Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/correiod/public_html/index.php:1) in /home/correiod/public_html/mainfile.php on line 168
=:Correio da Fronteira:=

 Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
13448890
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




CARNE PODRE

Operação da PF revela que brasileiros estão comendo a carne podre da corrupção

By Carta Campinas / in Economia e Política, Manchete / on sexta-feira, 17 mar 2017 10:35 AM / 2 Comments

Publicitários dizem que é gostosa e confiável, mas a PF diz que pode ser podre.

A Operação Carne Fraca é a maior da história da Polícia Federal, informou a instituição na manhã desta sexta-feira (17/03). Após dois anos de investigação, a PF constatou que fiscais do Ministério da Agricultura atuam para “facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização efetiva”. Tudo, claro, movido a propina.

Empresários do agronegócio estão entre os alvos dos 309 mandados judiciais. Os números são superlativos: 27 prisões preventivas, 11 prisões temporárias, 77 conduções coercitivas. Os 194 mandados de busca e apreensão, segundo a PF, foram feitos em residências e em empresas “supostamente ligadas ao grupo criminoso”.

Segundo o G1, a BRF – a união entre Sadia e Perdigão – e a JBS estão entre as empresas envolvidas. O Estadão informa que executivos da JBS (o maior financiador de campanhas eleitorais em 2014) foram presos. A Folha menciona também a marca Seara. “A investigação revelou até mesmo o uso de carnes podres, maquiadas com ácido ascórbico, e a re-embalagem de produtos vencidos por alguns frigoríficos”, relata o jornal.

A Folha informa ainda que entre os presos estão executivos da BRF como Roney Nogueira dos Santos, gerente de relações institucionais e governamentais, e André Baldissera, diretor da BRF para o Centro-Oeste. A lista inclui funcionários da Seara e do frigorífico Peccin, “um dos que tinha irregularidades gravíssimas, como uso de carnes podres”.

Segundo a Folha, o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, ligou para aquele que a Polícia Federal considera o líder da organização criminosa, Daniel Gonçalves Filho, para obter informações sobre a fiscalização de um frigorífico. Serraglio era deputado federal (PMDB-PR); Gonçalves, superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná entre 2007 e 2016. O atual ministro se referia a ele como “grande chefe”.

DE GOIÁS AO RIO GRANDE DO SUL

Os crimes foram investigados pelas superintendências do Paraná, Minas Gerais e Goiás. A operação que mobilizou 1.100 policiais foi deflagrada em sete Unidades da Federação (SP, DF, SC e RS, além dos três mencionados) pela 14ª Vara da Justiça Federal de Curitiba – desta vez não foi a 13ª Vara, conhecida pela atuação do juiz Sérgio Moro.

A Polícia Federal informa que, entre as ilegalidades, estava a remoção de agentes públicos, com desvio de finalidade “para atender interesses dos grupos empresariais”. “Tal conduta permitia a continuidade delitiva de frigoríficos e empresas do ramo alimentício que operavam em total desrespeito à legislação vigente”.

Segundo a PF, o nome Carne Fraca – motivado pela expressão popular – está em sintonia com a “qualidade dos alimentos fornecidos ao consumidor por grandes grupos corporativos do ramo alimentício” e com a “fragilidade moral de agentes públicos federais”. (Do Outras Palavras)

 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

E AGORA...
Diversos

Suspeito de maquiar 'carne podre', JBS domina setor com 22 unidades em MS

Consultor vê riscos para setor, que é forte no Estado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (17) a maior operação da história da corporação, a carne fraca. O foco da investigação é apurar a venda ilegal de carne no país. Até onde foi apurado e divulgado para a imprensa, tem o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), nomes da política nacional e corporativas gigantes do ramo no Brasil. Uma delas é a JBS Foods. Presente em Mato Grosso do Sul de modo expressivo, a empresa atua em 9 cidades do Estado, com 22 unidades envolvendo desde confinamento até produtos de valor agregado.

A PF ainda não confirma a abrangência da operação em Mato Grosso do Sul, mas a reportagem apurou junto a policiais da Superintendência de Mato Grosso do Sul, e a carne fraca deve chegar ao Estado. De acordo com o que foi divulgado até agora pela operação, ao menos a JBS e a BRF são investigadas. A JBS atua, em Mato Grosso do Sul, na Capital, e em diversas regiões do Estado. Ela está presente em Anastácio, Caarapó, Cassilândia, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Sindrolândia.

Economia pode ser afetada

Aldo Barrigosse é consultor em comércio exterior de Mato Grosso do Sul e explica que, ainda que as informações sejam preliminares e a investigação esteja em curso, a economia do Estado pode ser afetada. Mato Grosso do Sul é um dos maiores exportadores de carne do Brasil, ocupa a 6ª posição no ranking nacional. Aldo revelou que, só nos primeiros dois meses do ano, o setor lucrou R$ 72 milhões de dólares de venda de carne bovina in natura.

"Em realação ao setor como um todo, é um setor muito importante pra economia em Mato Grosso do Sul e certamente esse tipo de investigação abala toda a pecuária, não só a comercialização da carne, mas a compra também e pode ter impacto direto na economia do Estado. Elas são gigantes, são enormes, são as maiores abatedoras de bovinos. A pecuária é extremamente importante na particpalão do PIB [Produto Interno Bruto] aqui no Estado", lembrou ele.

O consultor explica que o impacto pode abranger a cadeia econômica como um todo, dos consumidores aos centros exportadores do Brasil, como a Europa. A JBS Friboi compra 80% da carne produzida pela pecuária, a informação é do presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de MS), Jonatan Barbosa.

"Ela pode ter um grande impacto se tudo que é investigado for verídico. Se é um dos maiores exportadores, e está envolvido, isso abala toda a imagem da Instituição. Vai abalar a imagem sim, por ser um dos maiores empregadores, investidores e exportadores de carne. Pode causar uma diminuição do consumo desse produto produzido por essa marca que está envolvida no processo, as pessoas não vão ter credibilidade em consumir esse produto", comenta.

Diversificação econômica

Mato Grosso do Sul, no entanto, tem diversificado a economia nos últimos anos. A pecuária deixou de ocupar posição central na economia, e a Mato Grosso do Sul deixou há anos o lugar de 2º maior exportador do Brasil, para 6º. Celulose e açúcar e alcool foram dois segmentos que cresceram nos últimos anos e ocuparam a lacuna. A diversificação pode ajudar o Estado caso a operação instale uma crise na imagem do produto brasileiro. É o que comentou o consultor.

"Essa queda tem relação direta com a diversificação da produção. A área destinada à pecuária diminuiu. Você diminui também o rebanho e diminui, por consequência, a quantidade de abate. Pelo Estado ter diversificado a economia isso é positivo porque você não tem uma concentração grande da atividade econômica em um único segmento. Hoje a gente tem outros segmentos que são importantes pra economia do Estado", afirmou.

Ainda assim, Mato Grosso do Sul ainda tem na exportação de carne bovina e demais animais um 'forte'. Só em 2016, de carne bovina in natura, o Estado lucrou R$ 423 milhões de dólares. Um dos grandes projetos anunciados pelo governo do Estado, o corredor bioceânico, tem objetivo de escoar a produção direto para o oceano pacífico, para os países asiáticos. A carne processada deve ser um dos produtos levados se a obra - que envolve pontes, estradas e portos - for, de fato, inaugurada.

O frigorífico da JBS em Coxim foi fechado no dia 1 de fevereiro. Imediatamente após o anúncio da empresa, por um impasse no contrato de aluguel, prefeitos de municípios da região norte que temiam fechamento de mais postos de empregos, procuraram apoio na Assembleia Legislativa e ouviram de representantes do governo a promessa de que o local não deverá permanecer fechado.

O que diz a JBS

Foi divulgado pela Imprensa que um dos locais visitados pelos policiais federais nessa manhã seria a sede da JBS e que executivos da empresa foram presos. A JBS negou a informação e disse que "não há nenhuma medida judicial contra os seus executivos. A empresa informa ainda que sua sede não foi alvo dessa operação".

"A ação deflagrada hoje em diversas empresas localizadas em várias regiões do país, ocorreu também em três unidades produtivas da Companhia, sendo duas delas no Paraná e uma em Goiás. Na unidade da Lapa (PR) houve uma medida judicial expedida contra um médico veterinário, funcionário da Companhia, cedido ao Ministério da Agricultura", explicou. 

A empresa também afirmou que atua "em absoluto cumprimento de todas as normas regulatórias em relação à produção e a comercialização de alimentos no país e no exterior e apoia as ações que visam punir o descumprimento de tais normas".

"A JBS no Brasil e no mundo adota rigorosos padrões de qualidade, com sistemas, processos e controles que garantem a segurança alimentar e a qualidade de seus produtos. A companhia destaca ainda que possui diversas certificações emitidas por reconhecidas entidades em todo o mundo que comprovam as boas práticas adotadas na fabricação de seus produtos", complementou. 

Operação- Segundo a PF, a operação detectou em quase dois anos de investigação que as Superintendênciais Regionais do Ministério da Pesca e Agricultura do Estado do Paraná, Minas e Goiás ‘atuavam diretamente para proteger grupos empresariais em detrimento do interesse público’. O esquema seria liderado por fiscais agropecuários federais e empresários do agronegócio. Uma reportagem do jornal Folha de São Paulo afirma que até o ministro da Justiça, Osmar Serraglio (PMDB) está citado na investigação.

Segundo as investigações, o esquema no Paraná era comandado pelo ex-superintendente regional do Mapa, Daniel Gonçalves Filho, e pela chefe do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), Maria do Rocio Nascimento, que trabalham em Curitiba. Na casa do atual superintendente regional do Mapa, Gil Bueno, a polícia apreendeu R$ 65 mil nesta manhã. Os três são alvos de prisão preventiva.

Em nota, a PF informou que aproximadamente 1100 policiais federais estão cumprindo 309 mandados judiciais, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados e em empresas supostamente ligadas ao esquema.

Conforme publicado pelo jornal O Globo, o secretário-adjunto do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, afirmou na tarde desta sexta-feira que a população tem de ficar tranquila em relação à fraude da carne. Ele informou ainda que o órgão afastou 35 servidores envolvidos na fraude da carne, exposta pela Operação Carne Fraca. Serão abertos processos administrativos contra esses funcionários públicos.

JBS e BRF injetaram quase R$ 12 milhões na última campanha para o governo em MS

Azambuja, Nelsinho e Delcídio receberam as doações

Indiciados pela Polícia Federal por fraudar certificados de qualidade de produtos e de liberar lotes de carnes estragadas, contaminadas com bactérias e com uso de produtos que causam câncer, o grupo JBS S/A e o BRF financiaram as campanhas dos principais candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul, em 2014, com R$ 11.419,800,00.

Receberam dinheiro dos grandes frigoríficos o eleito Reinaldo Azambuja, do PSDB, Delcídio do Amaral, ex-PT e Nelsinho Trad, do PTB.

De acordo com o TSE, o Tribunal Superior Eleitoral, o governador Reinaldo Azambuja foi o mais favorecido com dinheiro das redes frigoríficas.

A corte informa por seu site que o JBS fez, em 2014, quatro transferências bancárias para a conta da campanha do tucano. Foram três operações de R$ 2,5 milhões e uma R$ 500 mil.

Já o BRF, doou à campanha de Azambuja R$ 200 mil. Ou seja, somente com JBS e BRF, o governador arrecadou R$ 8,2 milhões. Somando todas as doações, Azambuja juntou R$ 25.323.019,00.

O então candidato ao governo pelo PTB, o ex-prefeito Nelsinho Trad, foi segundo que mais arrecadou dinheiro com o JBS: R$ 3.260.000,00.

A doação foi feita por meio de três cheques, um de R$ 9 mil, outro dce R$ 150 mil e um terceiro de R$ 3.101.000,00. Ao todo, na campanha de 2014, Nelsinho arrecadou R$ 8.752.674,00.

Já o ex-senador Delcídio do Amaral, que disputou o governo pelo PT recebeu de doação do JBS R$ 159.800,00. Os repasses à campanha de Delcídio foram feitas por três transferências eletrônicas, uma de R$ 59.800,00. Uma de R$ 25.300,00 e outra de R$ 74.700,00. O ex-senador, que arrecadou 24.580.891,21, perdeu a eleição numa disputa direta com Reinaldo Azambuja, no segundo turno.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CONEXÃO INTERNACIONAL ´NA 90.7

Conexão Internacional é na FM  Conquista 90.7

O Programa Conexão Internacional é apresentado pelo Jornalista que sabe das coisas, Jorge Pacheco,  Conquista 90.7, todos os Sábados a partir das 12Horas NO PARAGUAY E 11 HORAS NO MS. Entrevista

 VEREADORES ISMAEL MOREL, MAIKELL RUIZ, VALTER BRITO

, ENTRE OUTROS


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

QUADRILHA
Diversos

Quadrilha é presa após oferecer cocaína para policiais que investigavam roubo

Droga avaliada em R$ 75 mil foi apreendida

A partir da denúncia de que um grupo estaria se reunindo para cometer roubos em Campo Grande, policiais civis prenderam quatro homens, um foragido, e apreenderam uma arma de fogo e R$ 75 mil em cocaína. O grupo foi detido em endereços diferentes na Capital.

Agentes da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) receberam a informação de que um grupo estaria se reunindo em Campo Grande com intuito de cometer assaltos na Capital. O ‘cabeça’ da quadrilha seria Lucas Vieira Fernandes, o ‘Magrinho’, então os policiais montaram uma estratégia para chegarem até o rapaz e conseguiram localizar dois comparsas a partir da denúncia.

Foi marcado um encontro com Jean Carlos Pina de Oliveira, de 21 anos, e Raury Guilherme Pina, de 23 anos, em que o policial civil se passou pelo denunciante, na intenção de que eles revelassem onde estaria Lucas. No entanto, Jean disse ao agente que tinha cocaína para vender e que a droga estaria com Eduardo Vasconcellos Silva, de 26 anos.

Disfarçados, os oficiais marcaram encontro com Eduardo e solicitaram apoio de outras equipes policiais. O rapaz chegou ao local indicado em uma Biz vermelha, com um tablete de cocaína e pediu para ver o dinheiro do pagamento, mas os agentes negaram e disseram que só pagariam quando vissem o restante da droga.

Eduardo foi embora e retornou ao local em um Renault Sandero branco com o restante da cocaína. Foi dada voz de prisão e, na casa de Eduardo ainda foram encontradas mais porções da droga. Ao todo, foram apreendidos 5,180 quilos de cocaína, avaliados em R$ 75 mil, podendo chegar a um valor bem maior na revenda. Ainda em buscas por Lucas, os policiais levaram Jean e Eduardo até a casa dele, no Moreninhas IV.

Eduardo ligou para Lucas e disse que estava na frente da residência dele. Quando o rapaz saiu, os policiais se identificaram e fizeram abordagem, mas ele tentou fugir correndo. Lucas acabou caindo e foi detido, com uma pistola .380 na cintura, municiada e pronta para uso. Foi constatado que Lucas estava foragido de Goiás e em Campo Grande continuava a cometer crimes.

Os quatro envolvidos foram levados para a Derf onde o caso foi registrado como tráfico de drogas e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, na qualidade de suprimir ou alterar marca, numeração ou qualquer sinal de identificação da arma, além de associação para o tráfico.

 

Pastor de 44 anos é preso suspeito 
de estuprar menina de 11 anos

Ele oferecia dinheiro para a criança comprar doces e abusava da menina

Pastor de 44 anos foi preso nessa semana suspeito de ter estuprado uma menina de 11 anos que é neta de sua esposa, na cidade de Rio Brilhante. Pastor oferecia dinheiro para criança comprar doces e passava a mão nas partes íntimas da menina.

Segundo o site Rio Brilhante em Tempo Real, o pastor se apresentou na delegacia de polícia acompanhado de um advogado e negou todas as acusações.

O caso foi descoberto pela mãe da menina que desconfiou do comportamento da filha e questionou se estava acontecendo alguma coisa. A menina negou de imediato, mas depois da insistência da mãe informou que o pastor passava a mão em suas partes intimas, principalmente quando pedia dinheiro para comprar doces.

A criança passou por exames e recebe acompanhamento psicológico. O pastor foi preso enquanto se apresentava na delegacia, ele aguarda transferência para o presídio da cidade até o julgamento.O suspeito já respondeu pelo mesmo crime em outra cidade quando foi denunciado de abusar da sobrinha.  

Preso ao tentar trocar cheque milionário paga fiança e sai da cadeia

Preso em flagrante ao tentar trocar um cheque falso de R$ 4,2 milhões em um banco de Glória do Dourados, nesta quinta-feira (16), ganhou a liberdade depois de pagar R$ 10 mil de fiança. A liberdade provisória do suspeito, mediante ao pagamento de fiança, foi decretada em audiência de custódia, nesta sexta-feira (17).

Alvino Ribeiro de Souza Junior, 45 anos, foi preso acusado de estelionato. (Foto: Divulgação)

Alvino Ribeiro de Souza Junior, 45 anos, morador na cidade de Ivinhema, tentava trocar o cheque milhionário o que deixou desconfiado o gerente da agência que acionou a Policia, que ao questionar a origem do dinheiro o mesmo informou ter vendido uma propriedade rural no valor.

Ainda desconfiado o gerente da agência de Glória de Dourados entrou em contato com o gerente da agência de Santo Andre – SP, sendo informado que o mesmo já tentou trocar o mesmo cheque em outra ocasião.

O gerente ainda informou que o cheque seria uma fraude, e que o mesmo sofreu um processo de raspagem com produtos químicos.

O caso foi levado para á Policia Civil de Glória de Dourados para as devidas providencias.

Avião do tráfico posto à leilão
é arrematado por R$ 110 mil

Leilão, feito exclusivamente na internet, teve 40 lances

 

A aeronave Cessna Skyline 182, prefixo PT-JKL, que pertencia à quadrilha de traficantes internacionais desmontada pela Polícia Federal em 2011, durante a Operação Ouro Branco, foi à leilão na tarde de hoje e foi arrematado em R$ 110,5 mil. Leilão, feito na internet, teve 40 lances.

O avião, que era usado para transportar cocaína da Bolívia para Mato Grosso do Sul e outros dois estados, estava parado há cinco anos no hangar do Aeroporto Teruel, às margens da BR-163, em Campo Grande.

Conforme edital publicado pelo juiz federal Odilon de Oliveira, a aeronave chegou ao hangar voando, o que atesta o bom estado de conservação. Entretanto, pelo tempo que está parado, pelos equipamentos que estão presentes e em razão de o flap estar fora de posição, é possível que o sistema hidráulico esteja comprometido.

A ausência de cadernetas (imprescindíveis para a revisão) obriga a troca de hélice e de outros dispositivos. Por esta razão, o aparelho foi reavaliado em apenas R$ 80 mil, incluindo mais R$ 51.040,00 de ônus referentes a débitos com a hangaragem e as agências reguladoras do setor aeronáutico.

PRE apreende cocaína e pasta base na MS-386 em Amambai

Droga era transportada em caminhonete conduzida por jovem de 24 anos, morador em Amambai.

Vilson Nascimento

A Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE), realizou a apreensão, na manhã dessa sexta-feira , 17 de março, em Amambai, de 14 quilos e 900 gramas de cocaína e de 6 quilos e 900 gramas de pasta base de cocaína.

A droga era transportada em um compartimento secreto, o chamado “mocó”, na parte dianteira, abaixo do radiador, de uma caminhonete Toyota Hilux cor prata, placas de Campo Grande-MS, conduzida por Anderson Copertino Tupan, de 24 anos, morador em Amambai.

De acordo com a PRE no ato da abordagem, que aconteceu na Rodovia MS-386, trecho que liga Amambai a Ponta Porã, Anderson teria relatado que morava em Ivinhema e estaria vindo até Amambai para visitar a mãe.

Depois que a droga foi descoberta o rapaz teria mudado a versão. Teria relatado que havia pegado a caminhonete em um posto de combustível em Ponta Porã e receberia R$ 2 mil para trazer o veículo até a cidade de Amambai.

Ao receber voz de prisão, Copertino teria dito ainda, segundo a PRE, que não sabia da existência da droga na Hilux. Segundo ele, a informação que a pessoa que o contratou, que ele afirma não saber quem é, teria dito que a caminhonete tinha apenas restrições em relação ao documento.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

VEREADOR MARCELINO NUNES
Diversos

MARCELINO NUNES LUTA POR MAIS SEGURANÇA A ESTUDANTES NA FAIXA DE FRONTEIRA

O vereador Marcelino Nunes de Oliveira (PROS) cobrou do prefeito, Hélio Peluffo (PSDB) e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, André Manosso, a implantação de faixa elevada em frente à Escola Estadual Geni Marques Magalhães e em frente à Escola Municipal Marly Cavalheiro Rojas.

Para Marcelino, a implantação deste serviço é fundamental para proteger a todos que necessitam transitam pelas escolas diariamente. “Através desta indicação atenderemos os pedidos dos moradores, pais de alunos e servidores das referidas escolas. Existe grande fluxo de veículos que transitam em alta velocidade na região destas unidades escolares sem respeitar as leis de trânsito. Com a implantação das faixas os motoristas diminuirão a velocidade diminuindo assim as chances de eventuais acidentes”, esclareceu Marcelino.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

BLOQUEIO
Diversos

Professores e sindicalistas bloqueiam BR-163 contra reforma previdenciária

Professores realizam bloqueio na BR-163, no trevo que liga na BR-267, em Itaquiraí. (Foto: Direto das Ruas)
Rodovia BR-163 está bloqueada desde às 7h30 desta sexta-feira (17) há 30 quilômetros de Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande. Professores e sindicalistas realizam protesto contra a Reforma Previdenciária.

De acordo com servidor público e advogado, e um dos coordenadores da manifestação, Clodoaldo André dos Santos, a rodovia está bloqueada no sentido Itaquiraí/Naviraí. "Ninguém passa e não temos hora prevista para liberar. Somos contra a Reforma Previdenciária", alega.

Ainda segundo Santos, além de professores, há manifestantes da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), MST (Movimento Sem Terra), Simted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação), entre outros sindicatos. "Estamos realizando uma série de manifestações na cidade, entre passeatas e carreatas também, para que mais pessoas possam aderir ao movimento e se manifestar contra essa reforma", alega.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), há cerca de 100 manifestantes no local.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

COLIRIO
Diversos
Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

POLITICA
Diversos

'Temer é um cara extremamente frágil, fraco e medroso', diz Dilma

Em entrevista, ex-presidente comentou vida fora da presidência, relação com o ex-vice e bastidores da política no Planalto

© Rafael Marchante / Reuters
A ex-presidente Dilma Rousseff comentou temas como os bastidores da vida política em Brasília, a relação com o ex-vice, Michel Temer, e a rotina fora da presidência da República em entrevista publicada nesta sexta-feira (17) no jornal 'Valor Econômico'.

Sem medo de citar nomes, a presidente fez duras críticas a Temer e a Moreira Franco, ex-ministro da petista que voltou a ter o status na gestão do peemedebista.

"Saber demais não significa que você é capaz de impedir algumas coisas. Por exemplo, o gato angorá [Moreira Franco] tem uma bronca danada de mim porque eu não o deixei roubar, querida. É literal isso: eu não deixei o gato angorá roubar na Secretaria de Aviação Civil. Chamei o Temer e disse: 'Ele não fica", disse ela.

"Não acho que é relevante fazer fofoca, conversinha. Posso contar mil coisas do [Eliseu] Padilha e do Temer, então? Porque o Temer é isso que está aí, querida. Não adianta toda a mídia falar que ele é habilidoso. Temer é um cara frágil. Extremamente frágil. Fraco. Medroso. Completamente medroso. Padilha não é. A hora em que ele [Temer] começa assim [em pé, mostra as mãos em sentido contrário, com os dedos apertados em forma de gancho]. É um cara que não enfrenta nada!".

Dilma, que atualmente mora em Porto Alegre, diz não sentir falta de ocupar cadeira no Planalto. "Posso até sentir, mas não agora. Sempre fui uma pessoa que se acostuma com a vida. Tinha uma vida lá, com um ritmo e uma função. Era obviamente interessante, sempre vai ser. Instigante, importante, né? Aqui tenho outra vida. Gosto muito de ler, de ver filme. Escuto ópera", conta.

Temer pode criar mais um ministério para agradar PMDB de Minas

Presidente cogita criar pasta específica para saneamento, tema ligado atualmente ao ministério de Cidades

© Reuters / Adriano Machado
O presidente Michel Temer cogita criar um ministério para oferecer à bancada mineira do PMDB, que anda descontente com a falta de espaço na Esplanada.

De acordo com o colunista Josias de Souza, do UOL, seria criada uma pasta específica para saneamento. Atualmente, o assunto é subordinado ao ministério de Cidades.

O sinal mais expressivo do racha na bancada de MG foi a declaração do vice-presidente da Câmara, deputado Fábio Ramalho, há três semanas. ''Estou rompendo com o governo. Se Minas Gerais não tem ninguém capacitado para ser ministro, não devemos apoiar esse governo", disse ele, na tribuna há três semanas.

Ainda segundo o colunista, o gesto de Temer busca ampliar apoios para a aprovação da reforma da Previdência.

Com saída de Sérgio de Paula, dirigente do SD fará articulação política

Governo anuncia nesta manhã mudanças no secretariado

Secretário de Governo, Eduardo Riedel, com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e a primeira-dama, Fátima Azambuja. (Foto: Marcos Ermínio).
Sérgio de Paula, então titular da extinta secretaria de Casa Civil, deixará mesmo o governo de Mato Grosso do Sul, confirmou o secretário de Governo, Eduardo Riedel, nesta sexta-feira (17). O Executivo Estadual assina agora de manhã decretos referentes à reforma, com redefinição dos titulares das pastas. Com a mudança, o Estado passa a ter 10 secretarias.

Ainda conforme Riedel, de Paula tirará alguns dias para descansar e depois assume a coordenação política do PSDB em MS. As funções da Casa Civil foram encaminhadas para a secretaria de Governo, que terá uma subsecretaria de Relações Institucionais.
Alessandro Menezes, nomeado subsecretário de Relações Institucionais. (Foto: Marcos Ermínio).
Neste caso, assumirá Alessandro Menezes, que já atuava no Executivo Estadual e é vice-presidente do partido SD em Campo Grande. Em 2016, ele havia deixado o governo para auxiliar na campanha de Rose à prefeitura da Capital.

Na ocasião, o novo subsecretário era superintendente da Gestão da Informação do governo. Nelson Cintra, que até então comandava a Fundação de Turismo, coordenará a política no interior do Estado.

Outras mudanças 

O então secretário da extinta Sepaf (Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar), Fernando Lamas, continuará coordenando os projetos da área na Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

A Secretaria de Cultura englobará uma série de subsecretarias, como racial, LGBT, indígenas e mulheres. Para o titular, Athayde Nery, cultura e cidadania têm de andar juntos, portanto, aprova e entende a mudança.

Além destas áreas, a pasta também vai abranger a parte de Rádio e TV, enquanto Ciência e Tecnologia sai de sua competência para ficar com a Semagro.

O projeto da reforma foi apresentada em meados de fevereiro pelo governo, que via urgência em sua aprovação, já que a medida tem a previsão de economizar R$ 134 milhões. Com a mudança, além da redução de secretarias, devem ser revisados os contratos e cortados cargos comissionados.

Reforma corta na carne e torna governo mais eficiente, reforça Reinaldo


ACIDENTE
Diversos

CB 1000 é partida ao meio em acidente na Marcelino Pires

Motociclista teve fratura exposta no fêmur

Um grave acidente de trânsito ocorrido no final da tarde de quinta-feira (16) deixou um motociclista ferido e partiu ao meio a CB 1000 que ele pilotava. A colisão na traseira de um Vectra ocorreu no prolongamento da Avenida Marcelino Pires e esquina com a Rua Joaquim Lourenço Filho, na região do Jardim Márcia, próximo ao Monumento ao Colono.

Identificado como Roberto Collar, a vítima foi socorrida por uma equipe do 2º GBM (Grupamento de Bombeiros Militar). Conforme os socorristas, o motociclista estava consciente e orientado, com diversas escoriações e fratura exposta do membro inferior direito, o fêmur.

De acordo com a ocorrência, a vítima conduzia uma moto CB 1000, que bateu na traseira do veículo Vectra e envolveu também uma picape Fiat Strada, que foi atingida por uma das partes da motocicleta, que ficou dividida em dois pedaços.

Somente na quinta-feira, os bombeiros atenderam sete ocorrências de acidente trânsito em Dourados. No relatório ao qual o Jornal Midiamax teve acesso, os militares informam ainda terem atuado em cinco atividades de proteção em pouso de aeronave, duas instruções e treinamento, dois socorros a vítimas de agressão, um apoio e um ferimento acidental com objeto.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PF
Diversos

PF faz operação contra fraude em frigoríficos e cumpre 38 prisões

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta (17) a Operação Carne Fraca, que investiga uma suposta organização criminosa formada por fiscais agropecuários federais e empresas do agronegócio.

Alguns dos principais frigoríficos do país estão na mira da operação, segundo a reportagem apurou. A Justiça Federal do Paraná determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão.

Cerca de 1.100 policiais federais cumprem 309 mandados, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados e em empresas supostamente ligadas ao grupo criminoso.

As ordens judiciais foram expedidas pela 14ª Vara da Justiça Federal de Curitiba e estão sendo cumpridas em São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás.
Segundo a PF, essa é a maior operação já realizada na história da instituição.

Em nota, a PF afirma que detectou em quase dois anos de investigação que as Superintendências Regionais do Ministério da Pesca e Agricultura do Estado do Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam para proteger empresas, prejudicado o interesse público.

O esquema funcionava por meio de agentes públicos que se utilizavam do poder de fiscalização para cobrar propina e, em contrapartida, facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização.

Dentre as ilegalidades praticadas pela suposta quadrilha está a remoção de agentes públicos com desvio de finalidade para atender interesses dos grupos empresariais.

O nome "Carne Fraca" da operação faz alusão à conhecida expressão popular em sintonia com a própria qualidade dos alimentos fornecidos ao consumidor por grandes grupos corporativos do ramo alimentício.
A expressão popular também mostra "a fragilidade moral de agentes públicos federais que deveriam zelar e fiscalizar a qualidade dos alimentos fornecidos a sociedade", segundo a PF.

Segundo a PF, o objetivo é desarticular uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, que, com o pagamento de propina, facilitavam a produção de produtos adulterados, emitindo certificados sanitários sem fiscalização.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA MANHÃ
Economia

Mulher atingida por pilar morre após 
45 minutos de tentativa de reanimação

Selma estava deitada em rede quando estrutura desabou

 

Socorristas tentaram durante 45 minutos reanimar a mulher atingida por pilar de concreto, na manhã de hoje, porém ela não resistiu. Selma Bocardi, 61 anos, estava deitada na rede da casa onde morava quando a estrutura que também tinha parreira de maracujá plantada cedeu. O acidente aconteceu por volta das 7h50min, na Avenida das Bandeiras, quase esquina com a Rua Sol Nascente, no Bairro Marcos Roberto, em Campo Grande.

De acordo com socorrista do Corpo de Bombeiros, aparentemente não havia lesões no corpo de Selma. Porém, a barriga dela estava inchada e pode ser que tenha sofrido hemorragia interna. Também não é descartada a possibilidade de a mulher ter sofrido parada cardíaca, devido ao susto que levou. “ A causa da morte será comprovada somente com laudo de exame necroscópico que o corpo será submetido”, comentou bombeiro militar empenhado na tentativa do salvamento.

O CASO

O pilar que cedeu e caiu sobre Selma além de segurar a rede que ela estava deitada, também servia como estrutura de pergolado, onde existe parreira de maracujá plantada há 10 anos. Filha da vítima, Laura Lopes, 30 anos, acredita que tanto o peso da planta quanto da vítima tenham colaborado para a queda do pilar. Neta de Selma, de cinco anos, viu momento do acidente e ficou assustada. “Eu estava dentro da casa e minha filha junto com minha mãe. Quando o pilar caiu ela foi correndo me avisar”, disse Laura, em estado de choque.

Quatro viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros e uma do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) mobilizaram-se para o atendimento.

Mecânico que trabalha perto da casa da vítima foi um dos voluntários que ergueram o pilar. "Precisou de três homens. É muito pesado. Pensei que ela tivesse morrido na hora", comentou Luismar Nogueira, 39 anos.

Filha de Selma disse, ainda, que a mãe usava colete cervical devido a agressões sofridas por assaltante há cerca de um mês e meio.

Ex-coordenador de Edson Giroto assume articulação política de Reinaldo Azambuja

Governo do Estado divulgou mudanças nesta sexta

No lugar de Sérgio de Paula, que deixa a extinta Secretaria da Casa Civil, assume a função exercida por ele agora como subsecretário de relações institucionais do governo Alessandro Menezes, que atuava na SGI (Superintendência na Gestão de Informação). Nelson Cintra, ex-secretário de Turismo, será coordenador das coordenações regionais na Segov (Secretaria Estadual de Governo). As mudanças foram anunciadas por Eduardo Riedel nesta sexta-feira (17).

Na Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), segue como secretário Márcio Monteiro. “Não tive nenhuma conversa para voltar para a Câmara, nada disso foi falado com o governador. Eu sigo secretário”, afirmou. Apesar da cogitação da saída de Monteiro do governo, o secretário sempre negou ate mesmo as conversas sobre o assunto.

Menezes é ex-assessor do ex-deputado federal Edson Giroto, que teve o mandato cassado por ser réu na Operação Lama Asfáltica. Giroto foi preso duas vezes, inclusive por ter, supostamente, desviado recursos federais da Secretaria de Infraestrutura do governo do Estado enquanto secretário de obras na gestão de André Puccinelli (PMDB).

Alessandro Menezes de Souza também já foi presidente regional do Solidariedade, indicado por Puccinelli, e atuou na administração municipal de Campo Grande, quando foi diretor-presidente do IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia e Informação), nomeado pelo ex-prefeito Gilmar Olarte (PP), em maio de 2014. Ele também ajudou a fundar a Ong SOS Pantanal, onde ainda atua como conselheiro. Nomeado por Reinaldo no início da gestão, Menezes era superintendente da SGI e o responsável por gerir os grandes contratos de tecnologia da informação do governo, como os da Mil Tec Informática (antiga Itel Informática, de João Baird), Digix Brasil (antiga Digitho Brasil) e PSG Tecnologia aplicada.

Nelson Cintra, que atuava no Turismo na gestão de Reinaldo, enfrenta processo por assédio sexual, crime supostamente praticado contra uma jornalista já enquanto diretor-presidente da Fundação.

As mudanças serão assinadas em ato nesta manhã na Governadoria por Reinaldo Azambuja (PSDB).

Reforma administrativa

Entre as mudanças está a redução de 16 superintendências e centralização dos órgãos de atendimento em 44 municípios. As Agências Fazendárias serão regionalizadas em 30 municípios.

Assim como a redução de mil cargos entre comissionados e temporários que garantirá economia de R$ 34 milhões anuais. Nova rodada de revisão de contratos tem estimativa de redução de R$ 100 milhões anuais.

As medidas incluem, ainda, redesenho dos processos internos (compras, contratos, almoxarifado, folha de pagamento e previdência).

As atividades de Comunicação, Defesa Civil, Cerimonial, Relação Institucional e de Representação no Distrito Federal da Secretaria de Estado da Casa Civil serão realizadas pela Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov);

O orçamento sai da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica, e vai para a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), assim como a atividade de Rádio e Televisão Educativa da Secretaria de Estado da Casa Civil para a Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania.

A coordenação das Políticas Públicas para: a mulher, promoção da igualdade racional, a juventude e voltadas às populações indígenas, da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho para a Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania, compondo ainda com a atividade de Políticas LGBT.

Ciência e Tecnologia e de Turismo da Secretaria de Estado Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação vão para a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar.

As atividades da Secretaria de Estado de Habitação para a Secretaria de Estado de Infraestrutura.

Também será assinado decreto que reorganiza a estrutura da Agência de Habitação do Estado pelo secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli, além de anunciadas novas designações da nova estrutura do Estado, uma delas para o cargo de secretário adjunto da Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

acorda brasil
Diversos

A imagem pode conter: texto

 

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

plantão
Economia

Soldado desaparece após ser deixado em frente ao quartel pelo tio

Sumiço já dura 4 dias

O soldado do 9º Batalhão de Manutenção Leonardo Abreus dos Santos, 18, está desaparecido desde o último domingo (12) quando foi deixado na frente do quartel pelo tio. Segunda a mãe do jovem, a professora Jussara Lucinda de Abreus, 40, era a segunda semana em que ele estava prestando serviço ao Exército.

“Ele estava contente que estava no quartel. Ele tinha pegado a farda há uma semana. Meu irmão deixou ele na frente do quartel, mas ele pediu que o colega guardasse a mochila dele porque iria na casa de um amigo que ficava perto, mas não voltou”, esclarece Jussara.

A família é de Terenos, município 28 quilômetros distante da capital, e esteve em Campo Grande procurando pelo rapaz, inclusive fazendo buscas em hospitais e no IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). A mãe conta que o rapaz já havia morado em Campo Grande para estudar e tem amigos e conhecidos na capital e acredita que ele possa estar na casa de um deles.

Jussara conta que receberam duas ligações dizendo que ele teria sido visto no Bairro Guanandi. Familiares estiveram nos endereços citados, mas Leonardo não foi encontrado. O celular do jovem está desligado.

Mandado de Diligência emitido pelo 9º Batalhão de ManutençãoMandado de Diligência emitido pelo 9º Batalhão de Manutenção
A família ficou sabendo do desaparecimento de Leonardo somente na terça-feira (14) de manhã quando ligaram do 9º Batalhão questionando o paradeiro do jovem. “Perguntaram pra mim se ele estava em casa. Eu disse que não, que domingo a noite ele tinha ido para o quartel. Mas disseram que ele não entrou”, relata. O 9º Batalhão de Manutenção inclusive emitiu um Mandado de Diligência nesta quarta-feira (15) para localização do soldado.

Informações sobre o paradeiro do jovem devem ser informadas ao telefone 99295-7160.

Em resposta a protestos, Mandetta declara voto contra reforma de Temer

Ele ainda criticou manifestações que julgou antecipadas

Em um vídeo publicado no Facebook, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) declarou que vota contra a reforma da Previdência, proposta pelo Governo Federal, caso a proposta não passe por mudanças. A resposta veio horas depois de grupo manifestantar em frente ao prédio onde o deputado mora, em Campo Grande.

“É claramente um texto que veio de cima pra baixo, não deve a discussão necessária com a sociedade e espalha por todo o Brasil uma série de desinformação. Se esse texto for vencedor na comissão e ir a plenário eu voto contra”, disse.

Entre as propostas que se mostrou contrário, Mandeta listou, por exemplo, a proibição de que beneficiários da Previdência tenham pensão da assistência social, redução no tempo de aposentadoria dos professores e aposentadoria relacionada a lógica de carreira.

“Nós temos sérias divergências nesse texto. Estou aguardando o relator que ainda nem apresentou o seu relatório e, quando apresentar, vamos ver qual é a posição oficial da comissão”, afirmou.

O deputado ainda criticou manifestações que julgou antecipadas. Para ele, agora, o momento é de discussão. “Já vi listas e manifestações com meu nome, mas não teve nenhuma votação, nós ainda estamos em discussão. É importante observar de perto quem manipula o momento somente para fins de viés político”, completou.

Veja o vídeo.

Ministério Público Estadual vai intimar dois deputados para explicar 'fantasmas'

Eles terão de dar explicações sobre a contratação de funcionários em seus 

 

Os deputados estaduais Felipe Orro (PDT) e Paulo Corrêa (PR) vão ser intimados para darem explicações ao Ministério Público Estadual (MPE) sobre a contratação de funcionários fantasmas para seus gabinetes. Além disso, o MPE irá ouvir a direção dos Recursos Humanos da Assembleia Legislativa para identificação de assessores que recebem sem trabalhar em todos os gabinetes dos parlamentares.

A decisão de convocar os parlamentares é do promotor de Justiça, Marcos Alex Vera de Oliveira, do Gecoc (Grupo Especial de Combate à Corrupção), após analisar a remessa de documentos enviados pela Casa de Leis, a pedido do procurador-geral de Justiça, Paulo Passos. 

A intenção do órgão é formar convicção jurídica a respeito dos fatos para confirmar se houve improbidade administrativa dos parlamentares investigados por possível fraude na folha de ponto de servidores da instituição. No Legislativo o procedimento foi arquivado e encaminhado para MPE promover as investigações.

(*) A reportagem completa está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

ACIA elegeu nova diretoria nessa quinta-feira em Amambai

Eleição aconteceu das 17h às 21h na sede da entidade. Chapa única concorreu ao pleito e foi eleita com cem por cento dos votos.

Clique na Imagem para ampliá-la

O empresário Clemente Martins Júnior no ato do voto. Ele foi presidente da A CIA para o biênio 2017/2018 com cem por cento dos votos. (Fotos: Sônia Penteado/ACIA)

 

A Associação Comercial e Empresarial de Amambai (ACIA) realizou na noite dessa quinta-feira, dia 16 de março, a eleição da nova diretoria da entidade para o biênio 2017/20118.

Apenas uma chapa que tinha com o candidato a presidente o empresário Clemente Martins Júnior (Júnior Automóveis) concorreu ao pleito e foi eleita com cem por cento dos votos, ou seja, 39 votos favoráveis entre as 39 empresas votantes.

A votação aconteceu na sede da entidade. Segundo a direção da ACIA, tiveram direito a voto associados em um prazo de seis meses acima e que estavam em dia com as obrigações estatutárias.

De acordo com a ACIA, cada empresa associada teve direito a um voto, sendo que esse voto poderia ser efetuado pelo diretor titular ou por um representante com procuração legal.

Além do presidente, Clemente Júnior, a nova diretoria eleita da ACIA para o biênio 2017/2018 tem como vice-presidente do empresário Clesio Ribeiro, o grupo A Gazeta, como primeiro secretário Rodrigo Selhorst, da Livraria do Estudante, segunda secretária Jaqueline Baraldi Calixto, do Posto São Marcos, primeiro tesoureiro, Wesley Nogueira de Lima, o “Lelo”, da Pizzaria Baronesa e segundo tesoureiro Ronaldo José Mayr, da Gráfica Destaque.

O Conselho Fiscal tem como membros titulares Sérgio Diozébio Barbosa (Escritório Contábile), Carlos Alberto Signori, o “Chico” (Supermercado Ki-Carne Master) eAdilso Moraes da Luz (Mercado Amizade). Os suplentes são; Alcides Gallo Moreira Júnior (Sementes Moreira) e Eduardo Signori (Exata Materiais para Construção).

O Conselho Deliberativo terá como membros titulares Janete Córdoba Moraes Obal (Pax Primavera), Azor Cleudemar de Assis (Pantanal Móveis) e José Claudir de Oliveira (Aurium Joias). Os suplentes são; Ronaldo Miranda de Coronel (Supermercado Planalto) e Jaques Lemes Dalberto (São Luiz Tintas e Materiais para Construção).

A data da posse da nova diretoria ainda não foi definida.

Vereador Maikel busca incentivo para primeiro emprego

Parlamentar quer que empresas beneficiadas com incentivo fiscal destinem 10% das vagas para pessoas que buscam o primeiro emprego

A imagem pode conter: 3 pessoas

Amambai (MS) – Buscando solucionar as dificuldades que os jovens enfrentam para conquistarem o primeiro emprego, o vereador de Amambai Maikel Ruiz (PP) está propondo ao executivo municipal elaboração de projeto de lei obrigando as empresas beneficiadas com incentivo fiscal a destinarem 10% das vagas de trabalho às pessoas que procuram o primeiro emprego.

A iniciativa foi apresentada ao plenário do legislativo municipal durante a sessão realizada nesta segunda-feira (06), através do requerimento número 016/2017, subscrito pelo vereador Geverson Vicentim (PDT).

O parlamentar argumenta que a proposição traz resultados positivos para o desenvolvimento do município e cria oportunidade para pessoas qualificadas ingressarem no mercado de trabalho.

"Há jovens extremamente qualificados, que se aprimoraram através dos estudos, de cursos profissionalizantes como de informática, línguas estrangeiras e não conseguem o primeiro emprego por falta de experiência", lembra o vereador.

Maikel ressalta ainda que o projeto, se aplicado, não gera custos ao poder público e não interfere diretamente no funcionamento da iniciativa privada.

Fonte: Moreira Produções 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

E AGORA
Diversos

Adolescente que abortou e enterrou feto diz que mãe não sabia da gestação

Polícia apreendeu celular da jovem para apurar de quem é a responsabilidade pelo crime

 

Adolescente de 17 anos que acusou a mãe de ter participado de aborto e enterrado feto no quintal de casa, na tarde de ontem, alegou versão contrária para delegada responsável pelo caso, durante procedimento realizado na casa da família, no bairro Guanandi, nesta quinta-feira, onde o fato ocorreu.

No local estiveram presentes dois peritos criminais e um médico legista. Conforme a delegada que atendeu o caso, Aline Sinnott Lopes, da Delegacia Especializada a Infância e Juventude (Deaij), a polícia encontrou medicamento suspeito na casa da adolescente.

“A jovem alega que fez tudo sozinha. Afirmou que ficou dois dias em jejum só tomando o chá abortivo e que expeliu o feto de 21 semanas na terça-feira, quando estava sozinha em casa e sentiu contrações. Depois que o feto saiu o enterrou no quintal”, relatou Aline​.

Sobre os áudios gravados pela adolescente em conversa com a mãe, a delegada explicou que são de quatro meses atrás. “A menina disse que foram gravados quando ela fazia tratamento para acne, e que o uso dele exigia que ela não estivesse grávida porque afetaria o bebê. Diante da situação, para testar a mãe, a adolescente perguntou o que a mãe faria se ela estivesse grávida”, contou a delegada, informando que a jovem já sabia da gravidez na época.

No áudio é possível escutar a mãe dizendo que compraria medicamento Cytotec – medicamento utilizado para úlcera no estômago e como abortivo – e que não cuidaria da criança. Para a delegada a menina disse que fez a pergunta apenas para “testar” a reação da mãe.

Até o momento o caso está sendo tratado como aborto provocado pela própria gestante. Se comprovada a participação da mãe, ela responderá por aborto com participação de terceiros. Pena para este tipo de crime, a pena é de três a 10 anos de reclusão. Para a polícia a mãe nega participação no ato e a filha afirma que a mãe não sabia da gravidez.

A delegada aguarda o laudo da perícia do local onde tudo aconteceu, do corpo da menina e do feto, que deve ficar pronto dentro do prazo de 30 dias. Se comprovado que ato foi praticado apenas por parte da menina, a pena varia desde advertência a internação por período de três anos.

DENÚNCIA

Ontem, ao ficar sabendo do aborto, a sogra da menina denunciou o caso à polícia, que foi até a residência e confirmou o enterro do feto. “A menina sentia confiança no namorado e falou para ele sobre o aborto, que contou para a mãe, que em seguida fez a denúncia", disse a delegada.

Conforme relatou a jovem à delegada, pela sogra saber que a mãe da menina não aceitava o relacionamento com o rapaz, concluiu que a mãe da menina tinha ajudado no aborto.

O celular da jovem foi apreendido para que as mensagens trocadas entre a jovem, a mãe dela e o namorado possam ser recuperadas, já que foram apagadas.

O CASO

Na tarde de ontem, durante atendimento da Polícia Militar, Tenente Fabrícia contou ao Portal Correio do Estado que a jovem relatou ter sido induzida pela mãe a tomar o chá. Informações apuradas no local são de que a mãe da jovem não aceitava o namoro da filha com homem 10 anos mais velho e que havia descoberto a gestação há pouco tempo.

Ainda conforme relatado ao Portal Correio do Estado, a jovem sofria constantes ameaças de que, se ficasse grávida, teria que cometer o aborto. Pessoa ligada à família relatou que, um dos motivos alegados para a não aceitação do namoro do casal, seria a condição financeiras do rapaz.

O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia Civil. Quem acionou o socorro foi a avó paterna do bebê. Escondida da mãe, a adolescente telefonou para a mãe do namorado e contou o que tinha acontecido.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MARQUE OS NOMES
Diversos

manifestantes contrários a reforma da Previdência recebem deputados no aeroporto

Aproximadamente 100 manifestantes estavam no local

Aproximadamente 100 manifestantes contrários a reforma da Previdência fizeram um protesto no saguão do Aeroporto durante o desembarque dos deputados federais Geraldo Resende (PSDB), Zeca do PT e Luiz Henrique Mandetta (DEM). "Um dos três, quatro cinco mil, ou para a reforma ou paramos o Brasil", era a palavra de ordem no momento em que os deputados apareceram no saguão.

Quem apareceu primeiro foi o deputado Geraldo Resende que foi cercado por manifestantes e pelo presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), Roberto Botarelli. Nesta quarta-feira (15), Geraldo Resende (PSDB), manifestou-se por meio de sua assessoria de imprensa. Ele se posicionou contrário à reforma da Previdência Social nos termos do projeto encaminhado pelo presidente Michel Temer (PMDB) ao Congresso Nacional.

“Não posso concordar com pontos como tempo de contribuição de 49 anos para receber o benefício integral, com as regras de transição para quem já tem mais de 50 anos ou com qualquer violação de direito adquirido”, ressaltou Geraldo. “Também votarei contra qualquer ponto da proposta que viole o direito dos trabalhadores que ganham menos”, afirmou o parlamentar.

Os deputados Zeca do PT, Mandetta, Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet (PT), Elizeu Dionizio (PSDB), Tereza Cristina (PSB), são contrários a reforma. Já o o deputado Carlos Marun (PMDB), que presidente na Câmara a comissão especial criada para analisar a reforma da Previdência é favorável ao projeto. Ao todo, MS tem oito deputados federais.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Adolescente de 13 anos é ferida com faca por colega da escola

Jovem foi atendida e liberada (Foto: o Pantaneiro)
Estudante de 13 anos foi ferida com golpe de faca por colega de escola. O caso aconteceu no final da manhã desta terça-feira (14) em Anastácio - distante 135 km de Campo Grande.

De acordo com o site O Pantaneiro, a adolescente voltava para casa após a aula e a outra jovem a abordou e atacou com a faca. O motivo do ataque seria uma briga que aconteceu no ano passado, quando a vítima teria dado um tapa no rosto da colega.

Além da facada, a menina foi ferida com socos e chutes. Após atendimento médico no Hospital Regional Dr. Estácio Muniz, a adolescente teve alta e não corre risco de morte.

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AMAMBAI
Diversos

AMAMBAI| Aprovados em concurso público municipal tomam posse

Solenidade que deu posse aos novos servidores ocorreu na sala de reuniões do Paço Municipal - Foto: Robson Fritzen

Dez aprovados em concurso público municipal tomaram posse na manhã desta quarta-feira, dia 15, em Amambai. Ao dar posse aos novos servidores, durante solenidade na sala de reuniões do Paço Municipal, o prefeito Dr. Bandeira (PSDB), destacou que o objetivo é melhorar o atendimento a população. 

Conforme o setor de recursos humanos da Prefeitura Municipal, o prefeito deu posse a 10 novos servidores, sendo 7 vigias, 1 operador de máquinas, 1 psicóloga e 1 administrador. Todos os que assumiram foram aprovados no concurso público municipal realizado no ano de 2015 com validade para chamada de até 2 anos.
Momento que o prefeito Dr. Bandeira assinava a posse dos novos servidores da Prefeitura de Amambai - Foto: Robson Fritzen
O prefeito Dr. Bandeira disse que os aprovados no concurso estão sendo chamados de acordo com a necessidade do município. “Estamos cumprindo o que determina a lei. Não podemos contratar servidores temporários quando temos uma gente aprovada em concurso público só esperando ser chamada”.

O prefeito lembrou das dificuldades que o município enfrenta com a queda da arrecadação e disse que os novos servidores assumem com a responsabilidade de honrar a população com a boa prestação de serviço. Essa foi a primeira convocação de concursados feita pela atual administração, que tem como meta melhorar o atendimento ao publico em todos os setores. 

Secretaria de Saúde está vacinando contra o HPV

Vacina deve ser tomada por meninas de 9 a 14 anos e meninos de 12 a 13 anos

Vacina contra HPV deve ser tomada por meninos e meninas
A Prefeitura de Amambai, através da Secretaria Municipal de Saúde, está oferecendo doses de vacina contra o HPV. A partir de agora os meninos também devem tomar a vacina, que é oferecida gratuitamente pela rede pública municipal.

Conforme a campanha que está sendo desenvolvida, o HPV não escolhe sexos, portanto, todos na idade indicada devem procurar uma unidade básica de saúde para tomar a vacina. As meninas que devem ser vacinadas são aquelas com idade de 9 a 14 anos e os meninos com idade de 12 a 13 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta que atualmente existem quatro tipos de HPV, sendo que dois deles são oncogênicos, ou seja, capazes de levar ao câncer, e outros dois que são responsáveis pelas verrugas genitais, as quais, embora não causem câncer, podem ser bastante desconfortáveis e dolorosas, ocorrendo em os sexos.

O prefeito Dr. Bandeira (PSDB), disse que a vacinação é muito importante no sentido de agir com prevenção. “É sempre melhor prevenir. Temos trabalhado em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde e com o Ministério da Saúde, para que possamos ter as doses da vacina sempre à disposição da nossa população”, ressaltou.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

REPUDIO
Diversos

Por 12 votos a 9, Câmara da Capital aprova moção de repúdio a Marun

Valdir Gomes apresentou requerimento

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) de reforma da previdência, em tramitação na Câmara Federal, tem sido rechaçada pela população e pela classe política. Depois de se posicionarem contrário ao projeto, vereadores da Capital também criticaram o deputado Carlos Marun (PMDB).

Por indicação do vereador Valdir Gomes (PP), a Câmara aprovou por 12 votos a nove, com uma abstenção, um moção de repúdio a Marun, que preside a comissão especial que analisa a proposta do governo de Michel Temer (PMDB), que, dentre outras coisas, estabelece idade mínima de 65 anos para aposentadoria, para homens e mulher, e obriga o trabalhador a contribuir por 49 anos para ter acesso à 100% do benefício.

“Eu já ajudei o Marun, não vou esconder, mas não vou aceitar a forma que ele vem tratando o educador”, disparou Gomes. Segundo ele, as pessoas acampadas em frente ao condomínio onde mora o peemedebista estão com esperança de uma solução que não virá. “O mandato termina, e o dele vai acabar em dois anos”, emendou Valdir.

À pedido do vereador Otávio Trad (PTB), a votação da moção foi nominal, e além do petebista, foram contrários os tucanos Dr. Lívio Leite, Júnior Longo, Delegado Wellington e João César Mattogrosso, Odilon Júnior (PDT), Gilmar da Cruz (PRB), Chiquinho Telles (PTdoB) e Pastor Jeremias Flores (PTdoB), que se disseram que não concordam com a proposta do governo Temer.

Além do próprio Valdir, a moção recebeu apoio dos também progressistas Cazuza e Dharleng Campos, Betinho (PRB), Veterinário Francisco (PSB), Enfermeiro Fritz (PSD), Lucas de Lima (SD), Papy (SD), Ayrton Araújo (PT), Enfermeira Cida (PTN), Wilian Maksoud (PMN) e Eduardo Romero (REDE).

O vereador Vinicius Siqueira (DEM), foi o único a não votar. Segundo o democrata, Marun já precisava de uma moção de repúdio por ter, dentre outras coisas, apoiado o presidente cassado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), mas precisa ter respeitada sua liberdade como parlamentar para defender suas convicçõ


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PLANTÃO 2
Diversos

Funcionário de empresa agropecuária é sequestrado em roubo de caminhonete

Vítima foi abandonada em trecho isolado, com as mãos amarradas

 

Funcionário de empresa agropecuária viveu horas de pavor nas mãos de assaltantes entre a tarde e noite de ontem (15), em Chapadão do Sul. A vítima, de 26 anos, foi sequestrada e teve caminhonete Hilux que era usada no trabalho roubada pelos criminosos.

Conforme Boletim de Ocorrência registrado nesta manhã, por volta das 16h30min, o rapaz media lavoura de algodão na fazenda onde trabalha quando foi surpreendido por dois homens, armados. A vítima foi dominada e, em seguida, chegaram mais dois criminosos em automóvel Uno.

O trabalhador foi colado dentro da caminhonete Hilux que pertencia à empresa do segmento agropecuário e levado de refém, com a cabeça coberta por capuz.

Os ladrões dirigiram por cerca de uma hora e meia. No trajeto, trocaram a vítima de veículo e transitaram por mais alguns minutos.

O trabalhador foi deixado com as mãos amarradas em área de matagal e alertado que estava sendo vigiado e, caso tentasse fugir, seria assassinado. Algumas horas depois, ao perceber que não havia mais movimentação de pessoas, ele saiu em busca de ajuda em rodovia.

A vítima conseguiu pegar carona até Cassilândia e anunciou o roubo à Polícia Militar da cidade. Inquérito policial foi aberto para investigação.

OUTRO CASO 

Também em Chapadão do Sul, no fim da noite ontem, motorista de caminhão foi surpreendido e teve dinheiro roubado, por dois supostos policiais, na rodovia MS-306.

A vítima, de 64 anos, relatou que dirigia o caminhão quando, de repente, carro de cor preta e com sirene aproximou-se. Com arma apontada, um dos ocupantes disse que ele e o colega eram policiais e exigiu que o caminhoneiro parasse. Sem encontrar dinheiro de frete que buscava, a dupla fugiu com R$ 170 e celular do caminhoneiro.

Moradora de Campo Grande é executada 
a tiros em viagem ao Paraguai

Vítima era esperada por casal, em motocicleta, quando foi morta

 

Elaine Aparecida das Neves, 34 anos, foi executada a tiros de pistola, por volta das 6h50min de hoje, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A mulher recém tinha chegado no país vizinho depois de ter saído de Campo Grande, onde morava.

De acordo com informações do site Porã News, Elaine foi assassinada por casal que esperava por ela, em motocicleta, perto de posto de combustíveis, na divisa com Ponta Porã.

A vítima foi atingida por vários tiros de pistola nove milímetros e morreu ainda no local. O jornal da região apurou que por volta da 1h desta quinta-feira Elaine havia embarcado de Campo Grande, em ônibus de viagem, com destino à fronteira.

Polícia ainda não tem identificação do casal de autores. Motivo da execução também é desconhecido. Conforme a Polícia Civil, Elaine já esteve presa por tráfico de drogas nos anos de 2006 e 2010.

Pastor é preso acusado de estuprar menina de 11 anos, neta da esposa

Oferecia dinheiro para a criança comprar doces

Na tarde desta quarta-feira (15), um pastor, de 44 anos, foi preso acusado de estuprar a neta de sua esposa, de 11 anos, na cidade de Rio Brilhante distante 158 quilômetros de Campo Grande. Ele oferecia dinheiro para a menina comprar doces.

A criança teria sido estuprada várias vezes pelo pastor, principalmente, quando ela pedia dinheiro a ele para comprar doces. O pedido da menina sempre tinha de ser ‘recompensado’ a ele que passava a mão em suas partes íntimas.

A mãe da menina desconfiou do comportamento da filha e questionou se algo estaria acontecendo, em um primeiro momento ela negou, mas acabou afirmando que o ‘avô’ a molestava toda vez que pedia dinheiro para comprar doces.

De acordo com o site Rio Brilhante em Tempo Real, a mãe procurou a delegacia de polícia para denunciar o caso. Ao ir até a casa do pastor, mesmo local onde funciona a igreja, ele não foi encontrado.

O mandado de prisão foi expedido, mas o pastor acabou se apresentando nesta quarta-feira (15). Ele foi levado para uma das celas da delegacia e espera transferência para o presídio da cidade. O acusado já teria respondido pelo mesmo crime, em outro estado, quando abusou de uma sobrinha.

PF indicia ex-capa da Playboy na Lava Jato

Ex-amante de doleiro, Taiana Camargo é acusada pelo crime de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores.

PF indicia ex-capa da Playboy na Lava Jato © REPRODUÇÃO / PLAYBOY

Três anos após receber um telefonema do doleiro Alberto Youssef avisando que havia caído na Operação Lava Jato, a modelo Taiana de Souza Camargo entrou na mira da maior investigação contra corrupção no País. Ex-amante do doleiro, Taiana foi indiciada pela Polícia Federal na segunda-feira, 13, pelo crime de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores.

Grande operador de propinas no esquema instalado na Petrobras entre 2004 e 2014, o doleiro é um dos primeiros delatores da Lava Jato. Youssef revelou pagamentos de vantagens ilícitas por empreiteiras a políticos, entre deputados, governadores e senadores.
© REPRODUÇÃO / PLAYBOY
Em janeiro de 2015, Taiana foi capa da Playboy. Nas páginas da revista ela exibiu charme e curvas generosas. E também contou que foi a primeira pessoa para quem o doleiro mandou mensagem, já na prisão da Lava Jato, em março de 2014. "Ele nunca mais me ligou depois daquela mensagem. Acho que ele primeiro pensou em se preservar. Fiquei magoada", disse Taiana, na época.

O ex não mais apareceu para Taiana - até porque ficou preso em regime fechado por dois anos e meio -, e ela, por sua vez, não apareceu para a Polícia Federal. Ao promover seu indiciamento indireto, a PF destacou as "inúmeras tentativas" de ouvir a moça.

"Intimada em 3 de março de 2016, não compareceu pedindo para ser ouvida por precatória. Expedida carta precatória, não compareceu às oitivas marcadas para o dia 25 de julho de 2016, apesar da intimação. Em nova intimação para o dia 6 de outubro de 2016, obteve-se a informação que se encontrava no exterior. A carta precatória foi devolvida sem cumprimento. Taiana deixou o País dia 11 de julho de 2016, retornando dia 23 de dezembro de 2016", narra a PF.

Negócios

Relatório da Polícia Federal, subscrito pelo delegado Ivan Ziolkowski, aponta que o doleiro, "a título de doação, transferiu um apartamento em São Paulo e uma sociedade em um restaurante para Taiana de Souza Camargo" para ocultar seu patrimônio.

"Alberto Youssef mantinha um relacionamento com Taiana Camargo e transferiu diversos bens e patrimônio para ela a título de 'presentes'. Além de quitar diversas despesas cotidianas de Taiana como condomínio e escola de seu filho, Youssef pagou para ela em 2011 um veiculo BMW 2007", identificou a PF.

A declaração de Imposto de Renda de Ajuste Anual/Ano 2010 de Taiana aponta recebimento de RS 44.894,00 de Pessoa Física no Exterior. Em 2011, segundo o relatório, foram transferidos R$ 62.991 mil à modelo. "Ainda em 2011, Taiana apontou na sua declaração anual um patrimônio total em 31 de dezembro de 2011 de R$ 98.940,04. Chama a atenção, no entanto, que na declaração de 2012, declarou que seu patrimônio na mesma data de 31 de dezembro de 2011 totalizava R$ 1.098.500,00. Ao que tudo indica introduziu valor injustificado como Saldo em Giro e Domicílio para justificar o apartamento que recebeu de Alberto Youssef em 2012", destaca o delegado.

O relatório destaca que o valor estimado do imóvel, atualmente, é R$ 871.733.66. "Com as oscilações do mercado imobiliário experimentadas nesta década pode-se inferir que o valor declarado em 2012 foi compatível com a realidade", aponta o delegado.

Para a PF, há "prova indiciária de má-fé" ao ocultar a origem do patrimônio. Segundo o relatório, Alberto Youssef declarou que a ex-amante recebeu a sociedade do restaurante Aracari "porque ele tinha restrições perante a Receita Federal, constituindo-se, portanto, Taiana, como pessoa interposta (laranja) na sociedade".

"Evidentemente, Taiana tinha conhecimento das atividades ilícitas de Alberto Youssef, ou ao menos, era presumível que soubesse delas. Desta forma, havendo configuração clara da materialidade e autoria, pelos indícios apresentados, determino o indiciamento indireto de Taiana de Souza Camargo pelo crime de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores de Alberto Youssef", afirma o delegado.

Na entrevista à Playboy, em 2015, Taiana relatou que, durante o namoro, tomou conhecimento de casos de corrupção envolvendo o doleiro, mas sucumbiu. "Cheguei a confrontá-lo. Mas ele disse que essas acusações eram isso, passado, e que eu estava sendo preconceituosa. Acabou me dobrando", contou.

A reportagem deixou recado no escritório de advocacia ligado à defesa de Taiana de Sousa Camargo. Não houve retorno. O espaço está aberto para manifestação da defesa da ex-amante de Alberto Youssef.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PREVIDENCIA
Economia

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto e atividades ao ar livre

ALUNOS E PROFESSORES DO FELIPE DE BRUM E FIAMA DE AMAMBAI

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, noite e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1680 páginas.
Fotos

Nova pagina 2


Notícias

Domingo, maio 21
· FIM DE TARDE
· PLANTÃO
· CAFE DA MANHÃ
Sábado, maio 20
· PARABENS
· PLABTÃO
· NOTA FRIA
· STF
· LANÇADO PELO DETRAN MAIO AMARELO EM AMAMBAI
· DUPLA
· MAUS POLITICOS VENDERAM O BRASIL PARA JBS
Sexta, maio 19
· NOTA DO ZECA DO PT
· ANDRÉ E REINALDO
· CONEXÃO INTERNACIONAL
· PAINEL
· DA TARDE
· MS
· JBS
·
· PLANTÃO
Quinta, maio 18
· CASO TEMER
· -E OROIBIDO...
· MISTERIO
· FIM DE TARDE
· ENEM
· AMAMBAI
· DA TARDE
· JUSTIÇA
· FIQUE SABENDO
· NOVA ELEIÇÃO
· PONTA PORÃ

 Calendario de Eventos
Maio 2017
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31  

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!

Image and video hosting by TinyPic




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB