Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/correiod/public_html/index.php:1) in /home/correiod/public_html/mainfile.php on line 168
=:Correio da Fronteira:=

 Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
13448891
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




PLANTÃO
Economia

STF condena Maluf a 7 anos e 9 meses de prisão por lavagem de dinheiro

Condenação pode refletir na Lava Jato

Foto: Dida Sampaio/ Estadão

Por maioria, a Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) condenou, nesta terça-feira (23,) o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado e à perda do mandato na Câmara. Ele é acusado de lavagem de dinheiro devido a movimentações bancárias de US$ 15 milhões entre 1998 e 2006 em contas na ilha de Jersey, paraíso fiscal localizado no Canal da Mancha. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

Os ministros seguiram a indicação do ministro Edson Fachin. O ministro considerou que o crime tem "natureza permanente". Conforme o Estadão, o entendimento pode ter reflexoem futuras condenações da Operação Lava Jato, já que muitos dos políticos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobrás são também acusados desse crime. Antes desse entendimento, o crime de lavagem prescrevia em dez anos.

"Dinheiro público que foi desviado é dinheiro que não vai para a educação, não vai para a saúde, é dinheiro que não salva vidas. Punir esse tipo de delinquência é um marco da reestruturação do País. Ninguém deve ser punido para ser exemplo, somente se houver provas, e nesse caso há", disse Barroso.

Votaram a favor os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. O único que votou pela absolvição de Maluf foi o ministro Marco Aurélio Mello, que considerou que o crime imputado a Maluf já perdeu a validade. "Eu votei pela prescrição. Não pensem que eu 'malufei'", declarou Marco Aurélio.

Acusação

Conforme o Estadão, Maluf é acusado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) de ter desviado de recursos de obras tocadas pelo Consórcio Águas Espraiadas, formado pelas construtoras OAS e Mendes Júnior e responsável por obras viárias em São Paulo. O desvio de recursos públicos de Maluf à frente da Prefeitura de São Paulo teria gerado prejuízo ao erário de cerca de US$ 1 bilhão.

A ação começou em setembro de 2011 contra 11 acusados, entre eles Maluf e familiares. Somente o processo contra Maluf continua no Supremo, enquanto parentes passaram a responder na Justiça comum. Todos negam envolvimento no esquema.

"Em conluio com seus parentes, Maluf teria ocultado e dissimulado a origem e natureza de recursos ilícitos por meio de transferência de valores envolvendo contas bancárias de fundos de investimentos", pontua a reportagem.

No processo, os advogados de Maluf argumentaram que a ação não procede porque a acusação é de um suposto crime cometido antes de entrar em vigor a Lei da Lavagem de Dinheiro, que estabelece as punições para crimes do gênero. A lei foi editada em 1998.

Traficantes abandonam Tucson, Hilux e Pajero com quase 4 toneladas de maconha em MS

Três traficantes abandonaram uma Tucson, uma Pajero e uma Hilux carregadas

Mídia Max

Três traficantes abandonaram uma Tucson, uma Pajero e uma Hilux carregadas com quase quatro toneladas de maconha, nesta segunda-feira (22), em uma estrada vicinal de Itaquiraí, a 402 km da Capital. Os condutores fugiram assim que avistaram Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira).

As apreensões ocorreram em uma estrada vicinal durante o policiamento itinerante na Fronteira do Brasil com o Paraguai. O condutor de uma Hyundai Tucson, ao perceber a presença da viatura policial, abandou o veículo e fugiu pela mata às margens da estrada.

Aproximadamente dois quilômetros à frente, os policiais avistaram uma camionete Hilux. O condutor realizou manobra brusca de retorno e fugiu em alta velocidade. Houve perseguição até o momento em que o veículo destruiu a cerca de arame de uma propriedade particular e caiu em um buraco. O condutor também fugiu pela mata.

O terceiro condutor não tentou fugir, o veículo Mitsubishi Pajero já estava abandonada às margens da estrada. Em vistoria aos três veículos constatou-se um carregamento de três mil, novecentos e oitenta quilos.

O veículo Hyundai Tucson com placas de Campo Grande, não tinha restrições criminais, mas estava com sinais de adulteração no número do motor. A Toyota Hilux com placas de Russas - CE estava com a numeração do motor de um mesmo veículo com registro de Roubo/Furto no Recife -PE. A Mitsubishi Pajero, com placas de Palmas - TO estava com a numeração de motor de um mesmo veículo de Imperatriz - MA com registro de Roubo em 12/04/2017.

Os três veículos e a droga foram entregues na Delegacia de Polícia civil de Itaquirai.

Homem finge ser policial federal 
e tenta enganar fiscalização da PRF

Suspeito ainda estava com uma mulher e veículo usado tinha 'placa oficial

Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal na BR-267, no km 129, município de Nova Andradina, hoje pela manhã, identificou a falsificação em um Corolla preto. O motorista, que se identificou como policial federal, e a passageira transportavam 350 quilos de maconha escondidos embaixo de pano no porta-malas do veículo.

A droga foi carregada em Ponta Porã e o casal estaria seguindo para Rio de Janeiro. O documento apresentado aos PRFs na hora da fiscalização era falso e remetia a um agente da PF que fora furtado anos atrás no Rio de Janeiro.

"Os policiais deram ordem de parada ao veículo, que chamou atenção por estar com os vidros muito escuros", informou nota da PRF.

Depois de descoberta a farsa, ambos foram presos. A droga e o veículo também foram apreendidos para serem periciados. A placa que está no carro é KOW-5679 e apesar de ser branca, modelo usado por veículos que são da União, o registro indica que se trata de carro comum e registrado em Macaé (RJ).

A Superintendência da PF em Campo Grande foi informada da ocorrência e o casal foi trazido para a Capital de helicóptero na tarde de hoje.

O delegado Cleo Mazzoti é quem presidirá o inquérito. Ele esclareceu que será investigado se o documento do policial federal seria o mesmo que fora furtado anos atrás ou houve a transposição das informações em um papel oficial, configurando falsificação.

Os nomes do homem, de 34 anos, e da mulher, de 26 anos, presos não foram divulgados e eles ficarão detidos em Campo Grande por conta do flagrante de tráfico de drogas.

Colisão entre caminhões em rodovia deixa vítima presa nas ferragens

Princípio de incêndio em veículo

Um acidente na manhã desta terça-feira (23) na BR-163, saída para São Paulo deixou uma vítima presa nas ferragens em uma colisão entre dois caminhões. Houve princípio de incêndio em um dos veículos, que foi controlado.

O acidente aconteceu em frente à base da CCR MS Via. Segundo testemunhas que estavam no local, um veículo da CCR fazia a medição na pista, que não estava sinalizada, quando um dos caminhões que trafegava sentido São Paulo/ Cuiabá avistou o carro e para evitar a colisão jogou o caminhão para o acostamento.

Ao fazer a manobra, o motorista do caminhão, com placas de Minas Gerais, identificado como, Júnior Henrique de 27 anos, foi para o acostamento momento em que o outro motorista fez a mesma manobra colidindo frontalmente.

A carreta conduzida por Júnior estava carregada de 27 toneladas de carvão de petróleo e ele não teve ferimentos. Já o motorista do caminhão, com placas de São Gabriel do Oeste, identificado como Everton Welzer de 26 anos ficou preso nas ferragens e o caminhão teve princípio de incêndio, que foi controlado.

Ele foi socorrido e levado para a Santa Casa da Capital e não há informações sobre seu estado de saúde.

(Matéria editada às 10:42 para acréscimo de informações)


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PASSANDO A LIMPO

Deputados abrem comissão para investigar denúncias contra Reinaldo

Assembleia vai analisar pedidos de impeachment de Azambuja

A Assembleia Legislativa decidiu criar uma comissão especial para analisar os pedidos de impeachment do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), protocolados na Casa, depois que o tucano foi alvo da delação do empresário Wesley Batista, um dos donos do grupo JBS.

A decisão, anunciada pelo presidente da Casa, deputado Junior Mochi (PMDB), acontece mesmo depois que Reinaldo procurou os parlamentares para se explicar e apresentar documentação que, segundo ele, comprava que ele não recebeu as propinas delatadas pelo empresário.

“(A denúncia) É fato de conhecimento público, e a Casa não pode se ausentar de estar exercendo sua função fiscalizadora”, alegou Mochi.

Segundo o presidente da Assembleia, Reinaldo deixou a reunião deixando os parlamentares ‘à vontade’ para tomarem as providências que julgarem necessárias para apuração dos fatos.

Ainda na sessão desta terça-feira (23), a comissão deve ser criada, e todas as denúncias contra o governador, inclusive o requerimento protocolado pela bancada petista, serão lidos no plenário.

Depois de criada a comissão vai definir a condução dos trabalhos, que deve convocar testemunhas e requerer documentos, antes da elaboração de um relatório final.

De acordo com o Junior Mochi, mesmo com a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de permitir que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) investigue governadores mesmo sem o aval das assembleias Legislativas, a legislação estadual estabelece como competência da Casa o julgamento de crimes de responsabilidade, como o atribuído pelas denúncias a Reinaldo.

Documentos

Durante a reunião com Reinaldo, o 1º-secretário da Casa, deputado Zé Teixeira (DEM), um dos acusados de ter apresentado notas frias para justificar pagamento de propina do grupo JBS, levou aos colegas documentos, incluindo registros bancários, que comprovação a legalidade de seus negócios com o frigorífico.

Citado em delações, Zé Teixeira presta contas aos colegas e alega inocência

“Sou apenas um grãozinho de areia. Vou mostrar meu lado", justificou

O deputado estadual e 1º secretário da Assembleia Legislativa, Zé Teixeira (DEM), também foi citado pelos donos da JBS em delações premiadas feitas por empresários e que denunciaram o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, de supostamente negociar pagamento de proprina.

Devido a denúncia de ter praticado crime de corrupção fiscal, emitindo notas frias, o parlamentar apresentou sua defesa, hoje, aos seus colegas do Legislativo. "Zé prestou contas sobre todas as notas e justificou sua inocência", disse o presidente da Casa de Leis, Junior Mochi (PMDB).

Sobre o afastamento do 1º secretário de suas funções políticas, por ter sido citado em delação, Mochi declarou que isso não é possível. "Não tem nada comprovado. Não tem pedido de investigação protocolado contra ele. Até que provem o contrário, ele continua na função", garantiu Mochi.

Ontem, o vereador Vinícius Siqueira (DEM), correligionário de Teixeira, disse que vai apresentar pedido de investigação contra o deputado estadual. "Não é porque ele é do meu partido que vou me calar", disse o vereador anteriormente.

Teixeira disse que essa situação faz parte da criminalização da política, mas que não vai processar a empresa por danos morais. "Sou apenas um grãozinho de areia. Vou mostrar meu lado. Podem solicitar extratos bancários meus para comprovar minha inocência", finalizou o parlamentar.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AMAMBAI
Diversos
AMAMBAI

Amambai: Carreta do Hospital de Câncer de Barretos atende população de 22 a 25 de maio

A gestão do prefeito Dr. Bandeira tem a saúde como foco principal

Carreta do Hospital de Câncer de Barretos vai atender população de Amambai de 22 a 25 deste mês de maio

A carreta do Hospital de Câncer de Barretos vai atender a população de Amambai no período de 22 a 25 deste mês de maio. De acordo com informações da Prefeitura Municipal, o objetivo é disponibilizar para a comunidade um atendimento de qualidade na prevenção de doenças como o câncer. As pessoas interessadas já podem procurar as unidades básicas de saúde para fazer o agendamento de atendimento.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Sérgio Perius, a gestão do prefeito Dr. Bandeira tem a saúde como foco principal. "E como a prevenção é melhor que qualquer remédio, a Prefeitura fez parceria com o Hospital de Barretos que enviou para cá uma carreta com consultórios e salas de exames para que a população possa ser bem atendida e o mais importante, gratuitamente", disse Perius.

Ele destacou que a carreta ficará instalada na frente do Hospital Regional de Amambai, com atendimentos sendo agendados para os dias 22, 23, 24 e 25 deste mês de maio. "As pessoas que quiserem fazer os exames bastam procurar as nossas unidades básicas de saúde para agendar o atendimento", destaca o secretário.

História

A direção do Hospital de Câncer de Barretos ao criar o atendimento através das carretas e ônibus, adotou a estratégia que a instituição já usava quando saia em busca ativa de mulheres para fazerem os exames preventivos de câncer em seus domicílios ou em locais próximos. O Hospital ia até a residência dessas mulheres, na periferia de Barretos, para a realização de exames preventivos de Colo Uterino.

Essa atuação trouxe resultados positivos: do total de mulheres diagnosticadas com câncer, 80% dos casos estavam em estágio inicial - período do desenvolvimento da doença em que a chance de cura é de 90%. Com o sucesso desta iniciativa, o trabalho de prevenção foi estendido para toda a população rural e urbana de Barretos.

O projeto cresceu, ganhou uma estrutura elaborada e começou a atuar não somente em Barretos, mas em outras regiões do país, realizando assim, um trabalho de prevenção de câncer pioneiro na América Latina. Atualmente, o Hospital de Câncer de Barretos possui seis unidades móveis (ônibus e carretas adaptadas). A unidade móvel que vem para Amambai realiza o rastreamento do câncer de mama e colo de útero, através de exames preventivos na população feminina.

O serviço de prevenção diagnostica em média 270 novos casos de câncer de mama ao ano no rastreamento, tratados em sua plenitude ao Hospital de Câncer de Barretos. A instituição segue protocolos internacionais, oferecendo um atendimento integral ao paciente do primeiro exame ao tratamento final, caracterizando uma ação efetiva, com segurança e qualidade no combate ao câncer de mama.

O rastreamento mamográfico, em algumas áreas que o Hospital de Barretos atua, atinge cerca de 70% da população alvo e o diagnóstico precoce atinge a 80% dos casos de câncer, números comparáveis aos rastreamentos europeus. Também serão disponibilizados os exames preventivos do câncer do colo de útero (Papanicolau).


Duas chapas concorrem à direção do Simted de Amambai

Os professores Vera Lorenzetti e Humberto Vilhalva disputam a presidência do sindicato

Candidatos a presidente do Simted de Amambai: Humberto Vilhalva e Vera Lorensetti.

 A disputa para dirigir o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação Básica de Amambai (Simted) está sendo pleiteada pelas chapas "Inovação e Unidade" e "Tudo pela Educação". A eleição acontece no dia 1º de junho, quinta-feira, no horário das 8 às 20h. A diretoria eleita vai comandar o destino do Simted no triênio 2017/2020.

A apresentação oficial das chapas ocorreu durante assembleia geral da categoria, realizada na manhã desta sexta-feira (12), na sede do Simted.

Na ocasião, os candidatos a presidência do sindicato usaram a palavra para falarem sobre suas intenções, caso sejam escolhidos pela categoria.

Professora Vera Lorenzetti, candidata a presidente pela chapa Inovação e Unidade / Foto: Moreira ProduçõesProfessora Vera Lorenzetti, candidata a presidente pela chapa Inovação e Unidade / Foto: Moreira Produções

A professora Vera Lorenzetti, que atua na rede municipal de ensino e já ocupou o cargo de secretária municipal de Educação, concorre ao cargo de presidente do sindicato pela chapa "Inovação e Unidade".

Ela diz que pretende exercer um mandato democrático onde as demandas apontadas pela categoria serão defendidas e encaminhadas junto às esferas governamentais estadual e municipal. "Nenhum presidente trabalha sozinho, vamos lutar com garra para fortalecer o nosso sindicato e avançar nas lutas pela valorização da categoria e melhorias na qualidade do ensino público", garante Vera.

Humberto Vilhalva, candidato a presidente na chapa Tudo pela Educação / Foto: Moreira ProduçõesHumberto Vilhalva, candidato a presidente na chapa Tudo pela Educação / Foto: Moreira Produções

O candidato a presidente na chapa "Tudo pela Educação", professor Humberto Vilhalva, diz que no período que presidiu o Simted sempre manteve postura na defesa da categoria. "Quando presidi o sindicato nunca defendi nenhum governo. Hoje, como aposentado, continuo sendo professor e defendendo os interesses da categoria", lembra Humberto.

Representatividade

O Simted de Amambai tem sido o principal representante da classe trabalhadora no município. Nos últimos anos, tem incorporado e apoiado diversas lutas em defesa dos direitos e na conquista de avanços para melhorar a qualidade de vida dos servidores da educação, assim como de outros segmentos de trabalhadores. Manifestações públicas realizadas no município como as contra as reformas da Previdência e Trabalhista tiveram o apoio do Simted.

Presidente do Simted de Amambai, professora Olga Mariano 
Foto: Moreira ProduçõesPresidente do Simted de Amambai, professora Olga Mariano 
Foto: Moreira Produções

Neste sentido, a presidente do Simted, professora Olga Mariano, ressalta que a próxima diretoria do sindicato não pode perder o espírito de luta e manter a clareza de que o fortalecimento da categoria é essencial para o enfrentamento das medidas que têm sido anunciadas pelas esferas de governos. "É importante que os membros da nova diretoria tenham o discernimento de que a garantia dos nossos direitos e a busca de novas conquistas dependem da postura adotada pela direção do Simted", diz Olga.

Chapa Tudo pela Educação

Presidente – Humberto Vilhalva;
Vice-presidente – Rozana Fernandes;
Secretaria Geral – Silva Lago Veloso;
1º Secretário – Luzia Izabel soares Galceron;
Tesouraria Geral – Maria Fátima Soares Tobias dos Santos;
1º Tesoureiro – Valdenize Fernandes da Silva;
Secretaria de Imprensa e Divulgação – Wildevado Machado;
Secretaria Educacional e Formação Sindical – Maria de Lourdes Cáceres Nelson;
Secretaria Cultural, Social e Esportiva – Delfino Borvão;
Secretaria de Politica dos Administrativos – Yara Inacia Rocha Manica;
Secretaria Ético Jurídico – Raquel Cezari Medeiros;
Secretaria dos Aposentados – Cassia Dalva Miranda Meira;
Suplentes: Francisca Baez Ribeiro (1º), Aparecida Augusto da Silva (2º) e Edna Soares da Cruz Oliveira (3º).

Tesouraria Geral – Olga Tobias Mariano;
1º Tesoureiro – 
Katy Mary Lemes Escobar;
Secretaria de Imprensa e Divulgação – 
Carlos Heitor Almeida Fernandes;
Secretaria Educacional e Formação Sindical – 
Cesar Augusto Guidotti;
Secretaria Cultural, Social e Esportiva – 
Jussara Kersting;
Secretaria de Politica dos Administrativos – 
Nair de Fátima Machado de Oliveira;
Secretaria Etico Jurídico – 
Silvia do Carmo Bernegosi;
Secretaria dos Aposentados – 
Marilda Cerri Elich;
Suplentes – Maria Tânia Ximenes (1º), Ceni Rodrigues dos Santos (2º) e Luderlice Moreira Nelson (3º).


08h16

17º RC Mec realiza projeto Soldado por um Dia, em Amambai

Alunos do Centro Educacional Luiz Quareli (Celq) visitaram as instalações do 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (17º RC Mec) no dia 18 de maio para participarem do projeto Soldado por um Dia, desenvolvido pelo regimento.

Os estudantes foram recepcionados pelo comandante do regimento, Cel. Janjar, que os convidou para assistir a uma solenidade militar, onde realizaram o hasteamento da bandeira e cantaram o hino nacional.

Na oportunidade, os alunos participaram de oficinas de orientação, pista de cordas, camuflagem, passeio a cavalo, passeio na viatura Vbtp mr, 6X6 Guarani, visitaram o museu Solon Ribeiro, onde puderam conhecer um pouco da história do regimento, assistiram a uma apresentação da fanfarra de música e conheceram o Departamento Hípico de Amambai (DHA), ocasião em que realizaram passeio a cavalo.

Ao final da visita, as crianças ficaram muito felizes ao receberam o almanaque da revista "Recrutinha", cedida pelo Centro de Comunicação Social do Exército (CComSEx), com informações para o público infanto-juvenil, com informações de uma forma divertida em forma de histórias em quadrinhos sobre as atividades realizadas pelo Exército.

Este tipo de atividade reafirma a integração total entre o 17º RC Mec e a sociedade de Amambai e fortalece a imagem do Exército Brasileiro como a Instituição de maior credibilidade de nosso País.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIQUE SABENDO

Eliana, em repouso até o fim da gravidez, é substituída por Patrícia Abravanel em programa de TV

Filha de Silvio Santos já apresenta o ‘Máquina da fama’ na emissora

Eliana informou aos fãs, na última segunda-feira, que precisou se afastar do trabalho por conta de um descolamento de placenta. Grávida de cinco meses, a apresentadora emitiu um comunicado admitindo que ficará de repouso até dar à luz. Nesta terça-feira, ela já foi substituída por Patricia Abravanel no “Programa Eliana”, que terá o nome mantido.

Na noite da última segunda-feira, a apresentadora contou que havia riscos de um parto antes do tempo:

"Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta. Sei que não depende só da minha vontade e do meu esforço, mas farei o impossível para trazer o meu fruto da melhor maneira que Deus permitir", escreveu ela.

Nas redes sociais, fãs e amigos da artista mostraram preocupação com a notícia.

“Força, Eliana. Tive descolamento e hoje minha filha está aqui firme e forte”, “Estamos na torcida, rezando por você e por sua pequena”, “Que excelente mãe, sem mais palavras”, escreveram.

Foto: Reprodução/Instagram

Veja o comunicado na íntegra:

"Fazemos tudo por nossos filhos e já estou cuidando da minha pequena ainda dentro da barriga com muita dedicação. Por conta de um desses acontecimentos que não podemos controlar, apenas aceitar, estou em repouso por ordens médicas. Farei de tudo para que ela cresça e se desenvolva da melhor maneira possível aqui dentro".

"Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta. Sei que não depende só da minha vontade e do meu esforço, mas farei o impossível para trazer o meu fruto da melhor maneira que Deus permitir".

"Enquanto escrevo aqui na cama, sem poder levantar para nada, nada mesmo, lágrimas de dúvidas e medo escorrem pelo meu rosto. Mas tenho fé que em breve trarei boas notícias".

"Lidar com essa angústia é um exercício diário de paciência, consciência e amor. Arthur me ajuda muito nesse desafio. Ele está sempre comigo qdo volta da escola. Este é o melhor momento do meu dia, pois seu astral e alegria enchem meu coração de esperança. Juntos, nós desenhamos, conversamos e brincamos na medida do que eu posso. Ele está até se divertindo ao escalar a minha cama, que é alta, quando vem fazer desenhos ao meu lado para relatar o seu dia. Seu carinho comigo e com a irmã emociona quem vê. Já passa a mãozinha na barriga e conversa com ela dando o seu "Oi irmãzinha". Não conheço criança mais doce que ele... Adriano e minha mãe também me ajudam bastante".

"Sempre me doei em tudo o que fiz. Mas nunca fiz nada sozinha, pois estive cercada de pessoas igualmente envolvidas e dedicadas. Desta vez, agradeço a paciência de todos que me acompanham, incluindo meus queridos da produção, diretores do SBT e a família Abravanel, em especial ao Silvio Santos, pois pela primeira vez, em tantos anos, me retiro dos palcos temporariamente por um bem maior e com o apoio amoroso e sincero de todos. Tenho certeza que Patricia fará tudo com muito respeito, carinho e será um sucesso! Eu estarei assistindo realizada.

É hora de me tranquilizar. Vou terminando por aqui. Acho que já escrevi demais. Agradeço, confio e entrego em suas mãos Senhor. Em nome da minha família desejo que a sua seja abençoada. Já estou com saudades. Até breve."


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA HORA

Apontado como indicado por Temer para receber propina, Rocha Loures entrega mala com R$ 500 mil à PF

SÃO PAULO. O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures entregou na sede da Polícia Federal de São Paulo, na noite desta segunda-feira, a mala com R$ 500 mil. A informação, antecipada pelo jornal “Folha de S.Paulo”, foi confirmada nesta terça-feira pelo GLOBO.

Em delação, Joesley Batista afirmou que Rocha Loures foi indicado pelo presidente Michel Temer para tratar de assuntos de interesse da JBS.

Na última vez que a mala havia sido vista, o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures saiu com ela de um estacionamento de uma pizzaria de São Paulo, em 28 de abril, e entrou correndo em um táxi.

A mala foi entregue a ele por Ricardo Saud, diretor da JBS, também delator. A entrega foi filmada pela PF, que não acompanhou o táxi.

A entrega da mala confirma a informação dada pelos investigadores, de que a bagagem estava com o deputado.

Rodrigo Rocha Loures retornou ao Brasil na última sexta-feira. Ele estava em Nova York, nos Estados Unidos, e desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, sob gritos de "ladrão".

Três partidos já protocolaram, nesta segunda-feira, pedidos de cassação do mandato de deputado de Loures por quebra de decoro parlamentar: Rede, PSB e PSOL. Os pedidos foram protocolados junto ao Conselho de Ética da Câmara, que decidirá se vai ou não abrir processo. O deputado já está afastado do mandato por ordem do ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

GRÃOS

Dólar em alta puxa em até 11% preço 
da soja e 2,5% do milho em MS

Vendas antecipadas evoluíram após 45 dias travadas no Estado

 

Após permanecerem travadas ao longo dos últimos 45 dias, vendas antecipadas da soja e do milho safrinha em Mato Grosso do Sul devem ganhar impulso, nesta reta final de maio, em decorrência da forte alta do dólar, registrada na semana passada.

De acordo com o último relatório de cotações do Sistema Famasul, somente nos primeiros quinze dias deste mês o preço da soja disparou 11% no Estado, saindo de R$ 54,00 para R$ 60,00; para o milho, o crescimento foi de 2,5%, passando de R$ 20,50 para R$ 21,00.

Porém, a projeção é de que os preços tenham atingido patamares ainda maiores na semana encerrada na sexta-feira.

O próximo relatório só deve ser divulgado nesta semana. Espera-se que somente dentro do intervalo de uma semana seja possível ter maior clareza de como o mercado se comportará. 

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Dos 79 municípios do Estado, 43 não 
definiram reajuste aos servidores

Tendência é de que não haja nenhuma reposição este ano

Mais da metade dos municípios do Estado ainda não definiu reajuste de salário para os servidores públicos este ano.

No total, 43 prefeituras permanecem inertes sobre o reequilíbrio dos vencimentos de seus funcionários – equivalente a 54,4% de Mato Grosso do Sul. O impasse se apresenta desde Campo Grande até as cidades menores e, de acordo com gestores, é motivado pela queda na receita.

Bem como a Capital, os maiores municípios sul-mato-grossenses também não reajustaram o salário dos servidores até agora, caso de Dourados, Três Lagoas e Corumbá. Nas cidades menos populosas a situação se repete, como Alcinópolis, Novo Horizonte do Sul e Rio Negro.

Em Campo Grande, o prefeito Marcos Trad não descarta a possibilidade de congelar o valor dos vencimentos dos 22 mil funcionários públicos este ano.

A administração municipal está acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para despesas de pessoal, que é de 51,30%. A atual gestão está em 51,84%.

Já em Dourados – segunda maior cidade do Estado, com mais de 215 mil habitantes – a ordem é pela redução de gastos com pessoal em pelo menos 10%, como determina decreto baixado pela prefeita Délia Razuk na última semana.

Festa da padroeira de Amambai será neste final de semana

Resultado de imagem para IGREJA NSA SRA AUXILIADORA AMAMBAI

Nesta quarta-feira (24) dia de Nossa Senhora Auxiliadora é feriado no município.

Vilson Nascimento

A comunidade católica do município promove neste final de semana, mais uma edição da tradicional Festa de Nossa Senhora Auxiliadora, a Padroeira de Amambai.

A programação festiva começa às 19h deste sábado, dia 27 de maio, com a santa missa e a coroação de Nossa Senhora na Igreja Matriz. Logo após a missa será realizado uma quermesse.

No domingo, dia 28 de maio, a programação tem início às 11h com almoço no Salão Paroquial e logo em seguida, a partir das 14h, terá início o tradicional show de prêmios em prol ao término da construção da nova Igreja Matriz.

De acordo com a organização, a premiação deste ano será um Toyota Etios zero quilômetro no primeiro prêmio, uma moto Honda CG Stark 160cc no segundo prêmio, uma moto Honda Pop 110cc no terceiro prêmio, uma TV 49 polegadas no quarto prêmio e o quinto e último prêmio será uma TV 43 polegadas.

Nesta quarta-feira, 24 de maio, dia de Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira de Amambai, será feriado no âmbito do município.

Maiores informações sobre a festa e sobre o show de prêmios poderão ser obtidos pelo fone (67) 3481-1304 na secretaria da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.

Operação da PF prende assessor de Temer e ex-governadores do DF

Operação investiga superfaturamente em reforma do Mané Garrincha

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (23) a Operação Panateico, que investiga suposta organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras da reforma do estádio Mané Garrincha, revitalizado para a Copa do Mundo de 2014.

A Operação cumpre mandados de prisão temporária contra o assessor especial da Presidência da República, Tadeu Filippelli (foto), e contra os ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT).

O assessor da Presidência, Tadeu Filippelli, também foi vice-governador do DF durante a gestão do ex-governador Agnelo Queiroz.

Segundo os cálculos da Polícia Federal, a obra do Mané Garrincha sofreu um superfaturamento que pode ter chegado a R$ 900 milhões. A reforma no estádio foi orçada em R$ 600 milhões, mas ao fim da revitalização o custo estava avaliado em R$ 1,5 bilhão. A arena foi a mais cara da Copa de 2014.

A hipótese dos investigadores é que agentes públicos tenham realizado conluios e simulado procedimentos previstos em edital, com a intermediação de operadores.

"A renovação do estádio Mané Garrincha, ao contrário dos demais estádios da Copa do Mundo financiados com dinheiro público, não recebeu empréstimos do BNDES [Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, mas sim da Terracap", explica a PF em nota.

A estatal Terracap não tinha em seu rol de suas atividades o financiamento de obras públicas. As informações constam no acordo de delação premiada da Andrade Gutierrez, no âmbito da Operação Lava-Jato.

Foram expedidos 15 mandados de busca e apreensão, dez de prisão temporária e três de condução coercitiva, que devem ser cumpridos em Brasília e em seus arredores.

O nome Panatenaico é uma referência ao Stadium Panatenaico, sede de competições realizadas na Grécia Antiga, que foram anteriores aos Jogos Olímpicos.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MANHÃ

Aluno de 9 anos é suspeito de incendiar escola em MS

Um aluno de 9 anos é o principal suspeito da Polícia Civil

Salas foram adaptadas em escola para não interromper ano letivo de 120 alunos prejudicados (Foto: Yarima Mecchi)

Um aluno de 9 anos é o principal suspeito da Polícia Civil e da Semed (Secretaria Municipal de Educação) de ter incendiado a Escola Municipal Antônio José Paniago, no Jardim Itamaracá, região sul de Campo Grande, no último dia 26 de março.

A informação é de investigadores e pessoas da Pastas. Apesar de oficialmente o inquérito sobre o caso não ter sido concluído, o Campo Grande News apurou que a criança contou com a ajuda de um colega, que não teve a identidade revelada, para cometer o ato.

As investigações avançaram após laudo dos Bombeiros apontar que o incêndio no local foi causado por “agentes externos.”

“A informação é de que os pais da criança já teriam sido acionados e uma série de reuniões foi feita para tratar da questão”, disse um policial, que não quis se identificar. Segundo ele, maiores informações sobre as motivações da criança só seriam dadas após a conclusão do inquérito.

O andamento das investigações mostrou versão diferente das primeiras suspeitas, de que as chamas teriam sido iniciadas com um curto-circuito após pane do sistema elétrico do prédio.
Além disso, outros alunos e pais teriam dado informações que apontaram a nova diretriz das apurações.

Questionada sobre o assunto, a Prefeitura disse que responderia o Campo Grande News no decorrer da tarde.

O caso – Cerca de 150 alunos foram prejudicados com as três salas que ficaram destruídas com o incêndio na ocasião.

Segundo a direção da escola, salas foram adaptadas para que os alunos prejudicados pudessem seguir o cronograma do calendário escolar. A área atingida pelas chamas segue em reforma.

Os locais atingidos ficam na área externa da escola e foram construídos há cerca de dez anos em programa de aumento do número de vagas para atender a demanda feita na ocasião pela Prefeitura.

As três salas são de estrutura metálica, revestidas de isopor e madeira. Segundo a diretora, todo o material guardado nas salas ficou destruído, como material escolar e didático.

Duas das salas incendiadas recebiam 50 alunos somados de pré-escola nos dois períodos, enquanto uma delas recebia 25 do segundo ano do Ensino Fundamental durante a manhã e mesma quantidade do nono ano à tarde.

A secretária municipal da Educação, Ilza Mateus de Souza, foi à escola na ocasião e destacou que a Prefeitura já iniciou as consultas ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) para obter as verbas necessárias para as reformas.

“A Secretaria Municipal de Obras também está nos ajudando no que for preciso e devemos providenciar os tapumes para isolar os locais incendiados o quanto antes”, disse a responsável pela Pasta.

O prejuízo da Prefeitura com as salas destruídas não foi revelado na ocasião. Mais de 70 cadeiras e quase 40 cadeiras foram perdidos no incêndio. Ventiladores de teto, aparelhos de ar-condicionado e cinco armários também foram afetados.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PAINEL
 
 

Janot recorre e pede que STF decrete prisão de Aécio e Rocha Loures

Os dois já foram afastados do mandato por Fachin na última quinta-feira, quando foi deflagrada a Operação Patmos

Ed Alves/CB/D.A Press
 
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recorreu da decisão do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, que negou a prisão preventiva do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Janot pede que o ministro reconsidere a decisão ou leve com urgência o caso para o plenário, com intuito de que os 11 ministros da Corte analisem a possibilidade de prisão dos parlamentares.
 

Os dois já foram afastados do mandato por Fachin na última quinta-feira, quando foi deflagrada a Operação Patmos, com base nas revelações de empresários do grupo J&F em delação premiada. Segundo Janot, a prisão preventiva é "imprescindível" para garantia da ordem pública e instrução criminal, diante de fatos gravíssimos que teriam sido cometidos pelos parlamentares.

Aécio e Rocha Loures foram gravados por Joesley Batista em negociação de pagamento de propina pelo empresário. Depois, ambos foram alvos de ações controladas pela PGR. Um interlocutor de Aécio e o próprio Rocha Loures aparecem nas filmagens recebendo dinheiro em espécie.

Ao pedir a prisão dos parlamentares a Fachin, Janot apontou que a situação era "excepcional": "No tocante às situações expostas neste recurso, a solução não há de ser diversa: a excepcionalidade dos fatos impõe medidas também excepcionais".

Janot argumenta no recurso encaminhado ao STF que as gravações ambientais e interceptações telefônicas demonstram que Aécio e Loures "vêm adotando, constante e reiteradamente, estratégias de obstrução de investigações da Operação Lava Jato".

De acordo com a PGR, a prisão só não foi decretada no momento do flagrante do pagamento de propina para que os investigadores pudessem coletar provas ainda mais robustas contra os congressistas.

"Nesse sentido é importante destacar que a ação controlada requerida no bojo da Ação Cautelar 4315 não objetivou apenas monitorar o pagamento da propina destinada ao senador Aécio Neves, mas também os repasses de valores espúrios ajustados entre Joesley Batista, o presidente da República, Michel Temer, e o deputado Rodrigo Loures", afirma Janot.

Devido à influência e poder dos dois parlamentares, Janot considera que a liberdade dos dois pode gerar "uso espúrio do poder político" e "manter encontros indevidos em lugares inadequados".

Ao determinar o afastamento de Aécio e Rocha Loures do mandato, sem autorizar a prisão, Fachin já havia indicado que eventual recurso seria encaminhado ao plenário do STF.

O Supremo Tribunal Federal já prendeu um congressista no exercício do mandato em decisão unânime da 2ª Turma do Tribunal, quando foi decretada a prisão do então senador Delcídio Amaral.

Explosões em show de Ariana Grande, na Inglaterra, deixam mortos e feridos

As primeiras informações são de que, pelo menos, dois fãs morreram. A arena estava lotada de jovens e adolescentes acompanhados dos pais

Kevin Winter/AFP

Uma explosão após o show da cantora Ariana Grande deixou ao menos 19 pessoas mortas nesta segunda-feira (22/5), em Manchester, na Inglaterra. O show acontecia na Arena Manchester, onde cerca de 20 mil pessoas assistiam a apresentação da cantora norte-americana. O número de mortos ainda não é definitivo, uma vez que os bombeiros e policiais seguem fazendo o socorro das vítimas. Cerca de 50 feridos foram levados a hospitais da região.
De acordo com testemunhas, foram, pelo menos, duas explosões. Os relatos ainda são desencontrados. O barulho foi ouvido ao final do show da artista e causou pânico entre os fãs que ainda estavam no local. Uma representante da gravadora de Ariana disse à revista Variety que ela está "ok". Em sua maioria, o público era composto por jovens e adolescentes, muitos acompanhados dos pais. 
Horas depois da tragédia, as autoridades britânicas confirmaram se tratar de um atentado terrorista. 
 
O serviço britânico de trens bloqueou as linhas que saem da estação próxima à arena e a polícia da cidade pediu, através do Twitter, que as pessoas ficassem longe da região. 
A orientação é para que pessoas que não estejam em situação de absoluta gravidade evitem os hospitais da cidade, uma vez que o atendimento será direcionado, prioritariamente, às vítimas da explosão. 
 
Ariana tem shows marcados para acontecer no Brasil. Em 29 de junho, em São Paulo, e dia 1º de julho no Rio de Janeiro.
 
 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

JBS
Diversos

Secretário de Fazenda se defende e apresenta nota fiscal “vou processar a JBS”

Não tenho nada a ver com as alegações dessa delação. A prova da legalidade da venda que fiz de gado ao grupo JBS sãos as notas por mim emitidas junto com as Guias de Trânsito Animal (GTAs) e a Nota Fiscal de Entrada emitida pelo próprio frigorífico do grupo”, disse o secretário de Fazenda do Estado, Márcio Monteiro, citado na delação como suposto emitente de nota “fria” que comprovaria pagamento de propina. Por essa citação, Monteiro disse que já determinou a advogados apuração e ajuizamento de ação contra o grupo JBS por danos morais.

Márcio Monteiro reuniu as sete notas fiscais emitidas por ele sobre a venda de 140 cabeças de gado ao frigorífico do grupo JBS na Capital. Em cada uma das sete notas fiscais está anexada a respectiva e-GTA (Guia Eletrônica de Trânsito Animal) emitida pela Agencia Estadual de Defesa Animal e Vegetal (Iagro), referentes às reses embarcadas na Fazenda Imbirussu, em Jardim. Foram sete caminhões com 20 cabeças de gado cada, totalizando 140.

A comprovação da operação comercial “absolutamente normal e dentro da legalidade” está na Nota Fiscal de Entrada emitida pela JBS S/A, por meio de sua filial em Mato Grosso do Sul, na Avenida Duque de Caxias nº 7.255, Vila Nova Campo Grande, em Campo Grande. De acordo com a Nota Fiscal de Entrada emitida pela JBS, as 140 cabeças de gado comercializada por Márcio Monteiro resultaram em 35,7 toneladas de carne “destinada à industrialização”, operação pela qual o frigorífico pagou R$ 333.223,80.

O valor consta na relação de documentos entregue pelos delatores como pertencente a notas frias. Entretanto, as GTAs emitidas pela Iagro com data de 12 de dezembro de 2016, mesma data em que o gado foi embarcado, comprovam a veracidade da operação.

“Estou extremamente indignado. Como secretário nunca mantive qualquer relação com empresários desse grupo, apenas essa relação comercial com o frigorífico, uma venda esporádica absolutamente dentro da legalidade e com recolhimento de imposto. Recolhi R$ 1.571,00 ao Fundersul (Fundo Estadual de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul) e toda operação está contabilizada. Gado declarado, baixa das cabeças comercializadas na contabilidade e recebimento da venda na minha Declaração de Imposto de Renda”, enfatizou Márcio Monteiro.

Pecuarista há mais de 30 anos, Monteiro lembrou que a atividade é desenvolvida com seriedade há 100 anos por sua família. Ele destacou ainda que durante toda a sua carreira pública – como prefeito de Jardim, deputado estadual e deputado federal – nunca houve uma denúncia de desvio de conduta, daí sua indignação pela citação dos delatores.

“Fiz uma venda confiando na idoneidade do grupo empresarial, não sei por qual razão me envolveram nessa delação. Hoje sou parlamentar licenciado e secretário de Fazenda do Governo do Estado, mas minha atividade sempre foi a pecuária sem que nesses mais de 30 anos houvesse qualquer denúncia’, pontuou.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AMAMBAI

Abertas as inscrições para candidatos ao Conselho Tutelar em Amambai

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Amambai (CMDCA), informou que estão abertas as inscrições para candidatos a conselheiros tutelares. A eleição ainda será definida em edital, mas o processo para inscrição de candidato foi aberto nesta segunda-feira, dia 22, com encerramento previsto para o dia 2 de junho deste ano.

Conforme a presidente do CMDCA, Ana Tilde dos Santos Holsbalch, os candidatos a conselheiros tutelares devem fazer suas inscrições no período de 22 de maio a 2 de junho; serão submetidos a avaliações escrita e de informática no dia 18 de junho ; avaliação psicológica em 27 de junho.

Podem concorrer ao cargo os maiores de 21 anos, que comprovem com documentação que estão aptos conforme o edital. As inscrições poderão ser feitas na sala do CMDCA em anexo ao CREAS, na rua Marechal Deodoro, 724, centro de Amambai. Os interessados também poderão obter mais informações pelo telefone 3481-5000.

A presidente do CMDCA, Ana Tilde, disse que está fazendo a divulgação do processo eleitoral para que toda a sociedade de Amambai tome conhecimento e os interessados possam se inscrever para participar do processo. “Estamos divulgando para garantir a isonomia do processo para conselheiros tutelares, respeitando o artigo 37 da Constituição Federal que diz respeito a necessidade da divulgação oficial do ato para conhecimento público”, destacou.:

Fonte: Decom Assessoria Prefeitura 

13h56

DOF recupera em Amambai veículos que seriam levados para o Paraguai

Amambai (MS) – Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) recuperaram na tarde de sábado (20) por volta das 18h30, uma Nissan Frontier branca e uma Fiat Toro branca, ambas com placas falsas de Brasília, DF. Cinco homens foram presos e dois adolescentes apreendidos.

As prisões e apreensões ocorreram durante abordagens do bloqueio policial para fiscalização. Inicialmente três homens foram abordados em um veículo Voyage branco também com placas de Brasília, DF. Logo em seguida foram abordados os veículos anteriormente citados. Durante a checagem das placas constou que a Nissan Frontier tinha placas originais de Belém, PA e registro de Roubo/Furto em Águas Lindas de Goiás, GO e a Fiat Toro com placas originais e registro de Roubo/Furto em Brasília, DF.

O condutor do Voyage exercia a função de "batedor" repassando informações sobre bloqueios policiais aos dois condutores da Nissan Frontier e Fiat Toro. Os veículos seriam levados até Capitán Bado, Paraguai. No veículo Fiat Toro foi localizado um par de placas, de outra Fiat Toro, da cidade de Bela Vista do Maranhão, MA.

Os cinco homens e os dois adolescentes foram entregues, juntamente com os veículos na Delegacia de Polícia Civil de Amambai para os procedimentos legais.

LANÇADO PELO DETRAN MAIO AMARELO EM AMAMBAI
Diversos

C

Movimento maio amareloDepois do sucesso dos movimentos Outubro Rosa (em prevenção ao câncer de mama) e Novembro Azul (prevenção do câncer de próstata), vem aí o Maio Amarelo, cujo símbolo é um fitilho amarelo usado na lapela. Trata-se de um movimento internacional de mobilização e conscientização para a redução de acidentes e para um trânsito seguro em qualquer situação.

O objetivo é tornar o tema trânsito pauta diária durante todo o mês de maio e estimular, desta forma, a participação de toda a população, empresas, governos e entidades. Uma carta-convite já está sendo distribuída pelos organizadores do movimento aos representantes da sociedade organizada e poder público para uma ação coordenada de reflexão sobre um dos temas mais debatidos e que mais preocupa o país: as consequências e a redução dos acidentes de trânsito.

Movimento maio amareloA escolha pelo mês de maio justifica-se por se tratar de um mês histórico para a segurança no trânsito e um marco mundial para o balanço das ações realizadas em todo o mundo.

Foi no dia 11 de maio de 2011 que a ONU decretou a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011-2020), que tem como meta a redução de 50% dos acidentes no Brasil e no mundo. No Brasil, o número de mortes no trânsito no Brasil é de aproximadamente 23 por 100 mil habitantes. O horizonte da Política Nacional de Trânsito (PNT) para dezembro de 2014 é de reduzir este índice para 11 mortes para cada 100.000 habitantes.

Também é em maio realizada desde 2013 a Semana Mundial de Segurança do Pedestre, também chamada de Campanha Zenani Mandela, em memória da neta de Nelson Mandela, vítima fatal do trânsito na África do Sul em 2010, com apenas 13 anos.

O amarelo é em alusão à sinalização de advertência, que também simboliza atenção.

Os organizadores esclarecem que o Maio Amarelo não é uma campanha, mas sim, uma ação, um movimento do qual participam toda a sociedade organizada, toda empresa, ONG, entidade, associação, instituição, num mês em que se promovem ações de conscientização e, principalmente, debates em torno do trânsito seguro que se estenderão ao longo de todo o ano.

O site www.maioamarelo.com.br está em construção e em breve estará no ar com as principais informações e explicações sobre o movimento, para divulgar os seus parceiros e ações realizadas, para disponibilizar o material gráfico e com espaço para comentários e interação com a sociedade.

O movimento sugere e incentiva a divulgação da logo do Maio Amarelo no vidro traseiro de ônibus, adesivo autocolantes para capacetes de ciclistas e motociclistas, para automóveis e  para envelopamento da frota, além de camiseta com a logo do movimento e o uso do fitilho amarelo na lapela.

Em Blumenau, tenho a honra de compor como educadora de trânsito a comissão juntamente com representantes do poder público, Escola Pública de Trânsito, Corpo de Bombeiros, Associação Blumenauense Pró-Ciclovias e Associação dos Conselhos de Segurança dos 35 bairros da cidade.

Esperamos que em todo o Brasil se dê ao Movimento Maio Amarelo uma conotação diferenciada da que costumamos dar à Semana Nacional do Trânsito, em que se planejam apenas ações, campanhas, comemorações, palestras e trabalhos nas escolas, de forma descontextualizada das atividades e das reflexões do restante do ano.

Tanto na Semana Nacional do Trânsito quanto no Maio Amarelo, o ideal seria que nessas datas a sociedade se debruçasse em torno do assunto para rever o que fez de positivo ao longo do ano em relação ao trânsito e às campanhas educativas e preventivas, para melhorar o que deu certo e começar a fazer o que não fez.

Não é suficiente que o trânsito, os acidentes e suas consequências sejam lembrados somente em datas específicas como parte de uma sequência de eventos realizada dentro de um planejamento por datas comemorativas. Essas ações são importantes, mas acima de tudo, há que se sensibilizar e mobilizar a sociedade para uma reflexão e ações permanentes e efetivas ao longo de todo o ano.

A sociedade precisa compreender que trânsito é pauta permanente, diária, e que os acidentes já se tornaram epidemia, assunto de saúde pública. Ninguém sabe quem será a próxima vítima de um acidente de trânsito.

Mesmo que o poder público na sua cidade, no seu estado, dormite a maior parte do tempo e não invista em educação para o trânsito, mobilize-se, legitime o seu direito ao exercício da cidadania e da participação ativa, convoque e busque parcerias com a sociedade organizada.

Se não sabe por onde começar, busque o apoio das associações de moradores do seu bairro, dos Rotary Clube, dos Conselhos Comunitários de Segurança, do terceiro setor, das instituições, dos organizadores do Maio Amarelo. Convide o máximo de pessoas e entidades que puder, mas não fique parado!

Mais importante do que organizar um evento específico, precisamos manter acesa ao longo de todos os dias, de forma incansável, a chama da mobilização, do debate, do diagnóstico e da reflexão sobre a própria realidade, local e nacional, no que diz respeito aos acidentes e sobre o que podemos fazer para evitá-los. Afinal, tanto a redução da acidentalidade viária quanto a segurança no trânsito e a preservação da vida depende do total envolvimento da sociedade e dos entes do Sistema Nacional de Trânsito.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna

LANÇAMENTO EM AMAMBAI DO MAIO AMARELO NA SEXTA FEIRA, NA CAMARA MUNICIPAL COM TEATRO E PALESTRAS

.A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas em pé e área interna

GRUPO DE TEATRO DA E.E. FELIPE DE BRUM

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

POLICIA MILITAR DE AMAMBAI COM BOM TRABALHO DE SEGURANÇA

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e texto

CERIMONIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE AMAMBAI

A imagem pode conter: 1 pessoa

PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE AMAMBAI CARLOS NASCIMENTO

A imagem pode conter: 13 pessoas, pessoas sentadas

EQUIPE DO DETRAN COM BOM TRABALHO PROMOTORA DO EVENTO

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 1 pessoa

PREFEITO DE AMAMBAI DR BANDEIRA PRESENTE

A imagem pode conter: 1 pessoa

SENHORA LESCANO


 



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DIRETAS JA

HC acredita em queda de Temer e já articula sucessão com Jobim e PT

Segundo interlocutores, ex-presidente avalia que todos poderão se enfrentar na eleição de 2018, mas agora o momento é de união

© Nacho Doce / Reuters
Com agravamento da crise política no Brasil, após a delação da JBS, feita pelo empresário Joesley Batista, que envolveu nomes de peso da política nacional, inclusive o presidente Michel Temer, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso já entrou em contato com o ex-ministro e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Nelson Jobim, com o objetivo de articular uma sucessão controlada.

Segundo avaliou o tucano a interlocutores, Temer não vai se manter na Presidência até o fim do mandato e, por isso, defende um grande acordo entre todas as forças políticas.

Jobim, então, seria uma peça-chave, já que tem bom trânsito no meio, tendo comandado a Justiça, no governo de Fernando Henrique, e a Defesa, durante as administrações de Lula e Dilma Rousseff.

De acordo com informações de O Globo, um dos caciques do PSDB considera que, em 2018, todos poderão se enfrentar na eleição, mas que agora o momento é de união.

Com a possibilidade de eleição indireta, o nome de Jobim chegou a ser cogitado para conduzir o país, já que tem boa aceitação em várias alas da sociedade e dos partidos. Pesam contra, no entanto, o fato de ele ter enveredado pela iniciativa privada e assumido um cargo no alto escalão do BTG, banco de investimentos que foi alvo da Lava-Jato, o que o deixa em uma posição de “fragilidade”.

O ex-presidente também fez questão de reafirmar que o seu partido não pode “trair” Temer. No último sábado, Fernando Henrique ligou para o presidente, aconselhando o peemedebista a manter-se no cargo.

Ele também, ainda segundo O Globo, tem demonstrado preocupação com o seu próprio partido, depois de o senador Aécio Neves, presidente da legenda, ter sido flagrado em conversas com Joesley. Aécio está sendo acusado de corrupção e tentativa de obstrução da Justiça, e foi afastado do cargo por decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF).

CORRUPTORAS

A imagem pode conter: texto


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AZAMBUJA NO STJ

Investigado no STJ, Reinaldo pode ser afastado sem autorização da AL

Donos da JBS dizem ter repassado milhões ao governador

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) enfrenta desde a última sexta-feira (22) o que já pode ser considerada a maior crise desde que assumiu o comando de Mato Grosso do Sul, em 2015. O chefe do Executivo corre o risco de ser afastado do cargo pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) por até 180 dias ou até perder o direito de governar o Estado, caso processo de impeachment tenha andamento na Assembleia Legislativa.

Em delação à PGR (Procuradoria-Geral da República), donos da JBS revelaram que repassaram cifras milionárias ao governador em troca de benefícios fiscais. Segundo os delatores, Reinaldo recebeu R$ 10 milhões como doação oficial para campanha eleitoral e mais R$ 12 milhões que teriam sido repassados para o tucano por meio de notas frias. Desde 2015, o governo Azambuja concedeu R$ 1 bilhão em incentivos par ao grupo JBS.

As denúncias feitas pelos empresários e que comprometem o Governo do Estado, também nas gestões Zeca do PT e André Puccinelli (PMDB), podem refletir em processos de afastamento de Azambuja. Dois são os caminhos possíveis que podem levar a saída de Reinaldo do comando do Estado, um na esfera criminal e outro na cível.

Na criminal, uma das decisões cabe ao STJ, que se resolver acatar denúncia entregue na última sexta-feira pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), automaticamente afasta o governador do cargo pelo período de até 180 dias. Nesse intervalo, quem assumiria o Estado seria a vice-governadora Rose Modesto (PSDB).

Até o mês passado, esse tipo de procedimento para aceite de denúncia contra governadores no STJ só acontecia com aval das Assembleias Legislativas, que agora não têm mais poder de impedir as apurações. Tudo porque no início de maio o STF decidiu que não compete aos deputados autorizarem investigações contra os governadores.

Mato Grosso do Sul viveu situação que contou com “blindagem” da Assembleia Legislativa em 2009, quando 19 parlamentares votaram contra pedido do STJ para processar André Puccinelli, incluindo os deputados à época Marquinhos Trad e o próprio Reinaldo Azambuja.

O advogado constitucionalista André Borges disse à reportagem, no entanto, que o processo para que o governador se torne réu no STJ é longo, mesmo sem a Assembleia como parte do processo.

“Depois da denúncia entregue pelo Fachin ao STJ, será apurado tudo que foi protocolado. Depois o Ministério Público Federal irá avaliar se existem elementos que configurem prática de crime por parte do governador. Se houver, o MPF apresenta denúncia ao STJ, que notifica o governador para se defender. Uma sessão de julgamento é marcada para que se decida se a denúncia será aceita ou arquivada”, detalha Borges.

O artigo 92 da Constituição Estadual prevê que se houver aceite de denúncia por parte do STJ, ou seja, se Reinaldo Azambuja se tornar réu, automaticamente ele é afastado do cargo pelo prazo de 180 dias. Se não houver julgamento nesse período, o governador volta a assumir o cargo.

O constitucionalista afirma, ainda, que em razão da complexidade das etapas que precisam ser cumpridas até a decisão final do STJ, é possível que Azambuja termine seu mandato, em dezembro do ano que vem, sem que o processo tenha algum desfecho.

O impeachment

Em paralelo ao processo criminal, há outra movimentação que também pode ter como resultado o afastamento de Azambuja. Nesta segunda-feira (22), primeiro pedido de impeachment de Reinaldo foi protocolado na Assembleia Legislativa. O vereador Vinicius Siqueira (DEM) foi o autor do pedido.

Nesse caso, para que o processo de afastamento tenha andamento, o presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), precisa dar aval ao pedido. A partir daí, a Constituição do Estado prevê que os deputados votem se aceitam ou não instaurar o processo de afastamento.

Caso haja votos de dois terços do total de 24 parlamentares, ou seja, 16, o governador é automaticamente afastado do cargo também pelo prazo máximo de 180 dias. Nesse período, os deputados avaliam a conduta do chefe do Executivo no caso e podem decidir pela cassação definitiva do cargo.

O presidente Mochi passa por exames médicos nessa manhã, e não foi encontrado pela reportagem para comentar o pedido de impeachment. Mais cedo, Lídio Lopes (PEN) afirmou ao Jornal Midiamax que reunião deve ser marcada entre os parlamentares para decidir sobre possível ida de Azambuja na Casa para comentar as delações.

Outro lado

Reinaldo Azambuja marcou coletiva para a tarde de hoje, quando deve se defender do conteúdo revelado em delação dos donos da JBS. Nesta manhã, por meio da assessoria, afirmou que deu incentivo fiscais para o grupo com objetivo de gerar empregos e atrair investidores ao Estado.

A reportagem tentou contato com a PGE (Procuradoria-Geral da República) para detalhes sobre atuação do Estado nas apurações contra Azambuja, mas o procurador-geral Adalberto Miranda e a adjunta, Cristiane Dantas, não foram encontrados.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIM DE TARDE

Convocação de novas eleições pode vir antes do esperado

Caso o presidente Michel Temer seja cassado pelo TSE, a convocação de novas eleições pode ser marcada sem a necessidade de se aguardar a decisão definitiva da condenação.

Caso o presidente Michel Temer seja cassado pelo TSE, a convocação de novas eleições pode ser marcada sem a necessidade de se aguardar a decisão definitiva da condenação. O julgamento da ação que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, está marcado para os dias 6, 7 e 8 do mês que vem.

O TSE já teve esse entendimento, em novembro de 2016, em um caso do Rio Grande do Sul.

A corte julgou o recurso de um candidato com três condenações, que teve o registro negado para prefeito de Salto do Jacuí (RS).

Com isso, o Tribunal Regional Eleitoral local, do Rio Grande do Sul, convocou nova eleição suplementar para o município, após considerar inconstitucional a expressão "trânsito em julgado" prevista no parágrafo 3º do artigo 224 do Código eleitoral.

As informações são do Anuário da Justiça Brasil 2017, da editora ConJur. A publicação será lançada no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, no dia 31 de maio.

Reinaldo chora e diz que é vítima de vingança por não renovar incentivos a JBS

Governador chamou Wesley e Joesley de 'bandidos' e 'usurpadores'

FOTO: TOP MÍDIA NEWS - Reinaldo mostra que reduziu isenções à JBS

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) chorou, durante entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira (22) e diz que foi vítima de vingança por parte dos donos da JBS, que queriam renovar programas de incentivos fiscais para suas empresas no estado. A todo momento, o tucano chamou os delatores de 'bandidos' e 'usurpadores'. 

Reinaldo convocou a imprensa para esclarecer que 1.199 empresas em MS recebem isenções fiscais. ''Quer dizer que as 1.199 empresas que recebem benefícios tem de pagar propina?'', questionou o tucano. 

Acompanhado de todo o secretariado, inclusive de Márcio Monteiro, da Fazenda, também citado nominalmente nas delações, o governador explicou que algumas políticas de isenções foram mudadas, inclusive ajudaram a aumentar a arrecadação do Estado, que passou de R$ 40 milhões para R$ 73 milhões, somente nessa área. 

''A partir de 2015 vários termos de acordo  que estavam sem isonomia e sem enquadramento foram modificados pelo governo', lembrou Reinaldo. Alguns tiveram os benefícios mantidos e outros não foram renovados, apesar da 'pressão'', destacou. 

Após ter falado em vingança por parte dos empresários Wesley e Joesley Batista,  no início da entrevista, em dado momento Azambuja disse não querer acreditar que esse seria o motivo de ser citado nas delações que ganharam as capas de jornais no Brasil e no mundo. 

O governador lembrou que sempre recebeu toda a diretoria da J&F em seu gabinete e, inclusive, na semana passada conversou com Joanita, representante do grupo, mas sempre para discutir investimentos. Ele lembra que a empresa voltou a pedir reativação de isenções, mas o governo teria negado.  

Sobre a figura de Wesley Batista, responsável pelas delações da JBS que envolvem Mato Grosso do Sul, Azambuja não  poupou adjetivos contra os empresário. 

''Usurpadores, usufruíram de benesses e agora querem ter glória e mostrar que o crime compensa no Brasil', reclamou. 

Sobre sua estratégia de defesa, o governador disse que vai visitar a Assembleia Legislativa, o Ministério Público e o Tribunal de Constas para dar sua versão dos fatos. Sobre as notas frias, ele destacou que os pecuaristas vão apresentar o GTA (Guia de Transporte Animal) para rebater as acusações.

Sobre a possibilidade de ser investigado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) sem a necessidade de autorização da Assembleia Legislativa, Reinaldo disse  isso é uma prerrogativa da Corte e que apenas vai focar em sua defesa.  

''Todo cidadão tem direito a defesa. Eu sempre defendi isso e quero ter'', declarou emocionado. O governador encerrou a entrevista dizendo que só recebeu dinheiro da JBS - R$ 10,5 milhões - para a campanha política de 2014 e este valor foi repassado para o PSDB nacional. 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA TARDE

Motorista é preso pela Polícia Federal com 688 quilos de maconha em caixas de pizza

Ele contou que pegou a droga na Capital e levaria até o Rio de Janeiro

 

Motorista de 48 anos foi preso pela Polícia Federal na sexta-feira (19), em Jaraguari, depois de ser flagrado com 688 quilos de maconha escondidos em caixas de pizza e tambores de plástico. Caso foi divulgado hoje por autoridade policial. 

A Polícia Federal recebeu denúncia de que caminhão carregado com maconha sairia de Campo Grande com destino ao Rio de Janeiro. Os agentes encontraram o veículo estacionado na Rua Polônia, próximo à Avenida Gunter Hans e passaram a monitorar os suspeitos. 

Dois homens estavam no caminhão e receberam ordem de parada quando chegaram ao posto da Polícia Rodoviária Federal, em Jaraguari. No veículo foram encontradas várias embalagens de pizza. 

Os policiais decidiram levar o veículo e os suspeitos até a delegacia da PF, onde continuaram a vistoria da carga até que encontraram a droga. 

Aos policiais, o motorista contou que receberia R$ 20 mil para levar o entorpecente até posto de combustíveis do Rio de Janeiro. Ele disse ainda que o passageiro não sabia nada sobre o crime. Ele foi preso e será indiciado por tráfico de drogas. 

 

Pecuaristas de MS emitiram R$ 33,4 milhões em notas frias para o JBS

O ex-deputado estadual, Osvane Aparecido Ramos é um deles

Emissão de notas frias emitidas por pecuaristas de Mato Grosso do Sul para a empresa JBS somou R$ 33,4 milhões entre 2016 e 2017, segundo informações dadas pelos irmãos Joesley e Wesley Batista em delação premiada entregue à PGR (Procuradoria Geral da República). O documento foi divulgado na sexta-feira (19) pelo STF (Supremo Tribunal Federal) após homologação e mostra, que no Estado era comum a emissão de notas falsas pela compra de gado ou carne bovina, para justificar o pagamento de propina em troca de incentivos fiscais.

Conforme planilha divulgada pelos irmãos donos do JBS, as notas foram emitidas por nove produtores rurais do Estado além do frigorífico Buriti Comércio de Carnes. Entre eles estão ex-prefeitos, deputado estadual e secretário de Estado.

Segundo o Campo Grande News, o pecuarista Ivanildo da Cunha Miranda, que atuava no Estado arrecadando recursos para campanhas políticas, é citado pelo JBS de emitir R$ 5 milhões em notas frias em seu nome entre 11 de janeiro de 2016 e 5 de fevereiro de 2016.

A planilha ainda mostra que o secretário do governador Reinaldo Azambuja, Nelson Cintra Ribeiro, ex-prefeito de Porto Murtinho e presidente da Fundação de Turismo do Estado emitiu nota de R$ 296 mil no dia 3 de novembro de 2016. O atual secretário de Fazenda, Marcio Campos Monteiro emitiu uma nota de R$ 333 mil em 19 de dezembro de 2016.

O ex-prefeito de Dois Irmãos do Buriti e ex-deputado estadual, Osvane Aparecido Ramos tem em seu nome, nota de R$ 847 mil emitida em 3 de novembro de 2011. O deputado estadual José Roberto Teixeira (DEM) emitiu duas notas, em 16 de setembro e 28 de outubro de 2016, no valor total de R$ 1,692 milhão

Ainda conforme o Campo Grande News, a lista ainda conta com outros seis nomes, sendo o pecuarista Elvio Rodrigues que somou R$ 7,682 milhões entre 17 de agosto de 2016 e 19 de dezembro de 2016 em notas frias. Rubens Massahiro Matsuda emitiu uma nota de R$ 383 mil em 9 de novembro de 2016.

A Agropecuária Duas Irmãs Ltda emitiu nota no valor de R$ 886 mil. Em nome de Miltro Rodrigues Pereira no dia 16 de setembro de 2016 soma R$ 1,032 milhão. Em nome de Zelito Alves Ribeiro e Outro são três notas que somam R$ 1,758 milhão em 16 de setembro e 8 de novembro de 2016.

Por fim, Francisco Carlos Freire de Oliveira emitiu R$ 583 mil, em 3 de novembro de 2016. Os outros R$ 12,9 milhões em notas falsas de compras de carne bovina foram emitidas pela Buriti Comércio de Carnes, entre 10 de março de 2015 a 15 de julho de 2017.

Defesa

Em nota, o secretário Marcio Monteiro nega a prática ilícita e afirma que em 2016 vendeu gado aos frigoríficos da JBS, assim como fez com unidades de outras empresas, sendo o rebanho da fazenda que ele é dono em Jardim, há mais de 30 anos.

Ele ainda frisa que o gado está devidamente declarado à Receita Federal, assim como todo o seu patrimônio, não havendo ilegalidade. "Oportuno ainda esclarecer que não conheço os irmãos Wesley e Joesley Batista; nunca conversei ou encontrei os mesmos, e os desafio a provar os fatos alegados referente à minha pessoa".

Em resposta à reportagem, Nelson Cintra, afirmou que desconhece os termos da delação. Ele completa que ele vende gado para a JBS há vários anos e, prova disso, é que ele vai embarcar mais de 300 bois para abate no domingo (21), sendo que a nota fiscal foi emitida hoje. "São 144 da fazenda de Porto Murtinho e outros 180 de Caracol", frisou.

A assessoria do deputado Zé Teixeira disse que o parlamentar ainda não teve acesso aos documentos e, por isso, não vai comentar o caso. A reportagem do site da Capital não conseguiu contato com os demais envolvidos no caso.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

COMEÇOU
Economia

Vereador protocola pedido de impeachment contra Reinaldo Azambuja

Baseado em delações dos donos da JBS, parlamentar formalizou pedido hoje

Vereador de Campo Grande, Vinícius Siqueira (DEM), protocolou hoje, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o pedido de impeachment do governador do Estado Reinaldo Azambuja (PSDB). “Baseado em acordo de delação premiada dos donos da JBS, temos conteúdo de provas para onde o dinheiro foi e temos base jurídica para o impedimento”, disse o vereador. 

Independente de integrar o DEM, Vinícius declarou que entrou com ação como cidadão. “Sou independente de partido e de posicionamentos. Não vou me calar”. O vereador se referia ao deputado estadual e 1º secretário do Legislativo, Zé Teixeira (DEM), que já declarou fidelidade ao governador. “O Zé também foi citado na delação, ele está diretamente envolvido e não é porque ele é do meu partido que eu vou me calar”, disse Vinícius. 

Segundo o vereador, o protocolo de pedido de impeachment de Azambuja está baseado nos benefícios fiscais que o governador garantiu à JBS até o ano de 2028. “São, em média, R$ 1 bilhão de impostos que deixariam de entrar nos nossos cofres públicos”, disse Vinícius.

O parlamentar também alega que entrou apenas com pedido contra Azambuja porque o “acordo é novo”. “Os acordos passados equivalem a R$ 150 milhões que foram feitos com ex-governadores”, finalizou. 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA HORA

Caminhão boiadeiro carregado com 20 animais tomba na MS-141 em IVINHEMA

Pessoas ajudaram a resgatar os animais de dentro do caminhão

Pessoas ajudaram a resgatar os animais de dentro do caminhão. (Foto: Ivinotícias)

Um caminhão boiadeiro carregado com 20 animais tombou na rodovia MS-141, ontem (21), depois de o condutor perder o controle da direção próximo à ponte do Rio Guiray, entre os município de Ivinhema a Naviraí.

Segundo informações do site Ivinoticias, Claudionor Filho Lima Silva, de 49 anos, seguia com um caminhão Mercedes Benz L 1113 de Ivinhema para Naviraí, qundo perdeu o controle da direção em uma curva e tombou o caminhão.

O motorista foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Municipal com dores na perna esquerda, costas e ferimento na cabeça, mas consciente e orientado.

Pessoas que passaram pelo local ajudaram a retirar o gado que ficou preso na carroceria do caminhão. A policia militar rodoviária da base operacional de Amandina esteve no local para registrar o acidente de transito

PSDB convoca reunião de emergência para discutir se continua com Temer

Parte dos dirigentes da sigla defende, nos bastidores, uma articulação rápida para que Temer deixe o poder.

.Tasso Jereissati, presidente nacional do PSDB (Foto: UOL)

O PSDB, principal partido aliado de Michel Temer (PMDB-SP), convocou uma reunião de emergência da cúpula do partido para este domingo (21), em Brasília, para discutir se mantém seu apoio ao governo.

Diante do agravamento da crise provocada pelas acusações feitas contra o presidente por executivos da JBS, o partido decidiu antecipar as discussões sobre a continuidade de sua aliança com o peemedebista.

Parte dos dirigentes da sigla defende, nos bastidores, uma articulação rápida para que Temer deixe o poder, com a construção conjunta entre partidos aliados de uma candidatura para a eleição indireta que seria convocada nesse caso.

O presidente nacional do DEM, o senador Agripino Maia, também vai participar da reunião. O PSDB e o DEM têm um acordo: só decidirão deixar o governo Temer se o fizerem em conjunto.

O PSDB ocupa quatro ministérios no governo (Cidades, Relações Exteriores,Secretaria de Governo e Direitos Humanos), e dá sustentação a Temer no Congresso com 47 deputados e dez senadores. Trata-se do maior aliado do PMDB na coalizão governista.

Alguns deputados já manifestaram abertamente o desejo de deixar o governo imediatamente. No Senado, há cautela: o cenário traçado é o de convencer Temer a renunciar ou pressionar o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que casse o mandato de Temer.

Na quinta-feira (18), o ministro Bruno Araújo (Cidades) chegou a comunicar à cúpula do partido que entregaria o cargo, mas foi demovido. Temer recebeu, então, os tucanos que integram seu governo e pediu que eles mantivessem seu apoio em nome da estabilidade econômica e política.

As revelações de detalhes das delações do empresário Joesley Batista, entretanto, ampliaram a instabilidade do governo e reacenderam no PSDB as conversas em torno de um cenário de sucessão imediata de Temer.

Os principais caciques do partido têm consultado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sobre o assunto. Na quinta-feira, ele chegou a publicar nota em que defendia a renúncia de Temer.

Naquele mesmo dia, o peemedebista e o tucano conversaram por telefone. FHC revelou preocupação com o cenário político, segundo relatos de dois aliados, mas admitiu que a sugestão de renúncia fora precipitada.

DESEMBARQUE

Partidos da base de Temer já começaram a dar sinais de desembarque do governo. No sábado (20), a cúpula do PSB decidiu pedir a renúncia do presidente para "acelerar a solução da crise de governabilidade já instalada". O partido já assinou também um pedido de impeachment do peemedebista.

A sigla, na prática, integra a base aliada por ter um de seus quadros no comando do Ministério de Minas e Energia, o deputado Fernando Filho.

O PPS decidiu manter o apoio a Temer, mas o ministro Roberto Freire pediu demissão da pasta da Cultura. Na quinta-feira (18), o PTN havia anunciado o rompimento com o governo.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

17 10h53

Mesmo debaixo de chuva, 2º Encontro de MTB aconteceu em Amambai

 Nem mesmo a chuva e o frio desanimaram os cerca de 160 ciclistas que participaram do 2º Encontro Interestadual de Mountain Bike, organizado pela Associação dos Ciclistas Amambaienses (ACA), que aconteceu em Amambai nesse domingo (21).

A largada aconteceu no Clube Millionários e o encontro foi composto por dois percursos, um de 30 KM e um de 60 KM em estradas rurais, em meio a natureza. A chuva e o frio tornaram os percursos ainda mais cheios de emoção e adrenalina.

Durante o almoço, que era parte da programação do evento aconteceu sorteio de brindes aos participantes, entre os brindes estava uma bicicleta, que teve Ivamy Amancio de Souza como contemplada. Ela conta que participa dos eventos de MTB há pouco tempo, mas que ficou muito satisfeita com o prêmio.

"Eu não pratico o MTB há muito tempo, este é apenas o 3º encontro participo e eu gostei muito, estou muito feliz com o prêmio", disse a ciclista.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PARAGUAY
Economia

Paraguai destrói 125 toneladas de 
maconha na fronteira com MS

Prejuízo causado ao tráfico internacional supera 3,7 milhões de dólares

Operação conjunta entre a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai, as forças armadas e o Ministério Público culminou na destruição de 125 toneladas de maconha no Departamento (Estado) de Amambay, na fronteira com Mato Grosso do Sul.

Segundo nota divulgada hoje, o prejuízo causado ao tráfico internacional de drogas supera os 3,7 milhões de dólares. Os materiais apreendidos foram incinerados.

Patrulhas terrestres e aéreas participaram dos trabalhos de reconhecimento. As ações, que duraram três dias, se concentraram na zona rural das colônias Maria Auxiliadora e Santa Clara, distritos de Pedro Juan Caballero, a menos de 50 quilômetros do Brasil.

Foram derrubados 45 acampamentos com 77,7 toneladas de plantações de maconha (26 hectares), 46,5 toneladas de folhas picadas e 825 quilos de tabletes prensados.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FORA TEMER
Diversos

OAB vai protocolar pedido de 
impeachment de Michel Temer

Carlos Marun (PMDB-MS) foi defensor do presidente em procedimento

O Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) decidiu na madrugada deste domingo (21) apoiar o impeachment do presidente Michel Temer e formular pedido a ser protocolado na Câmara dos Deputados.

Formado por bancadas com representantes dos 26 Estados do país e o Distrito Federal, o Conselho decidiu fazer uma reunião extraordinária, na sede da instituição, em Brasília, diante dos fatos da última semana.

Antes das deliberações deste sábado, a maior parte das bancadas já havia se posicionado pela cassação do presidente.

Em geral as bancadas expressam a opinião das seccionais da OAB nos estados. Ao todo, 25 bancadas decidiram pelo impedimento do presidente. O Amapá votou contra. Acre não compareceu.

A sessão que decidiu pelo impedimento durou cerca de oito horas. O pedido deve ser protocolado na próxima semana. O presidente Michel Temer já possui ao menos oito pedidos de impeachment protocolados na Câmara.

A OAB montou uma comissão com quatro conselheiros para analisar os documentos divulgados na última quinta-feira pelo STF (Supremo Tribunal Federal), sobre a delação dos irmãos Batista, donos da JBS. A delação serviu de base para abertura de inquérito contra o presidente no STF.

No início da tarde, o presidente Temer discursou à nação e buscou descreditar o delator. Alguns advogados já ocupavam o plenário e assistiram a fala de um computador.

O relator da comissão, Flavio Pansieri (PR), leu o relatório em que se considerou que houve crime de responsabilidade cometido pelo presidente no trecho da conversa com o empresário Joesley Batista, em que o delator diz ter sob seu controle dois juízes e um procurador da Lava Jato.

Ele também cita receber informações vazadas da força tarefa, além de pedir favores do governo na área econômica.

Nesse último caso, o presidente diz para o empresário procurar o deputado Roberto Loures (PMDB), mais tarde preso com malas de dinheiro pagas pela empresa.

Os conselheiros entenderam que o presidente se omitiu de denunciar os crimes que ouviu naquela reunião. Temer teria, portanto, prevaricado.

Diz o relatório que é crime de responsabilidade "omitir-se do dever legal de agir diante de um crime". "Omitir-se de prestar informações, pela influência do cargo, o que lhe é exigido pela conduta", disse Pansieri.

O relator também cita o fato de o encontro ter ocorrido sem registro, seguindo "protocolo inabitual".

Ele citou como agravante o fato de Joesley ser dono de empresa investigada em ao menos cinco operações da Polícia Federal.

O relator questionou a "qualidade do interlocutor" e avaliou que o caso correspondeu a "temerária atitude da maior autoridade do país".

DEFESA

Assim como no processo de Dilma Rousseff, em que a OAB decidiu também pelo processo de impeachment, houve espaço para a defesa de Temer no Conselho da OAB.

O deputado Carlos Marun, líder do PMDB e advogado de formação, defendeu o presidente oralmente. Ele desqualificou as provas levantadas pela PGR (Procuradoria Geral da República) e citou reportagem da Folha que revela ter havido cortes no áudio divulgado.

Marun pediu mais prazo aos advogados, que eles aguardassem a avaliação de peritos oficiais antes de darem sua decisão.

Ele classificou o inquérito como complô e lembrou que o delator recebeu o direito de deixar o país, além de ter lucrado com operações cambiais com o resultado da alta do dólar como consequência da divulgação do teor das investigações.

Ele também criticou o fato de o delator ter tido o auxílio, por meio do escritório de advocacia que o atende, de um procurador que atuou em processos na Lava Jato e não teria respeitado a quarentena.

"Esses fatos são graves e poderão impedir a instrução do inquérito", disse. "Quem fez a delação está passeando".
O advogado de Temer, Gustavo Guedes, disse que a defesa do presidente não teve tempo para ler o relatório da OAB e pediu maia prazo para a defesa.

Os conselheiros demoraram seis horas para decidir por não conceder o direito. Em seguida os advogados passaram a debater o mérito. A ideia no início do dia seria aprovar o impeachment e depois deliberar se haveria a defesa pela Ordem de eleições diretas ou indiretas em caso de impedimento.

HISTÓRICO

A OAB é a maior entidade da sociedade civil do país. Foi ela que, ao lado da ABI (Associação Brasileira de Imprensa), protocolou o pedido de impeachment de Fernando Collor de Mello, em 1992.

Na ocasião, os conselheiros e advogados da Ordem caminharam da sede da instituição em Brasília até a Câmara, em percurso de 2,6 quilômetros.

Os conselheiros entenderam que o presidente havia cometido crime de responsabilidade e o pedido da Ordem foi o que balizou a abertura do processo na Câmara.

O Conselho também aprovou pedido de impeachment de Dilma Rousseff, em março de 2016. À época, 26 das 27 bancadas entenderam que a presidente havia cometido crime de responsabilidade por dois motivos– tentativa de obstrução da Justiça e descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal.

No caso do impedimento de Dilma, porém, o pedido admitido pela Câmara não foi o formulado pela OAB, mas o dos juristas Miguel Realle Júnior e Janaína Paschoal.

O Conselho já se reuniu para avaliar pedidos de impeachment de todos os presidentes democraticamente eleitos depois da redemocratização.

Lula e Fernando Henrique Cardoso tiveram impeachment rejeitado pelo Conselho da Ordem, que decidiu não apresentar seus pedidos, como fizera com Collor e mais tarde com Dilma.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

LIGAÇÕES PERIGOSAS

Marido flagra esposa na casa do amante e esfaqueia casal

No Mário Covas

Traição amorosa terminou com duas pessoas esfaqueadas no inicio da tarde deste domingo (21), no Residencial Mário Covas, em Campo Grande. O marido de 29 anos flagrou a esposa de 57 anos na residência de seu amante de 39 anos.

As vítimas foram socorridas por testemunhas e levadas para a Santa Casa da Capital. A mulher foi esfaqueada duas vezes pelo marido e o amante quatro vezes. Aos policiais, a mulher disse que estava na residência de seu ‘namorado’, quando foi surpreendida pelo marido.

Depois de esfaquear o casal, o autor fugiu em um veículo Fiat Uno em direção à residência de sua mãe, segundo a vítima. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, violência doméstica.

Esposa flagra ligações ‘estranhas’ no celular do marido e o agride com socos

Autora ameaçou matar marido

O flagra de ligações ‘estranhas’ no celular do marido de 24 anos acabou em agressões e ameaças de morte de uma mulher de 30 anos, na cidade de Dourados distante 225 quilômetros de Campo Grande.

Por volta das 21 horas deste sábado (20), a polícia foi acionada por causa de uma briga de casal, onde o marido teria sido agredido pela mulher. Ela flagrou conversas no aparelho celular da vítima e desferiu socos no seu rosto e quebrou o celular do marido jogando o contra ele.

A vítima ficou com várias lesões e ferimentos na boca. Na delegacia ele disse que a mulher ameaçou matá-lo. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, violência doméstica.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FLAVIA

Filha de Nelson Rubens bomba com dicas fitness na web

Resultado de imagem para flavia botega

Pouca gente sabe, mas o apresentador Nelson Rubens tem uma filha que faz bastante sucesso fora do meio artístico. Flávia Botega, de 33 anos, é a mais nova musa fitness do pedaço. A loira, que é casada e tem dois filhos, é dona de um perfil no Instagram sobre dicas de bem-estar, saúde e mundo fit.

Cerca de 215 mil pessoas já acompanham as postagens da filha do apresentador do "TV Fama".

Em seu perfil no Instagram, Flávia Botega (@flablabla) se descreve como uma amante do mundo fitness e da yoga. E é fácil entender como a paixão pelo bem-estar e os cuidados com o corpo fazem parte do dia a dia da filha de Nelson Rubens.

Com quase duas mil publicações na rede social, a musa fitness não passa um dia sequer sem exibir as curvas na internet e dar conselhos para seus seguidores.

Resultado de imagem para flavia botega

Resultado de imagem para flavia botega

Resultado de imagem para flavia botega

Imagem relacionada

Após perder Miss Bumbum 2016, filha de Gretchen torna-se evangélica

Ex-dançarina freqüenta a igreja Bola de Neve, em Curitiba

Jenny Miranda, filha de Gretchen e ex-integrante do corpo de baile de Mr. Catra, deu uma reviravolta na sua vida. Ela tornou-se evangélica depois de se candidatar ao Miss Bumbum 2016 e frequenta, atualmente, a igreja Bola de Neve, em Curitiba.

O culto também é requentado pelo noivo de Jenny, o jogador de futebol Arthur Jesus. "Decidi aceitar Jesus. Foi uma das melhores escolhas que fiz na minha vida. Meu noivo é convertido e frequentava a igreja Batista, mas estava afastado", contou ao colunista Léo Dias, do jornal O Dia.

Em abril, Jenny foi pedida em casamento pelo noivo, que organizou uma festa surpresa para pedir a mão da modelo. O casal já vive com a filha de Jenny, Anna Beatriz.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1680 páginas.
Fotos

Nova pagina 2


Notícias

Domingo, maio 21
· FIM DE TARDE
· PLANTÃO
· CAFE DA MANHÃ
Sábado, maio 20
· PARABENS
· PLABTÃO
· NOTA FRIA
· STF
· LANÇADO PELO DETRAN MAIO AMARELO EM AMAMBAI
· DUPLA
· MAUS POLITICOS VENDERAM O BRASIL PARA JBS
Sexta, maio 19
· NOTA DO ZECA DO PT
· ANDRÉ E REINALDO
· CONEXÃO INTERNACIONAL
· PAINEL
· DA TARDE
· MS
· JBS
·
· PLANTÃO
Quinta, maio 18
· CASO TEMER
· -E OROIBIDO...
· MISTERIO
· FIM DE TARDE
· ENEM
· AMAMBAI
· DA TARDE
· JUSTIÇA
· FIQUE SABENDO
· NOVA ELEIÇÃO
· PONTA PORÃ

 Calendario de Eventos
Maio 2017
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31  

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!

Image and video hosting by TinyPic




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB