Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/correiod/public_html/index.php:1) in /home/correiod/public_html/mainfile.php on line 168
=:Correio da Fronteira:=

 Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
9204292
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




MACONHA
Diversos PM MACONHA DOURADOS

Combate ao tráfico: Polícia Militar apreende mais de 1,5 tonelada de maconha em Dourados

Campo Grande (MS) – Homens do 3º Batalhão da Polícia Militar de Dourados apreenderam na manhã desta segunda-feira (1º), mais de 1,5 tonelada de maconha no Jardim Colibri, naquele município.

A Polícia Militar chegou até a droga, após receber uma denúncia anônima de que havia uma caminhonete abandonada e carregada de entorpecente no bairro. Ao chegar ao local, os policiais encontraram o veículo branco, com placas de Goiânia (GO) carregado com 1.677 tabletes de maconha.

Em checagens ao Banco de Dados Único da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, os militares constataram ser a caminhonete produto de roubo ocorrido no município de Itaquiraí (MS).

O veículo e a droga foram guinchados até o pátio do 3º Batalhão da Polícia Militar de Dourados, onde após pesado, o entorpecente totalizou 1 tonelada e 522 quilos. Diligências foram realizadas pela Polícia Militar, mas o responsável pelo tráfico não foi localizado. A maconha e o veículo foram encaminhados para a Polícia Civil, que irá investigar o caso.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

GUSTAVO LIMA TEM BOM GOSTO
Diversos

Gusttavo Lima


Foto de cantor sertanejo nadando ao natural caiu na net no fim de semana, enquanto vice-Miss Amazonas mostrou demais


Gusttavo Lima surgiu pelado em foto que vazou na web
Foto: Twitter / Reprodução 

A dica da semana dos famosos foi não usar roupa. Circularam na web fotos de Gusttavo Lima e Rafael Vitti, de Malhação,mostrando muito mais do que estamos acostumados.

O cantor sertanejo apareceu sem nada em uma foto que faz sucesso na internet desde quinta-feira (28). Nela, Gusttavo está nadando pelado no mar. Não se sabe exatamente de quando é o registro, mas isso não importa para se tornar um mico, não é?

Já Rafael postou uma selfie no banheiro sem camisa e na maior sensualidade no snapchat. A rede social deleta fotos quase que instantaneamente, mas não tão rápido para impedir os internautas de tirar aquele print esperto. Melhor fingir que nada aconteceu, né? Pois foi exatamente isso que Vitti fez.

 
Lembra da vice-Miss Amazonas que arrancou a coroa da campeã do concurso em janeiro? Pois então. Sheislane Hayalla fazia um ensaio sensual na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, sem se incomodar com a presença dos paparazzi. "Acidentalmente", em uma foto de topless, a vice-campeã deixou os seios à mostra, e "rapidamente" cobriu as partes para não ser clicada.

Vice Miss Amazonas fez ensaio sensual no Rio de Janeiro
Foto: Dilson Silva / AgNews

Vice Miss Amazonas fez ensaio sensual no Rio de Janeiro
Foto: Dilson Silva / AgNews





Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PESCARIA
Diversos

Pescadores fisgam Jaú de 35kg no rio Taquari em Coxim

O motorista de carreta João Belarmino da Silva, 34 anos e o pescador profissional Antônio Belarmino Filho, 46 anos, fisgaram um jaú de 35 kg, na tarde do último domingo (24), em frente ao Rancho Nós Travamos, no rio Taquari, em Coxim.

 

(Whats App / Coxim Agora)

Pescadores fisgam Jaú de 35kg no rio Taquari em Coxim

Pescadores fisgam Jaú de 35kg no rio Taquari em Coxim

Conforme informações do site Coxim Agora, João e Antônio utilizaram uma linhada e minhoca como isca para fisgar o exemplar. O peixe mediu 1,45 cm e apesar de ser um enorme jaú a dupla demorou aproximadamente três minutos para retirá-lo da água.


O jaú é um peixe de grande porte, podendo alcançar até 1,5 metros de comprimento total e 120 kg. O corpo é grosso e curto; a cabeça grande e achatada. A coloração varia do pardo-esverdeado-claro a pardo-esverdeado-escuro, com manchas, no dorso, mas o ventre é branco. O indivíduo jovem, chamado jaupoca, apresenta pintas violáceas espalhadas pelo dorso amarelado.


É uma espécie piscívora. Vive no canal do rio, principalmente nos poços das cachoeiras, para onde vai no período de água baixa acompanhando os cardumes de Characidae (especialmente curimbatá) que migram rio acima

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CRIME
Diversos

Estudante de direito é morta a tiros pelo namorado dentro de carro

Segundo a Polícia Civil, namorado atirou contra a jovem após briga.Vítima tinha 22 anos e cursava o 9º semestre de direito da Unemat.


Roni é suspeito de matar a namorada, Isabella.
(Foto: Divulgação/Polícia Civil-MT)
Uma estudante de direito, de 22 anos, foi assassinada a tiros neste domingo (31) na cidade de São José do Rio Claro, a 325 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Civil, a estudante Isabella Cazado e o namorado dela, Roni Santos, estavam dentro de um carro e discutiram. O rapaz, de 23 anos, atirou contra a cabeça e o peito da estudante.

Depois de disparar contra Isabella, Roni a levou até a casa dele e pediu que o irmão, de 16 anos, levasse a jovem para o hospital.

Enquanto a namorada era socorrida, ele fugiu e até a publicação desta reportagem não havia sido encontrado.

Brigas constantes

O primo de Roni, Leonardo Costa, afirmou que as brigas entre o casal eram constantes. "Eles brigavam muito. Agora ele sumiu e até o momento não tivemos contato nenhum. Ele também não nos ligou", disse ao G1. Segundo a Polícia Civil, os dois teriam brigado depois de sair de uma lanchonete no final da noite do crime.

Isabella estava cursando o 9º semestre do curso de direito na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), no campus de Diamantino, a 209 km da capital. O namorado é trabalhador rural em uma fazenda da região.

Polícia apreendeu o carro onde universitária
foi assassinada. (Foto: Polícia Civil/MT)
“Eles estavam conversando dentro do veículo. Ele fez dois disparos e depois foi até a casa dele onde pediu para que o irmão a levasse para o hospital. A menina foi socorrida e chegou ao hospital praticamente sem vida. O namorado escondeu o carro na casa da tia e fugiu de motocicleta”, afirmou aoG1 o investigador da Polícia Civil, Adailson Rodrigues.

A tia de Roni foi quem chamou a polícia depois de achar estranho o veículo parado na residência.

No entanto, o namorado da jovem já tinha fugido. Os policiais encontraram projéteis dentro do veículo, além de marcas de sangue. O irmão de Roni também não foi localizado pela polícia.

Nesta segunda-feira (1º), equipes da Polícia Civil e Militar estão procurando por Roni em fazendas e propriedades de São José do Rio Claro. Ainda não há informações sobre o velório da universitária. O G1 não localizou nenhum familiar de Isabella para falar sobre o caso.



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

REINALDO ALFINETA ANDRÉ
Diversos

Com greve, Reinaldo alfineta André e diz que reajuste já foi dado

Reinaldo descumpre documento que ele mesmo assinou, garantindo aumento de 10,92% aos professionais do magistério

O governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, voltou a afirmar que não tem condições de dar reajuste salarial aos professores da Rede Estadual de Ensino – que seguem em greve mesmo com decisão judicial. Em agenda pública na manhã de hoje (1º), ele alfinetou André Puccinelli e voltar a falar que o aumento já foi dado.


Porém, com o ‘reajuste zero’, Reinaldo descumpre documento que ele mesmo assinou, garantindo aumento de 10,92% aos professionais do magistério. O acordo leva a assinatura do tucano, que agora descumpre o que prometeu.


“Reajuste foi dado em dezembro, não tenho condições de dar um novo aumento”, afirmou Reinaldo. “O André (Puccinelli) assinou a Lei 4.464 em 2013, então deveria ter começado a pagar em 2014, agora parece que o Estado foi descoberto só neste ano”, alfinetou o tucano.


Ainda conforme Reinaldo, ‘99% dos professores concursados ganham acima do que pedem’, R$ 5,6 mil mensais por um expediente de 40 horas semanais. Somente os convocados ganham abaixo disso, ainda conforme ele.


As informações, porém, já foram rebatidas pelos próprios professores, que chegaram a publicar os próprios holerites nas redes sociais para desmentir o Governo do Estado.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NOTICIAS DA TARDE
Diversos

Caos

Acidente envolvendo cinco veículos deixa seis feridos, um em estado grave

Conduzida em alta velocidade, caminhonete L 200 teria provocado batida, na avenida Ernesto Geisel

Seis pessoas ficaram feridas após se envolverem em acidente na avenida Presidente Ernesto Geisel esquina com a rua José Paes de Faria, na Vila Jacy, em Campo Grande. O acidente envolveu cinco veículos, sendo que o condutor da motocicleta foi socorrido em estado grave.

 

De  acordo com testemunhas o acidente foi provocado pela caminhonete L 200 Triton. O vendedor Frankilin Nunes, 24 anos, afirma que ela atingiu outro veículo, uma Toyota Hilux, que acabou atingindo uma GM Montana, um VW Gol, e a motocicleta Honda Falcon.

O condutor do Gol, Joaguim Carlos da Silva, 30 anos, estava sozinho e teve o carro jogado a 20 metros de onde ocorreu o acidente. "Não vi quem bateu, apenas escutei o barulho. Mas acredito, que quem bateu em mim foi o condutor da Hilux", afirma.

 

(Foto: Deivid Correia)

As vítimas tiveram escoriações leves, com exceção do motociclista que foi encaminhado para a Santa Casa em estado grave. De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros, Venâncio da Rocha, foi necessário realizar procedimento de reanimação na vítima. Os outros foram encaminhados para as unidades de saúde mais próximas.

Insegurança

Morador da região, Reinaldo Dias, 41 anos, afirma que freqüentemente há acidentes na região."Ninguém respeita sinalização e os motoristas acham que aqui é uma pista de corrida", afirmou. Para ele, seria necessário a instalação de radares na via.

Justiça Federal elimina ação do MPF que trata de direitos indígenas

A ação do Ministério Público Federal pediu indenização por danos morais e materiais pela omissão dos poderes públicos

MS tem um dos índices mais altos de violência contra indígenas (foto: assessoria MPF)Justiça Federal elimina ação do MPF que trata de direitos indígenas
MS tem um dos índices mais altos de violência contra indígenas (foto: assessoria MPF)

Com a mesma justificativa utilizada em outras 4 ações judiciais sobre os direitos indígenas, o juiz federal substituto Fábio Kaiut Nunes, da 1º Vara da Justiça Federal de Dourados, extinguiu ação do Ministério Público Federal (MPF). Ele afirmou que o tema não é passível de julgamento pela justiça.

 

O órgão pediu a indenização por danos morais e materiais decorrentes da omissão dos poderes públicos em garantir os direitos fundamentais e políticas de segurança pública dos guarani-kaiowá.

 

Em contrapartida com os índices de violência da população de Mato Grosso do sul, que diminuíram, os grupos indígenas tem sofrido com o aumento de ações violentas. As mortes na Reserva de Dourados chegam a ser 500% superiores aos índices de todo o Estado.

 

Apesar da extrema violência, o juiz não pensa que a implementação de políticas públicas nas aldeias fará com que os índices, em especial as mortes por agressão, diminuam nos próximos anos. As definições de políticas desse tipo são de responsabilidade da administração, e pela falta de ações, a inércia dos dois poderes, executivo e judiciário, deve continuar.

 

Violência e Miséria

 

De acordo com o mapa da violência do Ministério da Justiça, Mato Grosso do Sul tem 8 cidades entre as 13 mais violentas com indígenas no país. Apesar de ter a segunda maior população indígena do país, dividida em várias etnias, somente 0,2% da área do estado é ocupada por terras desses povos. Já as áreas utilizadas para o agronegócio, em lavouras de soja (1, 1 mil hectares) e cana (425 mil hectares), são, respectivamente, dez e trinta vezes maiores que a soma das terras ocupadas pelas etnias indígenas em Mato Grosso do Sul.

Uma região das regiões mais vulneráveis é a fronteira com o Paraguai, no sul do estado. Cerca de 44 mil índios guarani-kaiowá sofrem com um dos mais elevados índices de homicídios e suidícios do Brasil. Dourados, que conta com a maior reserva indígena do país, tem uma densidade demográfica de 0,3 hectares/pessoa. Mais de 12 mil pessoas dividem 3600 hectares. O número de assassinatos é alarmante: cem por cem mil habitantes, e chega a ser mais de 3 vezes maior que a média nacional. Apesar de serem 2,9% da população, os indígenas representam 19,9% dos suicídios, número que é sete vezes maior.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MS- A GREVE É JUSTA
Diversos 12h15

Justiça convoca governo e Fetems para audiência de conciliação sobre greve

Governador diz que espera acordo; para professores, paralisação continua

O TJ (Tribunal de Justiça) agendou para a manhã de terça-feira (2) audiência de conciliação entre o governo do Estado e a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul). A medida é uma tentativa de resolver amigavelmente impasse entre o Executivo e os professores, em greve desde a quarta-feira passada (27) por reajuste salarial.

 

Conforme despacho desta segunda-feira (1º) do desembargador Sérgio Fernandes Martins, “a fase conciliatória é uma etapa de vital importância em conflitos da presente natureza, havendo real possibilidade de se inaugurar um processo de conciliação/mediação que atenda o relevante interesse público em questão”.

O encontro entre representantes do governo e dos professores será conduzido pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJ. “Recomenda-se, com a finalidade de se elevar a probabilidade de êxito da audiência, que as partes avaliem prévia e detidamente, nos seus respectivos âmbitos, os limites e as possibilidades de se obter uma transação capaz de ser homologada judicialmente”, orienta o desembargador.

No dia 27, o magistrado atendeu parcialmente pedido da PGE (Procuradoria Geral do Estado), mandando suspender a greve dos administrativos da Educação e manter 60% dos professores em sala de aula. A Fetems anunciou em seguida que recorreria da decisão, ao passo que o governo apresentou nova petição, ainda não julgada, tentando acabar de vez com a paralisação.

Em nota publicada em seu site nesta segunda, a Fetems informa, entre outras coisas, que a greve continua. Também chama a categoria para “um grande ato” a partir das 9h30 de terça, com concentração na frente da Assembleia Legislativa.

O governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse em agenda pública nesta segunda que espera acordo “sem vencedores e sem vencidos”. “Esperamos manter o diálogo, os pontos reivindicados são legítimos, já apresentamos proposta para reajustar até 2022”, comentou.

Na última fase de negociação que antecedeu a greve, o governo do Estado propôs conceder reajuste de 4,37% em outubro próximo, além de uma nova escala de reajustes anuais até que, em 2022, haja a chamada integralização do piso nacional ao estadual. A categoria rejeitou – ela pede 10,98% de aumento.

AMAMBAI

 

Hoje apresentei na Sessão da Câmara um Requerimento solicitando Moção de Louvor ao Movimento Grevista dos Trabalhadores em Educação da Rede Estadual de Ensino de Amambai.

PROFESSOR E VEREADOR AILTON


A Moção será encaminhada ao Governador do estado, aos deputados estaduais e a secretária de estado de educação, demonstrando que a Câmara Municipal de Amambai apoia a luta da categoria.

Resultado : Aprovado por unanimidade

 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PONTA PORÃ
Diversos

Traficante morre ao ter carro alvejado por tiros em Ponta Porã

Crime aconteceu na tarde desta segunda-feira (01), na fronteira em Ponta Porã

Carro foi alvejado por tiros e deixou homem morto

Carro foi alvejado por tiros na Avenida Brasil, no centro de Ponta Porã (MS), às 13h20min desta segunda-feira (01), e deixa Ricardo Carvalho Cristaldo, 39 anos, morto.

Segundo informações​, no veículo em que estava a vítima, um Hyundai com placas de Campo Grande, foram encontrados cerca de 8 tiros no vidro traseiro que seriam de pistola 9mm.

Ricardo já foi preso por tráfico e solto em julho de 2014.

A polícia foi acionada e investiga o caso.

08h30

Rede Municipal elege Conselho Escolar

Pela primeira vez na história diretores das escolas da rede municipal serão eleitos em eleições diretas

Assessoria

Nesta quinta-feira, dia 28, pais, alunos, professores, coordenadores e servidores administrativos elegeram o Conselho Escolar, para no próximo mês de novembro eleger pela primeira vez na história de Ponta Porã em eleição direta os diretores de todas as escolas da Rede Municipal de Ensino (REME).

De acordo com as informações, para a eleição do Conselho Escolar foi formada uma comissão composta por representantes dos poderes Executivo e Legislativo, União Pontaporanense de Estudantes (UPER) e do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted).

A eleição teve início às 8h com encerramento às 20h, quando foi feita a apuração dos votos. Foram eleitos os membros de Conselho Escolar para 20 escolas municipais e 7 centros de educação infantil (CEINFs).

Na eleição desta quinta-feira mais de 12 mil alunos das zonas urbana e rural de Ponta Porã estavam aptos para votar, além dos pais, servidores administrativos, coordenadores e professores. Para a eleição do mês de novembro quando serão eleitos os diretores, cada escola ficará responsável em montar a sua própria comissão eleitoral, que deverá ser composta de três membros.

O prefeito Ludimar Novais disse que a eleição direta para diretor de escola é a forma mais democrática de escolha. “A própria comunidade escolar, formada pelos alunos, pais, professores, coordenadores e demais servidores administrativos, é que conhece melhor a realidade, podendo escolher dessa forma a pessoa que considera mais preparada para conduzir os destinos da escola”, ressaltou.

10h30

Brunoí Reichardt solicita benefícios para Jardim Planalto

Assessoria

Durante sessão na Câmara Municipal de Ponta Porã, na quinta-feira, 28 de maio, o vereador Brunoí Reichardt solicitou ao prefeito Ludimar Novais e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, João Batista Sandri, que seja ampliada a elevação da malha viária, e também que seja feito o patrolamento e cascalhamento, na Rua Marginal Peguajho e Honorato Campagnolli, no Bairro Jardim Planalto.

O vereador pede que a indicação seja atendida o mais breve possível, e justifica que as ruas encontram-se com grandes buracos, ficando intransitáveis devido às enxurradas.

11h

Adãozinho pede limpeza em terreno e conservação de pista no Parque dos Ervais

Assessoria

Durante a sessão realizada na Câmara Municipal de Ponta Porã, na quinta-feira, 28 de maio, o vereador Adãozinho Dauzacker solicitou a roçada e limpeza no terreno localizado na Rua Geovai, ao lado da residência nº 197, no Bairro Jardim América.

A indicação foi encaminhada ao prefeito de Ponta Porã, Ludimar Novais, e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, João Batista Sandri, sendo feita a pedido dos moradores, pois é grande a presença de insetos e animais peçonhentos no local, por conta do acúmulo de água em recipientes e lixos depositados. O parlamentar solicitou que a indicação seja atendida o mais breve possível, para não continuar colocando em risco a saúde dos moradores da região.

Também foi encaminhado pelo vereador Adãozinho Dauzacker, ao prefeito Ludimar e ao secretário municipal de Obras e Urbanismo, João Sandri, uma solicitação para colocação de lama asfáltica em toda a extensão da via destinada à caminhada no Parque dos Ervais.

A indicação tem como objetivo proporcionar melhores condições para a realização de atividades físicas aos usuários. “Atualmente, a via encontra-se cheia de falhas e irregularidades, o que pode ocasionar riscos como lesões ou torções musculares para quem realiza a prática do esporte no local, em especial as pessoas da terceira idade”, justificou o parlamentar.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NOTICIAS
Diversos

17º RC Mec realiza solenidade alusiva ao “Dia do Peacekeepers”

Na sexta-feira, dia 29 de maio, o 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado, “Regimento Solon Ribeiro”, realizou uma solenidade militar em comemoração ao “Dia Internacional do Peacekeepers”.

A atividade teve a finalidade de comemorar o Dia Internacional dos Peacekeepers, a fim de prestar uma homenagem aos homens e mulheres que, com coragem, dedicação e profissionalismo, entregaram suas vidas à nobre causa da paz.

A sexta-feira foi uma referência ao dia 29 de maio de 1948, quando foi enviada a primeira Missão de Paz das Nações Unidas com o objetivo de monitorar o cessar-fogo, prevenir a escalada de novos conflitos e supervisionar os acordos de paz da Guerra Árabe-Israelense.

Desde então, os capacetes azuis da ONU atuaram em 68 missões, buscando não apenas o fim das hostilidades, mas trabalhando também para a criação de instituições políticas, na reforma de sistemas judiciais, na reforma de sistemas de segurança, no desenvolvimento de programas de desarmamento, desmobilização e reintegração de ex-combatentes, promovendo assistência humanitária, o respeito aos direitos humanos e auxiliando na realização de eleições.

As tropas brasileiras têm estado nas Missões de paz da ONU desde 1956, quando foi instaurada a Força de Emergência das Nações Unidas destinada a evitar confrontos entre Egito e Israel. Ao longo das últimas décadas, nossos militares atuaram em missões sob o mandato da ONU, com dignidade,

destemor, humanismo e grande comprometimento.

O importante papel assumido pelo Brasil nos assuntos afetos à paz e segurança internacional se reflete nas relevantes posições que temos ocupado nas atuais missões da ONU, como a liderança do componente militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti e o Comando da Força Militar da Missão das Nações Unidas de Estabilização na República Democrática do Congo.

Não nos esquecemos dos que pereceram no terremoto que abalou o Haiti em 2010, assim como

“Recordamos aqueles compatriotas que tombaram a serviço da paz em outras missões das Nações Unidas. A destacada ação dos capacetes azuis brasileiros, colocou em evidência a excelência do preparo de nossos militares para missões de paz, tanto no que diz respeito à parte operacional, quanto na área humanitária. Nesta data, homenageamos todos os homens e mulheres que serviram e continuam servindo nestas operações. As Nações Unidas, por meio de seus países membros, e o Exército Brasileiro, reconhecem o alto nível de profissionalismo, dedicação e coragem dos soldados da paz”, destacou o comando do 17º RC Mec.

Participaram da atividade em posição de destaque os militares desta do 17º RC Mec que integraram a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH) e da Missão de Verificação das Nações Unidas em Angola (UNAVEM).

Reinaldo-Azambuja-e-Rose-Modesto-558x372.jpg

ASSISTENCIA SOCIAL MS 

Reinaldo e Rose inauguram nesta terça-feira a primeira escola de Assistência Social do Brasil

SONY DSC
Fachada da Escola no bairro Guanandi

O governador Reinaldo Azambuja e a vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Rose Modesto, entregam. nesta terça-feira (2), uma obra histórica para Mato Grosso do Sul. Trata-se da primeira Escola de Assistência Social do Brasil, a Escola do Sistema Único de Assistência Social (Suas/MS) Mariluce Bittar. Com sede em Campo Grande, o projeto foi realizado com recursos do Governo do Estado e será centro de referência para todo o País. A inauguração será realizada às 8h, na rua André Pace, 630, bairro Guanandi.

Já confirmaram presença no evento, a secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro; o secretário Nacional de Renda e Cidadania, Helmut Schawarzer; presidente do Conselho Nacional de Assistência Social, Marlene Azevedo da Silva; presidente do Conselho Estadual de Assistência Social de Mato Grosso do Sul, Márcia Abrão; e secretários do Centro-Oeste de Assistência Social.

A meta é atender 1.611  mil pessoas, em 8 cursos, neste ano. “Na inauguração, vamos receber autoridades da área da Assistência Social de todo o Brasil que vem para o evento para entender o funcionamento da escola e levar para seus respectivos estados a experiência”, disse Rose Modesto. “O objetivo maior é levar para a população serviço de excelência nos Cras (Centro de Referência de Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializada de Assistência Social) e entidades conveniadas a partir de capacitações efetivas que passarão a ser realizadas no novo espaço. Antes, elas aconteciam em locais dispersos; o estado gastava com locação e não havia um centro de referência para cursos periódicos”.

Foram investidos nesta obra R$ 3 milhões. A escola comporta dois auditórios: o maior com capacidade para 300 pessoas e outro para 100 pessoas, 5 salas de aula, biblioteca e laboratório de informática.

A escola começa a funcionar no segundo semestre. Licitações devem ser abertas neste mês para selecionar as universidades que vão oferecer as capacitações.  “O público que será capacitado na Escola vai desde os assistentes sociais, educadores, psicólogos, sociólogos até os profissionais de nível médio como os cuidadores e orientadores sociais”, explica o superintendente da Política de Assistência Social da Sedhast, Sérgio Wanderly Silva, que acrescenta. “A primeira escola em Campo Grande demonstra o nosso protagonismo na pasta uma vez que avançamos muito em políticas da Assistência Social com a transferência Fundo a Fundo (repasse do governo do Estado aos municípios); estabelecemos critérios técnicos de partilha; entre outros. Ou seja, o dinheiro chega aos municípios e são efetivamente aplicados”, comparou o superintendente.

Sede de eventos

SONY DSC
Um dos auditórios com capacidade para 300 pessoas

Além de centro de capacitação, a Escola de Assistência Social ainda será centro de referência para receber eventos da área e a agenda começa já nesta terça-feira com a Reunião Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social – Etapa Centro Oeste. Outros eventos passarão a acontecer no local como as reuniões mensais da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) – espaço de articulação de gestores ligados à assistência social do governo do Estado e municípios.

“Com a inauguração da escola, vamos avançar ainda mais na consolidação do papel da assistência social que é para quem dela necessita, ou seja, aquelas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade momentânea, ou permanente, ou ainda de pobreza”, descreve a vice-governadora e secretária.

Serviço – Inauguração Escola do Sistema Único de Assistência Social – SUAS/MS Mariluce Bittar, terça-feira (dia 02-06) às 8h. Endereço: Rua André Pace, 630, Bairro Guanandi.

Michelle Rossi (Assessoria Vice-Governadoria e Sedhast)

Fotos: Leca e Xuxa


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

GREVE
Diversos

Fundamentação frágil vai impedir abertura de Processante, diz prefeito

Pedido de abertura de Processante contra Olarte será votado amanhã (2)

 

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), acredita que as fundamentações frágeis que sustentam o pedido de abertura de Comissão Processante impedirão sua criação. O pedido será votado na sessão desta terça-feira (2), na Câmara Municipal, e, caso seja aberta, a Processante pode resultar na cassação do mandato de prefeito.

“Tudo tranquilo, as fundamentações são muito frágeis e acredito que vai dar tudo certo”, declarou o progressista nesta segunda-feira (1º), durante inauguração de instalações do Sesc Saúde, no Bairro Alto do Sumaré.

Gilmar Olarte afirmou que continua o diálogo com os vereadores e, acredita que a adoção de posicionamento independente de alguns parlamentares ocorreu “no momento lá atrás, de falta de diálogo”.

A Procuradoria Jurídica da Câmara já emitiu parecer favorável ao pedido de abertura de Comissão Processante.

Governo e Prefeitura não cedem à pressão de professores

Mesmo com protestos, perspectiva de reajuste para município e prefeitura se mantém descartada


Governador cogita acordo sem

O Governo do Estado e a Prefeitura de Campo Grande mantém descartada perspectiva de reajuste a professores em greve pelo cumprimento de lei que equipara os salários, para carga horária de 20 horas semanais, ao piso nacional do magistério. A categoria prevê novos protestos nesta terça-feira (2).

Em ambos os casos, os educadores exigem cumprimento de percentuais para que recebam em jornada de 20 horas semanais o piso nacional de R$ R$ 1.917,78. Leis, aprovadas em 2013 e 2014, previam reajuste de 10,98% no Estado e 13,01% no município. Contudo, os gestores alegam ausência de recurso financeiro para conceder a correção e recorreram a Justiça pelo retorno dos profissionais a sala de aula.

Conforme o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a negociação com a categoria permanece, ainda que tenha sido rejeitada proposta de escalonar o percentual até 2022. Ele ainda reforçou, durante agenda pública, que o cenário de retração econômica no país amplia as dificuldades. “Vamos chegar em um denominador que não tenha vencedores e nem vencidos, mas que tenha aquilo que é possível cumprir”.

Já o prefeito Gilmar Olarte (PP) pontuou que o reajuste dos professores não pode colocar em risco cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), além do fato de que buscará na Justiça “todas as respostas” a esta demanda.

Dados dos sindicatos apontava que a adesão a greve mantém fechadas 80% das escolas estaduais e 68% das de Campo Grande. Ainda não há perspectiva de acordo.

MEDIAÇÃO

Com professores lotando sessões na Assembleia Legislativa e Câmara Municipal, deputados e vereadores já tentaram, sem sucesso, intermediar negociação entre o Executivo e a categoria.
Amanhã será a vez do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) buscar conciliação pelo fim da greve, ao menos nas escolas estaduais. Reunião, marcada para às 9h, deve reunir representantes do governo e da Federação dos Trabalhadores em Educação (Fetems). O encontro será intermediado pelo desembargador Sérgio Fernandes Martins.

Em seguida, os grevistas seguem para ato na Assembleia Legislativa com outras categorias de servidores com indicação de reajuste zero neste ano.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIQUE SABENDO
Diversos

Acidente com viatura da DOF deixa policiais feridos em Amambai Quatro policiais ficaram feridos. Um deles foi lançado para fora do veículo.

Na manhã desta segunda-feira (1), quatro policiais ficaram feridos após um acidente com uma viatura da DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na MS - 165 entre Amambai e Tacuru.


De acordo com informações da DOF, o carro foi fechado por uma carreta, acabou saindo da pista e capotando. Um deles foi lançado para fora do veículo.


Em função do acidente um dos policiais teve fratura na costela, sendo levado para um hospital em Dourados, pois inspira cuidados. Já os demais policiais foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados a um hospital de Amambai. Todos estão fora de perigo.


Segundo a DOF, o ocorrido foi possivelmente acidental, mas a carreta e o motorista estão detidos na PRE (Polícia Rodoviária Federal) de Amambai.
 

Justiça afirma ser “impossível” diminuir crimes contra indígenas

Ações do Ministério Público Federal que pediam ações do poder público foram extintas

“Extingo o processo sem julgamento de mérito, por entender o objeto impossível”. O juiz federal substituto Fábio Kaiut Nunes, da 1ª Vara da Justiça Federal de Dourados, usou o mesmo argumento em 4 ações judiciais propostas pelo Ministério Público Federal (MPF), todas versando sobre direitos indígenas. A expressão significa que o tema proposto não é passível de julgamento pela Justiça.

Nesta ação, o MPF pedia indenização por danos morais e materiais decorrentes da inércia dos poderes públicos na concretização de direitos fundamentais, bem como a consolidação de políticas de segurança pública em benefício dos guarani-kaiowá, atendendo às especificidades do grupo, especialmente porque, enquanto os índices de violência da população total de Mato Grosso do Sul diminuem anualmente, o mesmo não acontece com os indígenas. Na Reserva de Dourados, por exemplo, o quantitativo de mortes por causas violentas é 500% superior aos índices registrados para todo o Estado.

Para o juiz, no entanto, “o objeto da ação é impossível. Isso porque não há como assegurar que a implementação de política pública nas aldeias redundará em diminuição dos índices de mortalidade no prazo de cinco anos, especialmente no que se refere às mortes decorrentes de agressão. Por outro lado, a definição de política para garantia da segurança pública é matéria de mérito administrativo, de forma que a atuação do Judiciário somente se justifica diante de manifesta ilegalidade”.

Pelo mesmo fundamento, ele negou o pedido do Ministério Público Federal de reparação por danos morais e materiais, por conta das mortes violentas nas aldeias indígenas.

Mato Grosso do Sul tem a segunda maior população indígena do país, cerca de 70 mil pessoas divididas em várias etnias. Apesar disso, somente 0,2% da área do estado é ocupada por terras indígenas. As áreas ocupadas pelas lavouras de soja (1,1 mi hectares) e cana (425 mil hectares) são, respectivamente, dez e trinta vezes maiores que a soma das terras ocupadas por índios em Mato Grosso do Sul.

Na região sul do estado, área de fronteira com o Paraguai, são mais de 44 mil índios guarani-kaiowá que ofrem com um dos mais elevados números de homicídios e de suicídios do país. Em Dourados, na maior reserva indígena do país, mais de 12 mil pessoas dividem cerca de 3600 hectares. A densidade demográfica é de 0.3 hectares/pessoa.

A taxa de assassinatos - cem por cem mil habitantes - é mais de 3 vezes maior que a média nacional. Em Mato Grosso do Sul, Pelo Censo de 2010, os indígenas são 2,9% da população, mas contribuem com 19,9% dos suicídios: quase sete vezes mais.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MNHÃ
Diversos

Cunha chama ação no Supremo de 'choro' e desafia o PT com redução da maioridade

  • Twitter Reprodução

    Cunha põe redução da maioridade penal em pauta e desafia o PT via Twitter


 

Um dia depois de deputados do PT, PPS, PCdoB, PSOl, PSB e Pros acionarem o Supremo pedindo suspensão da tramitação da PEC da Reforma Política contra a legalização da doação de dinheiro de empresas aos partidos nas eleições - aprovada após ter sido rejeitada a doação para candidatos e siglas  (leia aqui), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-MG), reagiu. Pelo Twitter, o @DepEduardoCunha classificou a ação judicial como "choro de quem não teve os votos para rejeitar uma proposta diferente da rejeitada" e disparou: "O problema e que aqueles que defendiam reforma política, defendiam lista fechada e financiamento publico tiveram uma derrota vergonhosa". 
 
REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
 
Cunha foi além. Prometeu votar a redução da maioridade penal "até o fim de junho em plenário" depois de tirar da gaveta a matéria parada há mais de 20 anos no Congresso e desafiou o PT. "O PT não quer a redução da maioridade e acha que todos têm de concordar com eles", escreveu Cunha, dizendo ter "convicção que a maioria da população é favorável" e frisando que a "Camara nao vai ficar refem dos que nao querem que nada que os contrariem seja votado,ameaçando ir a justiça toda vez que perdem no voto" (sic). A briga promete.
 

Médico vai operar o PSDB na disputa eleitoral pela Prefeitura de Campo Grande em 2016

  • Cleber Gellio/Midiamax Reprodução

    Rose e o médico Lívio de Oliveira, referendado hoje presidente do PSDB-CG


 

O médico Lívio Viana de Oliveira é o novo presidente do Diretório Municipal do PSDB de Campo Grande. Em chapa única, foi eleito hoje por 216 votos a favor, sete contra e seis brancos e nulos para dois anos de mandato e vai conduzir a sigla nas eleições de 2016 na Capital. Logo após a votação, o agora ex-presidente Carlos Alberto de Assis, que segue como secretário estadual de Administração, passou o cargo ao Lívio, que disse ter a missão de unir todos os segmentos tucanos. Sobre as próximas eleições, os pássaros preferem conter o bico e adiar o debate para setembro, embora a vice-governadora Rose Modesto seja a principal cotada para disputar a sucessão do prefeito Gilmar Olarte. Desde que foi alvo de ataques adversários no início do ano, Rose aderiu ao discurso de que o foco atual é o governo Azambuja. Mas, sempre que indagada sobre 2016, diz que está "à disposição" para o que o PSDB decidir.
 

Lula: candidatura só se Dilma melhorar

  • Reprodução/Arquivo

    Lula avalia que só terá condições de ser candidato se avaliação de Dilma melhorar


 

Preocupado com a crise política que atinge o governo de Dilma, Lula disse a aliados que só terá condições de ser o candidato do PT nas eleições de 2018 se a avaliação da presidente melhorar e ele tiver um legado para defender para seus eleitores. Amigos que conversaram com Lula antes de seu último encontro com Dilma, na semana passada, em Brasília, afirmaram que ele citou a derrota sofrida pelo ex-governador Leonel Brizola (1922-2004) nas eleições presidenciais de 1994, quando perdeu para o nanico Enéas Carneiro (Prona) e terminou em quinto lugar, para ilustrar o medo que tem de perder seu capital político em uma empreitada fracassada. Brizola era "Deus" nas eleições de 1989, mas em 1994 perdeu até para Enéas, disse Lula, que ficou em segundo lugar nas duas vezes. Conforme o petista, a população não vota por gratidão, olhando o passado, mas, sim, de olho no futuro. Ele avalia que, se o governo não estiver pelo menos com avaliação "regular" às vésperas de 2018, poderá ser necessário escolher outro nome no PT para disputar a Presidência. Interlocutores do ex-presidente afirmam que ele já apresentou esse diagnóstico à própria Dilma. (As

Pesquisa deixa Planalto em alerta

  • Exame/Reprodução

    Dilma Rousseff: aprovação estaria inferior a 10%


 

 

Do Gerson Camarotti em blog no G1:
 
"O Palácio do Planalto teve acesso a uma pesquisa que avaliou a popularidade do governo. Nas palavras de um auxiliar da presidente Dilma Rousseff que teve acesso aos números, o resultado é preocupante. Pela primeira vez, a aprovação do governo Dilma está abaixo dos 10%, segundo a pesquisa."
 

PTB e DEM desistem de se unir em nova sigla

  • Divulgação

    Campos Machado: 'culpa é dos fenícios, que inventaram a moeda'


Após meses de conversa, dirigentes de PTB e DEM decidiram suspender as negociações para fusão das siglas por falta de acordo sobre a divisão de poder, do dinheiro do fundo partidário que chegaria a R$ 70 milhões por ano na nova legenda e do comando de diretórios estaduais como o de SP. 
 
O divórcio da união que não existiu foi discutido ontem no casamento do ex-deputado Roberto Jefferson, que segue sendo a voz mais forte no PTB. O deputado estadual Campos Machado (SP), secretário-geral do PTB, atacou a cúpula do DEM e disse que a fusão já seria "página virada":
 
– "Isso deixou de ser fusão e passou para o Código Penal. Virou estelionato, tentativa de apropriação indébita. A culpa é dos fenícios, que inventaram a moeda", ironizou sobre a disputa pelo fundo partidário.
 
Ao sair da festa, o deputado federal Benito Gama (PTB-BA) também descartou a união: 
 
– "A fusão não subiu no telhado. Ela já caiu do telhado".
 
O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), disse lamentar o desfecho. "Se a fusão não é possível, paciência; lamento. As coisas só dão certo quando são boas para os dois lados". O DEM exigia que as decisões da futura sigla fossem tomadas por 60% da Executiva. Na prática, isso impediria a hegemonia dos petebistas. 
 
O grupo de Jefferson recusou o pedido, alegando quebra de confiança. "Não havia desconfiança, e sim a tentativa de garantir consensos. Como para eles isso é inegociável, chegamos a um impasse", disse Agripino. A nova sigla que não saiu do papel teria a quarta maior bancada da Câmara, com 46 deputados. Só ficaria atrás do PT, PMDB e PSDB.
 
(Com informações da Folha de S.Paulo e Veja)
 

Filho de ex-governador de MS tem mandato de vereador cassado por alugar casa da mãe

  • Facebook/Reprodução

    Paulo Henrique em material de campanha na chapa de Braquiária


 

O filho do ex-governador Marcelo Miranda Soares, Paulo Henrique Cançado Soares (PDT), teve o mandato de vereador em Paranaíba cassado nesta semana pelo juiz da 2ª Vara Civel da Comarca, Plácido de Souza Neto, acusado pelo MP de, na época em que era secretário municipal de Indústria, Comércio, Agronegócio e Turismo, ter alugado com dinheiro público sem licitação a casa de sua mãe, Mariíta Cançado Soares, para a realização de um curso da prefeitura, na gestão do então prefeito Zé Braquiária (PDT). Também foram condenados no processo por improbidade administrativa o ex-prefeito e a ex-primeira dama do Estado, dona do imóvel. Os dois políticos ficarão por cinco anos inelegíveis. Cabe recurso.
 

Bernal entra com novo recurso no STF para voltar à Prefeitura

Ministro quer ouvir todas as partes antes da decisão

O prefeito cassado em Campo Grande, Alcides Bernal (PP), recorreu novamente à Justiça para tentar voltar ao cargo. Desta vez o ex-prefeito foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitar suspensão de liminar para que possa retornar ao posto de prefeito, mas teve o pedido negado, pelo menos até o momento.

O processo tramita em segredo de Justiça no STF desde o dia 25 de maio e o ex-prefeito aguardava uma liminar que o reconduzisse ao cargo imediatamente. Todavia, o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, negou liminar, pedindo para que as partes sejam ouvidas.

O ministro poderia ter dado a liminar ao ex-prefeito na quarta-feira, mas não o fez, pedindo para que em cinco dias os interessados e a Procuradoria-Geral da República dêem um parecer em relação ao pedido.

Na terça-feira (26) o vereador Paulo Pedra (PDT) anunciava que a imprensa teria surpresa em breve, mas disse que não contaria. Já na quinta-feira (28), quando questionado sobre a surpresa, disse que não aconteceu, evitando falar que se tratava desta aguardada liminar.

Bernal também tem esperança no julgamento do juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos. O magistrado está ouvindo 27 vereadores que votaram no processo de cassação. Este mesmo juiz autorizou o retorno de Bernal no dia 15 de maio de 2014, mas a Câmara conseguiu derrubar a decisão.

O processo ficou impedido de tramitar no dia 23 de junho de 2014, sendo julgado extinto sem conhecimento do mérito. Porém, no em abril deste ano a Justiça decidiu dar prosseguimento à ação popular. “Conforme a determinação, a ação popular com pedido de liminar, em face da Câmara Municipal e de Gilmar Olarte, para que seja declarada a nulidade do Decreto Legislativo 1.759/14 que decretou a cassação de Alcides Bernal e determinar que ele retorne ao cargo público, volta a seu trâmite normal no Judiciário da Capital”, diz trecho da decisão.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Por vingança, rapaz mata suspeito de estuprar as irmãs
Diversos

Foto: Geovanni Gomes

Um jovem de 18 anos é suspeito de esfaquear e matar Marcos Cesar Barbosa de 40, na noite desta sexta-feira (29), na Félix Pacheco, no Bairro Universitária, zona sul Campo Grande.  

 

Segundo o boletim de ocorrência, Marcos teria abusado sexualmente de duas irmãs do rapaz e ele teria feito ‘justiça com as próprias mãos’.

 

Ainda de acordo com o registro policial, os golpes atingiram o pescoço e a nuca de Marcos que não resistiu e acabou morrendo. Próximo ao corpo foram localizados os documentos, dinheiro, celular e a motocicleta de Barbosa.

 

Após diligências pelo local, policiais do SIG (Setor de Investigação Geral) localizaram pingos de sangue, motivo pelo qual uma segunda perícia foi realizada.

 

Uma jovem interrogada pela polícia disse que o suposto autor do crime seria o irmão dela e que o crime. De acordo com o depoimento, o crime só aconteceu porque Marcos teria violentado a jovem e a irmã.

 

O suspeito foi localizado na casa da avó, localizada no bairro Santo Amaro na Capital. O caso foi registrado como homicídio doloso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

 

Testemunhas relataram à polícia que o local onde aconteceu o homicídio costuma ser frequentado por diversos usuários de drogas.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Projeto garante inclusão imediata de filhos adotivos em planos de saúde
Diversos

Foto: Reprodução

A demora no processo de adoção causa ansiedade tanto nos pais quanto nas crianças. Como forma de amenizar a angústia costumeira do período de adaptação, projeto de lei em tramitação na Assembleia Legislativa prevê que os filhos adotivos sejam inclusos imediatamente em planos de saúde, no âmbito de Mato Grosso do Sul, já a partir da guarda ou tutela provisórias.

 

A Lei Federal 9.656/98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde, garante que a inscrição do “recém-nascido, filho natural ou adotivo do consumidor, como dependente, isento do cumprimento dos períodos de carência, desde que a inscrição ocorra no prazo máximo de trinta dias do nascimento ou da adoção”, mas ainda assim o processo pode ser demorado.

 

De acordo com a proposta, de autoria do deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB), o descumprimento desta lei implicará em aplicação de multa de 500 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul) por dependente que tiver a inclusão negada, sem prejuízo de comunicação à ANS (Agência Nacional de Saúde Complementar), para adoção das medidas cabíveis.

 

Apesar de já existir uma Lei Federal tratando do assunto, Eduardo defende que não existe vício de competência, uma vez que o art. 24 da Constituição Federal prevê que a União, os Estados e o Distrito Federal podem legislar concorrentemente sobre a previdência social, proteção e defesa da saúde.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Mãe de ex-secretário era principal beneficiária de esquema de corrupção em Paran
Diversos

Foto: Cassilândia Notícias

O ex-prefeito de Paranaíba, José Garcia de Freitas (PDT), conhecido como ‘Zé Braquiara’, o ex-secretário e vereador Paulo Henrique Cançado Soares (Indústria, comércio, agronegócio e turismo) e sua mãe, a empresária Maria Antônia Cançado Soares, foram condenados em mais um processo de improbidade administrativa.

 

Conforme as investigações do MPE (Ministério Público Estadual), Paulo Henrique alugou um prédio da sua mãe para a prefeitura, sem licitação, através de contratos superfaturados. Além disso, a área foi locada para ser utilizada por 50 dias, mas a prefeitura só ocupou o espaço por uma semana.

 

Segundo o MPE, “os requeridos, agindo de forma consciente e voluntária, participaram do ato de dispensa de licitação fora das hipóteses previstas em lei, o que culminou com a autorização da formalização, pelo Município de Paranaíba, de contrato de locação de imóvel urbano de propriedade de empresa administrada pela demandada Maria Antonina Cançado Soares”.

 

Os réus chegaram a alegar que o local foi escolhido para a promoção de concursos do Senai (Serviço Nacional da Indústria) com dispensa de licitação, pela urgência do evento. No entanto, a Justiça apurou que o prédio abrigou um evento da prefeitura que poderia ser realizado gratuitamente em escolas públicas ou entidades filantrópicas.

 

De acordo com a decisão do juiz Plácido de Souza Neto, da 2ª vara cível de Paranaíba, os três devem pagar para o município R$ 5,3 mil com correção monetária pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), acrescido de juros moratórios de 1% ao mês, desde a data do pagamento, além das custas processuais.

 

O ex-prefeito e o ex-secretário ficaram inelegíveis por um período de cinco anos e também devem pagar cinco vezes o valor da remuneração mensal que recebiam durante a prática do ilícito, enquanto a empresária deve ressarcir o dobro do dano causado ao erário público.

 

Outras condenações

O ex-prefeito Zé Braquiara foi cassado em abril de 2013, após condenação do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) por confeccionar 10 mil cartilhas, com material de campanha, utilizando dinheiro da prefeitura, no montante de R$ 7 mil. Em outro processo, ele era investigado por usar as mídias oficiais da prefeitura para promover sua reeleição.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Presidente da Câmara culpa TRE por demora em Comissão Processante contra Olarte
Diversos

Foto: Geovanni Gomes

Emperrada há quase duas semanas e sem apresentar resultados na Câmara Municipal, a possível abertura da Comissão Processante só deve dar prosseguimento na semana que vem, na terça-feira (2), quando o presidente do legislativo municipal, Mario Cesar, do PMDB, deve ler o parecer da Procuradoria Jurídica. Mesmo com parecer positivo, a avaliação do processo - protocolado no dia 19 de maio pelos vereadores Luiza Ribeiro (PPS), e Thais Helena e Marcos Alex, ambos do PT - não pode ocorrer sem ajuda do Tribunal Regional Eleitoral.     

 

A justificava sobre a demora da abertura da Processante é os três vereadores titulares que assinaram o pedido ficarão impedidos de participar da votação, e devem ser substituídos por suplentes. Com isso, os 'novos' parlamentares terão que ser diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul para atuarem especificamente na Comissão Processante, votarem contra ou a favor da Processante, e depois deixar o cargo.

 

Segundo a vereadora Luiza Ribeiro, do PPS, a leitura do parecer da Procuradoria só pode acontecer quando os novos vereadores estiverem diplomados na Câmara Municipal. "Acredito que eles serão diplomados e em seguida será lido o parecer. Creio que tudo isso deva acontecer já nesta terça-feira (2) e tenho certeza que os demais vereadores vão aprovar a abertura da Processante. Com a abertura, não quer dizer que o prefeito vai ser cassado. Ele terá a oportunidade para de se defender sobre essas acusações ".

 

O presidente do Câmara Municipal, Mario Cesar, informou que até o momento está dependendo apenas do envio dos nomes oficiais dos suplentes para dar continuidade. "Estou dependo apenas disto para dar continuidade ao andamento da Processante. Pedi a eles (TRE) que me encaminhassem essa relação o mais rápido possível. Espero que e até a semana que vem eles me encaminhem essa informação".

 

Os novos suplentes que devem assumir especificamente os trabalhos dos vereadores titulares são: Roberto Durães (PT), Aldo Donizete (PPS) Lúcio Maciel (PT), porém, este último parlamentar está impedido de assumir o posto por não prestar contas ao Tribunal Regional Eleitoral e quem pode ficar a vaga é Élbio Santos (PT).  No entanto, a reportagem falou com o presidente que explicou que desconhece a informação. A assessoria do TRE-MS foi procurada, mas não foi possível contato até o fechamento desta matéria.

 

Burocracia

Para que a Comissão Processante seja aberta são necessários de 15 a 20 votos para a votação do parecer, que serve como petição inicial para o nascimento da Processante. Porém, o número específico de votos ainda é discutido pelos vereadores.

 

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (28), o vereador e ex-líder do prefeito Gilmar Olarte, do PP, Edil Albuquerque, revelou que está convicto que a Processante não será criada na próxima semana. "Tenho certeza que está Processante não será criada", disparou.

 

Até o momento, conforme o pré-levantamento realizado pelo TopMídiaNews, oito vereadores são contra a abertura da Comissão Processante que vai investigar seis possíveis delitos cometido pelo atual prefeito. Veja aqui a relação completa dos parlamentares. 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Após Santa Casa, Olarte agora dá calote no Hospital do Câncer
Diversos

Foto: Deivid Correia

Após o prefeito Gilmar Olarte, do PP, dar calote na Santa Casa de Campo Grande - maior hospital de Mato Grosso do Sul - agora a bola da vez é o Hospital de Câncer Alfredo Abrão, que passa por dificuldades para saldar dívidas juntos a fornecedores. Em 2014, Olarte assinou um contrato de auxílio ao custeio, que garantiria R$ 200 mil por mês a partir de fevereiro de 2015 ao hospital. No entanto, neste ano, alegando crise financeira, o atual chefe do Executivo não fez nenhum pagamento e o débito da prefeitura junto ao hospital chega a R$ 800 mil.

 

Segundo o presidente do Hospital de Câncer Alfredo Abrão, Carlos Coimbra, alguns fornecedores estão querendo encerrar o contrato justamente por não conseguir receber pelos servidos prestados a unidade hospitalar.

 

"Nós temos contratos com anestesiologistas, com fornecedores de medicamentos, que estão querendo rescindir o contrato porque chega a um momento que fica difícil. Isso nós prejudica até mesmo no custeio com funcionários, porque a gente acaba tirando dinheiro do hospital. A quantia de R$ 200 mil é muito dinheiro para a gente, representa metade do nosso faturamento, então, isso nos colocada em uma situação delicada e nos deixa comprometidos", explicou Coimbra.

 

Apesar de afirmar que tem conversado com o prefeito Gilmar Olarte, com a Secretaria Municipal de Saúde, Coimbra relatou à reportagem que ambos falam que a prefeitura passa por dificuldades financeiras e, por isso, não tem como repassar a quantia, garantida em contrato. "Diante desta situação, do hospital estar em débito, a gente notificou o município e a promotoria sobre este caso. Nós queremos resolver esta situação o quanto antes", ressaltou.

 

A denúncia foi publicada neste sábado (30), pela vereadora Luiza Ribeiro, do PPS, por meio da sua página do Facebook. Na mensagem postada, a parlamentar se disse indignada com o descaso do prefeito.

 

Em entrevista ao TopMídia News, Luiza Ribeiro detalhou que no contrato firmando entre a prefeitura e o Hospital, há uma cláusula contratual específica que trata sobre o repasse dos R$ 200 mil por mês. "Isso significa que o prefeito na prática não cumpre nada, nem que está previsto em contrato. Isso merece outra ação de improbidade administrativa cometida por ele. O Hospital já notificou a prefeitura, o Ministério Público Estadual e deve entrar com uma medida judicial. Se nada fora resolvido, vamos pela Câmara com outra ação de improbidade administrativa. Isto que este prefeito está fazendo é um absurdo".

 

Documento postado na página da vereadora Luiza Ribeiro, via Facebook. 

 

Ainda segundo a parlamentar, o prefeito teria deixado de cumprir a Lei Nº 8.429, de 2 de Junho de 1992, onde viola dois artigos. O   que afirma que: 'os agentes públicos de qualquer nível ou hierarquia são obrigados a velar pela estrita observância dos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade no trato dos assuntos que são afetos'.

 

E o artigo 11º que diz o seguinte: 'Constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública qualquer ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições, e notadamente'.

 

"A única coisa que nós queremos é se cumpra a Lei, e que ele assuma o compromisso", finalizou a vereadora


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Câmara de Amambai tem sessão nesta segunda-feira

A mesa diretora da Câmara Municipal de Amambai, o presidente, vereador Jaime Bambil (centro), ladeado pelo vice-presidente, vereador Ilzo Victor (d) e o 1º secretário, vereador Professor Ailton. (Foto: Vilson Nascimento)

A Câmara Municipal realiza nesta segunda-feira, dia 1 de junho, a partir das 8h da manhã, no Plenário Lourino de Jesus Albuquerque, mais uma sessão ordinária do ano legislativo de 2015, em Amambai.

Durante a sessão de quinta os vereadores analisarão e votarão projetos e matérias de interesse do município e matérias de autoria dos vereadores, como requerimentos e indicações.

As sessões da Câmara de Amambai também podem ser acompanhadas em tempo real pela rádio comunitária Auxiliadora FM pelo endereço eletrônico: www.auxiliadorafm.com.br

O presidente da Casa de Leis, Jaime Bambil (PTdoB) convida a toda a população de Amambai para prestigiar as sessões e acompanhar de perto o trabalho dos  vereadores.

Futsal de Amambai estreia nesta segunda nos JEMS 2015

Competição estadual que acontece em Chapadão do Sul reúne seis municípios da região Cone Sul de MS.

Clique na Imagem para ampliá-la

O coordenador de arbitragem dos jogos pela Federação de Futsal de MS, Paulo Amaro Cáceres e o quadro de árbitros que atuará nos JEMS em Chapadão do Sul. (Foto: Divulgação)

Teve início nesse domingo, 31 de maio e se estende durante toda essa semana em Chapadão do Sul, a modalidade de futsal, categorias masculina e feminina, dos JEMS (Jogos Escolares de Mato Grosso do Sul).

Amambai participa da competição estadual que classifica os campeões para representar o Estado nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), nas duas categorias.

Na categoria masculina, que tem como técnica a professora de educação física Madalena Dures Sanguesa, Amambai está sendo representada pela Escola Municipal Flávio Augusto Derzi, situada na Vila Limeira.

Já na categoria feminina as representantes da “Cidade Crepúsculo” são as alunas atletas da Escola Municipal Pólo Mbo’Eroy Guarani-Kaiowá, da Aldeia Amambai.

Além de Amambai, mais cinco municípios da região Cone Sul do Estado disputam a competição estadual em Chapadão do Sul, Caarapó, que também participa no masculino e feminino e Juti, Naviraí, Itaquiraí e Paranhos, que disputam apenas na categoria masculina.

O futsal masculino de Amambai estreia nos JEMS 2015 às 10h da manhã desta segunda-feira, 1 de junho, contra Corumbá e a equipe feminina estreia no certame estadual às 8h da manhã desta terça-feira, 2 de junho, contra o perdedor de Nova Andradina e Sonora, que jogam na manhã desta segunda-feira, dia 1 de junho.

Veja os jogos dos municípios do Cone Sul nos JEMS 2015

Segunda-feira- dia 1 de junho

8h- Sonora x Naviraí (masc)

9h- Itaquiraí x Juti (masc)

9h- Caarapó x Jardim (fem)

10h- Amambai x Corumbá (masc)

11h- Paranhos x Três Lagoas (masc)

14h- Campo Grande x Caarapó (masc)

Terça-feira- dia 2 de junho

8h- Amambai x à definir (fem)

9h- Juti x Chapadão do Sul (masc)

14h- Rio Brilhante x Amambai (masc)

14h- Naviraí x Nova Andradina (masc)

15h- Caarapó x Paranhos (masc)

17h- Ivinhema x Itaquiraí (masc)

Quarta-feira- dia 3 de junho

8h- Caarapó x Três Lagoas (masc)

9h- Chapadão do Sul x Itaquiraí (masc)

10h- Amambai x Ladário (masc)

14h- Paranhos x Campo Grande (masc)

14h- Ribas do Rio Pardo x Naviraí (masc)

16h- Juti x Ivinhema (masc)

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

GREVE
Diversos

Estado pede à Justiça aumento de multa e corte de ponto de professor grevista

PGE tenta ampliar decisão que limitou paralisação em 60%

  • Manifestação de grevistas em Campo Grande, na sexta-feira (Diogo Gonçalves)
  • A Procuradoria Geral do Estado entrou com agravo regimental no TJ (Tribunal de Justiça) alegando total ilegalidade da greve dos professores em Mato Grosso do Sul. O recurso foi feito após decisão parcial, dada pela mesma corte, mandando 60% dos professores não pararem as atividades e declarando ilegal a paralisação dos servidores administrativos do setor.

     No recurso, apresentado na sexta-feira (29), a PGE pede “que seja reconhecida a ilegalidade e a abusividade da greve dos professores deflagrada pela Fetems, tal como já reconhecida aos administrativos da Educação, (...) com corte dos salários dos servidores referentes aos dias de paralisação (corte de ponto)”. Também quer multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

    Em decisão liminar dada na quarta-feira (27), mesmo dia em que começou a greve, o TJ entendeu que a Fetems não tem legitimidade para representar os servidores administrativos da Educação. Por isso, mandou suspender a greve desta categoria, sob pena de multa diária de R$ 25 mil.

    No caso dos professores, o entendimento, também em caráter liminar, é de que 60% das atividades escolares devem ser mantidas, sob pena de multa de R$ 25 mil por dia. Além do agravo tentando ampliar a abrangência, a PGE encaminhou pedido urgente para que a Fetems comprove o cumprimento desta ordem.

    O agravo regimental para tentar barrar totalmente a greve reafirma, entre outras coisas, o argumento de que “a conduta adotada pela Fetems importa em rompimento da ordem pública”, porque “desestabiliza a regularidade e efetividade que deve existir na prestação de serviço público essencial”. “O quantitativo de 60% dos profissionais do magistério evidentemente não é suficiente para cumprir o calendário escolar, tampouco a carga horária legalmente exigida pelo Ministério da Educação”, traz outro trecho do documento.

    A Fetems, por sua vez, já apresentou contestação ao TJ. Diz, por exemplo, que o TEM (Ministério do Trabalho e Emprego) já reconhece a representatividade da federação em relação aos servidores administrativos, além de afirmar que não descumpriu os trâmites legais para a deflagração da greve.

    Depois que o TJ deu liminar suspendendo a greve dos administrativos e determinando limite no número de professores grevsitas, a Fetems anunciou que vai recorrer da decisão e, enquanto isso, a paralisação prossegue.


    Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

    GIRO POLICIAL
    Diversos

    Traficante se acidenta em perseguição e abandona mais 
    de 1,4 mil quilos de droga

    Caso ocorreu na noite de ontem (30), na rodovia BR-163; criminoso não foi encontrado

    LAURA HOLSBACK31 de Maio de 2015 | 09h40
    Carga era levada dentro de uma caminhonete L200 
    (Foto: Divulgação)
    Carga era levada dentro de uma caminhonete L200

    Traficante abandonou quase uma tonelada e meia de maconha depois de ser perseguido por policiais rodoviários federais, na noite de ontem (30), na BR-163, no município de Rio Brilhante.

    De acordo com informações divulgadas pela instituição, equipe de policiais fazia trabalho de fiscalização no quilômetro 324 da rodovia no momento em que percebeu uma caminhonete, modelo L200, fazendo conversão de retorno como se estivesse fugindo da barreira policial.

    Foi iniciada perseguição e alguns quilômetros adiante, o traficante perdeu o controle da direção, saiu da pista e entrou na área de uma mata fechada, por onde fugiu a pé.

    Em revistas na caminhonete, foram encontrados 1.190 tabletes de maconha, que totalizaram 1.475 quilos.

    Policiais militares da cidade foram ao local dar apoio aos rodoviários federais em buscas pelo criminoso, mas não o localizaram.

    O caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para investigação.

    Ainda segundo dados da PRF, na mesma data, outros 665 quilos do entorpecente haviam sido apreendidos também em Rio Brilhante.

    Acadêmico de Medicina é 
    preso em SP com droga avaliada em R$ 200 mil

    VÂNYA SANTOS31 de Maio de 2015 | 13h29
    Acadêmico Jean foi preso em flagrante transportando entorpecentes 
    (Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária)
    Acadêmico Jean foi preso em flagrante transportando entorpecentes

    O estudante de Medicina Veterinária, Jean Silva Rodrigues, de 25 anos, que mora em Dourados, foi preso nesta semana em Bauru, no interior de São Paulo, com droga avaliada em R$ 200 mil.

    Conforme o site JC Net, Jean conduzia uma caminhonete Hilux e demonstrou nervosismo ao ser abordado em uma blitz na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294). Na ocasião, ele confessou que transportava drogas.

    Durante vistoria da Polícia Rodoviária foram encontrados na caminhonete 129 quilos de maconha e 2 de cocaína.

    O acadêmico contou que recebeu mil reais e ganharia mais R$ 13 mil na entrega da droga, avaliada em R$ 200 mil.

    Policiais são preparados para operações aéreas em MS

    A Sejusp não divulgou quantos homens foram preparados para atuar no segmento

    LAURA HOLSBACK31 de Maio de 2015 | 12h30
    Policiamento aéreo tem feito trabalhos também nas fronteiras para reprimir crimes 
    (Foto: Divulgação)
    Policiamento aéreo tem feito trabalhos também nas fronteiras para reprimir crimes

    Equipe de policiais que integra a Coordenaria Geral de Policiamento Aéreo (CGPA) foi capacitada em treinamento operacional para agir em operações aéreas da segurança pública de Mato Grosso do Sul. As aulas foram ministradas entre os dias 25 e 29 deste mês, em Campo Grande.

    De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), as instruções práticas foram ensinadas para melhorar o desempenho dos policiais nas operações de defesa social e para serem usadas em missões específicas. Por exemplo, no combate a incêndio, carga externa, embarque/desembarque, voo visual noturno, procedimentos em emergências (falhas mecânicas), instrução de rapel e tiro embarcado.

    No treinamento, que faz parte de um cronograma anual de instrução, foram feitas 20h de voo no helicóptero ‘Esquilo’ que pertence a Sejusp.

    PREPARAÇÃO
    Ainda conforme nota à imprensa, as instruções foram ministradas pelo Tenente Coronel PM Juliano Chiroli e 3º Sargento PM Anderson Gonçalves, ambos do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer), e contou com a participação de profissionais da Policia Militar, Bombeiro Militar e Policia Civil, os quais compõe as tripulações de voo da CGPA.

    A Coordenadoria tem atuado em todo estado, principalmente na Capital e na fronteira com Paraguai e Bolívia, apoiando setores da segurança no controle de rebeliões, captura de pessoas, proteção do meio ambiente e defesa civil.

    “Instruções como essas servem para garantir um serviço de qualidade à população sul-mato-grossense no desenvolvimento das missões de segurança pública com a utilização do apoio aéreo”, afirmou o coordenador-geral da CGPA, Coronel PM Edilson Duarte.


    Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


    Página selecionada de 1321 páginas.
    Fotos

    Nova pagina 2


    Notícias

    Domingo, maio 31
    · CAMPO GRANDE
    · PEIXE ESPADA
    · MULHER
    · FATOS & FOTOS
    · POLICIA
    · NOTICIAS
    · CAFE DA MANHÃ
    Sábado, maio 30
    · DOF CONTRA O CRIME
    ·
    · CAMPO GRANDE MS
    · CRUELDADE
    · COMO FUNCIONA
    · VIVIAN
    · POLICIAL
    Sexta, maio 29
    · GIRO POLICIAL
    · CONEXÃO INTERNACIONAL É FM 100.9 NHU-VERÁ E CONQUISTA 90.7
    · GIRO DE NOTICIAS
    · SANTO ANDRÉ
    · GREVE
    · NOTICIAS DA NOITE
    · FIQUE SABENDO
    · ZECA DO PT
    · FIQUE SABENDO
    · GREVE
    · DA HORA
    Segunda, maio 04
    · TACURU
    · AMAMBAI
    Domingo, maio 03
    · PONTA PORÃ
    · CAMARA
    · MACONHA

     Calendario de Eventos
    Junho 2015
      1 2 3 4 5 6
    7 8 9 10 11 12 13
    14 15 16 17 18 19 20
    21 22 23 24 25 26 27
    28 29 30  

    Eventos

     Hora Certa

     Amigos do Site!

    Image and video hosting by TinyPic




    RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB