Neves deixou de figurar como réu no processo. Na ação, o promotor de Justiça Fernando Zaupa fala da dificuldade em confirmar os dados relativos aos vencimentos dos deputados estaduais e por isso não seria adequado estender a investigação por mais tempo.

A ação demorou tanto para ser ingressada que da lista dois deputados já morreram (Ari Artuzi e Celina Jallad), muitos outros já nem estão na vida pública e dois deles fazem parte da bancada federal – Dagoberto Nogueira e Simone Tebet. No caso dos dois últimos, existe o entendimento de advogados que também teriam foro privilegiado, assim como Jerson Domingos, que na época era o 1º Secretário da Assembleia Legislativa e hoje é Conselheiro do TCE.

Aliás, na ação civil pública o único documento oficial onde consta a remuneração dos parlamentares é a Certidão assinada por Jerson Domingos em 9 de novembro de 2004, em que ele, como 1º Secretário, atesta que a remuneração dos deputados é de R$ 15.502,50. O MPE alega que, de acordo com o artigo 27, parágrafo 2º da Constituição Federal, o deputado estadual não pode receber mais do que 75% do valor pago ao deputado federal, o que não época representava R$ 9.635,40. Assim, o promotor Fernando Zaupa entende que os parlamentares receberam a mais indevidamente, mais de R$ 5 mil por mês.

Procurado pelo Campo Grande News, Jerson Domingos afirmou que não poderia “responder concretamente” sobre a ação, por ainda não ter sido notificado. Mas afirmou que no período em que foi 1º Secretário e Presidente da Assembleia Legislativa os pagamentos aos deputados foram feitos dentro da legalidade. “Nunca a Assembleia pagou mais de 75% da remuneração do deputado federal”, garantiu.

Segundo o advogado constitucionalista André Borges, que é especialista nesse tipo de assunto, “o tema do subsídio dos agentes políticos em geral tem forte e clara limitação constitucional, que deve ser respeitada”. Para ele, seria estranho “um órgão importante e com tantos bons assessores jurídicos, como a Assembleia Legislativa, supostamente ter pago a maior, o que precisa ser apurado e deve ser feito durante a tramitação do processo.

Pela demora no ajuizamento da ação, André Borges acredita que alguns dos acusados poderá alegar a prescrição. “Estão sendo discutidos valores pagos nos anos de 2003 a 2007, o que poderá gerar a alegação da prescrição da ação, embora há quem sustente que o ressarcimento ao erário, nesses casos, seja imprescritível”.

Na ação civil o MPE anexou listagem dos deputados e os respectivos valores que teriam recebido a maior, em valores de 13 de novembro de 2014, atualizados com base no IGPM. São eles: Akira Otsubo, Antonio Carlos Arroyo, Ari Artuzi, Ary Rigo, Cellina Jallad, Jerson Domingos, Londres Machado, Maurício Picarelli, Onevan de Matos, Pastor Barbosa, Paulo Correa, Pedro Kemp, Pedro Teruel, Raul Freixes, Roberto Orro, Semy Ferraz, Sérgio Assis, Waldir Neves (excluído do processo), Zé Teixeira, Antonio Braga, Bela Barros, Dagoberto Nogueira, Flávia Kayatt, Loester Nunes, Luizinho Tenório, Nelson Trad Filho, Simone Tebet, Humberto Teixeira e Valdenir Machado.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Comandante do Exército diz que instituição obedecerá Constituição
Diversos
http://www.correiodoestado.com.br/upload/dn_noticia/2016/03/eduardo-villas-boas11.jpghttp://www.correiodoestado.com.br/upload/dn_noticia/2016/03/eduardo-villas-boas11.jpg

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o comandante-geral do Exército, Eduardo Villas Bôas, declarou que o Brasil atravessa uma crise econômica, ética e política. Sem citar palavras como impeachment ou golpe, ele adiantou apenas que o Exército vai obedecer à Constituição.

As declarações ocorrem no momento em que crescem os protestos nas ruas, com grupos pedindo a deposição da presidente Dilma Rousseff, outros saindo em defesa da manutenção da petista no cargo e alguns defendendo a volta dos militares ao poder.

"Estamos participando, vivendo e sofrendo as consequências dessa crise, que tem três componentes importantes: o componente político, o componente econômico e um componente ético-moral, e os três estão interligados", afirmou Villas Bôas.

Ele elencou a manutenção da estabilidade, a legalidade e a legitimidade como os três pilares que norteiam o papel do Exército, como "instituição do Estado".

"Toda e qualquer atitude nossa será absolutamente respaldada no que os dispositivos legais estabelecem, desde a Constituição até as leis complementares [...], e sempre condicionado ao acionamento de um dos poderes da República", afirmou o comandante.

O general pregou, no vídeo em que esclarece qual a percepção do Exército diante das manifestações, que o país deve "reencontrar o sentido de projeto e restabelecer a sua ideologia de desenvolvimento". Ele finaliza a entrevista institucional com discurso otimista.

"Temos certeza de que é uma questão de tempo, e o Brasil terá condições, sim, de reverter essa situação e reencontrar o seu caminho do desenvolvimento, porque o Brasil é um país que tem grandes responsabilidades internacionais", declarou Villas Bôas.

Ao abordar carro de luxo, PM encontra homem armado

.

Arma foi apreendida pela PM - Foto: Osvaldo DuarteArma foi apreendida pela PM - Foto: Osvaldo Duarte

Policiais militares de Dourados prenderam por volta de 1h20 desta sexta-feira (25), Michel Dario Landgraf, 30, conhecido como ‘Liquinha’, morador no Jardim Monte Líbano por porte ilegal de arma de fogo. Com ele, foi encontrado um revólver calibre 38.

O flagrante ocorreu na avenida Joaquim Teixeira Alves, região central do município.

De acordo com o registro policial, o rapaz seguia num Honda Civic pela via quando recebeu a abordagem. Durante vistoria, a arma acabou encontrada e questionado, Michel disse que seria para defesa pessoal.

Levado ao 1º Distrito Policial, foi autuado em flagrante e teve fiança arbitrada em R$ 4,4 mil, que pagou para responder pelo crime em liberdade.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DE GRAÇA EM CUBA
Diversos

Rolling Stones conquistam a última fronteira do rock em Havana

'Jumpin' Jack Flash' abriu a histórica apresentação dos britânicos em Cuba.
Show gratuito encerra turnê latino-americana que também passou pelo Brasil.

Mick Jagger canta durante show dos Rolling Stones nesta sexta-feira (25) no Ciudad Deportiva em Havana (Foto: YAMIL LAGE / AFP)

Mick Jagger canta durante show dos Rolling Stones nesta sexta-feira (25) no Ciudad Deportiva em Havana (Foto: YAMIL LAGE / AFP)

Com os primeiros acordes de "Jumpin' Jack Flash", um mundo de telefones celulares iluminou o complexo Ciudad Deportiva, em Havana, na noite desta sexta-feira (25). Todos queriam registrar a entrada triunfal dos Rolling Stones, em uma apresentação espetacular e única que conquistou o público cubano - a última fronteira do rock no continente americano.

O vocalista Mick Jagger cumprimentou o público em espanhol com um "Hola, Havana! Buenas noches mi gente de Cuba" (Oi, Havana! Boa noite meu povo de Cuba) logo no início do espetáculo, mostrando seu cartão de visitas.

"Sabemos que há alguns anos era difícil ouvir nossa música em Cuba, mas aqui estamos, tocando para vocês em seu lindo país. Acredito que, finalmente, os tempos estão mudando", disse Jagger, em espanhol, ao comentar sobre a época em que o rock estrangeiro não era bem-visto pelo governo cubano.

Jagger, o guitarrista Keith Richards, o baixista Ronnie Wood e o baterista Charlie Watts chegaram à capital cubana nesta quinta para realizar esta apresentação, que foi batizada com o nome de "Concerto da Amizade".

O show - o primeiro gratuito da banda desde a histórica apresentação na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em 2006 - será filmado para um documentário sobre a turnê e também será cedido para exibição na televisão estatal de Cuba.

Rolling Stones se apresentam no Ciudad Deportiva, em Havana (Foto: AP Photo/Enric Marti)Rolling Stones se apresentam no Ciudad Deportiva, em Havana (Foto: AP Photo/Enric Marti)

Havana foi escolhida para encerrar sua turnê latino-americana, que começou na Argentina e passou por Brasil, Uruguai, Peru, Colômbia e México.

As duas horas e meia de apresentação serviram para que Cuba saldasse sua "dívida" com o rock. O público, que misturava gente de todas as idades e nacionalidades, não decepcionou e se entregou em cada segundo do show.

Apenas duas músicas foram o suficiente para que Mick tirasse sua jaqueta exuberante, após não parar de se movimentar nem um segundo pelos 80 metros de comprimento do enorme palco montado na Ciudad Deportiva.

Um forte dispositivo de segurança foi montado para o show, onde foi proibido consumir bebidas alcoólicas. Milhares de cubanos começaram a chegar com bastante antecedência ao local, por volta das 14h (horário local, 15h de Brasília), para o show gratuito e ao ar livre.

Estrangeiros
Nas primeiras fileiras, predominava fãs estrangeiros - britânicos, alemães, americanos, argentinos e mexicanos -, muitos já com seus cabelos brancos: admiradores fanáticos da banda que a acompanham onde quer que ela vá, e que, certamente, não queriam perder a oportunidade de testemunhar os Stones em Cuba. Na área VIP, a top model Naomi Campbell e o ator Richard Gere eram alguns dos nomes de destaque.

Após esquentar o ambiente com "It's Only Rock and Roll", "Angie", "Paint It Black" e "All Down the Line" - escolhida por seus seguidores nas redes sociais para este espetáculo -; chegou a hora de certo silêncio para que Keith Richards dedilhasse os primeiros acordes de "Honky Town Woman".

A dupla de guitarristas formada por Richards e Ronnie Wood, o baterista Charlie Watts e o vocalista Mick Jagger, com sua tradicional movimentação peculiar, continuaram apresentando seu repertório de clássicos do rock, que incluíram temas como "Gimme Shelter", "Start Me Up", "Sympathy for the Devil" e "Brown Sugar".

Despedida
Jagger, então, ameaçou uma despedida ao dizer: "muito obrigado Havana, boa noite". Mas se tratou de um alarme falso, já que os veteranos retornaram com o coro cubano Entrevoces para interpretar "You Can't Always Get What You Want".

"Estão prontos?", perguntou Jagger, para que em seguida fossem ouvidas as primeiras notas de "Satisfaction", causando delírio nos presentes - que começaram a pular, num clímax perfeito, que fez até o estático Charlie Watts esboçar um sorriso.

Os quatro minutos da versão original de "Satisfaction" (1965) se alongaram por mais que o dobro do tempo e todos, desde os roqueiros no palco, até o último expectador em Havana, desfrutaram de um concerto histórico, que ficará na memória.

 

Fã chega para ver show dos Rolling Stones em Havana, primeira apresentação da banda em Cuba (Foto: Reuters/Ueslei Marcelino)Fã chega para ver show dos Rolling Stones em Havana, primeira apresentação da lendária banda em Cuba (Foto: Reuters/Ueslei Marcelino)
Fãs chegam para ver show dos Rolling Stones em Havana, primeira apresentação da banda em Cuba (Foto: Reuters/Ueslei Marcelino)Fãs chegam para ver show dos Rolling Stones em Havana, 1ª apresentação da lendária banda em Cuba (Foto: Reuters/Ueslei Marcelino)
Fãs chegam para ver show dos Rolling Stones em Havana, primeira apresentação da banda em Cuba (Foto: AFP/Rodrigo Arangua)Fãs chegam para ver show dos Rolling Stones em Havana, 1ª apresentação da lendária banda em Cuba (Foto: AFP/Rodrigo Arangua)

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NEYMAR FORA CONTRA PARAGUAY
Diversos

Após sair na frente, Brasil sofre pressão do Uruguai e empata em Recife

Luis Suarez, Neymar
Luis Suarez, Neymar Foto: Leo Correa / AP
Lancepress

O frevo estava desenhado na Arena Pernambuco. Início avassalador, adversário na roda, dois gols de vantagem no placar. Vitória no papo, certo? Faltou combinar com Cavani, Suárez e o sistema defensivo brasileiro, sobretudo com David Luiz.

As falhas inpiduais e um péssimo segundo tempo foram determinantes para o empate em 2 a 2. Com oito pontos e em terceiro, Dunga já vê um cenário bem obscuro para a partida contra o Paraguai, na terça-feira. Sem Neymar e com todo mundo no bolo, a Seleção pode terminar essa etapa das Eliminatórias fora da zona de classificação para a Copa.

Os primeiros 45 minutos pareciam um céu de brigadeiro verde e amarelo. Afinal a Seleção abriu o placar com Douglas Costa com 40 segundos de jogo. Com a defesa reserva praticamente reserva, os uruguaios davam generosos espaços para a equipe de Dunga.

Com uma grande atuação do meio para frente, o Brasil criava uma chance atrás da outra. O segundo gol, com passe de Neymar e grande drible e gol de categoria de Renato Augusto, dava a impressão que o Uruguai dançaria o frevo da goleada na Arena Pernambuco.

Mas a história mostra que nossos vizinhos costumam contrariar a regra aqui dentro. E se grande parte das escolhas de Dunga se mostravam acertadas, outras já merecem ser repensadas. E foi pela péssima atuação do lado esquerda da defesa brasileira, que o Uruguai começou a mudar o roteiro do clássico. Primeiro na falha de marcação de Filipe Luís e David Luiz que resultou no gol de Cavani.

Veio o segundo tempo e Suárez, que estava sumido, aproveitou nova falha do camisa 4 brasileiro e de Alisson para decretar o empate.

A verdade é que o Brasil, que praticamente jantou o adversário no primeiro tempo, quase saiu derrotado. Para piorar, Neymar está suspenso não enfrenta o Paraguai.

Dunga sempre fala que futebol é momento. Por isso, é preciso rever alguns conceitos, sobretudo na defesa. As vaias foram merecidas.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 2 x 2 URUGUAI

Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)

Data-Hora: 25/3/2016 - 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Néstor Fabián Pitana (Fifa-ARG)

Auxiliares: Juan Pablo Belatti (Fifa-ARG) e Ezequiel Darío Brailovsky (Fifa-ARG)

Renda e público: R$ 4.961.890,00 e 45.010 presentes

Cartão Amarelo: Suárez (URU); Neymar, Daniel Alves, David Luiz (BRA)

Cartão Vermelho: -

Gols: Douglas Costa, 1'/1ºT (1-0), Renato Augusto, 26'/1ºT (2-0), Cavani, 32'/1ºT (2-1) e Suárez, 3'/2ºT (2-2)

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Miranda, David Luiz E Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho (Philippe Coutinho, 21'/2ºT) e Renato Augusto; Douglas Costa (Ricardo Oliveira, 32'/2ºT), Willian (Lucas Lima, 39'/2ºT) e Neymar - Técnico: Dunga.

URUGUAI: Muslera, Fucile, Coates, Victorino e Álvaro Pereira; Arevalo Rios, Carlos Sánchez (Stuani, 35'/2ºT), Vecino e Cristian Rodríguez (Álvaro González, Intervalo); Suarez e Cavani - Técnico: Óscar Tábarez.



 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MANHÃ
Diversos

ONU Mulheres condena violência sexista praticada contra Dilma

dilmachoraluciobernardojrcamaradosdeputados

A ONU Mulheres Brasil divulgou nessa quinta-feira (24) uma nota na qual condena a violência de ordem sexista que vem sendo praticada contra a presidenta Dilma Rousseff. “Nenhuma discordância política ou protesto pode abrir margem e/ou justificar a banalização da violência de gênero”, diz o comunicado, assinado pela representante da entidade, Nadine Gasman.

Dilma é a primeira mulher a assumir a Presidência do Brasil. Por questões políticas, têm sido vítima de xingamentos sexistas, de depreciação da figura da mulher e outras violências que a atacam enquanto mulher. Mensagens com esses tipos xingamentos, algumas bastante agressivas, ofensivas e com palavras de baixo calão, são vistas em cartazes e ouvidas durante protestos contra a petista.

A nota diz que a ONU Mulheres observa “com preocupação o contexto político brasileiro e apela publicamente à salvaguarda do Estado Democrático e de Direito” e destaca ainda que, nos últimos 30 anos, a democracia e a estabilidade política no Brasil tornaram reais direitos humanos, individuais e coletivos. “São, sobretudo, base para políticas públicas (entre elas as de eliminação das desigualdades de gênero e raça ) determinantes para a construção de uma sociedade inclusiva e equitativa”, diz.

Leia a nota na íntegra:

“A ONU Mulheres observa com preocupação o contexto político brasileiro e apela publicamente à salvaguarda do Estado Democrático e de Direito.

Aos poderes da República, a ONU Mulheres conclama a preservação da legalidade, como condição máxima das garantias estabelecidas na Constituição Federal de 1988 e nos tratados internacionais de direitos humanos dos quais o Brasil é signatário.

À sociedade brasileira, a ONU Mulheres pede serenidade nas manifestações e não-violência frente aos debates públicos necessários para a condução democrática dos rumos políticos do país. O debate saudável entre opiniões divergentes deve ser parte intrínseca da prática cidadã em uma democracia.

Nos últimos 30 anos, a democracia e a estabilidade política no Brasil tornaram reais direitos humanos, individuais e coletivos. São, sobretudo, base para políticas públicas (entre elas as de eliminação das desigualdades de gênero e raça) determinantes para a construção de uma sociedade inclusiva e equitativa.

Como defensora dos direitos de mulheres e meninas no mundo, a ONU Mulheres condena todas as formas de violência contra as mulheres, inclusive a violência política de ordem sexista contra a Presidenta da República, Dilma Rousseff. Nenhuma discordância política ou protesto pode abrir margem e/ou justificar a banalização da violência de gênero – prática patriarcal e misógina que invalida a dignidade humana.

Que o legado da democracia brasileira, considerado referência no mundo e especialmente na América Latina e Caribe, seja guia para as soluções da crise política. (Fonte: Agência Brasil)

23

O que a escola deve fazer quando a briga política chega ao jardim de infância?

Crianças na manifestação do dia 13 de março. (Foto: Marcos Ermínio)

Crianças na manifestação do dia 13 de março. (Foto: Marcos Ermínio)

Diante da briga política que se instalou no Brasil nos últimos dias, com a onda de protestos contra e a favor da presidente, escolas enfrentam um novo desafio, debater o assunto com crianças que levam para a sala de aula dúvidas e discursos que ouvem em casa.

 

Em Campo Grande, já teve caso de colégio tomando partido, com crianças vestindo luto em dia de aula. Mas os equilibrados consideram que é a chance de transformar todo o ódio que domina o Brasil em lições de tolerância e democracia.

Aos 46 anos, Lilian Loeschner, coordenadora de Educação Infantil do Colégio Adventista, explica que a maioria dos alunos entre 5 a 8 anos chegam com um pouco do que ouvem dos pais. Para abordar o assunto de maneira clara, a direção diz que faz atividades para levar os alunos à reflexão e evitar conflitos diante de ideias opostas.

“A gente pediu que eles trouxessem uma reportagem de casa, onde é feito a leitura e debate de conhecimento sobre o assunto”. Com atenção e cuidado para que a escola não defenda partidos políticos, a educadora ressalta que ao inserir o assunto ajuda as crianças a saberem desde cedo os reais deveres e conceitos sobre o que é cidadania.

"É importante, porque é um assunto que todo mundo está vivendo e está trazendo consequências ruins para todos nós. Se a gente conseguisse ensinar as crianças a lidar com os conflitos dentro de uma reflexão, com certeza teríamos um mundo político melhor, com pessoas que saibam realmente lutar pelo querem”, defende Lilian.

Trabalhando com educação há seis anos, Talita Martins, de 31 anos, professora e diretora na Escola Harmonia, explica que dentro de sala de aula professores buscam mostrar os dois lados, mas com respaldo para que o ensinamento não interfira na opinião de cada aluno.

“Apresentamos a situação e acho importante quando a criança traz esse assunto, mas não podemos influenciar. O que buscamos é mediar, pois existem opiniões contrárias e a favor. Com isso objetivo é disseminar o respeito entre os grupos”, diz Talita.

Amanda costuma fazer perguntas sobre política ao pai Rafael. Amanda costuma fazer perguntas sobre política ao pai Rafael.

Inserir a situação política brasileira na rotina da Educação Infantil divide opiniões na porta das escolas. Há mães e pais que dizem tratar do assunto abertamente dentro de casa ou os que acreditam que não é o momento para que o debate dentro de sala de aula.

Aos 9 anos, Amanda Duarte Sartori questiona a família sobre o motivo das manifestações. O pai Rafael Sartori, de 35 anos, diz que fala sobre corrupção de uma maneira que ela compreenda que o maior desejo é ter um País melhor. “Acredito que ela ainda não tem idade e nem cabeça pra analisar isso, ela vai pela nossa opinião, mas é importante ela saber o que está acontecendo”, defende.

Quando o assunto é na escola, para Rafael não resta dúvidas de que ali a inserção é fundamental. "Acho importante a escola falar sobre o assunto, mas com cuidado. Embora eu tenha a minha definição, acredito que a minha pode não ser a dela, mas acho que vai chegar um tempo em que ela vai saber definir isso melhor", diz o pai. 

Já para Michele Fernandes Sigorini, de 38 anos, esse não é o momento ideal para que as crianças tenham esse tipo de conversa tensa. "Talvez para séries maiores, os nossos ainda são pequenos", avalia sobre os alunos de até 5 anos. "O mais velho sim, ele nos questiona e disse que o Brasil está passando por um momento difícil, que é uma crise no governo, que há corrupção e que houve roubo de dinheiro. Mas orientamos que a gente torce pelo Brasil", garante. 

A empresária Ana Carolina Ávilla, de 40 anos, levou a filha Anelise Franceline, de 8 anos, na passeata realizada no último dia 13 de março. "É muito importante falar do assunto porque é uma coisa que está totalmente viva dentro da gente, as crianças estão bem cientes do que está acontecendo no País", comenta. Ela enfatiza que a luta é por um país mais justo, independente de partidos. "Por enquanto ela tem os comentários dela, mas explico que independente de qualquer coisa e de partido, a gente tem que lutar para ter um Brasil melhor", finaliza. 

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PAPA FRANCISCO
Diversos

Papa Francisco condena terrorismo, guerras e corrupção na Via Sacra

Cerimônia da Via Sacra

 

O papa Francisco condenou hoje (25), durante oração após a cerimônia da Via Sacra, o fundamentalismo, o terrorismo, as guerras e os corruptos. Ele também denunciou a destruição do meio ambiente, em detrimento das futuras gerações, e os mares que se tornaram “cemitérios insaciáveis”. No Coliseu de Roma, o papa rezou pelos idosos abandonados, pelas pessoas com deficiência e pelas crianças desnutridas.

Como sinal de esperança, Francisco citou as pessoas que sonham “com um coração de criança” e que trabalham para tornar o mundo um lugar melhor, mais humano e mais justo.

Ao longo da tarde desta sexta-feira, dezenas de milhares de pessoas entraram no Coliseu, depois de terem passado por fortes controles de segurança. O evento recria o caminho feito por Jesus, ao carregar a cruz desde o Pretório de Pilatos até o Monte Calvário.

Sentado em um trono vermelho, ao lado de uma grande cruz de metal, iluminada com tochas, o papa, de 79 anos, escutou um longo discurso escrito pelo cardeal italiano Gualtiero Bassetti, arcebispo de Perugia, no centro da Itália.

Dois sírios, um russo, um chinês e um centro-africano foram os escolhidos para transportar uma cruz de madeira pela histórica arena, onde morreram milhares de cristãos, durante o Império Romano.

Via Sacra

A Via Sacra compreende 14 estações, cada uma delas apresentando uma cena da Paixão. O título da Via Sacra deste ano foi Deus é misericórdia. No discurso, o cardeal Gualtiero Bassetti afirmou que, diante do medo, da dor, das perseguições e da violência, a misericórdia é o canal da graça de Deus.

O texto sugeriu meditações sobre perseguições e a violência que atingiram a humanidade no passado e a atingem também hoje. Houve ainda referências aos cristãos perseguidos, ao holocausto dos judeus na II Guerra Mundial e ao drama dos migrantes. Tratou também do sofrimento das famílias em crise e do desemprego.

A meditação, que antecedeu a intervenção do papa Francisco, recordou o drama dos judeus mortos nos campos nazistas. “Onde está Deus nos campos de extermínio? Onde está Deus nas minas e nas fábricas onde as crianças trabalham como escravas? Onde está Deus nos barcos improvisados que se afundam no mar?”, questionou o arcebispo de Perugia.

Pedófilos

Francisco também denunciou “a consciência insensível e anestesiada” da Europa relativamente aos migrantes e a traição dos padres pedófilos, que “roubam os inocentes da sua dignidade”.

"O Mediterrâneo e o Mar Egeu “tornaram-se um cemitério insaciável, imagem de nossa consciência insensível e anestesiada”, lamentou o papa na oração de cerimónia da Sexta-Feira Santa.

O papa renovou o apelo aos países da União Europeia, para que acolham condignamente os centenas de milhares de requerentes de asilo e migrantes.

“Oh Cruz de Cristo, nós vemos hoje nos rostos das crianças, das mulheres e das pessoas exaustas e assustadas que fogem das guerras e da violência e não encontram mais do que a morte e de ambos Pilates lavou as mãos.”

Coleta

Todos os anos, a Congregação para as Igrejas Orientais envia uma carta convocando os fiéis a participarem da Coleta para a Terra Santa, tradicional recolhimento de donativos de Sexta-Feira Santa, dia em que a Igreja celebra a Paixão de Cristo.

Segundo a Congregação, há uma dívida de gratidão com as igrejas do Oriente, porque, além de ser a terra natal de Jesus, com elas foi aprendida a importância do diálogo ecumênico e interreligioso.

O prefeito da Congregação, cardeal Leonardo Sandri, informou que a Igreja Católica exprime, por meio da oração e do ofertório, o alento às comunidades dos fiéis e aos lugares santos, sobretudo ao dramático momento vivido pelo Médio Oriente.

*Com informações da Rádio Vaticano.

DIECEU LANZARINI

 


O ex-prefeito de Amambai por tres mandatos DIRCEU LANZARINI- desmente a deputada estadual  GRAZIELE MACHADO, que publicou em redes sociais que enquanto Presidente do Diretorio Municipal, tinha barrada a filiação do vereador AILTON SALGADO, por ser gay.Em

 entrevista num programa de radio local, DIRCEU LANZARINI, afirmou que não tem nada contra a opção sexual de qualquer pessoa.Ailton foi filiado ao PR, é pré candidato a prefeito da cidade de Amambai.Depois que foi destituido do cargo de presidente do PR, DIRCEU LANZARINI, saiu do partido, junto com o vereador FERNANDO FISCHER. Por outro lado, o peso pesado da politica amambaiense DIRCEU LANZARINI, afirmou que é simpatico a candidatura de GILMAR VICENTIM. Muita água ainda vai passar debaixo da ponte do RIO PANDUI.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA HORA
Diversos

Lula recorre ao STF para anular decisão que o impede de ser ministro

Os recursos foram protocolados nesta quinta

A defesa do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), protocolou recursos contra a liminar concedida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes suspendendo a nomeação do petista à Casa Civil a pedido do PPS e PSDB.

Os advogados alegam, entre outras coisas, que o mandado de segurança coletivo “não serve para essa finalidade, conforme jurisprudência do próprio STF”. Os recursos foram protocolados nesta quinta-feira (24), conforme informou a defesa por meio de nota oficial.

Na decisão, Mendes disse que a nomeação de Lula para o cargo de ministro teve por objetivo retirar a competência do juiz federal Sérgio Moro (responsável pelas investigações da Lava Jato em primeira instância) para investigá-lo.

Os advogados alegam, ainda, que o ministro “não poderia ter incluído Lula nas ações, por sua própria vontade, pois o ex-Presidente preenche todos os requisitos do art. 87 da Constituição Federal para assumir o cargo de Ministro de Estado e sua nomeação tem por objetivo ajudar o País e a Presidenta da Republica a retomar o desenvolvimento social e econômico do País”.

Além disso, “não poderia ter proferido qualquer decisão para devolver as investigações ao Juiz Sérgio Moro, pois este tema extrapola os limites das ações propostas pelo PPS e pelo PSDB e somente poderá ser 

 analisado no âmbito de processo já distribuído ao Ministro Teori Zavascki, relator prevento (competente)

Exonerado do Senado, ex-assessor de Delcídio diz que vai recorrer

Ele foi demitido este mês

Exonerado do Senado pelo presidente da casa de Leis, Renan Calheiros (PMDB-AL), no último dia 18, o ex-assessor do senador Delcídio do Amaral (sem partido), José Eduardo Marzagão, vai à Justiça para tentar reverter a decisão, pelo menos é o que disse em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

Ele ficou nacionalmente conhecido após divulgar conversa que teve com o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, gravada no final do ano passado. O titular da pasta ofereceu ajuda supostamente para evitar que Delcídio fizesse delação premiada. Ele ter levado o diálogo á tona foi justamente o que ocasionou sua demissão.

Calheiros alegou que a atitude de Marzagão foi considerada quebra de decoro porque no áudio o ex-assessor teria dito ao ministro que Renan e o ex-senador José Sarney (PMDB-MA) teriam xingado a presidente Dilma Rousseff de "filha da puta" em ligações feitas a esposa de Delcídio, Maika, logo após a prisão do senador, em 25 de novembro do ano passado.

Marzagão, por sua vez, nega que tenha dito algo do tipo e por isso vai recorrer da exoneração. À Folha ele disse que tudo não passa de perseguição política. Apesar de o jornalista ocupar cargo de confiança, o regimento da Casa permite que o presidente exonere qualquer servidor comissionado, uma vez que os cargos são vinculados ao Senado.

 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIEL
Diversos

Bernal continuará apoiando Dilma caso PP decida sair do governo

78f73ede-d341-4a63-816d-b89e73fc880b

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, disse nesta quinta-feira (24) que continuará apoiando a presidente Dilma Rousseff, mesmo que seu Partido Progressista (PP), decida sair da base aliada do Governo Federal. A sigla com 52 deputados federal e dois senadores, deve decidir situação em reunião marcada para a próxima quarta-feira (30). O chefe do executivo municipal, que também preside a legenda em Mato Grosso do Sul, aponta que deve pensar na questão institucional, sendo que eles foram eleitos para administrar o País e uma Capital de Estado. Bernal, junto com outros 13 prefeitos, já estiveram reunidos no mês de dezembro, e, entregaram a presidente um documento contra o impeachment.

Bernal, como divulgamos no último sábado, é um vice-presidente nacional do PP e será mais um, mesmo que indiretamente, dentre outros 11 políticos do Estado (oito deputados federal e três senadores), que decidiram o futuro do mandato da presidenta Dilma. Já na semana passada, ele apontava sem afirmar definitivamente, que continuaria dando apoio a Dilma, até porque considera que ela esta passando pelo mesma situação que viveu, em sua cassação na Capital, pela Câmara de Vereadores.

O líder do PP no Estado, porém amenizou a posição, falando em apoio ou respeito pelos cargos que ambos ocupam, mantendo a a relação das instituições. “Acima do partido, devo estar pensando que sou o prefeito de toda a população e devo me portar dentro da institucionalidade. Assim, meu apoio, meu respeito e trabalho deve continuar para agir como prefeito e ela continuar como a presidenta da Republica. Vamos seguir trabalhando, pois não posso partidarizar a administração pública. Sou o gestor e preciso manter o bom relacionamento com o governador, com a presidente e também com outras instituições”, explicou.

Bernal apontou que na reunião que ocorrerá na quarta-feira (30) com todos os membros do PP, ele se posicionará no debate, ponderando sobre o que ocorreu na Capital e dentro dos parâmetros republicanos e da Lei para o Processo que ocorre na Câmara dos Deputados. “Vamos ver e analisar sobre a situação do partido e como vão agir os deputados de nossa legenda, que terão ou tem a decisão final na participação direta do processo no Parlamento”, mencionou.

Apoio já documentado

O prefeito Alcides Bernal, se reuniu em uma segunda-feira, 14 de dezembro do ano passado, com a presidente Dilma Roussef, que no dia completava 68 anos, para entregar um “documento da defesa da democracia”, assinado por 14 prefeitos, contra o pedido de impeachment aceito pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Na época a avaliação de Bernal, era que seu posicionamento e dos demais colegas prefeitos, mais do que apoia a presidente Dilma é um gesto de ‘defesa da democracia, de respeito ao resultado das urnas’. O manifesto dos prefeitos diz que “as dificuldades pelas quais passa o Brasil não serão superadas a partir do desrespeito à ordem constitucional. O debate deve se apoiar no resultado das urnas nas últimas eleições”, defendiam os gestores.

Participaram da reunião o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB); de Palmas (TO), Carlos Enrique Franco Amastha (PSB); de Macapá (AP), Clécio Luís Vilhena Vieira (sem partido); de Fortaleza (CE), Roberto Claudio Rodrigues Bezerra (PDT); e de Goiânia (GO), Paulo Garcia (PT), além de Alcides Bernal.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

RONDA
Diversos

Menor é flagrada com 15 quilos de maconha em bagagem

Dourados News

Uma adolescente de 17 anos moradora em Três Lagoas, foi apreendida por volta de 1

A menor alegou que venderia a droga em Três Lagoas e já realizou várias viagens- Foto: Osvaldo DuarteA menor alegou que venderia a droga em Três Lagoas e já realizou várias viagens- Foto: Osvaldo Duarte

0h30 desta quinta-feira (24), com 24 tabletes de maconha na bagagem. O flagra aconteceu na rua Hayel Bon Faker próximo à rua Cuiabá, região central, durante uma abordagem da Polícia Militar, ao ônibus com itinerário de Ponta Porã para Campo Grande.

De acordo com a ocorrência policial, ao realizar a vistoria no bagageiro do ônibus, os policiais encontraram dentro de uma mala dois embrulhos com os 24 tabletes da maconha totalizando 15 quilos da droga. Ao verificar o ticket foi localizada como sendo a menor a dona da mala.

A menor foi encaminhada para o 1º Distrito Policial. Ao ser questionado sobre o entorpecente, a adolescente relatou que comprou a droga no Paraguai no valor de R$ 1.5 mil e que levaria para a cidade de origem.

Consta na ocorrência que a menor alegou que já realizou várias viagens, segundo ela, em Três Lagoas conseguiria vender o entorpecente por aproximadamente R$ 15 mil.

A adolescente irá responder pelo ato infracional tráfico de drogas.

"Mula" é presa a caminho de Rondônia com 27 tabletes de maconha

Tabletes da droga estavam escondidos em duas malas - Foto: Divulgação
Tabletes da droga estavam escondidos em duas malas - Foto: Divulgação

Taynara Lima Padilha, 20, moradora em Ji-Paraná (RO), foi presa por uma das equipes operacionais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), transportando 27 tabletes de maconha. Ela fazia o trabalho de ‘mula’ do tráfico, ou seja, pessoas contratadas para levar pequenas quantidades da droga.

O fato ocorreu na manhã de hoje (24), durante bloqueio policial na MS 164, região do Copo Sujo, quando foi abordado um ônibus que fazia o itinerário Ponta Porã a Campo Grande.

Durante conversa, Taynara demonstrou nervosismo desmotivado, sendo vistoriado sua bagagem de mãos e encontrados oito tabletes de maconha. Em outra mala no bagageiro do ônibus, a mulher levava mais 19 tabletes do entorpecente, totalizando 24 quilos.

Taynara relatou que foi aliciada por uma pessoa em Ji-Paraná, para vir até Ponta Porã e retornar com a droga, recebendo pelo transporte R$ 2 mil. O caso foi registrado como tráfico de drogas e encaminhado à Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), em Dourados.

Filho encontra mãe morta com mãos e pés amarrados e cabeça coberta por saco plástico

Vítima foi encontrada na residência onde morava

Corpo foi encontrado amarrado na cama da vítima - Humberto Zum/Tá Na Mídia NaviraíCorpo foi encontrado amarrado na cama da vítima - Humberto Zum/Tá Na Mídia Naviraí
Um homem encontrou a mãe morta com as mãos, os tornozelos e o pescoço amarrados e a cabeça coberta por saco plástico. Maria Iris Costa Ribeiro, de 52 anos, foi encontrada na residência onde morava, na Rua Tupis, no Bairro Eucalipto em Naviraí, distante 359 quilômetros de Campo Grande. 

Conforme o site local, Tá Na Mídia Naviraí, o corpo estava na cama da vítima e foi foi encontrado por um dos filhos dela, na noite dessa quinta-feira (24), por volta das 19 horas.

Segundo as informações, o filho de Maria Iris foi ao local depois de ligar para mãe e não conseguir falar com ela. Ao entrar no quarto viu que ela estava amarrada e com a cabeça coberta. Ele acionou o Corpo de Bombeiros que constatou que a vítima estava morta. 

O local foi isolado pela Polícia Militar e o Perito Criminal foi acionado para verificar a causa da morte. A Perícia constatou que a corda amarrada no pescoço de Maria Iris estava presa na cabeceira da cama.

A cabeça da vítima estava coberta com dois sacos plásticos envolvidos por fitas adesivas que contornavam a boca e a cabeça dela. Não havia ferimentos no corpo e uma das hipóteses da Perícia é de que a mulher tenha morrido por asfixia.

Nenhum objeto foi roubado. No criado mudo, a polícia encontrou duas bíblias abertas. Um terço também foi achado na cabeceira da cama. A perícia supõe que o crime tenha ocorrido à tarde.

O corpo foi encaminhado para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) de Naviraí e o caso foi registrado como morte a esclarecer na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município, onde será investigado. Até o momento nenhum suspeito foi identificado. 

Desentendimento entre vereador e esposa vira caso de polícia

Mulher teria levado dois tapas no rosto 

Desentendimento entre o vereador de Aquidauana Thales Leite (PSDB) e a esposa terminou em agressão física e verbal na noite desta quinta-feira (25). A confusão foi parar na delegacia do município.

De acordo com denúncia de leitores que não quiseram se identificar, depois de uma discussão, o legislador teria dado dois tapas no rosto da mulher. A agressão aconteceu por volta das 19 horas.

Mario Donizete de Queiroz, delegado do Primeiro Departamento de Polícia de Aquidauana, contou que  o casal foi conduzido por policiais militares até a delegacia, onde um boletim de ocorrência foi registrado. O casal chegou ao local por volta das 20h30 e permaneceu até aproximadamente 22h30.

De acordo com o delegado a mulher não apresentava lesões aparentes e não fez representação jurídica contra o companheiro parlamentar. O caso será encaminhado para o fórum da cidade e caso não haja manifestação da vítima dentro de seis meses, segue para arquivamento.

Nossa equipe de reportagem tentou entrar em contato com o vereador, porém até o fechamento desta matéria não conseguimos contato. Ele está em seu primeiro mandato e foi eleito com 495 votos.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

A FESTA NÃO DEU CERTO
Diversos

Festa termina com 28 universitários presos em bairro da Capital

Vizinhos acionaram a polícia

Depois de várias reclamações por perturbação da tranquilidade, a polícia prendeu 28 universitários, sendo nove mulheres e 19 homens, que participavam de uma festa na madrugada desta sexta-feira (25), no Jardim Autonomista em Campo Grande.

Segundo informações repassadas por policiais que efetuaram a prisão, as reclamações começaram às 2 horas e os jovens foram detidos por volta das 6h30, depois que um desembargador, que não teve o nome divulgado, ligou para a polícia e determinou a prisão dos jovens. 

Na casa onde eles estavam foram apreendidos petrechos de narguile e 20 garrafas de Vodka. 

Polícia apreendeu petrechos de narguile e 20 garrafas de vodka - Thatiana Melo/MidiamaxPolícia apreendeu petrechos de narguile e 20 garrafas de vodka - Thatiana Melo/Midiamax

A mãe de um dos universitários, foi à delegacia e criticou a ação da polícia. "É um absurdo prenderem meu filho porque ele estava em uma festa. Em vez de prender bandidos, ficam prendendo pessoas de bem", declarou. 

Foram necessárias quatro viaturas do Batalhão de Choque e outras da Polícia Militar para efetuar as prisões. Os universitários foram detidos e encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. Eles devem ser liberados depois de prestarem esclarecimentos. 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CRIME
Diversos

Mulher é assassinada com requinte de crueldade em Naviraí

FOLHA DE NAVIRAÍ

JÚNIOR LOPES / FOLHA DE NAVIRAÍ
JÚNIOR LOPES / FOLHA DE NAVIRAÍ

Um crime bárbaro foi registrado nesta quinta-feira, 24 de março, na rua Tupis, no Jardim Eucalipto, em Naviraí. Uma mulher identificada como Maria Isis Costa Ribeiro, 52 anos, foi encontrada pelo filho no início da noite desta quinta, morta, na cama dela.

Maria Isis tem três filhos, que não moram com ela. A mulher foi morta com um saco plástico na cabeça, os pés e mãos amarrados. O pescoço além de estar amarrado estava com um pedaço de madeira e uma corda amarrada junto à cabeceira da cama.

As Polícias Civil e Militar foram acionadas pelo filho da mulher, que teria tentado entrar em contato durante a tarde via telefone com sua mãe, porém como ela não atendia ao telefone ele foi até sua residência, onde a encontrou morta. Os policiais chegaram ao local por volta das 20 horas. Segundo o perito, o crime pode ter ocorrido por volta das 16 horas.

Maria Isis Costa Ribeiro trabalhava na função de serviços gerais em uma fecularia de Naviraí. A cena do crime impressionou policiais e o perito criminal, devido ao requinte de crueldade. Provavelmente, o criminoso tentou simular um suicídio, porém, com os pés, mãos e pescoço amarrados é praticamente impossível se tratar de suicídio.

Um dos irmãos de Maria Isis, disse que ultimamente ela mantinha um relacionamento com um homem que a família desconhece.

Outro irmão de Maria Isis, disse desconhecer que ela tivesse algum desafeto. Transtornado, ele se limitou a dizer: mataram minha irmã. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Polícia apreende 24 kg de cocaína e pistola em fundo de pick-up em MS

G1

Entorpecente e arma foram escondidos em fundo falso de pick-up (Foto: Divulgação/PMA)Entorpecente e arma foram escondidos em fundo falso de pick-up (Foto: Divulgação/PMA)

A Polícia Militar Ambiental (PMA) apreendeu 24,4 quilos de cocaína e uma pistola 9 mm com silenciador em um fundo falso de uma pick-up com placas de Terenos na madrugada desta quinta-feira (24), na BR-262, em Miranda, região do Pantanal sul-mato-grossense.

A PMA realizava fiscalização com o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) quando abordaram um motociclista de 37 anos, morador de Corumbá, distante 414 quilômetros de Campo Grande. O homem apresentou nervosismo e não soube explicar o motivo da viagem.

Em seguida, uma mulher de 39 anos, moradora de São Paulo, também foi abordada. A droga e a arma foram encontradas no veículo que ela conduzia. A suspeita acabou confessando que levaria os produtos de Corumbá para a capital paulista.

Diante da apreensão, o motociclista contou à polícia que que fazia o serviço de batedor. Os dois foram presos por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de uso restrito.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CORREIODAFRONTEIRA.COM.BR 11 MILHÕES DE ACESSOS
Diversos

MUITO OBRIGADO INTERNAUTAS, O NOSSO SITE CORREIODAFRONTEIRA.COM.BR. CHEGOU AOS 11 MILHÕES DE ACESSOS.VAMOS CONTINUAR JUNTOS E FIQUE SEMPRE BEM INFORMADO.

JORGE PACHECO


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MACPMHA
Diversos

'Família-tráfico': Pai, filhos e sobrinhos são presos com meia tonelada de maconha

Foto: Alisson Silva

Cinco pessoas estavam em dois veículos

Na noite dessa quinta-feira (24), a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu mais de meia tonelada de maconha na região norte de Mato Grosso do Sul. Segundo o site Edição de Notícias, foram quase 582 quilos do entorpecente na BR-163, entre Pedro Gomes e Sonora. Na ocasião foram presas cinco pessoas da mesma família.

Em tabletes de maconha prensada, totalizaram 609, que estavam acondicionados num Peugeot 208, com placas de Curitiba (PR), ocupado por dois homens. De acordo com as informações, uma equipe observava os veículos que passavam pela rodovia, na 6ª delegacia, que fica no quilometro 736, quando suspeitou de um Mitsubishi Lancer, com placas de Cuiabá (MT).

O carro seguiu no sentido Pedro Gomes, com uma mulher e dois jovens dentro. Logo em seguida, o mesmo veículo retornou para Coxim e em logo após passou pela terceira vez pelo posto da polícia, sendo seguido pelo Peugeot. Com uma viatura descaracterizada, os policiais começaram a fazer o acompanhamento tático dos dois veículos.

Na sequência, ambos os carros suspeitos entraram num posto de combustíveis, entre Pedro Gomes e Sonora. A PRF optou em abordar o Peugeot, que estava abastecendo. Enquanto um dos ocupantes cuidava do carro e outro foi até a conveniência. Ao notar a presença da polícia, os ocupantes do Lancer empreenderam fuga sentido Sonora.

Ainda segundo a reportagem, a PRF pediu reforço da polícia Civil e Militar, que colocou a ROTAI (Rondas Ostensivas e Táticas do Interior). O Lancer foi abordado no Posto Fiscal em Sonora, na divisa de Mato Grosso do Sul com Mato Grosso. Todos os envolvidos, dos dois veículos, foram trazidos para a delegacia de Coxim.

Os cinco ocupantes dos veículos são parentes, sendo que dois são filhos e dois sobrinhos da motorista do Lancer, que fazia o serviço de batedor. A polícia já descobriu que a maconha foi adquirida em Ponta Porã (MS) e seria levada para Cuiabá (MT).


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1518 páginas.
Fotos

Nova pagina 2


Notícias

Terça, junho 28
· Prefeitura tem vagas de estágio em pedagogia e educação física
· Loja Renner condenada a indenizar cliente por cobrança de dívida inexistente
· Mais de 49 mil índios em MS vivem em terras demarcadas
· "Não sinto saudades da minha mãe", diz menina vítima de maus-tratos
· Motoristas desprezam lei, ignoram semáforos e trânsito fica caótico
· Uniformes de Bernal fabricados no Paraguai confrontam orientação de decreto fede
· Dançarina é presa por deixar filha de 1 ano trancada, suja e com fome
· Boi causa confusão em avenida da Capital e é morto por policial
Segunda, junho 27
· PAPO NOS BAIRROS
· HISTORICOS PEEMEDEBISTAS DE AMAMBAI
·
· FATOS & FOTOS
· POBTA PORÃ
·
· ITALIA VENCE ESPANHA
· ESTUPRO
· LOUBET
· ACIDENTE
· CONSTRANGER
· CAFE DA MANHÃ
· POLICIAL
· TOCHA
Domingo, junho 26
· SE ENTREGOU
· PMDB DE AMAMBAI
· AMIGOS DO...
· FIQUE SABENDO
· RETROCESSO
· ATROPELADO
· LADOS OPOSTOS
Sábado, junho 25
· DROGA

 Calendario de Eventos
Junho 2016
  1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30  

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!

Image and video hosting by TinyPic




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB