Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
14068832
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:


colirio
Diversos 21h28

Suellen Fernandes quer bater recorde de Núbia Óliiver na "Sexy"

Imagem relacionada

IG Gente

Conhecida pelas suas participações nas pegadinhas do "Programa Silvio Santos" , no SBT , a atriz e modelo Suellen Fernandes subiu mais um degrau de sua carreira e agora representará o estado do Maranhão no Musa do Brasil 2017 , onde disputa o título com mais 26 candidatas.

Entre as premiações, Suellen Fernandes concorre a capa da revista Sexy por um júri especializado. "Já fiz duas capas e não vejo problema algum em posar várias vezes, afinal me cuido muito, malho de segunda a sábado, vivo na clínica descobrindo novos procedimentos", contou ela, que quer mostrar tudo o que tem de melhor e superar um recorde.

"Quero superar a Núbia Óliiver no número de capas", provocou a candidata. Será que ela vai conseguir?

Para comemorar sua participação no concurso, a beldade estrelou um ensaio e mostrou suas curvas impecáveis para o fotógrafo Ed Nogueira. Apesar do sex apeal "tão natural quanto a luz do dia", a atriz garante que demorou se descobrir "mulherão". "Quando criança eu era muito bruta, odiava as brincadeiras de meninas, não queria me maquiar e foi um longo tempo até me tornar uma mulher vaidosa, comecei a cuidar da minha aparência e me vi ‘gostosa’, um caminho sem volta", conta aos risos. "Todas nós temos uma musa interior, basta procurá-la".

Que Suellen Fernandes tem uma beleza e um corpo impecável, é notável nas fotos. Por isso, suas chances de ganhar o concurso e até mesmo superar Núbia nas capas da revista masculina são bem grandes, mas ela terá grandes concorrentes que representam todos os estados do Brasil até conseguir atingir todos os seus objetivos.

Resultado de imagem para suellen fernandes

Imagem relacionada

IG Gente


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MANDETTA
Diversos

Deputado federal perde cargo
em MS por infidelidade a Temer

Presidente demitiu indicados que votaram a favor do seu processo

 

O Palácio doResultado de imagem para DEPUTADO MANDETTA Planalto começou a demitir mais de uma centena de aliados de deputados que votaram a favor da denúncia contra Michel Temer.

Um dos infiéis do presidente é Luiz Henrique Mandetta (DEM) que já perdeu um de seus nomeados na semana passada e deve sofrer outra exoneração dos seus indicados nos próximos dias. 

O superintendente do Ibama/MS (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis de Mato Grosso do Sul), Antônio de Castro Vieira, teve que deixar o cargo no último dia 23. Nomeado em agosto de 2016, ele teve que sair da função após seu “padrinho político” não cumprir com o acordo de votar contra a denúncia de Temer. 

A próxima da lista é a superintendente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Andréia Conceição Milan Brochado Antoniolli Silva, que administra o Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Segundo um levantamento de articuladores políticos do governo, o número de exonerações deve chegar a cerca de 140.

A retaliação é uma forma de punir os parlamentares de todos os partidos que fizeram oposição ao presidente da República.

Os cargos serão redistribuídos a congressistas que ajudaram a rejeitar a abertura de processo criminal contra Temer. Novas indicações para esses postos já foram feitas e estão em análise pela Casa Civil.

*Leia reportagem, de Gabriela Couto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Partido Podemos analisa chance de Ronaldinho Gaúcho ser candidato
Diversos

O Podemos, antigo PTN, está analisando a possibilidade de ter Ronaldinho Gaúcho como candidato a senador pelo Distrito Federal nas eleições do ano que vem.

Um homem se dizendo emissário do ex-jogador conversou com o senador Alvaro Dias em Brasília na última quarta-feira (23) e afirmou que Ronaldinho teria interesse em se filiar ao partido, que já tem Romário e Marcelinho Carioca entre suas fileiras.

O Podemos, que mudou de nome em julho, ouviu que o jogador deve ir a Brasília na semana que vem para tratar de sua eventual filiação.

O partido diz que não fez um convite oficial a Ronaldinho e que o senador Alvaro Dias não conversou com ele pessoalmente. Na quarta, o suposto emissário do gaúcho disse que o ex-atleta preferia sair candidato pelo Distrito Federal e não por seu estado de origem porque "gostaria de falar com todo o país."

Internamente, a eventual filiação de alguém que já foi o melhor jogador de futebol do mundo é vista com bons olhos. O entendimento é que personalidades de fora do mundo da política ajudariam a oxigenar um ambiente tão mal avaliado pela população.

"Pela história de vida dele, pelo sucesso que ele teve na carreira, acreditamos que ele daria uma grande contribuição ao partido e ao país", disse Renata Abreu, deputada federal (SP) e presidente do Podemos.

"Há uma especulação, mas não temos informação oficial, não conversamos com ele", disse o senador Alvaro Dias. "Mas se ele realmente quiser será muito bem-vindo. É uma figura de alta popularidade e visibilidade incomum, internacional inclusive. Certamente seria muito bem-vindo à atividade política, quem sabe para oferecer uma boa contribuição. Se ele tiver o êxito que teve nos campos de futebol na política certamente será vitorioso."

A reportagem tentou contato com Ronaldinho Gaúcho e sua equipe, mas não obteve retorno.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Diversos

Políticos se unem e 118 anos de Campo Grande vira marco para reviravolta na cidade

Como já é de costume na cidade, a população lotou as arquibancadas da rua 14 de Julho na manhã deste sábado (26) para assistir ao desfile cívico em comemoração aos 118 anos de Campo Grande. O que chamou atenção neste ano foi a forte presença de autoridades, bem diferente do cenário do ano passado.

No desfile de 117 anos da cidade, que ocorreu em meio à guerra política e às vésperas de uma nova eleição, o ex-prefeito Alcides Bernal (PP) ficou praticamente sozinho no palanque. O governador do Estado Reinaldo Azambuja (PSDB) e a maioria dos vereadores não compareceram ao desfile.

Ao contrário de 2016, neste ano quase faltou lugar no palanque. Além do prefeito Marquinhos Trad (PSD) e a vice-prefeita Adriane Lopes (PEN), o governador, o deputado estadual Lídio Lopes (PEN), e os senadores Waldemir Moka (PMDB) e Pedro Chaves (PSC), resistiram ao calor e marcaram presença no evento. 

Pelo menos 11 vereadores também subiram no palanque para acompanhar o desfile das 69 entidades.

Em uma breve conversa com a imprensa, o governador afirmou que uma grande parceria está sendo construída entre a prefeitura e o governo do Estado e que quem ganha é a população campo-grandense.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

May-Mac: provocações e torcida irlandesa marcam pesagem
Diversos

Enquanto McGregor faz cara feia, Mayweather debocha e dá risada (Bottari/Zuffa LLC/Getty Images)

As provocações e o apoio da torcida irlandesa a Conor McGregor marcaram nesta sexta-feira a pesagem para a luta entre o campeão do UFC e o pugilista Floyd Mayweather, em Las Vegas (EUA). Cumprindo um roteiro quase obrigatório antes de combates, seja no boxe ou no MMA, os adversários se hostilizaram e proporcionaram um clima de tensão.

Os atletas enfrentaram-se o tempo todo com gestos, palavras e até deboche. McGregor teve uma postura mais agressiva. Durante a encarada, o atleta de 29 anos vociferou frases diante de um Mayweather sério e calado. O americano respondeu em tom de ironia, dando risadas, tentando desmerecer o adversário. Ambos ficaram a centímetros um do outro, dando a entender que a luta poderia começar ali mesmo, mas a cena não foi além disso.

Nas arquibancadas da T-Mobile Arena, as provocações também partiram do lado irlandês. Em maior número, os compatriotas de McGregor se vestiram à caráter, com camisas verdes e bandeiras, fizeram bastante barulho e vaiaram o adversário norte-americano.

No fim das contas, tanto Mayweather quanto McGregor atingiram o peso exigidopara o combate. O americano chegou a 67,8 quilos, enquanto o irlandês apresentou-se um pouco mais pesado: 69,3. A luta tem previsão de início entre 0h30 e 1h (de Brasília) na madrugada de domingo.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Kauan foi estuprado, morto por asfixia e esquartejado por duas vezes, diz políci
Diversos

Violência, descaso e abusos. Esta era a realidade das dez vítimas de um professor de 38 anos, morador do Coophavila II. No dia 25 de julho, uma dessas crianças foi vista pela última vez e nesta sexta-feira (25) a Polícia Civil divulgou detalhes da investigação do desaparecimento e morte do menino Kauan Andrade, de 9 anos: ele foi estuprado, morto asfixiado e esquartejado por duas vezes.

Kauan era filho de família simples, tinha nove irmãos, e morava no Aero Rancho, foi no bairro, enquanto cuidava de carros, que foi visto pela última vez. O que poucos sabiam era onde o garoto e os amigos iam depois do ‘serviço’. O destino, uma casa da Rua da Praia, no Coophavila II. Era ali que o homem responsável por sua morte morava, aliciava e estuprava crianças.

O professor, que está preso desde o dia 21 de julho, aliciava os meninos, dava dinheiro a eles e cometia os abusos, sempre com mais de uma vítima ao mesmo tempo. No dia em que Kauan foi morto, outros quatro adolescentes acompanharam o estupro e foram eles que levaram a polícia ao suspeito.

A primeira testemunha do caso, um adolescente de 14 anos, revelou ser o responsável por levar o menino a casa do autor no dia do crime. Nos primeiros depoimentos, por medo do suspeito, ele omitiu informações da polícia, mas depois de saber da prisão do homem confessou a presença de outros três colegas no crime, adolescentes de 13, 14 e 16 anos.

Segundo o relato dos quatro adolescentes, o menino morreu enquanto era abusado. Para cometer o estupro o professor teria ‘tampado’ a boca do menino com um pano para abafar seus gritos, o que leva a polícia a acreditar que ele morreu asfixiado. Já sem vida, Kauan foi abusado novamente, desta vez pelas testemunhas, que foram ameaçadas e obrigadas pelo suspeito a estuprar a criança.

O corpo de Kauan foi esquartejado pelo autor, ainda segundo os relatos dos adolescentes, possivelmente com um facão, que foi apreendido pela polícia na casa em que o crime aconteceu. O garoto foi levado dentro do porta-malas do carro do professor até as margens do Córrego Anhanduí.

Mesmo com as buscas por toda a extensão do córrego Kauan nunca foi encontrado e com as investigações, a Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) acredita que o professor voltou ao local, que estava marcado com uma pedra, esquartejou novamente o corpo do menino e o enterrou em outro local. O suspeito, mesmo com todas as provas, nega o crime.

Na casa do professor, a perícia conseguiu localizar uma grande quantidade de sangue. Conforme o delegado Paulo Sérgio Lauretto, responsável pela investigação, com uso do luminol foi detectado vestígio de sangue na cama do suspeito, marcas de arrasto de corpo até uma edícula e lá manchas nas paredes, o que reforça a versão dos quatro adolescentes.

Tudo passou por exames, mas por conta das diversas tentativas de limpeza, o material para o DNA desgastou. Ainda assim, os laudos comprovaram que o sangue é humano e masculino, mas não é possível dizer com precisão se realmente é do menino. Ainda de acordo com a polícia, um dos exames foi compatível com um dos irmãos de Kauan, que afirma nunca ter ido até a casa.

Durante as investigações, a situação de miséria em que a família de Kauan vive ficou ainda mais evidente, segundo a delegada Aline Gonçalves Sinnott Lopes, da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), nenhum objeto de uso exclusivo do menino foi encontrado pelas equipes para ser enviada a exames. “Nem a escoava de dente só dele encontramos”.

A crueldade do caso chocou toda a equipe envolvida nas investigações, mas segundo Lauretto, o sentimento que fica é de que essa morte poderia ser evitada, se essa criança e todas as outras vítimas do professor, fossem acompanhadas pelas famílias. O menino já havia sido abusado em outras ocasiões, assim como os ouros adolescentes envolvidos em sua morte.

Para a polícia, o adolescente de 14 anos, que teria levado Kauan a caso do suspeito, contou que era estuprado desde os 10 anos. Com uma nova vítima, a especializada já investiga 10 casos de estupro de vulnerável contra o professor, todas vítimas vindas de famílias pobres.

O principal suspeito da morte do menino está preso preventivamente por outros oito estupros de vulnerável e também temporariamente pelos crimes praticados contra Kauan, o estupro de vulnerável seguido de morte e ocultação de cadáver. Para a imprensa, Lauretto afirma que o pedido para que essa última prisão seja convertida em preventiva já foi feito.

O prazo para encerrar o inquérito sobre o caso termina nesta sexta-feira, mas conforme o delegado, deve ser prolongado, já que laudos pedidos pela polícia ainda não entregues. (Matéria alterada às 11h11 para acréscimo de informações)


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Seminário de Vereadores AL debaterá o exercício da participação popular na AL
Diversos

Nos dias 21 e 22 de setembro, a Assembleia Legislativa realiza o XIII Seminário de Vereadores, no Plenário Deputado Júlio Maia. A iniciativa do evento é da Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet e tem como tema central ‘O vereador e o exercício da participação popular’.


“Nós queremos que os vereadores tenham conhecimento necessário sobre os fundos de assistência, educação e saúde, e que também possam saber com mais profundidade sobre orçamento público e os conselhos de controle social das políticas públicas desses três setores”, destacou a coordenadora da Escola do Legislativo, Cheila Vendrami.


O seminário começa no dia 21/9 (quinta-feira), às 12h, com a recepção e credenciamento dos inscritos. Já às 19h será realizada a solenidade de abertura oficial do seminário. Está prevista a palestra da senadora Simone Tebet (PMDB). A programação completa será divulgada no início do próximo mês. 


O evento é destinado aos vereadores de todo Estado e se houver vagas disponíveis as mesmas serão abertas para estudantes de graduação.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AMAMBAI
Diversos

Audiência pública discute elaboração do PPA e LOA em Amambai

Plano Plurianual do Município (PPA) e Lei Orçamentaria Anual (LOA) serão formados a partir da opinião pública.

Joaz B. Menezes

/ A Prefeitura Municipal de Amambai através da Secretaria Municipal de Finanças convida os munícipes para participar da audiência pública que acontece no próximo dia 11 de agosto a partir das 18h30min na Câmara de Vereadores de Amambai, com a finalidade de dar inicio a elaboração do PPA (Plano Plurianual do Município 2018-2021) e da LOA (Lei Orçamentaria Anual – 2018).

A Lei Orçamentaria Anual (LOA) é o instrumento por meio do qual o governo municipal junto da população estabelece as principais diretrizes e metas da Administração Pública para um ano.

O Plano Plurianual Anual (PPA) acolherá sugestões que serão dadas pelo secretariado e munícipes, que vão nortear as ações administrativas nos próximos quatro anos.

Além de participar da construção do futuro da cidade, a audiência servirá para que o munícipe fique sabendo o que pretendem os administradores do município.

Para o Secretário de Finanças, Williams Fernandes, a participação popular é essencial para a formação de metas e objetivos que contemplem todo o munícipio por igual.

“É importante lembrar que unidos somos mais fortes e precisamos da população do nosso lado em momentos como estes (...) A população terá o direito de escolher caminhos e apontar demandas a Administração Municipal e isso é de grande valor para a democracia”, ressaltou o Secretário. 

Fonte: Decom Assessoria Prefeitura 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAMPEÃO
Diversos

Marquinhos tem 80% de aprovação nos seus 7 primeiros meses

© Arquivo
O prefeito Marquinhos Trad (PSD) completou sete meses de sua gestão à frente da Prefeitura de Campo Grande com um índice de aprovação de 80,38% da população, indica pesquisa feita pelo Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul) junto do ‘Correio do Estado’.

 pesquisa foi realizadas entre os dias 24 e 26 deste mês, em todas as regiões da cidade. Um total de 400 pessoas foram entrevistadas pelos pesquisadores e a margem de erro é de 4,9 pontos percentuais para mais ou menos pontos porcentuais.

Trad conseguiu 6,3% de ótimo como avaliação, com 39,94% dos entrevistados avaliando a gestão como boa e 34,2% como regular, mas que aprovam sua gestão.

No total, o prefeito obteve 46,14% de avaliação positiva, uma alta na comparação com os 33,7% obtidos na mesma pesquisa, em junho.

“O que fizemos nesses sete meses de gestão foi o resgate da esperança. Não me preocupo com números, mas com a qualidade de vida das pessoas. Tenho certeza que serei gestor para ajudar as pessoas e trazer a justiça social”, disse Trad sobre os números, durante visita ao Mercadão Municipal nesta manhã.

Entre os motivos apontados para a aprovação do prefeito pelos entrevistados estão itens como “Faz muitas coisas e mostra serviço” (23,85%), “É competente, preparado, está dando conta” (19,51%), “Começou agora, é cedo avaliar ainda” (17,64%) e “Poderia ser melhor” (10,62%).

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MAIS VOTADOS
Diversos

Saiba o que fizeram até agora os 4 deputados federais mais votados

Nomes mais votados em 2014 e as suas atuações na Câmara dos Deputados

© Reprodução
Russomano, Tiririca, Bolsonaro e Feliciano. Estes foram os quatro nomes de deputados mais votados nas eleições de 2014. A reportagem de Marcella Fernandes, do HuffPost Brasil, revela o que fizeram - de 2015 a julho de 2017 - os quatro deputados federais.

Celso Russomanno (PRB-SP) teve 1.524.361 votos em 2014 e foi o deputado mais votado do Brasil. Ex-apresentador de televisão e especialista em Direito do Consumidor, ele está no 5º mandato na Câmara. O parlamentar gastou, de janeiro de 2015 a julho de 2017, R$ 518.546,40 em cota parlamentar e não participou de qualquer missão oficial nesta legislatura. 
© Reprodução
Russomano esteve presente, neste ano, em 58 de 60 sessões deliberativas (97% de presença). Em 2016, compareceu a 81 de 94 sessões (86%) e em 2015, 115 de 125 (92%).

O parlamentar é titular na Comissão de Defesa do Consumidor e de outras quatro comissões especiais. Ele é suplente na Comissão de Relações Exteriores e em outras quatro comissões especiais. Além disso, foi suplente na Comissão de Segurança Pública.

Nesta legislatura, a única proposição em que é um dos autores transformada em norma jurídica foi o PL-4639/2016, que autoriza a produção e o uso da fosfoetanolamina sintética aos pacientes com câncer. A proposta deu origem à Lei Ordinária 13269/2016.

No entanto, o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) suspendeu, em março deste ano, a inclusão de novos pacientes nos testes com a substância conhecida como a "pílula do câncer" porque os testes com 72 voluntários não mostraram evidências de que o produto seja eficiente para combater tumores.

Desde 2015, Russomano também relatou seis propostas, todas na Comissão de Defesa do Consumidor. Quatro foram aprovadas e duas aguardam deliberação.
© Reprodução
Tiririca teve 1.016.796 de votos e, desde 2015, compareceu a todas as 279 sessões deliberativas em plenário. Nessa legislatura, o deputado é titular da Comissão de Cultura e da Comissão de Turismo. O parlamentar não integra outros colegiados nem como suplente.

No mandato atual, não relatou nem foi autor de qualquer projeto que tenha se tornado norma jurídica. No mandato anterior, de 2011 a 2015, a única proposta de sua relatoria que se tornou lei foi a que dá o título de "Capital Nacional do Antigomobilismo" ao município de Caçapava (SP).

Desde 2015, Tiririca relatou seis projetos de lei, todos na Comissão de Cultura. Os textos tratam de nomeações de viadutos, da criação do Dia Nacional do Condutor de Ambulância e do Dia Nacional do Zootecnista e do título de "Capital Nacional do Morango" ao município de Atibaia (SP).

Tiririca gastou R$ 371.180,99, de janeiro de 2015 a julho de 2017, e não participou de qualquer missão oficial nesta legislatura.
© Reprodução
Jair Bolsonaro foi o campeão de votos no Rio, com 464.572 votos. Neste ano, o deputado foi a 49 de 60 sessões deliberativas (82% de presença). Em 2016, compareceu a 89 de 94 sessões (95%) e em 2015, 121 de 125 (97%). O parlamentar está em seu sexto mandato na Câmara dos Deputados.

Bolsonaro gastou R$ 807.101,61de cota parlamentar desde 2015. Ele é titular da Comissão de Educação e da Comissão de Relações Exteriores, além da comissão para acompanhar a crise no Rio. Integrou também a Comissão de Direitos Humanos e a De Segurança Pública em 2015, além do colegiado que analisou o impeachment de Dilma Rousseff em 2016.

Atualmente, é suplente da Comissão de Segurança e de outros dois colegiados. Integrou ainda outras quatro comissões como suplente, incluindo a que discutiu a redução da maioridade penal e a CPI da Funai.

Nesta legislatura, não relatou qualquer proposta que tenha se transformando em lei. Junto com Russomanno, Bolsonaro é um dos autores do projeto que liberou a "pílula do câncer".

Bolsonaro foi relator de três projetos de lei que estão em tramitação. Dois pareceres do parlamentar foram aprovados em comissões e um ainda não foi votado.
© Reprodução
Marco Feliciano teve o apoio de 398.087 eleitores no último pleito. Ele é o quarto deputado na lista dos mais votados.

Desde 2015, foram R$ 1.017.199,08 gastos em cota parlamentar. Feliciano esteve presente em 55 das 60 sessões deliberativas (92%), em 2017. A assiduidade foi de 94% em 2016 e de 78% em 2015.

O deputado está no segundo mandato na Câmara e de maio de 2016 a fevereiro de 2017 foi líder do PSC.

Feliciano é titular da Comissão de Seguridade Social e a de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, além de outros quatro colegiados, sendo um que analisa proposta sobre ensino religioso e outro sobre aborto.

O parlamentar foi titular da comissão do impeachment de Dilma Rousseff, integrou a comissão a do Estatuto da Família, além das comissões de Constituição e Justiça (CCJ), Direitos Humanos, Educação e de Cultura e quatro CPIs.

Como suplente, faz parte da CCJ e da Comissão de Ciência e Tecnologia e da que discute a Escola sem Partido. Também integrou como suplente as comissões da reforma trabalhista e da Previdência.

Nesta legislatura, não relatou qualquer projeto de lei que tenha se transformado em norma, e também não é autor de qualquer proposta que tenha dado origem a uma lei.

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

COLISÃO
Diversos 14h10

Veículo é partido ao meio após colisão em rodovia de MS

Fotos: Divulgação

 

Um acidente nesta quarta-feira (26), na BR-158 em Paranaíba distante 407 quilômetros de Campo Grande partiu um carro ao meio, após a colisão entre os veículos. Um dos motoristas teria invadido a pista.

O veículo Volkswagen Santana que era conduzido por um motorista, que não foi identificado, invadiu a pista no entroncamento que dá acesso ao município de Lagoa Santa Goiás provocando a colisão com um veículo Chevrolet Tracker.

De acordo com informações do site O Correio News, nenhum dos ocupantes dos carros ficaram feridos, mas com o impacto da batida o veículo Santana foi partido ao meio.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

IMPRENSA
Diversos

ARTIGO| "Liberdade de imprensa: asas abertas sobre nós"

Por: Mansour Karmouche*
É incrível: em pleno século XXI parcela expressiva dos representantes dos poderes constituídos ainda encontra dificuldades para conviver com a liberdade de imprensa. 
Recentemente, um jornalista em Campo Grande foi preso porque estava filmando um acidente de trânsito e flagrou discussão entre o ocupante de um dos veículos com o Policial Militar que atendia a ocorrência.

Numa atitude despropositada, o profissional de imprensa foi detido, levado no camburão para a delegacia, e só foi liberado após intervenção de advogados da empresa jornalística, gerando nota repúdio do Sindicato dos Jornalistas e procedimentos administrativos por parte do Comando-Geral da PM.

Assim, cada vez mais, numa escala crescente, assistimos estupefatos a muitas autoridades tentando limitar o uso de aparelhos celulares em coberturas jornalísticas ou mesmo em reuniões oficiais, temendo filmagens, fotografias e gravações, como se isso representasse um perigo em si mesmo, quando há jurisprudência formada de que esses instrumentos são extensões da privacidade individual, não cabendo a usurpação do direito de seu uso durante o exercício profissional ou mesmo individual.

Nos tempos atuais, qualquer cidadão que se depara com um fato que o surpreende posta imagem e som nas redes sociais, o que muitas vezes ganha imensa repercussão nas mídias oficiais. Cada tempo tem suas características próprias. É impossível desejar o controle permanente da informação. 

Em países democráticos, a exposição da imagem pública e pessoal tornou-se uma questão controversa, mas fatos são fatos, principalmente quando houver interesse jornalístico que contribui para o aprimoramento da vida social. 

A controvérsia gerada com a gravação do empresário Joesley Batista, da JBS, em torno de conversa com o presidente Michel Temer tornou a questão ainda mais polêmica, mas não houve quem negasse o direito da imprensa de divulgar o conteúdo do material. 

Decisões recorrentes dos tribunais superiores têm referendado a tese de que liberdade de imprensa é pressuposto fundamental de sociedades abertas, sem a qual não é possível o convívio civilizado.

Os meios pelos quais jornalistas buscam produzir notícias, opinar sobre o nosso cotidiano, interpretar os dados da realidade são legitimados pelo interesse público na medida em que pode ajudar a melhorar o mundo em que vivemos. 

Claro que sempre há o contraditório e o conflito de interesses. Mas querer impor limites com truculência e autoritarismo ao livre exercício da profissão é um remédio que piora a doença em vez de curá-la. 

Nesse aspecto, ressalte-se que os advogados também são vítimas constantes de abuso de autoridades, com o desrespeito das suas prerrogativas, o que tem motivado a OAB a empreender uma luta renhida em sua defesa. 

Quem se dispõe a assumir uma função pública cujas decisões interferem no cotidiano dos cidadãos deve saber de antemão que está abrindo mão de parcela de sua intimidade, tornando-se alvo natural da curiosidade de terceiros, podendo ser criticado ou elogiado.

Portanto, não cabe proceder de maneira restritiva ao direito de informação e opinião, pois a verdade dos fatos sempre termina por prevalecer, mesmo que ocorram danos temporários em casos de calúnia e difamação. 

Nesse aspecto, o Estado Democrático de Direito contém salvaguardas para garantir a preservação da honra pessoal. Mesmo assim, não há como negar: a coerção e a intimidação contra jornalistas e meios de comunicação são igualmente repulsivas da mesma forma que o conteúdo de uma notícia enviesada e muitas vezes apurada no calor dos acontecimentos. 

A lei sempre estabelece o equilíbrio diante dos exageros. Mas o abuso de autoridade é uma cultura que deve ser extirpada de uma sociedade que se pretende desenvolvida. 

Há mais de dois séculos um esclarecido e culto Imperador brasileiro cravou a máxima que até hoje muitos ainda não assimilaram: “contra liberdade de imprensa, mais liberdade de imprensa”. Simples assim.

*Presidente da OAB/MS

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

10 TONELADAS DE MACONHA
Diversos 14h10

PRF apreende carreta carregada com 10 toneladas de maconha na BR 463

Vídeo: A droga estava escondida entre uma carga de soja.

Momento em que os policiais encontraram a droga na carga de soja.

Foto: Divulgação (PRF)

No início da tarde de hoje, qurta-feira (26) a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carreta carregada com maconha, na BR-463, no km 102, próximo ao município de Ponta Porã/MS.

Policiais Rodoviários Federais suspeitaram da carreta, que estava com problemas mecânicos e durante buscas na carroceria, em meio aos grãos de soja, encontraram muitos fardos contendo tabletes do entorpecente.

O caminhão-trator Scania/R124, com placa de Dourados/MS, era conduzido por um homem de 32 anos, na companhia de uma mulher, de 20 anos. O motorista apresentou notas fiscais referentes a um carregamento de mais de 30 toneladas de soja, entretanto foi constatado que o maior volume da carga é do entorpecente.

Aos policiais, o motorista afirmou conhecimento do ilícito e que levaria a droga da cidade de Ponta Porã/MS, próximo da fronteira com o Paraguai, até o interior de São Paulo, onde receberia pelo transporte. As notas fiscais apreendidas indicam que os grãos foram carregados em Ponta Porã/MS e teriam como destino a cidade de Guarujá/SP.

A carreta com os grãos será descarregada e, tão somente após, haverá estimativa da quantidade de maconha apreendida nesta Ação


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

REAJUSTE
Diversos

Professores aceitam proposta do Governo e terão aumento de 7,64%

Greve era cogitada pela categoria

Professores e administrativos da rede estadual de ensino de Mato Grosso do Sul aprovaram, em assembleia na tarde desta quarta-feira (26), a proposta do Governo do Estado em relação ao reajuste salarial da categoria. Dessa forma, a possibilidade de greve ventilada desde o início das negociações está extinta.

A última proposta do Governo encaminhada à categoria previa aumento salarial de 7,64% para os professores e 2,94% para os administrativos – índice semelhante ao concedido para a maioria dos servidores.

Outro ponto acordado entre trabalhadores e Estado é que o método de convocação se mentem como o realizado no primeiro semestre deste ano e também fica extinta possibilidade de alteração do estatuto da categoria.

Presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, afirmou que “houve um sinal de maturidade da categoria, não era a melhor opção, mas a categoria entendeu que era importante para manter a integralização do piso por 20 horas até 2021”, disse.

Com o aceite da categoria, que não foi por unanimidade, o Governo fará alteração na lei estadual em vigor desde o início da gestão Reinaldo Azambuja (PSDB) em relação a integralização do piso. Também será montada comissão para discussão dos administrativos, que tiveram índice bem inferior em relação ao reajuste dos professores.

Ao todo, são 19 professores atuando na SED (Secretaria de Estado de Educação) e 6 mil profissionais na área administrativa.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PARABENS CAPITAN BADO
Diversos

A imagem pode conter: ônibus, céu e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: ônibus e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: pessoas em pé, céu e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, terno e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 8 pessoas, atividades ao ar livre

Badeños celebraron  el 103° aniversario de fundación de la comunidad con un emotivo y colorido desfile estudiantil, que se realizó esta mañana en la localidad. Instituciones educativas junto con organizaciones civiles participaron del tradicional desfile estudiantil.

Para la ciudad de Capitán Bado la celebración de su aniversario este año tiene un sentido muy especial. Coincide con un hecho histórico, la terminación de la primera ruta asfaltada que llega a esta comunidad. Es el tramo que la une con Santa Rosa del Aguaray (Ruta III). Esta población ha trascendido con su mala fama, pero no es lo que parece. Es de gente trabajadora y ahora con las diversas asistencias del Estado, busca apartarse de la gran influencia brasileña.

Este municipio, uno de los tan solo cinco que conforman el departamento del Amambay, está de fiesta. Muchas actividades tiene este fin de semana, en celebración de su 103º Aniversario. Se desarrollan festivales artísticos, desfiles estudiantiles, inauguraciones de obras, fiestas sociales y actos religiosos.

La comunidad fue fundada el 25 de julio de de 1914, en los tiempos del presidente Eduardo Schaerer. Originalmente la localidad llevó el nombre de “Ñu Porã”. Esta comarca siempre fue considerada como una ciudad geopolíticamente estratégica, dada su condición fronteriza, una calle la separa de la ciudad brasileña de Coronel Sapucaia. Es por ello que allí se asienta un destacamento militar de la Caballería.

Sin embargo, lastimosamente es una comunidad que ganó mayor trascendencia por los hechos delictivos de la zona, tal vez acentuados también por su ubicación, en una frontera seca, situación que genera la gran influencia brasileña.

Hoy con la mayor presencia del Estado en la región, las cosas están cambiando y la llegada de la primera ruta asfaltada a la ciudad, del lado paraguayo, le brinda nuevas alternativas de desarrollo. Anteriormente, en tiempos de lluvias, se llegaba a Capitán Bado por Rodovia MS 289, que une otras ciudades brasileñas de Coronel Sapucaia (ubicada en frente).

A principio de este mes concluyeron los trabajos en los 3,5 kilómetros lineales de carpeta asfáltica, con lo que se completó 27,8 kilómetros de los 35 kilómetros que tiene el tramo 1 de la ruta 11 “Juana María de Lara”, que une Santa Rosa del Aguaray (San Pedro) con esta localidad.

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: texto

PALACIO DA JUSTIÇA, ORGULHO BADENHO

 

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AZAMBUJA
Diversos

Reinaldo não poupa nem próprio líder e veta mais dois projetos de aliados

Governo justificou vício de iniciativa para barrar propostas na área de saúde

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), voltou a vetar projetos de leis de deputados do mesmo partido e que fazem parte da base de sustentação na Assembleia Legislativa. Fora vetadas duas leis, sendo uma que obriga a desbacterização em ambientes fechados de acesso e circulação pública para evitar transmissão de doenças infectocontagiosas e outra que dispõe sobre os serviços e procedimentos farmacêuticos permitidos em farmácias e drogarias no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

Os projeto são relacionados a saúde pública. De autoria do corregedor-geral da Assembleia Legislativa, deputado estadual Maurício Picarelli, o projeto obrigava estabelecimentos públicos e privados, como hospitais, creches e escolas, a passarem por sanitização para evitar a transmissão de doenças. O governo vetou a proposta por vício de iniciativa por ser prerrogativa dos municípios disporem sobre a vigilância sanitária e competência da União criar as regras. Também foi vetado por criar despesas ao poder público sem prever a fonte dos recursos.  

Outra lei vetada, de autoria do líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB), autorizava as farmácias a aplicar vacinas e realização de teste farmacêuticos. O governo justificou o veto por ser de competência da à União legislar, de forma genérica, sobre consumo, proteção e defesa da saúde.

Também foi vetado recentemente projeto de lei que priorizava os feirantes e os profissionais dos Centros Comerciais Populares, na vacinação contra a gripe suína, de autoria do deputado estadual Paulo Siufi (PMDB). A justificativa para o veto também foi vicio de iniciativa por ser prerrogativa da União legislar sobre a saúde.

Durante o primeiro semestre de 2017, o governo vetou 17 projetos de leis, sendo a maioria propostos por deputados que pertencem a base aliada. A dificuldade de ter matérias sancionadas foi alvo de reclamações dos parlamentares durante algumas sessões neste ano na Assembleia Legislativa. Picarelli foi um dos parlamentares que criticou a rigidez da procuradoria jurídica do governo na análise dos vetos. 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PF
Diversos

PF interrompe operação milionária com aviões espiões para combater tráfico na fronteira de MS

Projeto já custou R$ 145 milhões, mas veículos aéreos não tripulados estão parados há mais de um ano

Promessa contra o crime organizado e o entra-e-sai intenso de drogas, armas e outros tipos de comércio ilegal entre o Brasil e países de fronteira, os veículos aéreos não tripulados, chamados de vants, estão parados há mais de um ano. O projeto dos ‘aviões espiões’ já custou R$ 145 milhões aos cofres públicos, mas nunca foi aplicado em sua totalidade, mas deveria atuar em uma das principais portas de entrada de ilícitos no país: a tríplice fronteira com Paraguai e Bolívia, através de Mato Grosso do Sul.

Contudo, conforme reportagem publicada pelo jornal O Globo, dois destes aviões estão parados desde fevereiro de 2016, parcialmente desmontados, em um hangar no município de São Miguel do Iguaçu, interior do Paraná. Segundo apurou o jornal, os motivos dessa paralisação não é de caráter apenas orçamentário, apesar de ‘caríssimo’, custando R$ 500 milhões ao ano.

Esse dinheiro estaria previsto em lei, mas seu uso falha na execução orçamentária. Em 2016, foram empenhados R$ 28 milhões para o projeto e apenas R$ 3,4 milhões (12%) foram liquidados. Isso faz com que, até então, o governo brasileiro ainda não consiga chegar perto de ganhar a guerra contra o tráfico, que na fronteira entre Paraguai e MS é intensa e resulta, entre incontáveis prejuízos sociais e financeiros, a constantes mortes - algumas delas 'cinematográficas'.

Vants

Criado em 2009 durante o governo do ex-presidente Lula, o projeto prometia a compra de até 14 vants, construção de quatro bases aéreas fixas e duas móveis e treinar 90 policiais para operar o sistema, com o objetivo de permitir à Polícia Federal colher uma forma moderna de combater o crime transnacional. Sem risco a agentes, já que os veículos não são tripulados, os vants são dotados de câmeras capazes de, sob praticamente qualquer condição de luz, tirar fotos e filmar.

O serviço funcionaria por 24 horas e todos os dias da semana, com transmissões de imagens e dados em tempo real. O uso planejado nunca foi operacional, como apreender um caminhão lotado de cigarros contrabandeados. O objetivo seria, por exemplo, identificar a rota de um desses caminhões, bem como os integrantes da organização criminosa.

Vant que está abandonado em hangar no interior do Paraná. (Foto: Reprodução)

Paralisado

Ainda segundo a reportagem, a PF afirmou que o projeto foi interrompido para ser repensado e para que se adequasse “aos novos avanços tecnológicos em sistemas de imagem, comunicação em tempo real e georreferenciamento". O principal passo nessa direção ocorreu em agosto do ano passado, quando a direção da polícia criou uma comissão para estudar o que fazer com o projeto.

Contudo, o posicionamento atual da PF contrasta com o de apenas cinco meses atrás, quando, perguntada pelo jornal Correio Braziliense, a PF informou que os vants seriam usados para o monitoramento da Amazônia. A corporação não explicou, na ocasião, que, para isso, teria que comprar um radar meteorológico, equipamento caro e de a PF não dispõe. Sem o equipamento, seria grande a chance de perder o avião. Perguntada na semana passada, a polícia não respondeu se pretende levar adiante a ideia sobre a Amazônia.

A polícia também silenciou sobre outros pontos polêmicos desde que o projeto dos vants começou a sair do papel. Desde agosto de 2016, sem a renovação do contrato, os vants estão sem manutenção. Seguem desmontados parcialmente e os eletrônicos, câmeras eletro-óticas e demais componentes, estão encaixotados. A PF diz que esta é a recomendação técnica pela falta de uso.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ALIADOS
Diversos

Indios defendem sitiantes e enfrentam invasores em área de conflito

Grupos indígenas rivais estão se enfrentando nos arredores da cidade de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Contrários às invasões de sítios e chácaras localizados próximos ao anel viário, moradores da aldeia Bororó tentam impedir que outro grupo entre nas propriedades.

Tiros e rojões foram ouvidos por moradores vizinhos e ainda nesta tarde a Polícia Federal deve ir ao local com apoio da Polícia Militar.

Os confrontos ocorrem perto da chácara Morada do Sol, invadida na tarde de ontem. O dono da chácara, Antonio Carlos de Carvalho, 58, e o genro dele, Carlos Heleno de Almeida, 31, ficaram feridos durante a briga.

De acordo com Carlos Heleno, índios moradores da aldeia Bororó não aceitam as invasões e decidiram se unir aos proprietários rurais para impedir que os grupos rivais montem acampamentos nos sítios.

Já o grupo que luta pela demarcação das terras afirma que os índios estão sendo financiados e armados pelos sitiantes para impedir as ocupações.

O vídeo abaixo mostra os índios atirando rojões entre eles. Os grupos rivais estão separados por uma estrada de terra, que liga o anel viário às propriedades.

Um novo acampamento está sendo montado em uma das chácaras ocupadas. Os índios que estão no local acusam os “fazendeiros” de colocar fogo na pastagem, para expulsá-los da área. Já os sitiantes afirmam que os índios que atearam fogo em lavouras.

O comandante da PM em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, disse que equipes foram ao local ontem para atender a ocorrência de lesão corporal e permaneceram até hoje de manhã. Segundo ele, os policiais continuam nas proximidades, mas como o conflito envolve terras a competência é da Polícia Federal. (Colaborou Adilson Domingos)

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA MANHÃ
Diversos

Ministério Público 'abre o jogo' sobre supostos laranjas de André Puccinelli em investigação

MPE pediu, e conseguiu, autorização de acesso a informações da Lama Asfáltica

O Ministério Público Federal concordou em compartilhar com o Ministério Público Estadual informações e provas levantadas pela Polícia Federal sobre o suposto uso de laranjas para a aquisição de fazendas como suposta forma de lavagem de dinheiro. Agora, as investigações estaduais também terão acesso a todo conteúdo investigativo da PF.

O MPE solicitou à Justiça Federal autorização para que tivesse acesso as provas públicas e sigilosas levantadas durante as fases da Operação Lama Asfáltica que apontam envolvimento do ex-governador.  O objetivo é investigar os indícios de que Puccinelli teria se utilizado de 'laranjas' para comprar fazendas em Mato Grosso do Sul.

O MPF se manifestou pelo compartilhamento das informações, mas nos seguintes moldes, os elementos não sujeitos a sigilo legal podem ser objeto de compartilhamento e, no tocante aos elementos submetidos a sigilo, somente os relacionados a André Puccinelli podem ser compartilhados.

05h50

Coordenador regional do Governo do Estado, Cilimar José Cazelli, morre com tiro na cabeça

coordenador regional do Governo do Estado para Iguatemi e região, Cilimar José Cazelli, morreu com um tiro na cabeça, na noite deste domingo (23) em Iguatemi, a 466 quilômetros de Campo Grande.

Cazelli era militar da reserva do Exército Brasileiro e atualmente atuava como coordenador político da Casa Civil do Governo de Mato Grosso do Sul para Iguatemi e região.

 

De acordo com informações do site Conteúdo MS apuradas junto à Polícia, Cazelli teria parado seu veículo, um gol de cor branca, próximo ao Terminal Rodoviário da cidade e efetuado o disparo contra a própria cabeça.

Ainda não há informações sobre a motivação do suicídio.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA NOITE
Diversos 20h20

Deputados aguardam mudanças eleitorais para definirem futuro em 2018

Deputados admitem que mudanças nas regras, pode mudar as articulações para o ano que vem

. "Se acabar por exemplo as coligações proporcionais, tenho que repensar se continuo no partido (PSC), ou busco novos ares, até para ter condições de ser eleito".
 

David diz que a intenção inicial é fortalecer a legenda, que pretende ter candidato próprio ao governo estadual, para abrir palanque ao deputado federal, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), provável candidato a presidente. "Este é o nosso objetivo para 2018, mas devo admitir que algumas mudanças (regras), pode alterar o plano".
 

Já Zé Teixeira (DEM) alega que mesmo com as alterações, não pretende mudar de legenda. "Se ficar proibido as coligações (proporcionais), os partidos maiores sairão na frente, mas nada impede de fortalecermos o nosso (DEM), trazendo políticos e lideranças que estão sem espaço nas outras legendas".
 

Análise - Para o professor e cientista político, Eron Brum, o Brasil precisa de uma reforma política ampla e completa e que eventuais mudanças esporádicas, não vão surtir efeito. "O País não precisa de mais um ou outro remendo, estas novas regras precisam ser bem discutidas no mínimo com os representantes da sociedade civil".
 

O professor lembra que sempre após uma "crise política", existe um movimento para alterar algumas regras, mas sem mudanças profundas. "Neste momento de denúncias e um Congresso comprometido, vejo com desconfiança mudanças pontuais, mas reconheço que o sistema atual de legenda é uma aberração, elegem pessoas com poucos votos".
 

Articulação - Depois da discussão da "lista fechada", deputados de partidos como PMDB e PSDB começam a se articular para incluir no texto final da reforma política, que está na Câmara Federal, o fim das coligações proporcionais e o "distritão", onde se elege quem tem mais votos.
 

A intenção destes parlamentares é apresentar o "distritão" em agosto, na volta do recesso e já iniciar a discussão no plenário da Câmara. Atualmente as eleições no legislativo permitem coligações proporcionais, com lista aberta, sendo eleito aqueles que atingirem com o quociente eleitoral, pelo sistema de legenda.

21h13

Bandidos roubam casa, construtora, posto de combustível e queimam carro

Bandidos roubam casa, construtora,  posto de combustível e queimam carro

Veículo HB20 roubado na última sexta-feira (21) e usado na prática de assaltos em comércio foi encontrado incendiado hoje pela manhã. Carro estava no prolongamento da Avenida Marcelino Pires, Loteamento Vival Castelo, na cidade de Dourados.
 

De acordo com o Dourados News, pelo menos três criminosos participaram de roubo em residência e, na fuga, levaram veículo. Em seguida, marginais usaram o carro para assaltar construtora na Rua Joaquim Teixeira, na Vila Cuiabá. Como não havia dinheiro, fugiram levando cervejas.
 

Armados, bandidos foram até um posto de combustíveis na Avenida Marcelino Pires, renderam frentistas, anunciaram assalto, obrigaram clientes a se deitar no chão e fugiram com R$ 1,5 mil em dinheiro.
 

Depois da prática dos assaltos, criminosos destruíram o veículo ateando fogo.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1612 páginas.
 Calendario de Eventos
Setembro 2017
  1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!

Image and video hosting by TinyPic




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB