Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
7999580
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




CEMITERIO DE POLITICOS NO MS
Diversos

Duas vagas remanescentes de Zeca no TCE são disputadas por três ligados a Puccinelli

Aumentar texto Diminuir texto

Juliene Katayama

As duas últimas vagas da 'era Zeca do PT' no TCE (Tribunal de Contas do Estado) estão sendo disputadas por três pessoas ligadas ao atual governador, André Puccinelli (PMDB). A primeira vacância será do conselheiro Cícero de Souza, que se aposenta no mês vem, e deve ter substituto indicado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Para a vaga de Cícero, que completa 70 anos, o nome mais cotado vinha sendo do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB). No entanto, o cenário político mudou e o peemedebista se desvinculou do partido para apoiar o petista Delcídio do Amaral, que disputou o governo do Estado – e, por conta disso, nos bastidores já há quem diga não ser 'tão certa' a indicação do parlamentar.

Depois da declaração oficial de vacância, por parte do TCE, os interessados devem conseguir assinatura de oito deputados para validar o nome na concorrência. Se tiver mais de um interessado, é feita uma sabatina e, depois, a votação.

A outra vaga é do conselheiro José Ricardo Pereira Cabral, que se aposentaria compulsoriamente. Ele, que tomou posse em 2006, completará 60 anos em maio do ano que vem – a antecipação de sua saída seria para nomear o deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR).

Isto porque, em 2011, o parlamentar seria nomeado na cadeira da conselheira Celina Jallad, que faleceu por causa de um aneurisma da aorta abdominal. Mas, a então senadora Marisa Serrano entrou na disputa e venceu.

Na época, Arroyo disse que questionaria a votação na Justiça. No fim das contas, acabou aceitando o resultado, supostamente com a promessa de que a próxima vaga seria a dele.

A estratégia de incluir a ex-tucana na disputa foi de fortalecer o grupo político de Puccinelli para as eleições de 2012, principalmente com relação à Prefeitura de Campo Grande. O plano não deu muito certo, já que o indicado pelo PMDB, deputado federal Edson Giroto (PR), perdeu a eleição.

Licenciado da legislatura para tocar a Secretaria Estadual de Obras, Giroto é um dos nomes que também estaria na disputa por uma cadeira no TCE. Ele abriu mão de disputar a reeleição, mesmo tendo sido o deputado do Estado mais votado em 2010.

Na época da desincompatibilização, Giroto preferiu permanecer a frente da Secretaria do Estado de Obras. Como argumento, Puccinelli disse que precisava de um de seus principais escudeiros na reta final de governo, para ajudá-lo a finalizar os projetos.

Publicamente, pouco fala-se sobre a disputa por vagas no TCE. Os políticos costumam articular estas indicações pelos bastidores - perguntado sobre o assunto na quarta-feira (29), por exemplo, o presidente da Assembleia esquivou-se: "só Deus sabe".

Além do poder de analisar e julgar procedimentos referentes ao uso de verbas públicas, conselheiros do TCE fazem jus a um salário mensal de R$ 26,5 mil, segundo dados disponíveis para consulta no site do órgão.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AGORA É SÓ PROTEGER
Diversos

Rios e lagos de Amambai são nomeados e entram para enciclopédia das Águas

A Prefeitura de Amambai receberá na sexta-feira (31) a Enciclopédia das Águas de Mato Grosso do Sul, livro este que contém o registro de centenas de nascentes, rios, lagos e lagoas que compõem o mapa aquático do Estado.

Através do funcionário municipal Cleberson Ávila do Amaral, a prefeitura de Amambai realizou a catalogação dos rios, lagos e lagoas situadas ao redor do município, registrando e nomeando todos aqueles encontrados na região.

De acordo com Cleberson Ávila, foram nomeados cerca de 15 rios. “O critério utilizado para nomear os rios e lagoas foi o de como eles são conhecidos popularmente, como é o caso do Córrego do Parque da Cidade e da Lagoa da Prata, situada em área rural”. Famílias tradicionais do município também foram homenageadas. “Alguns rios receberam como nome, sobrenomes tradicionais em Amambai, como é o caso dos Rios Corrêa, Lacerda, Sandre, Amaral, entre outros”, explica.

Serão impressas mil unidades do livro, que é elaborado pelo Governo do Estado, através da Fundação de Cultura de MS, a Empresa de Saneamento de MS e o Instituto Histórico e Geográfico de MS. O exemplar entregue à Prefeitura Municipal de Amambai conterá um DVD. A obra será distribuída para bibliotecas e estabelecimentos educacionais e culturais de todo o Mato Grosso do Sul.

Para construção da enciclopédia (a primeira do tipo no Brasil), foram reelaboradas as 152 cartas topográficas do Estado, a mais recente datada de 1976, além de todo o contexto histórico de dos rios, que foram analisados.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIIM DE SEMANA
Diversos

 

Programação alusiva ao Dia do Servidor

A Prefeitura Municipal de Amambai organizou uma programação especial em comemoração ao Dia do Servidor Público, comemorado oficialmente em 28 de outubro. A data celebra o profissional que trabalha nas mais variadas áreas do Poder Público, seja em hospitais, escolas, secretarias, postos de saúde e demais repartições públicas.

A programação está dividida em dois dias. Hoje, quinta-feira (30), os servidores estão convidados a participar de uma palestra show devocional com o tema “Servidor: uma honra, um privilégio servir”, proferida pelo professor e secretário municipal, Willians Fernandes. Na sexta-feira (31) será realizado na AABB (Associação Atlética Banco do Brasil) o Baile do Servidor, com início às 21 horas.

O município de Amambai possui cerca de 1600 servidores, entre professores, administrativos, estagiários e demais profissionais, ligados à Prefeitura Municipal. A festa será oferecida pela administração municipal para os servidores públicos municipais, cônjuges e familiares.

Circuito de Vôlei de Praia

A Rádio Auxiliadora FM, em parceria com a Prefeitura de Amambai, através da Fundação de Desporto e Cultura (Fundesc), está promovendo o Circuito Vôlei de Praia em Amambai. O evento está sendo organizado pela empresa A4 Sports e Harrison Leite.

O circuito é dividido em duas categorias, sendo elas: Naipe Masculino e Feminino. Para a categoria masculina há 16 vagas e para a feminina oito vagas.

A premiação na categoria masculina para o primeiro lugar é de R$ 1.000,00, para segundo lugar R$ 500,00 e terceiro lugar R$ 100,00. Já na categoria feminina, o primeiro lugar recebe R$ 600,00, o segundo lugar R$ 300,00 e o terceiro lugar R$ 100,00.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (67) 9292-2289, bem como todas as informações ou dúvidas podem ser sanadas neste contato.

Cavalgada em Naviraí

Os cavaleiros que pretendem participar da 2ª Cavalgada da 25ª Exponavi têm até 3 de novembro para apresentar a coleta de sangue para exames de sanidade animal dos cavalos que vão fazer o percurso. O evento integra as comemorações da Exposição Agropecuária de Naviraí, que acontece entre os dias 7 e 11 de novembro, alusiva a festa de 51 anos de emancipação política e administrativa do município.

A cavalgada acontece no dia 8 de novembro e a expectativa da organização é reunir mais de 700 cavaleiros. O percurso terá início nos altos da avenida Amambai, nas proximidades da AABB, passando por algumas ruas da cidade indo até o Parque de Exposição.

A 2ª Cavalgada da 25ª Exponavi é uma realização da Prefeitura Municipal de Naviraí, através da Fundação Cultural e da Gerência de Desenvolvimento Econômico.

2º Encontro dos Acordionistas

Os gaiteiros de Amambai e da região estarão reunidos mais uma vez para uma apresentação no Palladium Buffet Clube, localizado na cidade de Amambai.. O evento é organizado pelo promoter Léo Francis, que por meio desta promoção busca reunir os talentos musicais em um momento de lazer para a população.

A festa será entre os dias 8 e 9 de novembro, com show no sábado à noite, a partir das 22 horas e sorteio de prêmios na tarde de domingo, a partir das 14 horas.

O preço da cartela do bingo, onde serão sorteados uma televisão de 29 polegadas, um DVD, um fogão de quatro bocas e uma máquina tanquinho é de R$ 10,00. A entrada para o show também é de R$ 10,00. Para mais informações entre em contato pelo número: (67) 9639-7554.

Taj Mahal chega a Dourados em novembro

A Taj Mahal estará em Dourados no dia 8 de novembro no Parque de Exposições João Humberto Andrade de Carvalho. Além de ‘bombar’ com músicas no estilo dance e eletrônica, a boate oferece uma estrutura completa, com Dj’s se revezando no palco e iluminação com diversos recursos, além de som digital, sofás, bares, banheiros químicos, decoração, camarotes e bilheterias.

Entre as atrações estão a Female Angels, mulheres ousadas, bem relacionadas e, acima de tudo, com uma habilidade inquestionável nas pick-ups e, Doppler 4 Live, uma experiência única que combina Dj, guitarra, sax, percussão e um live vocal, todos unidos em perfeita harmonia e ousadia.

Também se apresentam na noite o Dj Guilherme Paiva, que apresenta o melhor do house music mundial; Dj Thiago Serro e o Dj Mascarado Who Mask.

Em Dourados, os convites estão à venda na Ilha do Açaí, Tabaco & Cia (Shopping) e Gugu Lanches. Há opções de pista e camarote, ambos open bar. É proibida a entrada de menores de 18 anos. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3032-0139.

Trio Nordestino anima Festsol dia 9 em Dourados

O Trio Nordestino, que tem mais de 55 anos de estrada e está na terceira geração de forrozeiros, será a principal atração na Festa da Carne de Sol (Festsol), que acontece no dia 9 de novembro, em Dourados.

Organizado pelo Centro de Tradições Nordestinas (CTN), o Festisol está na sua 14ª edição e terá ainda como atrações os grupos Terra Seca e Cheiro da Terra. A festa acontece no Salão Maior no Clube Indaiá, das 11 às 18 horas, mas o almoço típico nordestino será servido das 11h30 às 14 horas.

O almoço terá no cardápio pratos como carne de sol assada, carne seca na abóbora cabotiã, baião de dois com feijão de corda, farofa de cuscuz, sarapatel, salada verde e arroz branco. A exemplo das edições anteriores, será servido apenas no local e quem adquirir os convites deverá levar talheres. A bebida será vendida à parte.

Exponavi

Com uma expectativa de reunir 10 mil pessoas da região, se revezando nos cinco dias de evento, que será realizado no Parque de Exposições, a Fundação Cultural da Prefeitura de Naviraí, intensifica preparativos para a feira que comemora o aniversário do município. Os shows nacionais e o rodeio , além de ingressos a preço populare, são os grandes atrativos da festa

Os shows ficam por conta das duplas sertanejas Fernando e Sorocaba, no dia 7 de novembro, abrindo a festa; Thaeme e Thiago e Gustavo Mioto, no dia 8; do cantor romântico Amado Batista no dia 9; Bruninho e Davi no dia 10 e no dia 11, último dia do evento, o show é gospel com David Quinlan.

O rodeio em touros da XXV Exponavi oferece este ano um carro 0 kM ao campeão, além de prêmio em dinheiro aos primeiros colocados. A locução deste ano ficará por conta de: Almir Cambra; Marcio Alexandre; Adriano Duarte; Fagner Rangel; Jho Jho Barreiro e Ricardo Martins. fonte  amambai moticias


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

SAUDE
Diversos

 

País registra 789 casos de chikungunya, segundo Ministério da Saúde

O Brasil já registrou 789 casos de febre chikungunya transmitidos dentro do país, segundo dados divulgados hoje (29) pelo Ministério da Saúde. Três estados apresentaram casos da doença, que tem os mesmos vetores e sintom [A] s da dengue.

Desses casos, chamados de autóctones, 330 foram registrados no município de Oiapoque (AP). Na Bahia foram registrados 371 casos em Feira de Santana, 82 em Riachão do Jacuípe, dois em Salvador, um em  [A] lagoinha, um em Cachoeira e um em Amélia Rodrigues.

Também foi registrado um c [A] so em Matozinhos (MG), além de 39 pessoas que tiveram o diagnóstico da doença, mas foram contaminadas fora do país.

Na maioria dos casos de febre chikunguny [A] , o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica.

Segundo o Ministério da Saúde, para evitar a transmissão do vírus, é fundamental que  [A] s pessoas reforcem as ações de eliminação dos cri [A] douros dos mosquitos.  [A] s medidas são as mesmas para o controle da dengue, ou sej [A] , evitar água parada.

Jovem de Nova Alvorada do Sul garante que emagreceu 90 kg em 6 meses com 'ajuda de melancia'

O ponteiro já havia ultrapassado os dois dígitos há muito tempo e pesar menos que 100 quilos parecia algo muito distante para quem marcava 167 na balança. Mas, cansado de não encontrar roupas e nada que lhe servisse, Giovany Barreto Moya, de 15 anos, decidiu dar fim aos quilos a mais.

Querendo um resultado para ontem, o jovem de Nova Alvorada do Sul não procurou médicos, nutricionistas e nada do que é recomendado para emagrecer. Mas, diz o jovem, tinha o essencial: muita força de vontade. “Na escola não tinha uniformes que me serviam, eu ficava irritado com tudo aquilo. Todos de uniforme menos eu, aí resolvi fazer uma dieta”, diz.

Apesar de afirmar que não se sentia mal com os quilos a mais, confessa que não era fácil ouvir brincadeiras em relação ao peso o tempo todo. “Nunca me senti mal, eu até brigava com a minha mãe que falava para eu fazer dieta. Só me incomodava quando as pessoas tiravam sarro”, diz.

Mas hoje, com 87 quilos a menos, mais do que o peso atual – 80 quilos – ele diz que não só se sente melhor como acredita ser um exemplo para outras pessoas que também querem emagrecer. “Agora me sinto muito bem, qualquer roupa me serve. E acredito que minha história pode ser inspiradora pelo fato de jovens, adolescentes acreditarem que podem sim. É só ter força de vontade, e não precisa ser na segunda-feira pode ser na quarta igual eu fiz”, brinca.

A grande aliada

A mãe foi a grande incentivadora, mas a aliada mesmo para o desespero na hora da fome foi a melancia. Giovany diz que nos intervalos das refeições comia muita melancia para aguentar a fome. A fruta, por ter muita água, dá aquela sensação de estômago cheio e tem pouca caloria. “A melancia foi minha aliada”, diz.

Antes do início da dieta, ele afirma que comia lanches, pizzas e tomava dois litros de refrigerante por dia. Hoje, come de tudo, mas não tudo. “Comia muito mesmo, quando comecei a dieta , eu exagerei um pouco. Comia bem pouco. Comia quase que só melancia nos intervalos do almoço e do jantar. Agora a minha alimentação está normal. Como de tudo, mas não tudo”, pontua.

Nos fins de semana se dá ao luxo de comer lanches, mas com moderação.

Exercícios

Outro ponto que foi fundamental para enxugar os quilos extras foi à adesão aos exercícios físicos. “Quando comecei a dieta, me lembro até hoje, foi em uma quarta-feira e eu ia à academia às 5 da manhã. No primeiro mês eliminei 32 quilos e me animei ao a ver diferença”, conta.

Os exercícios se mantêm na rotina, mas agora o processo é para manter as conquistas.

Sobre as vezes anteriores que não conseguiu emagrecer, Giovany é enfático: a diferença das outras vezes, é que antes minha mãe me levava e queria que eu fizesse a dieta e agora foi porque eu quis, eu tomei a iniciativa, diz, como um vencedor.

Cigarro agride as cordas vocais e deixa a voz grossa

Entenda como o tabagismo interfere no funcionamento vocal

Os efeitos negativos do cigarro sobre a voz e sobre a saúde da laringe como um todo são inegáveis. O ato de fumar está associado a alterações na qualidade vocal, irritações da laringe, câncer e outras alterações dos tecidos.

Apesar do aumento das políticas públicas que visam combater o tabagismo, o cigarro continua sendo a principal causa de mortes evitáveis em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o cigarro causa seis milhões de mortes no mundo por ano, a maioria em países de baixa e média renda. Além disso, a OMS alerta que, se essa tendência se mantiver, o número de mortes ligadas ao fumo deve aumentar para oito milhões ao ano em 2030 - e 80% desses óbitos deverão acontecer nos países mais pobres.

Um fumante de 30 anos de idade tem sua expectativa de vida diminuída em 18 anos. Fumantes que morreram entre os 35 e os 69 anos perderam, em média 22 anos de vida por causa do tabaco.

A fumaça e o alcatrão dos cigarros, charutos e cachimbos ressecam o trato vocal, causando irritação do revestimento mucoso das vias aéreas, indispensável para qualidade vocal.

As pregas ou cordas vocais, quando agredidas pelo calor e os mais de cinco mil tipos de substancias tóxicas advindas do cigarro apresentam depósito de secreção ao longo de toda a extensão, levando ao aparecimento do pigarro.

Isso se deve tanto pela própria fumaça e componentes, como pelo fato das células ciliadas, presentes nas bordas das cordas vocais e importantíssimas para renovação do muco que a recobre, pararem de se movimentar por uma hora a cada cigarro utilizado. Diante desse quadro, a tosse e pigarro frequentes ocorrem em resposta à irritação da mucosa, sendo causados pelos agentes nocivos e pelo calor das substâncias inaladas pelo tabagista.

As cordas vocais funcionam como aparadores de impurezas ao longo da laringe, favorecendo assim a instalação de alterações laríngeas diversas como edemas, pólipos, hiperplasias, displasias e câncer. Se o sistema respiratório estiver comprometido, haverá uma modificação na produção da voz. Alguns fumantes apresentam pregas vocais polipóideas flácidas que resultam em disfonia (voz comprometida) significativa.

Mesmo na ausência da patologia laríngea, os efeitos do fumo sobre a função pulmonar são suficientes para produzir uma ampla alteração na voz.

Há evidências de que fumar cigarros relaciona-se intimamente ao câncer de laringe. A maioria dos indivíduos com carcinoma laríngeo tem história de fumo durante longo tempo de sua vida. Condições pré-cancerosas como leucoplasia e hiperceratose também estão intimamente ligadas ao fumo. Conhecida pela sigla ETS (Environmental Tobacco Smoke), a fumaça ambiental do tabaco é formada principalmente (até 85%) pela fumaça desprendida da ponta acesa de um cigarro e é também exalada pelo fumante.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NOTICIAS DA MANHÃ
Diversos

Remédio ilegal vendido no DF promete reduzir gorduras localizadas

Um remédio para emagrecer injetável, de venda ilegal no Brasil, tem sido vendido por telefone no Distrito Federal. Os anúncios do produto prometem a redução de gorduras localizadas. Cada ampola do Lipostabil custa R$ 30 e o medicamento é anunciado na internet.

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não há autorização para fabricação, importação, distribuição, venda e uso dele no Brasil. A agência informa que o laboratório responsável pela distribuição do Lipostabil  comunicou oficialmente que ainda não comercializa o produto no Brasil, motivo pelo qual não solicitou seu registro. 

A empresa informou também que se trata de um medicamento cardiológico e que não existem estudos que comprovam a eficácia e a segurança do produto na dissolução de gorduras localizadas

A reportagem da TV Record Brasília entrou em contato com uma pessoa que vende o remédio. A pessoa que atendeu a ligação afirma que é amiga de um vendedor do produto. Segundo ela, o líquido da ampola é aplicado e, em seguida, é feita uma massagem ou drenagem linfática.

— São enzimas aplicadas nas gorduras que você quer perder.

A pessoa que atendeu a ligação afirma ter usado o medicamento. A mulher afirmou que sente uma espécie de queimadura interna.

— Queima, queima, queima bastante. Você sente que tá queimando por dentro e formigando.

Em países nos quais a venda é regulamentada, o medicamento é usado para desobstruir artérias com gorduras.

Polícia Federal prende motorista flagrado transportando cerca de 700 kg de maconha no sul da Bahia

Droga estava escondida em meio a uma carga de madeira

Um motorista de 35 anos foi preso, nesta quinta-feira (30), após ser surpreendido transportando aproximadamente 700 kg de maconha. O flagrante ocorreu em uma ação conjunta entre a PF (Polícia Federal) e as Delegacias de Porto Seguro e Ilhéus.

J.C.R.S. transportava o entorpecente em um caminhão de sua propriedade. De acordo com a PF, a droga estava escondida em meio a uma carga de madeira. Conforme relatou, a carga contendo a droga teria sido embarcada no estado de São Paulo, no entanto, o condutor negou que tivesse conhecimento de que conteria entorpecente.

O motorista foi autuado em flagrante pela prática dos crimes descritos nos artigos 33, 40, V, da Lei 11.343/2006, e permanecerá à disposição do Juízo criminal da Comarca de Itabela.

Polícia Militar "toma" R$ 494 mil de traficante no Vale do Rio Doce

Homem de 33 anos foi preso em flagrante em Alpercata depois de vender 5kg de maconha

Uma "vistoria" na casa de um traficante levou a Polícia Militar a encontrar R$ 494 mil em dinheiro no fundo falso de um móvel em Alpercata, no Vale do Rio Doce. O homem de 33 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso em flagrante com uma pistola semiautomática e cinco munições nesta quarta-feira (29).

A polícia chegou até a casa, no Morro do Cemitério, em Apercata, a 24 km de Governador Valadares, depois de flagrar um usuário de drogas de Valadares que havia acabado de comprar 5 kg de maconha.

O tenente Thiago Emanuel, da 8ª Companhia de Missões Especiais, explica a abordagem.

— Já monitoramos o suspeito há algum tempo e ontem, a partir de denúncias, conseguimos abordar o raapz que tinha acabado de comprar 5 kg de maconha. Fomos até o traficante e descobrimos todo esse dinheiro no fundo falso de um móvel no quarto onde ele mora. Não há dúvida de que é dinheiro do tráfico. O homem mora sozinho e é responsável pela venda de maconha e pasta base de cocaína na região.

Por conta do volume encontrado, a ocorrência foi entregue à Polícia Federal.

PM procura suspeitos de estuprar menor em carro em Governador Valadares (MG)

Outra jovem também foi abordada pela dupla mas conseguiu fugir antes de ser abusada

A PM (Polícia Militar) trabalha para tentar identificar dois suspeitos de estupro no último domingo (26) em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. Eles teriam tentado violentar uma adolescente e, em seguida, teriam estuprado outra menor.  

Segundo o tenente coronel Wagner Fabiano, comandante do 6º Batalhão da PM, a primeira ocorrência aconteceu por volta de 10h de domingo. Os suspeitos teriam se aproximado da vítima em um carro de cor escura e tentaram obrigá-la a entrar no veículo. Entretanto, a menor conseguiu se desvencilhar e os homens fugiram.  

Aproximadamente 45 minutos depois, os suspeitos abordaram uma segunda adolescente e, desta vez, conseguiram fazer com que a jovem entrasse no veículo. Ela relatou aos policiais que teria sido abusada pelos dois homens, sendo que um dos homens a estuprou durante o trajeto até um bairro ermo na saída da cidade. Já o segundo homem teria violentado a jovem após pararem o veículo no local.  

Leia mais notícias no R7 MG

Ainda conforme o tenente coronel, após o estupro a jovem foi levada de volta e abandonada nas proximidades do centro de Governador Valadares e, até o momento, nenhum dos suspeitos foi identificado ou preso.  

A polícia trabalha com imagens de um circuito de monitoramento que registrou um carro de cor escura no local onde uma das jovens teria sido abordada, mas ainda não chegou aos envolvidos. Além disso, a menor estuprada relatou que os suspeitos teriam cerca de 50 e 30 anos e o caso está sendo investigado.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ROTARY
Diversos

Ação entre Amigos do Rotary de Amambai acontece no dia 15 de novembro

Com o intuito de angariar recursos para a Fundação Rotária e para as ações sociais e projetos desenvolvidos pelo clube, o Rotary Club de Amambai está realizando a 1ª Ação entre Amigos.

Segundo o presidente da entidade, Walmir Ritter, a ideia surgiu entre os integrantes do Rotary, em função da dificuldade de realizar o Ferechopp no município, festa já tradicional. “Era necessário algo que substituísse essa renda, então decidimos realizar esta ação”, afirma.

O evento acontece no dia 15 de novembro, ao meio dia, no Palladium Buffet. De acordo com Walmir, logo após o almoço, sem mais delongas, tem início o sorteio de prêmios.

Na oportunidade, será sorteado um Fiat Pálio 0 km com ar condicionado, air bag e ABS, além de um notebook. O presidente da entidade conta que foram disponibilizados 250 convites com cartelas no valor de R$ 300,00. Cada convite adquirido dá direito a uma cartela e a duas pessoas participarem do almoço.

A iniciativa também colabora com as instituições - Hospital Regional, APAE, Rotaract e Lar do Idoso. As entidades que são parceiras do Rotary de Amambai estão participando da venda dos convites e serão contempladas com recursos.

“Todas estas entidades prestam serviços vitais para nossa cidade e precisam do nosso apoio”, explica Walmir. Ele explica ainda que a partir da segunda-feira (3), uma força tarefa do Rotary completará a venda dos convites que sobraram das vendas realizadas pelas entidades e que até o momento, a receptividade está sendo muito boa. “Estaremos tentando alcançar todo o comércio local nessas últimas duas semanas”, conta.

Walmir Ritter, presidente do Rotary Club de Amambai / Foto: Moreira Produções Walmir Ritter, presidente do Rotary Club de Amambai / Foto: Moreira Produções

O rotariano afirma que todos os preparativos já estão encaminhados e que cada pessoa tem cerca de 0,5% de chances de ganhar o prêmio principal. “Nossa intenção é promover anualmente este evento, como forma de promover as entidades com a destinação de recursos e realizar nossas ações, como o Banco de Cadeiras de Rodas que é um dos nossos trabalhos”, explica Walmir.

Os convites podem ser adquiridos com os rotarianos e nas entidades parceiras. Maiores informações podem ser adquiridas com Walmir pelo telefone (67) 9976-7292.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MANHÃ
Diversos
PMDB pode sofrer debandada após resultado pífio das eleições em MS
Divulgação
Ampliar
Marquinhos Trad cogita deixar o PMDB
Divulgação
Ampliar
Fábio chama correligionários de traíras
Divulgação
Ampliar
Nelsinho Trad durante campanha ao governo
Willams Araújo

O resultado insatisfatório nas eleições para o governo de Mato Grosso do Sul, aliado a divergências internas que levaram o partido a ir rachado para a disputa, pode provocar sérias conseqüências em seus quadros no futuro, incluindo possível debanda de correligionários em busca de novos espaços com vistas aos próximos pleitos. 

Apesar de governistas em âmbito estadual, os peemedebistas não conseguiram afinar o discurso, já que um grupo apoiou explicitamente o candidato do PT, senador Delcídio do Amaral, em detrimento de seu representante no pleito, o ex-prefeito Nelsinho Trad, que sequer passou para o segundo turno. 

O presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos, comandou a ala peemedebista rebelde que percorreu o Estado em busca de votos para o candidato petista. 

A disputa foi travada entre Delcídio e o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), que foi eleito governador com apoio de uma parte do PMDB, inclusive de Nelsinho Trad e as bancadas do partido na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados. 

Uma demonstração de que o partido hegemônico do governador André Puccinelli poderá se esfacelar é o interesse do deputado estadual Marquinhos Trad de procurar abrigo político em outro grupo.  

Nas últimas eleições municipais e estadual, o PMDB perdeu uma hegemonia de mais de duas décadas à frente da prefeitura de Campo Grande e oito no comando do governo do Estado. 

Em entrevista à imprensa nesta quinta-feira, Marquinhos manifestou o desejo de se abrigar no Rede Sustentabilidade, partido controlado por Marina Silva, candidata derrotada pelo PSB ao Palácio do Planalto. 

De olho na sucessão do prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), ele disse que aguarda a decisão da Justiça Eleitoral para avaliar se irá fazer parte do Rede e, se for o caso, disputar as eleições municipais daqui a dois anos. 

Marquinhos não vê chances de ser indicado pelo PMDB em uma eventual convenção daqui dois anos. 
"Se eu for para convenção, não tenho nenhuma chance de ser indicado pelo partido, estou aguardando o resultado do Rede, se tiver o aval da justiça, posso mudar de partido para uma sigla nova, tenho grandes chances", disse em entrevista ao Portal Campo Grande News. 

Ele queixou-se que nunca teve  espaço no PMDB pelo fato de as vezes votar contra o governo de André Puccinelli, com quem sua relação não é muita estreita, na Assembleia Legislativa. 

Outro que demonstra descontentamento nos quadros da legenda é o deputado federal Fábio Trad, que não conseguiu se eleger. 

Justamente por causa disso, ele acusou integrantes do partido de traição pelo fato de terem trabalhado para eleger a ex-secretária de Produção, Tereza Cristina (PSB), deputada federal. 

Fábio alega que os traidores se estenderam também à disputa pelo comando do Estado, na qual muitos deram apoio a Delcídio no primeiro turno e, sequer, continuaram ao lado do petista na segunda fase do pleito ao verem que já não havia chance de vitória.

Também clã da família Trad, o próprio Nelsinho pode pedir abrigo no PSB do prefeito de Dourados, Murilo Zauith, depois de sua fraca votação no primeiro turno das eleições, quando recebeu apenas 
16,42% dos votos. 

 

Gasolina pode subir 10% e preço máximo a R$ 3,70
Da redação
Álvaro Rezende/Correio do Estado
Ampliar
Em alguns postos de Campo Grande, o litro da gasolina já é vendido por preços acima dos R$ 3
A gasolina e o diesel devem ficar mais caros em poucos dias. O reajuste dos combustíveis está na pauta de reunião entre o governo federal e o Conselho de Administração da Petrobras, a ser realizada na sexta-feira (31). 

Os reajustes ainda não foram definidos, mas o supervisor técnico do Sinpetro, Edson Lazaroto, estima entre 8% e 10% para a gasolina e de 5% a 7% para o diesel. Caso sejam confirmadas essas altas e repassadas nos mesmos patamares aos consumidores, o preço da gasolina na bomba chegaria, em Mato Grosso do Sul, ao teto de R$ 3,70 e o do diesel, a R$ 3,09. 

Conforme notícia veiculada pelo jornal O Estado de S. Paulo, o anúncio breve dos reajustes dos preços dos combustíveis foi informado por uma fonte do governo. 

Segundo essa fonte, o assunto será discutido na sexta-feira, mas o aumento deverá ser menor que o solicitado pela presidente da Petrobras, Graça Foster. Mesmo com reajuste menor, o anúncio do aumento deve acalmar o mercado em relação à crise da estatal. 
Vinte e três índios já morreram assassinados este ano em Dourados
Da redação
Divulgação
Ampliar
23 índios foram assassinados este ano
A cidade de Dourados registrou este ano 23 assassina-tos contra indígenas e 107 casos de agressão. Os números são do Conselho Distrital de Saúde Indígena com base nos atendimentos dos postos de Saúde na Reserva. 

De acordo com o coordenador da entidade, o indígena Fernando de Souza, os números são preocupantes porque já se aproximam do total de casos do ano passado (36).

Em relação aos números de agressão, a aldeia Jaguapiru registrou 60 casos, já a Bororó 42. São notificações classificadas como “causas externas” divididas entre situações de suicídio, estupros e espancamentos.

De acordo com Fernando, hoje a aldeia passa por situação de crise. Segundo ele, em 100% dos casos, os envolvidos são de famílias desestruturadas. Este fatos também influencia no uso de drogas e a bebida alcoólica.

“Nossos indígenas hoje enfrentam diariamente o confinamento de dividirem espaço de 3,6 hectares com 13 mil indígenas. A violência está em todos os lugares e pouco se faz para mudar esta realidade. Falta expectativa de vida dos nossos jovens e cair no mundo do crime é uma das alternativas mais fáceis infelizmente”, lamenta.

Fernando diz que estes casos de uso de drogas, mortes e violência acabam gerando outros problemas como a superlotação na Saúde pública, a evasão escolar, entre outros. “Nos-sos governantes deveriam ter um olhar especial para a nossa aldeia, construindo mais salas de aula, incenti-vando os cursos profissionalizantes, num modelo é claro, que respeite a cultura e tradição dos nossos povos. Hoje muitos pensam que investir na aldeia é atribuição somente da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), o que não é verdade. O município e Estado recebem investimentos com base na renda per cápita da população e nossos indígenas estão integrados nesta conta”, destaca.

Mortes no Estado

Dados de entidades ligadas a questão indigenistas mostram que o Estado tem figurado como o mais violento do país há mais de uma década. Nos últimos 11 anos, os levantamentos mostram que pelo menos 616 indígenas foram assassinados no país, sendo que 349 destas mortes ocorreram no Mato Grosso do Sul, onde o relatório aponta que a maioria das comunidades vive em situação de extrema precariedade. 

Conforme o relatório a maioria das moradias são em acampamentos improvisados nas margens das rodovias.

A Reserva Indígena de Dourados é apontada como a de maior densidade populacional entre todas as comunidades tradicionais do país, abrigando mais de 13 mil indígenas em 3,6 hectares de terra. Nela aconteceram 18 dos 73 casos de suicídio no Estado em 2013.

No ano passado o país registrou que pelo menos 53 índios foram assassinados em consequências de conflitos, diretos ou indiretos, pela disputa de terras. Desse total 33 vítimas de assassinatos (62% do total no país) foram registrados somente em Mato Grosso do Sul, sendo 31 entre indígenas do povo Guarani-Kaiowá e dois casos do povo Terena. Com informações do site Dourados Aago
A partir do dia 2, celulares terão nono dígito em 5 Estados
Os números atuais, com oito dígitos, continuarão a funcionar por dez dias
Agência Brasil
A partir do dia 2 de novembro, o número dos telefones celulares no Amapá (DDD 96), no Amazonas (DDDs 92 e 97), no Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e de Roraima (95) terão acrescidos o dígito 9 à frente dos números atuais. O anúncio foi feito hoje (30) pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

A medida terá início à meia-noite (horário de Brasília) e abrangerá, 453 municípios: 16 no Amapá, 53 no Amazonas, 217 no Maranhão, 143 no Pará e 15 em Roraima. “Estamos dando sequência à padronização que fizemos com sucesso em São Paulo, no Espírito Santo e Rio de Janeiro” disse o presidente da Anatel, João Batista Rezende.

A fim de facilitar a transição, para os usuários, serão feitos comunicados pelos jornais, nos portais das operadoras, nas faturas de serviços e nas redes sociais. Também serão enviadas mensagens por SMS. Além disso, a Anatel disponibilizou em seu site uma cartilha detalhando como será o processo de transição.

De acordo com o superintendente de Obrigação e Recursos à Prestação da Anatel, Marconi Maya, é possível a ocorrência de instabilidades eventuais nos primeiros momentos de transição, no dia 2, mas não será significativo, que venha a dar problema para o consumidor.

Os números atuais, com oito dígitos, continuarão a funcionar por dez dias. “A chamada será completada durante um período de duplo convívio (dos números) até o dia 11 de novembro, mas sugerimos que priorizem os nove dígitos”, disse Maya.

A partir do dia 12 até 9 de fevereiro, chamadas feitas com oito dígitos serão interceptadas, e uma mensagem sonora informará sobre a necessidade de se colocar o 9 à frente do número.

“Fica a critério da operadora completar a chamada”, disse o superintendente da Anatel. Segundo a agência, ocorrem 20 milhões de acessos nessas áreas onde será feita a mudança. “Este nono dígito ampliará a oferta de números, já que beiramos os 270 milhões de acessos em todo o país”, explicou Rezende.

Está prevista para 31 de maio de 2015, a inclusão do nono dígito nos estados de Alagoas, Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. A partir de 11 de outubro de 2015 – será a vez de Minas Gerais,  da Bahia e de Sergipe. 

Até o final de 2016, todo o território nacional terá o nono dígito, com a inclusão do Paraná, de Santa Catarina,  do Rio Grande do Sul, de Rondônia e do Acre, além da Região Centro- Oeste.

A Anatel informa que a medida demandará eventuais ajustes em equipamentos e sistemas privados como equipamentos de PABX e agendas de contatos. As operadoras prometem disponibilizar um aplicativo quer fará uma mudança automática nas agendas dos celulares.

A previsão para fazer as alterações na Região Norte é  R$ 58 milhões. Em São Paulo foram necessários R$ 300 milhões em investimentos, e no Rio de Janeiro e Espírito Santo R$ 80 milhões.

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ENFOQUES DIVERSOS
Diversos

Proibir a divulgação de pesquisas eleitorais seria como vetar previsões meteorológicas, diz STF

Ilustração/Reprodução

Pesquisas eleitorais com resultados incertos e intenções duvidosas voltaram a ser motivo de reclamações após as eleições deste ano, como a que foi feita em Mato Grosso do Sul pelo governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) que prometeu acionar a justiça contra o Ibope e gerou questionamentos de outras lideranças políticas, como o senador Waldemir Moka (PMDB) que defendeu a regulamentação da divulgação desse tipo de consulta popular. Como a divulgação de pesquisas de intenção de votos sempre beneficia um candidato ou outro induzindo eleitores "maria vai com as outras" ao famigerado "voto útil", há quem defenda também a proibição da da publicidade dos números. Vale lembrar, entretanto, que a polêmica é antiga e já existe decisão do Supremo contrária a qualquer proibição. Em acórdão proferido em 2006, na ADIn 3.741, o STF julgou inconstitucional restrição temporal à divulgação de pesquisas de intenção de voto. O Supremo assentou no julgado que a garantia da liberdade de expressão e do direito à informação livre e plural é valor indissociável da ideia de democracia. 
 
Concluiu o relator do feito, ministro Lewandowski, que "a proibição da divulgação de pesquisas eleitorais, em nossa realidade, apenas contribuiria para ensejar a circulação de boatos e dados apócrifos, dando azo a toda a sorte de manipulações indevidas, que acabariam por solapar a confiança do povo no processo eleitoral, atingindo-o no que ele tem de fundamental, que é exatamente a livre circulação de informações. De resto, vedar-se a divulgação de pesquisas a pretexto de que estas poderiam influir, de um modo ou de outro, na disposição dos eleitores, afigura-se tão impróprio como proibir-se a divulgação de previsões meteorológicas, prognósticos econômicos ou boletins de trânsito antes das eleições, ao argumento de que teriam o condão de alterar o ânimo dos cidadãos e, em consequência, o resultado do pleito".
 

Campanha milionária

Veja/Reprodução

Do Lauro Jardim no blog Radar da Veja:
 
"A campanha de Dilma Rousseff elevou mais uma vez o seu limite de gastos para a campanha: o teto chegou a 383 milhões de reais.
 
No dia 20 de outubro, a campanha petista já havia aprovado a elevação do teto de 298 milhões de reais para 338 milhões de reais.
 
A alteração solicitada foi deferida pela ministra do TSE Maria Thereza de Assis Moura.
 
Com a vitória, não será difícil passar o chapéu nas grandes empresas e arrecadar a grana."

Cotado a virar secretário de Saúde, Geraldo pode abrir vaga para Fábio Trad na Câmara

Divulgação/Arquivo

Comentário que corre em gabinetes peemedebistas de Campo Grande desde o dia anterior dão conta de que o médico deputado federal reeleito Geraldo Resende, que já comandou a secretaria estadual de Saúde, estaria entre os principais cotados para voltar ao cargo na gestão do governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB).
 
Caso aconteça, isso manteria Geraldo presente no estado, o que reforçaria seu projeto de disputar a cadeira de prefeito de Dourados em 2016, e, de quebra, abriria vaga em seu partido, o PMDB, para que o deputado federal Fábio Trad, que ficou na suplência nas eleições deste ano, possa voltar à Camara em 2015.
 
Por enquanto, ninguém confirma.
 
"Não houve qualquer conversa neste sentido e não vou comentar especulações", me disse o deputado Geraldo Resende.

Em Corumbá, Reinaldo fala com prefeitos do PT e reforça que não vai discriminar municípios

Da assessoria

Antes de seguir para o retiro pós-campanha, Reinaldo Azambuja (PSDB) esteve em Corumbá ontem onde concedeu sua primeira entrevista no interior como governador eleito . Reiterou que vai manter as portas de sua gestão abertas aos 79 municípios, independente de o prefeito ter apoiado sua candidatura ou a do adversário petista no segundo turno. "Vamos governar para 100% das pessoas", disse Reinaldo informando que já conversou com os prefeitos de Corumbá, Paulo Duarte, e de Ladário, José Antônio (ambos do PT), e colocou o governo à disposição para parcerias com os municípios.

TEM DE "NASCER LADARENSE" Reforçando que saúde e segurança serão prioridades em sua gestão, o tucano repetiu o que já havia afirmado na coletiva em Campo Grande, que "não nasce ladarense", e prometeu construir uma maternidade em Ladário e um Hospital Regional em Corumbá. “É inconcebível Ladário não ter sua maternidade. Tem que nascer ladarense. Se não, daqui a algum tempo não teremos o cidadão ou a cidadã de Ladário”, disse. Azambuja anunciou ainda que pretende dobrar o efetivo do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) para reforçar a segurança na região fronteiriça, cobrar ações do governo federal e investir em logística nos portos das duas cidades pantaneiras situadas às margens do rio Paraguai.

Quatro disputam presidência do Crea-MS

Fotos Crea-MS

Quatro candidatos disputam a presidência do Crea-MS na eleição do dia 19 de novembro: o engenheiro agrônomo Dirson Freitag e os engenheiros civis Domingos Sahib Neto, José Carlos Ribas e Ronaldo Honori. No estado, 10.543 profissionais de engenharia, agronomia, geografia, geologia, meteorologia em seus níveis superior e técnico estão aptos a votar, mas o voto não é obrigatório. Os profissionais vão escolher também dirigentes do conselho federal, o Confea, que tem como candidato à reeleição o engenheiro civil José Tadeu da Silva. Também serão eleitos diretores da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea, a Mútua, que tem como como candidatos em MS os engenheiros civis Jean Saliba e Marlon Brandt disputando o cargo de diretor-geral; e a engenheira eletricista Cristiane Ferreira e o engenheiro agrônomo Hamilton Flandoli concorrendo ao cargo de diretor administrativo. Mais informações e propostas dos candidatos podem ser vistas no link Eleições 2014 do site do Crea-MS.

Virada de Mesa na Assembleia

Se a vitória na eleição domingueira fosse da coligação petista, o deputado reeleito Paulo Correia (PR) seria o primeiro da lista para comandar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul a partir de 2015. Como deu tucano, as apostas agora recaem sobre os também reeleitos Zé Teixeira (DEM), aliado de primeira hora do governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB), e Júnior Mochi (PMDB), que entrou no time dos pássaros bicudos no segundo tempo do jogo eleitoral. "Se chegarem a um entendimento entre sí e em seus grupos, terão maioria dentre os 24 deputados e poderão ocupar a presidência e a primeira-secretaria, principais cargos da Casa, na próxima legislatura", confidenciou ao Blog integrante de alta plumagem do ninho.

Assembleia fará concurso com 350 vagas

Por falar em Assembleia, o presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB), anunciou hoje que solicitou ao primeiro-secretário Arroyo (PR) procedimentos para contratar empresa para realizar o primeiro concurso público para contratação de servidores do Legislativo estadual. A intenção, afirmou, é suprir a deficiência no quadro funcional, considerando o elevado número de servidores que completaram os requisitos para a aposentadoria voluntária. O edital deve prever cerca de 350 vagas. O concurso, que servirá também para efetivas os comissionados, deve sair rápido, já que a atual direção está em fim de mandato.

Taxistas denunciam volta do 'cartel dos alvarás' e concentração irregular do serviço

A suposta atuação de verdadeiro cartel com práticas que lembram a máfia italiana é responsável por tornar o serviço de táxi de Campo Grande um dos piores do Brasil. A denúncia, feita por taxistas que realmente sobrevivem da profissão, não é nova e atinge o poder público municipal.

Segundo os profissionais, poucas famílias e empresas dominam a atividade. "O táxi é um serviço de permissionário público e deveria ser liberado para taxistas de verdade, que tiram o sustento transportando passageiros. Hoje, virou um negócio de especulação e exploração dos motoristas pelos ricos que compram as permissões com conhecimento da Agetran", diz um taxista, empregado de empresário que possui mais de 15 alvarás.

"A atividade deveria ser explorada individualmente como permissão pública. Eu sonho em receber um alvará da Prefeitura e trabalhar por conta própria. Acho que seria mais justo e a qualidade do serviço seria outra", diz. Taxista há 12 anos, sempre atuando 'no carro dos outros', ele aguarda processos públicos de distribuição de novos alvarás que já foram promessa de vários políticos.

Poucos aceitam falar sobre o assunto e ninguém quer se expor. Com a concentração do mercado na mão de poucos, há relatos de métodos pouco ortodoxos para garantir negociações que não possuem plena legalização, como o arrendamento de alvarás e a compra de carros no nome de permissionários com dinheiro dos 'tubarões', que passam a ser dono de permissões.

José Carlos Áquila, presidente Assotaxi (Associação dos Taxistas Auxiliares), se limita a concordar que faltam taxistas em Campo Grande. "É inegável que temos poucos carros nas ruas. No Rio de Janeiro há um táxi para cada 200 habitantes. Aqui, a proporção é de quase 2 mil moradores para cada veículo. Por isso o serviço perde qualidade", diz.

Apesar de estabelecido o número de táxis por pessoa e o serviço ser regulamentado por pelo menos cinco decretos, em Campo Grande, somente um permissionário detém 27 veículos, segundo relação da Agetran (Agência Municipal de Trânsito).

A situação já foi publicada pelo Jornal Midiamax em 2013. De lá para cá, nada mudou e poucas famílias detêm a maioria dos veículos que rodam em Campo Grande.

A prática seria irregular, apesar de lei federal que permite apenas um CPF por táxi, alguns permissionários colocam outros veículos em nome de parentes, que, segundo as denúncias, alguns nem sequer dirigem.

Na lista disponível com os nomes dos permissionários e seus respectivos pontos e alvarás, expedido pela própria Agetran, é possível perceber diversos sobrenomes iguais. Tratam-se, segundo os denunciantes, da mesma família. Eles encontram, justamente, uma maneira de burlar a lei e transferem para o nome de outros familiares.

A própria regulamentação de táxi restringe que os alvarás concedidos somente podem ser transferidos para herdeiros em caso de morte.

”Muitos compram e arrendam o ponto. Põe o carro no nome de uma pessoa e paga, por exemplo, mil de arrendamento por mês e ele ganha 6,7 mil por mês, e o carro fica no nome dele", conta um 'curiango', motorista que trabalha para permissionários, há pelo menos cinco anos. "Estou esperando aparecer um prefeito que abra novos alvarás", diz.

Somente a empresa de Moacir Joaquim de Matos, por exemplo, tem 27 alvarás. Francisca Pereira dos Santos, da mesma família, tem mais 15 licenças. Mas, não para aí. Elton Pereira Matos possui outros 8 alvarás.

Há casos em que os 'donos' dos alvarás nem sequer moram em Campo Grande. Um deles é suspeito de morar em Cuiabá (MT), como diretor da Rádio Táxi do município. O Decreto n. 3635/75 dispõe que a permissão de alvará será expedida caso cumpra-se algumas exigências. Uma delas é provar que exerce efetivamente a profissão no município.

Além das licenças já concedidas, a Agetran entrega nesta quinta-feira (30) credenciais para os novos coordenadores de pontos e coordenadores-gerais de táxi e mototáxi de Campo Grande. De acordo com a Prefeitura, eles teriam sido escolhidos por meio de eleições em voto secreto por permissionários do serviço.

"Rola muita pressão. Eleição é um jeito de oficializar quem realmente manda", diz um taxista.

Permissões

A “farra” nas permissões já vem de várias gestões municipais – o serviço é regulamentado pela Prefeitura -, afirmam os denunciantes que estão no mercado há anos. “A Prefeitura não está enxergando isso. Está fazendo vista grossa”.

Em Campo Grande, a questão é regida pelo Decreto n. 3.631. Desde então, foram publicados alguns decretos. Outra reclamação dos denunciantes é com relação à aplicação desta lei, uma vez que, dizem, quase nenhum dos itens é cumprido.

Um deles, como mais um exemplo, é o artigo 2° da lei, que estabelece que o número de táxi será reajustado a proporção de 2% ao ano sobre o número de táxi existente na Capital. Em 1997, circulavam 408 carros e, até 2014, o número subiu para 490. Este serviço é disciplinado pelo Decreto 3631/72.

Ainda segundo denúncia, 70% do total de 490 que circulam em Campo Grande deixam de circular no período da noite. “Eles param a hora que querem”. Com isso, à noite o número de táxi reduz e a espera por um carro pode chegar a 40 minutos.

Luiz Alberto

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

Homens e mulheres têm premiações iguais em Circuito Vôlei de Praia em Amambai

Os organizadores do evento, juntamente com apoiadores e patrocinadores entraram em consenso na manhã desta quarta-feira (29), e decidiram por igualar a premiação do circuito, tendo em vista o sucesso de patrocinadores ao evento, os valores arrecadados das inscrições serão doados para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Amambai

As premiações decididas foram R$ 1 mil para primeira colocação, R$ 500,00 para segunda e R$ 100,00 para a terceira, em ambas as categorias.

O circuito que já vem sendo organizado a mais de três meses chega a sua reta final e segundo Harrison Leite, organizador do evento, é esperado um grande público para o local, que já está preparado para receber a população amambaiense e visitantes. Harrison conta também que as inscrições foram todas fechadas no início do mês, e 16 duplas masculinas e oito femininas foram confirmadas para a participação.

O Circuito Vôlei de Praia da rádio Auxiliadora FM, acontece nos dias 1 e 2 de novembro, no Parque da Cidade Muriama Mascarenhas. Harrison Leite frisa que os jogos acontecerão mesmo se chover.

Entenda a questão da premiação

A Defensoria Pública da comarca local notificou a organização do Circuito de Vôlei de Praia no sentido igualar a premiação em dinheiro das categorias masculina e feminina, sob pena de ingressar com ação pedindo a suspensão do evento esportivo.

Inicialmente, a dupla campeã do certame na categoria masculina iria receber uma premiação de R$ 1 mil, a segunda colocada R$ 500 e a dupla classificada na terceira colocação do torneio R$ 100.

Já na categoria feminina, a dupla campeã receberia R$ 600, a vice-campeã R$ 300 e a terceira colocada a mesma premiação da terceira masculina, ou seja, R$ 100.

Segundo o defensor público, Dr. Marcelo Marinho da Silva, a intervenção da Defensoria na questão se deu após receber várias reclamações de mulheres dizendo sentirem-se discriminadas por ser oferecida uma premiação menor em um evento com as mesmas características para ambos dos sexos.

De acordo com o defensor, Dr. Marcelo Marinho, a Defensoria Pública de Amambai se baseou no artigo 5º, inciso 1 da Constituição Federal que diz; “Homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição”, para tomar a decisão de notificar os organizadores sobre o suposto ato discriminatório praticado ao oferecer premiação inferior às mulheres em relação a premiação masculina do evento.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CURIOSIDADE
Diversos

Mulher flagrada correndo nua em parque é levada para clínica no RS

Mulher foi detida pela Brigada Militar após correr nua em Porto Alegre (Foto: Diego Vara/Agência RBS)

Mulher foi detida pela Brigada Militar após correr nua em Porto Alegre (Foto: Diego Vara/Agência RBS)

A mulher que foi flagrada correndo nua e descalça em um dos parques mais tradicionais de Porto Alegre foi encaminhada para uma clínica psiquiátrica na noite desta quinta-feira (30). Após ser levada em uma viatura da Brigada Militar, ela passou toda a tarde em um posto de saúde do bairro IAPI, que possui um plantão de emergência de saúde mental.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) não divulgou o local para onde a paciente foi levada. A Brigada Militar não chegou a registrar ocorrência sobre o fato.

A cena inusitada, que surpreendeu os frequentadores do Parque Moinhos de Vento, o Parcão, ocorreu por volta das 11h da manhã. Segundo a Secretaria de Saúde, a mulher tem aproximadamente 30 anos e mora em Porto Alegre. Os pais foram contatados pela Pasta e disseram que ela tem problemas psicológicos e já conta com acompanhamento médico.

Além de ser ponto de encontro dos gaúchos, o Parcão reúne praticantes de corrida e caminhada. Ao ser alertada por pessoas que estavam no parque, a Brigada Militar foi até o local, a abordou e a levou até a unidade de saúde. Segundo testemunhas, os policiais usaram um lençol do posto para enrolar a mulher e levá-la para atendimento.

Mulher corria nua no Parcão, em Porto Alegre (Foto: Diego Vara/Agência RBS)Mulher corria nua no Parcão, em Porto Alegre (Foto: Diego Vara/Agência RBS)

Onça come pato e sete galinhas após invadir propriedade no litoral de SP

Filhote apresenta edema no olho direito (Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal)

Filhote apresenta edema no olho direito e permencerá em observação (Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal)

Um filhote de onça parda suçuarana apareceu, na manhã desta quinta-feira (30), dentro do galinheiro de uma chácara no bairro São Fernando, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. A Polícia Ambiental e o Corpo de Bombeiros foram chamados e entraram em contato com dois veterinários que ajudaram na captura do animal. Depois de sedado, o filhote foi levado no início da tarde para ser avaliado em uma clínica especializada em tratamento de animais silvestres, em Pedro de Toledo, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo, onde permanecerá em observação. Antes do resgate, porém, a onça comeu sete galinhas e um pato que estavam na propriedade. Nenhum morador da região ficou ferido.

Animal estava dentro do galinheiro (Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal)Animal estava dentro do galinheiro
(Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal)

Segundo o veterinário Raphael Barreiros Lapa Louza, que esteve no local acompanhando o resgate do animal, o aparecimento de felinos desta espécie não chega a ser considerado raro. "O filhote tem aproximadamente seis meses e essa área é um local de mata atlântica, no entorno do Parque Estadual da Serra do Mar. Elas vivem aqui e, por isso, acabam entrando nesses lugares. Os moradores disseram que a mãe do filhote deve estar nas proximidades, pois eles já foram vistos outras vezes nesta semana", explica.

O veterinário informou que o filhote apresentava escoreações e um edema no olho direito. "A onça vai precisar ficar observação, porque está com um edema na córnea. O veterinário da Secretaria do Meio Ambiente do Estado fará os procedimentos necessários para deixar o bicho em condições de retornar à mata", disse.

Como se trata de um animal selvagem, os veterinários evitaram se aproximar da onça enquanto ela ainda estava acordada. Para fazer o animal dormir, eles usaram uma zarabatana e dispararam um sedativo. De acordo com o veterinário, o bicho estava agitado e o efeito do medicamento demorou para fazer efeito. Louza acredita que a soltura da onça ocorra nos próximos dias, na região da Juréia, em Peruíbe.

Governo deposita nesta sexta-feira (31) o salário dos servidores estaduais

O governo do Estado informou que depositará o salário dos servidores estaduais, referente ao mês de outubro, nesta sexta-feira (31). O governo autorizará no último dia do mês, para que os funcionários possam usufruir do pagamento já no sábado (1º).

A garantia de salários dos quase 66 mil servidores do Estado de Mato Grosso do Sul, rigorosamente em dia, é política adotada desde o início da atual administração.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PARTO NORMAL
Diversos

Quadrigêmeas indígenas estão juntas em quarto de maternidade em MS

Meninas devem ter alta médica quando atingirem peso de 2 kg cada uma. 
Mãe descobriu gravidez de quadrigêmeas durante parto normal em agosto.

Quadrigêmeas indígenas estão juntas em quarto de maternidade em MS (Foto: Cláudia Gaigher/ TV Morena)

Quadrigêmeas indígenas estão juntas em quarto de maternidade em MS (Foto: Cláudia Gaigher/ TV Morena)

As quadrigêmeas da indígena Denir Campos, que descobriu a gravidez de quatro bebês durante o parto normal em agosto, estão juntas no mesmo quarto da maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande. Há uma semana, Elizabete, que estava no Hospital Regional, foi transferida para a maternidade, onde já estavam Eliza, Elizete e Elizângela.

As bebês estão no setor do Projeto Canguru, onde três delas ainda precisam ganhar peso para atingir 2 quilos. Elizabete está com 2,070 kg, Elizângela e Elizete pesam 1,7 kg e Eliza tem 1,4 kg. Segundo a equipe médica, elas estão saudáveis, não correm riscos e devem ter alta daqui duas semanas.

Quadrigêmeas indígenas estão juntas em quarto de maternidade em MS (Foto: Cláudia Gaigher/ TV Morena)Pais de quadrigêmeas ajudam a cuidar das bebês
(Foto: Cláudia Gaigher/ TV Morena)

Enquanto isso, Denir e o pai das meninas, Odair Cândido, moram na maternidade e passam o dia cuidando das filhas. "Estou muito feliz de estar perto das minhas filhas. Não tem coisas melhor do que isso", afirmou Odair.

Denir disse que contou os dias para chegar o momento de ficar mais perto das bebês. "Faz dia que eu queria ficar junto delas. Me sinto feliz, né?", relatou.

Univitelinas, as quadrigêmeas nasceram no dia 28 de agosto, de 31 semanas, em um intervalo de 10 minutos entre elas, com pesos entre 890 gramas e 1,170 quilo.

Logo depois do parto, as bebês foram levadas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, onde permaneceram por cerca de um mês. Depois foram transferidas para uma Unidade Intermediária (UI) e, em seguida, tiveram alta para ir para o quarto.

Por conta da prematuridade, elas tiveram que passar por uma laserterapia nos olhos, para corrigir uma retinopatia e já enxergam normalmente. Segundo a pediatra responsável pelas bebês, Camila Amaral Gonçalves, as meninas tem desenviolvimento neurológico normal.

"Hoje elas têm um desenvolvimento neurológico normal, mas a gente precisa que isso seja acompanhadao para garantir que no futuro sejam crianças que andem, caminhem, se desenvolvam e raciocinem", explicou.

Diariamente, as meninas fazem fisioterapia para estimular o desenvolvimento da musculatura. Elas também tomam cinco tipos de vitaminas em dosagens e horários diferentes.

Os medicamentos são fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas o leita não. Por dia, elas usam uma lata de leite de 800 gramas de uma fórmula especial. Cada lata custa em média R$ 60. No setor do projeto, cada bebê tem a sua planilha com cor diferente, para evitar a confusão. Além de Denir o pai das meninas, Odair Cândido, também ajuda a cuidar das meninas.

Casa de madeira e lona, onde mora família (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)Casa de madeira e lona, onde mora família
(Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)

Oito filhas
O casal tem outras quatro filhas, de 4, 7, 10 e 12 anos, que moram em Anastácio. As meninas  estão na fazenda com uma tia. A família mora em um 
barraco de dois cômodos, às margens da BR-262.

A renda da família depende do serviço de Odair, que é diarista em uma fazenda, já que Denir é dona de casa e não trabalha. Denir é mãe também de dois rapazes, de 18 e 19 anos, e uma menina de 22 anos, que não moram mais com ela.

Ajuda e doações
Por conta da condição financeira e social, a família das quadrigêmeas precisa de doações para as recém-nascidas, porque prepararam enxoval para gestação de gêmeas, apontada pelo único exame de ultrassom feito durante a gestação.

Por isso, uma campanha para recebimento de doações foi criada pela maternidade Cândido Mariano. A unidade informa que podem ser doadas fraldas. Roupas para meninas também serão aceitas. As doações podem ser feitas diretamente no hospital, localizado na rua Marechal Rondon, 2.644, Centro de Campo Grande.

Doações também podem ser feitas através de depósitos em dinheiro na conta poupança aberta por Odair. O número da agência é 4555 e da conta poupança é 0001958-6, na Caixa Econômica Federal, variação 13.

Odair e Denir passam o dia com as filhas na maternidade Cândido Mariano (Foto: Cláudia Gaigher/ TV Morena)



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

COLIRIO
Diversos

queimem seus sutiãs - O Macho Alpha-08

queimem seus sutiãs - O Macho Alpha-19

queimem seus sutiãs - O Macho Alpha-25


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

PARAGUAY
Diversos

“Topless” desata polémica en Encarnación

ENCARNACIÓN. Dos mujeres se bronceaban con los senos descubiertos en la Playa San José este miércoles. La polémica se desató en radios y redes donde se preguntaban si existe alguna ordenanza que prohíba a las féminas permanecer con los pechos sin cubrir.

Existe una ordenanza, la número 101/2012, por la cual se reglamenta el uso y convivencia en las playas de Encarnación. El artículo 2º estipula que “la utilización de las playas será libre, pública y gratuita para los usos comunes y acordes con los usos y costumbres locales, tales como pasear, estar, bañarse, navegar, y otros actos semejantes que se realicen de acuerdo con las leyes, así como la presente ordenanza”. Pero nada específico con relación al “topless”.

Lo cierto es que las damas –en honor al decoro y las buenas costumbres- fueron intimadas a ocultar sus senos, a lo que ellas se resistieron y optaron por retirarse del lugar, no sin antes preguntarse porqué las mujeres no pueden enseñar sus pechos en lugares públicos. “Si el hombre puede ir con los pechos al aire, la mujer también ha de tener el mismo derecho”, dijeron.

PERDIDOS POLITICAMENTE “CLAN ACEVEDO” SE PELEA POR CONTROL DE POZO ARTESIANO EN AMAMBAY

PERDIDOS POLITICAMENTE “CLAN ACEVEDO” SE PELEA POR CONTROL DE POZO ARTESIANO EN AMAMBAY

Enviado por Redacción en octubre 22, 2014

Buscando beneficios ante la llegada de las próximas elecciones “Clan Acevedo” pelea por control de pozo artesiano de agua en Pedro Juan caballero.

En la mañana de este miércoles (22) un integrante del “Clan Acevedo” buscando beneficios a fin de levantar el movimiento político “Amambay Ña Ndemba´e”ahogado politicamente por el nuevo movimiento “Grupo Joven” ha llegado hasta el pozo artesiano de agua, situado en el barrio San Gerardo donde intento imponer a un coordinador a la fuerza, el acto fue rechazado por los pobladores de la zona que de inmediato reaccionaron contra el hombre de confianza del senador “Lista Sabana”, (Ramón Cantaluppi Arévalo), que utiliza al mismo a fin de saciar sus deseos y desviar la atención sobre, lo manifestado días antes por el senador Liberal Roberto Ramón Acevedo, de que existen autoridades al servicio del narcotráfico en Paraguay para horas después de conocer, que sería llamado por la justicia a dar nombres, manifestó que no conocía ningún político al servicio del narcotráfico demostrando así mas una vez que es un verdadero charlatán como a indicado el proprio ministro de la Secretaria Nacional Anti drogas (SENAD) Luis Rojas, que luego del alerta que el senador liberal ha dado a los posibles investigados tuvo que replantear toda su estrategia de investigación.
Conocido por realizar disparates utilizando el único medio de comunicación que le da voz, el “flamante senador” había manifestado que existían autoridades en todas las esferas del estado al servicio del narcotráfico y horas, conociendo que seria llamado a dar los nombres, manifestó que desconocía tal situación y a fin de que la población olvide ha enviado a su hombre de confianza a intentar tomar el control del pozo artesiano de la comisión constituida legalmente y reconocida por la gobernación de Amambay.
Cantaluppi a gritos exigía que el deseo de su patrón se realizara en dicho lugar pero perdidos políticamente en la zona del Amambay, tuvieron que retirarse del lugar sin cumplir lo ordenado por el manda más del clan, ante la reacción de la población.

Enviado por Redacción en octubre 22, 2014

Buscando beneficios ante la llegada de las próximas elecciones “Clan Acevedo” pelea por control de pozo artesiano de agua en Pedro Juan caballero.

En la mañana de este miércoles (22) un integrante del “Clan Acevedo” buscando beneficios a fin de levantar el movimiento político “Amambay Ña Ndemba´e”ahogado politicamente por el nuevo movimiento “Grupo Joven” ha llegado hasta el pozo artesiano de agua, situado en el barrio San Gerardo donde intento imponer a un coordinador a la fuerza, el acto fue rechazado por los pobladores de la zona que de inmediato reaccionaron contra el hombre de confianza del senador “Lista Sabana”, (Ramón Cantaluppi Arévalo), que utiliza al mismo a fin de saciar sus deseos y desviar la atención sobre, lo manifestado días antes por el senador Liberal Roberto Ramón Acevedo, de que existen autoridades al servicio del narcotráfico en Paraguay para horas después de conocer, que sería llamado por la justicia a dar nombres, manifestó que no conocía ningún político al servicio del narcotráfico demostrando así mas una vez que es un verdadero charlatán como a indicado el proprio ministro de la Secretaria Nacional Anti drogas (SENAD) Luis Rojas, que luego del alerta que el senador liberal ha dado a los posibles investigados tuvo que replantear toda su estrategia de investigación.
Conocido por realizar disparates utilizando el único medio de comunicación que le da voz, el “flamante senador” había manifestado que existían autoridades en todas las esferas del estado al servicio del narcotráfico y horas, conociendo que seria llamado a dar los nombres, manifestó que desconocía tal situación y a fin de que la población olvide ha enviado a su hombre de confianza a intentar tomar el control del pozo artesiano de la comisión constituida legalmente y reconocida por la gobernación de Amambay.
Cantaluppi a gritos exigía que el deseo de su patrón se realizara en dicho lugar pero perdidos políticamente en la zona del Amambay, tuvieron que retirarse del lugar sin cumplir lo ordenado por el manda más del clan, ante la reacción de la población.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

POLITICANDO
Diversos

Derrotado, Londres será responsável por conduzir acordo do PR com Azambuja

Aumentar texto Diminuir texto

Wendell Reis

Gerson Walber

A deputada eleita pelo PR, Grazielle Machado, disse que ficará sob responsabilidade do pai dela, presidente estadual do PR, deputado Londres Machado, as conversas com o governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), sobre uma possível aliança entre os dois partidos.

A deputada eleita afirmou que fez um acordo com o deputado Paulo Corrêa (PR) e decidiu que caberá ao presidente, derrotado nas urnas como vice de Delcídio do Amaral (PT), conversar com os prefeitos e correligionários, bem como com o candidato para definir qual o rumo do partido.

Durante a campanha Londres foi duramente criticado pelo grupo de Azambuja. Eles diziam, em tom de critica, que se Delcídio do Amaral fosse cassado, Londres Machado seria o governador de Mato Grosso do Sul. Indagada sobre isso, a vereadora preferiu dizer que é partidária.

Grazielle só ponderou que, ainda que faça parte da base, fiscalizará as ações da administração de Reinaldo Azambuja. Para isso, já pediu cópia do plano de governo dele para que possa cobrá-lo durante a gestão.

“Quero que cumpra na integra o programa de governo colocado para o Mato Grosso do Sul. Sendo base ou oposição, vou ter um posicionamento sério e embasado”, prometeu. Se o PR integrar a base, a Assembleia terá, tal como na atual gestão, apenas quatro deputados na oposição e todos do PT.

Após eleições, 10 cargos federais viram alvo de políticos em Mato Grosso do Sul

Aumentar texto Diminuir texto

Waldemar Gonçalves e Juliene Katayama

Passado o período eleitoral, lideranças políticas voltam os olhos para acordos firmados previamente – ou negociações futuras – visando os cargos federais em Mato Grosso do Sul. Tratativas neste sentido devem começar já na próxima semana.

São pelo menos dez cargos locais de direção de órgãos nacionais que, geralmente, são divididos entre partidos governistas e aliados. Entre os mais cobiçados estão a Funasa (Fundação Nacional de Saúde), Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e o Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente).

Deputado federal eleito, Zeca do PT disse que vai se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos próximos dias. Na pauta, além da comemoração do aniversário do líder nacional petista, estão assuntos políticos, incluindo a divisão de cargos federais na esfera estadual.

Já a principal liderança estadual do PMDB em Brasília (DF), senador Waldemir Moka, diz que não vai se envolver em discussão sobre cargos. “Não mexo com isso, é uma posição muito independente”, analisa o parlamentar.

Ocorre que, em nível federal, os dois partidos – PT e PMDB – são aliados, enquanto que no Estado há uma rivalidade histórica entre ambos. Para completar, o governo estadual está nas mãos do PSDB, com Reinaldo Azambuja.

Via de regra, cargos federais nos Estados são usados pelos políticos para alocar aliados e correligionários. Alguns, nos quais os repasses de verbas são constantes e maciços, são mais cobiçados que outros – caso da Funasa ou do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte), por exemplo.

Pedro Teruel, chefe estadual da Funasa por dois anos até deixar o cargo para candidatar-se a deputado estadual pelo PT, conta que no período foram cerca de R$ 50 milhões em repasses. Ele diz orgulhar-se do trabalho feito no órgão, citado, segundo ele, como o melhor entre as demais regionais em todos os indicadores, mas não acredita em um retorno.

“Não precisam mais de mim lá. Meu substituto, engenheiro Aristides Ortiz, é um funcionário de carreira, me acompanhou desde o começo em tudo que fizemos de bom lá e está fazendo um ótimo trabalho”, diz o líder petista. Agora, completa, espera por eventual “nova missão” a ser apontada pelo senador Delcídio do Amaral, a quem é ligado dentro do PT.

A exemplo de Zeca, Teruel também acredita que discussões neste sentido devem começar somente na próxima semana. Agora, diz, está todo mundo descansando após a campanha eleitoral.

Há chefias, como no Incra, Ibama e Dnit, atualmente exercidas por funcionários de carreira ou indicações do próprio PT. Nos dois últimos casos, antigos chefes, indicados por líderes partidários, foram destituídos por envolvimento em denúncias de irregularidades.

Além dos já citados, outros órgãos federais incluídos no ‘pacote’ repartido localmente pelos políticos estão a Funai (Fundação Nacional do Índio), Delegacia do Ministério da Agricultura, INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social), Ministério do Trabalho e Correios, entre outros.

PMDB enfrenta nova crise com insatisfação de candidatos para Campo Grande

Aumentar texto Diminuir texto

Wendell Reis

As coisas não estão nada fáceis no PMDB. Depois da crise no partido para definir quem seria o candidato ao Governo do Estado, com brigas entre Nelsinho Trad (PMDB) e o grupo que preferia Simone Tebet (PMDB) ou até mesmo a candidatura de Delcídio do Amaral (PT), o partido agora enfrenta insatisfação de cotados para disputar a Prefeitura de Campo Grande.

O deputado estadual eleito com mais votos, Marquinhos Trad (PMDB), foi o primeiro a anunciar que deixará o partido. Ele alegou que sairá para se candidatar a prefeito, o que não conseguirá se permanecer no PMDB.

A reclamação de Marquinhos não é isolada. O vereador Paulo Siufi (PMDB), mais bem votado no partido em 2012, também não está satisfeito. Na eleição passada ele foi cotado para disputar a prefeitura, mas foi preterido por lideranças, que preferiram Edson Giroto. Neste ano ele ainda não decidiu se concorrerá a prefeito, mas já sabe de uma coisa: não conseguirá emplacar candidatura se permanecer no partido.

“Ainda é cedo para pensar neste nível de escolha, mas o PMDB comigo nunca foi. Não sinto que tenho espaço dentro do PMDB. Na outra estava muito bem e fui preterido. Pagamos um preço, mas faz parte do jogo. Temos que buscar o espaço da gente e dentro do PMDB não consigo”, reclamou.

O vereador conta que teve outra experiência negativa nesta eleição, quando tentou uma vaga na Assembleia. “Não tive apoio e investimento de campanha como deveria ter sido, o que era combinado. Eles sabem quem querem. Os maiores conseguem fazer coisas”, protestou.

Apesar da dificuldade, o vereador diz que ficou satisfeito com os 11.500 votos que teve em Campo Grande e vai pensar mais para frente sobre que rumo seguir. Ele tem como certo a candidatura à reeleição, o que lhe faria permanecer no partido. Porém, se resolver disputar um cargo de Executivo, acredita que terá dificuldade.

“Vou avaliar se o PMDB é realmente o lugar onde tenho que ficar. Tenho inúmeros fatores que provaram que dentro do PMDB não tenho espaço. Ganho com minhas forças toda vez e não com meu partido. Mas, sou fiel ao meu partido toda vez”, revelou.

Sobre a situação do partido, Siufi entende que são poucas as opções para a disputa da prefeitura. Ele avalia Carlos Marun (PMDB) como um bom nome, mas acredita que Marquinhos tem muito mais chance.

“Hoje o partido não tem opção. Da nossa legenda, tem pouca opção. Tem que ter representatividade nos bairros. Isso de faz e acontece só existe na proporcional. Majoritária não é assim, tem que ter respaldo popular. Marun é um dos nomes. Mas, enxergo Marquinhos com mais condições”, avaliou.

O vereador avalia como natural a candidatura de Marquinhos, mas pondera que ele deve tomar muito cuidado para não perder o mandato, embora entenda que ele, realmente, não terá espaço dentro do partido.

“O Marquinhos se elegeu como deputado estadual mais votado. Naturalmente, sai candidato. Se perde para prefeito, continua deputado. É um menino que trabalha muito, vai para bairros, e tem aceitação boa na população. Mas, dentro do PMDB não vai ter espaço, como eu não tive. Só tem que pensar bem na hora de sair, para não perder o mandato”, avaliou.

Delatores de esquema de corrupção na Petrobras vão devolver R$ 175 milhões

Aumentar texto Diminuir texto

O Globo/CN

Divulgação

O doleiro Alberto Youssef deverá devolver aos cofres públicos R$ 55 milhões até o fim dos processos abertos contra ele a partir da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. A devolução do dinheiro e dos bens obtidos de recursos ilícitos faz parte do acordo de delação premiada que o doleiro firmou em troca de redução substancial das penas de prisão a que poderia ser condenado por desvios de verbas da Petrobras e de outras áreas da administração pública. Na quarta-feira, Youssef recebeu alta do hospital em Curitiba onde estava internado desde sábado e voltou para a prisão.

Até o momento, réus que decidiram colaborar com as investigações da Lava-Jato já se comprometeram a devolver aproximadamente R$ 175 milhões. O primeiro da fila da delação premiada, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que confessou participar de um esquema de corrupção que envolvia políticos de PT, PMDB e PP, deverá devolver mais de R$ 70 milhões. Entre os valores a serem entregues por Costa estão US$ 23 milhões que ele teria recebido da Odebrecht, uma das empreiteiras com grandes contratos com a Petrobras. O dinheiro está bloqueado em contas bancárias na Suíça, e sua devolução aos cofres públicos depende apenas de medidas burocráticas.

Volume expressivo de dinheiro deve ser devolvido também por outros colaboradores, entre eles o executivo Júlio Camargo, da Toyo Setal, que também decidiu fazer acordo de delação premiada. Os valores que ele teria de devolver estariam em torno de R$ 40 milhões. Os recursos a serem recuperados até o fim do processo devem aumentar ainda mais caso algumas empreiteiras confirmem a intenção de fazer acordo de leniência. Emissários de empresas já fizeram sondagens sobre possível acordo logo na primeira fase das investigações, mas ainda não há decisão sobre isso.

Para o Ministério Público, novos acordos só deverão ser assinados em bases ainda mais duras.

— Não dá para fazer acordo de leniência com todas as empresas. Tem que ser acordos individuais com condições específicas — disse uma autoridade que acompanha o caso de perto.

As exigências do Ministério Público Federal para eventuais colaborações das empreiteiras seguirão parâmetros adotados em processos judiciais americanos. As empresas teriam que abrir mão dos lucros obtidos em contratos espúrios. Teriam ainda que pagar multa por danos morais. Em caso de não colaboração, as punições poderão ser ainda mais rigorosas. O Ministério Público deverá pedir pena de prisão de dirigentes envolvidos nas negociatas denunciadas por Costa e Youssef, além da proibição da contratação pelo serviço público.

No material em poder da PF e do MP constam contratos de falsa prestação de serviços, e os depoimentos de Costa, Youssef e outros integrantes da organização do doleiro que teriam participado das supostas fraudes. Entre os documentos aparecem ainda extratos de contas no exterior e detalhados relatos sobre a remessa de recursos ilegais para beneficiários do esquema em outros países.

PETROBRAS QUER OUVIR COSTA

A Petrobras quer ouvir o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa nas investigações internas abertas para apurar irregularidades nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, o Comperj. O pedido foi encaminhado ontem à Justiça Federal do Paraná, uma vez que Costa cumpre prisão domiciliar depois de ter sido beneficiado pela delação premiada negociada com o Ministério Público Federal. A estatal pede que Costa responda por escrito a 19 quesitos, na maioria relacionados a negócios da diretoria de Abastecimento.

A comissão interna da estatal quer saber quais assuntos foram tratados em reuniões feitas em Brasília, no início de 2006, às vésperas da aprovação do projeto Abreu e Lima, das quais participaram Costa, Renato Duque e o ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli. Outra pergunta é sobre as razões de ter sido aumentado o valor do projeto, revisado para US$ 4 bilhões em dezembro de 2006.

O relator da CPI mista da Petrobras, Marco Maia (PT-RS), disse ontem que quebrar sigilos de empreiteiras envolvidas nas denúncias de Costa e Youssef pode não contribuir para o andamento da investigação no Congresso. Os integrantes da CPI chegaram a um acordo para prorrogar os trabalhos até 21 de dezembro, mas não há entendimento sobre novos requerimentos de acesso a dados sigilosos nem convocações.

— Aprovar quebras de sigilo pode ser inócuo. Não acho necessidade de novas quebras neste momento — afirmou. — Quebrar sigilo de empreiteiras de forma genérica talvez não contribua para o processo investigatório porque são informações generalizadas. São seis meses para chegarem os dados e uma loucura para analisar tudo — reiterou.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NOTICIA
Diversos

Imagens sugerem que Sarney votou em Aécio

Um vídeo que registra o momento em que o senador José Sarney (PMDB-AP) aparentemente digita o número 45 (do tucano Aécio Neves) em uma urna eletrônica em Macapá no último domingo está correndo a internet.

Sarney, que é aliado do PT e apoiou formalmente a reeleição da presidente Dilma Rousseff, negou que tenha votado no tucano. Segundo a assessoria de imprensa do senador, o vídeo é falso e faz parte do "jogo sujo" que marcou a disputa eleitoral nas redes sociais. O senador lembrou que o Maranhão, governado por sua filha, Roseana, foi o Estado onde Dilma teve o maior porcentual de votos no 2.º turno, 78% ante 21% do tucano.

O vídeo que "viralizou" nas redes sociais é uma ampliação da reportagem exibida domingo pela TV Amapá, retransmissora da TV Globo no Estado. Nele, aparecem apenas a mão, a urna eletrônica, o local da votação e um paletó bege com adesivos de Dilma e do candidato do PDT ao governo do Amapá, Waldez Góes, eleito com apoio de Sarney.

Não é possível enxergar o rosto de quem está votando. A imagem mostra que o eleitor chegou a encostar o dedo na tecla de número "1", titubeou e acabou digitando 45 e confirmou. Os rostos de Aécio e seu vice, Aloysio Nunes Ferreira, aparecem na tela da urna eletrônica.

Semelhanças

Embora Sarney negue a autenticidade do vídeo, uma comparação com a cena original feita pela TV Amapá, mais aberta, na qual aparece o rosto do senador, mostra várias semelhanças. O terno e os adesivos são iguais aos de Sarney. A posição dos dedos e o ritmo da digitação também são idênticos nos dois vídeos, assim como a disposição dos móveis no local de votação.

Na segunda-feira, Dilma chegou a telefonar para agradecer aos Sarneys o apoio na disputa eleitoral. Apesar da aliança em nível federal, setores do PT ficaram contra o candidato apoiado pelo senador ao governo do Maranhão, Edison Lobão Filho (PMDB), e, no Amapá, a sigla se aliou a Camilo Capiberibe (PSB), adversário de Waldez Góes.

Além disso, Sarney tem amizade pessoal com Aécio. O maranhense foi vice de Tancredo Neves, avô do tucano, e assumiu a Presidência da República no lugar dele, em 1985. Em passagem por São Luís, no início da disputa eleitoral, Aécio fez questão de salientar que, embora apoiasse Flávio Dino (PC do B) para o governo do Maranhão, não endossaria as críticas aos Sarneys, em nome da relação pessoal.

Além de negar a autenticidade do vídeo, a assessoria de Sarney disse que o senador, por enquanto, não pensa em tomar providências legais em função da divulgação das imagens. Violar o sigilo do voto é crime punível com até dois anos de detenção, segundo o Código Eleitoral. A TV Amapá não comentou o uso das imagens. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

PP destitui Maluf da presidência do partido em São Paulo

Em retaliação ao apoio dado pelo PP de São Paulo ao candidato do PMDB ao governo do Estado, Paulo Skaf, a direção nacional da sigla vai destituir o deputado federal Paulo Maluf da presidência do diretório estadual. A cúpula do PP - que nacionalmente fez parte da coligação pela reeleição da presidente Dilma Rousseff - havia acertado que no Estado o partido estaria junto com o petista Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde que terminou a disputa pelo governo paulista em terceiro lugar.

No último dia para a definição das alianças, no entanto, Maluf deu aval para que a direção estadual da sigla deixasse o barco do petista e embarcasse na candidatura de Skaf, que aparecia nas pesquisas de intenção de voto em segundo lugar. À época, Padilha figurava nas sondagens com apenas 3% da preferência do eleitorado, mas terminou com 18% dos votos válidos. O movimento deixou Padilha com o apoio apenas de PCdoB e PR e foi interpretado como uma traição pela cúpula nacional do PP.

A justificativa dada pelo PP de São Paulo para o desembarque da candidatura de Padilha foi que, em um acordo com o PMDB, o partido tinha melhores chances para eleger mais deputados. Nos bastidores, parlamentares do PP se queixam que a estratégia se provou equivocada: apenas dois deputados do partido foram eleitos no Estado, contra quatro no pleito anterior.

Segundo apurou o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o presidente da sigla, senador Ciro Nogueira (PI), deverá retirar Maluf e formar uma comissão provisória que será entregue justamente aos dois deputados federais eleitos em São Paulo: Guilherme Mussi e Missionário José Olímpio.

Maluf, ex-governador de São Paulo, teve sua candidatura a deputado federal neste ano barrada com base na Lei da Ficha Limpa. Apesar disso, ele recebeu mais de 240 mil votos e aguarda análise de um recurso. Os votos dados para Maluf não foram considerados válidos e só serão liberados se a Justiça der aval à sua candidatura.

CCJ do Senado aprova flexibilização no porte de maconha

creditos: Divulgação

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira duas novidades na Lei de Drogas: a importação legal de produtos derivados de maconha para uso medicinal e a definição de uma quantidade mínima para diferenciar usuário e traficante. As mudanças foram apresentadas pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e ainda dependem da aprovação de outras quatro comissões de senadores para ser colocada em votação no plenário da Casa para virar lei nacional.

O senador defendeu a liberação de derivados de Cannabis - o princípio ativo da maconha - para fins terapêuticos como uma tendência médica já reconhecida pelo Poder Judiciário, que tem dado ganho de causa a pacientes que processam o Estado para tratamento de doenças. "Optamos por seguir a tendência que já vem sendo encampada pelo Judiciário, que é de permitir a importação de 'canabinoides' para uso medicinal, em casos específicos de certas doenças graves", disse.

A importação de remédio à base de maconha foi discutida em uma série de seminários promovidos pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado. A regulamentação dos medicamentos, contudo, caso aprovada a importação pelo plenário, deverá ser regulamentada pelo Ministério da Saúde. A abertura legal também vai permitir que os medicamentos possam ser produzidos no País.

A definição de uma quantidade mínima ainda será debatida. O critério adotado foi de cinco dias de consumo por pessoa, sem definir valores. Os senadores concordaram que a proposta era importante para diferenciar juridicamente consumidor e traficante. O tema foi incluído por Valadares para acompanhar sugestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente sugeriu dez dias de consumo individual, conforme prevê a legislação de Portugal.

 

Mãe de menina morta diz que crime poderia ter sido evitado
"No Dia das Crianças ele foi extremo. Me ligou várias vezes, dizendo que tinha matado as três crianças", declarou a mãe da menina morta.

A morte da menina Vitória Emanuele Urch de Oliveira, 2 anos, com um tiro na cabeça disparado pelo próprio pai na zona rural de Piaraquara, poderia ser impedida. Segundo a mãe da criança, Beatriz Urch dos Santos, desde que ela se separou do marido, o eletricista Marco Antônio de Oliveira Leal, 36, há dois meses, ele ameaçava matar não só a menina, mas os dois filhos mais velhos do casal, de 6 e 9 anos. Mesmo registrando boletim de ocorrência na delegacia da cidade, sobre a intenção assassina do ex-marido, Beatriz alegou não ter recebido atenção das autoridades.

“No Dia das Crianças ele foi extremo. Me ligou várias vezes, dizendo que tinha matado as três crianças e que era apenas para eu ir buscar os corpos. Fiquei desesperada, mas descobri que ele estava mentindo. No dia seguinte, registrei queixa na delegacia”, contou Beatriz, com cópia do BO nas mãos. Mesmo informando a polícia sobre as ameaças de Marco Antônio, nada foi feito e as crianças permaneceram na casa da avó paterna.

Reprodução/Aliocha Maurício

“Quando nos separamos, não tinha para onde ir e as crianças ficaram na casa da mãe dele, que sempre cuidou muito bem delas. Fui morar com uma amiga, mas ele me aterrorizava. Estava obcecado por mim e ficou cego a ponto de matar nossa filha. Não acreditava que ele seria capaz desse ato”, lamentou a mãe.

Beatriz comentou que deixou do marido porque vinha sofrendo com a violência dele dentro de casa. “Sempre foi muito ciumento. Me deixava na porta do emprego e ia me buscar, mesmo assim dizia que eu tinha outra pessoa. Abandonei-o porque ameaçou me matar. Depois disso, passou a ameaçar as crianças”, relembrou Beatriz.

Mesmo com a tristeza profunda causada pela perda de Vitória, a mãe disse estar, de certa forma, aliviada por os outros filhos terem sido poupados. Segundo ela, apesar da crueldade demonstrada pelo ex-marido, Vitória sempre foi muito apegada ao pai. “Nos álbuns de família ela sempre aparece abraçada a ele”. Beatriz também relatou que Marco Antônio assistia, com frequência, alguns seriados americanos policiais e tinham interesse por crimes misteriosos.

Execução

Durante o passeio na região de Roça Nova, Marco Antônio deixou os dois filhos mais velhos perto da represa e se distanciou alguns metros com Vitória. A menina e o pai subiram o barranco, onde costumavam ir para apreciar a vista, então houve o disparo.

"Eu mandei ela virar de costas e ir andando. Atirei quando chegou perto do barranco, depois ela caiu da ribanceira. Não sei o que me deu, não consigo explicar porque matei ela", disse Marco Antônio. Ele alegou que estava tomando remédios controlados e apertou o gatilho por estar sofrendo surto psicótico.

Os dois irmãos ouviram o tiro e saíram da água. Como o pai não dizia nada, suspeitaram que tinha feito algum mal contra Vitória, por isso o mais velho pegou a chave do carro e jogou no matagal. Marco Antônio se obrigou a pedir carona a uma dupla de pescadores e voltou para a casa da mãe, onde deixou os dois garotos e saiu a pé.

Depois de ouvir o relato dos irmãos, os familiares resolveram chamar a Polícia Militar. Três equipes do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd) foram até a residência, no bairro Guarituba, e descobriram que Marco Antônio estaria no Jardim Holandês. No fim da tarde conseguiram capturá-lo na Rua Betonex, portando o revólver 38 usado para atirar em Vitória.

De início, Marco Antônio disse aos policiais que a menina estava bem, na casa de um parente no centro da cidade. Os PMs foram ao endereço indicado, mas descobriram que era mentira e voltaram a questioná-lo. Foi ai que o homem confessou pela primeira vez ter matado a filha. Levou os policiais até os pés da ribanceira onde o corpo estava.

Por ser um local de difícil acesso, a perícia terminou somente de madrugada e o corpo foi recolhido pelo Instituto Médico-Legal quando o dia quase amanhecia. Por volta das 7h30, Marco Antônio foi entregue na delegacia, junto com o revólver, e foi autuado em flagrante por homicídio.

Lineu Filho
Os bombeiros foram chamados, porque os moradores ameaçavam queimar a casa toda.


Revolta dos vizinhos

Os moradores da Vila Nova, no Guarituba, onde Marco Antônio morava com a mulher e os três filhos, ficaram revoltados com o crime. Na noite de quarta-feira (29), quando um parente da família chegou à casa do casal, na Rua Uruguai, para pegar alguns objetos, os vizinhos tentaram atear fogo na residência.

Os bombeiros foram chamados, porque os moradores ameaçavam queimar a casa toda. Eles não conseguiram cumprir com a intenção, mas como forma de protesto pela morte da criança, queimaram objetos que estavam no terreno, mas com a promessa de atear fogo na residência outro dia. “Esperem e vocês vão ver”, disse uma vizinha.

Agressivo

Os moradores confirmaram a versão de Beatriz, de que Marco era um homem agressivo. “Ela estava sofrendo com as ameaças dele. Foi por isso que ela saiu de casa. Ele disse pra ela que se ela levasse as crianças, ele mataria não só os filhos, mas ela também”, disse um morador próximo, que pediu para não ser identificado. Segundo o vizinho, Marco teria a arma porque estava envolvido com o tráfico de drogas. “Nós estamos inconformados com o que aconteceu. Ele não merecia estar preso. Merecia estar morto”, disse.

Treze mulheres e meninas foram mortas neste mês na RMC

Os 13 casos de mulheres e meninas assassinadas na Grande Curitiba, desde o começo do mês até quarta-feira (29), fizeram o Outubro Rosa ganhar mais alguns tons e se transformar em Outubro Vermelho.

Os assassinatos de Vitória Emanuele Urch de Oliveira, de 2 anos, de Fernanda Carolina Anacleto, 15, e de Fabiana de Garcia Cordeiro, 24 anos, que estava grávida, cometidos entre segunda e quarta-feira, foram os últimos de uma lista de crimes com motivos que vão desde a violência doméstica até o tráfico de drogas. Oito das vítimas foram assassinadas a tiros, quatro com golpes de faca e uma idosa por agressão.

No outro extremo da lista, aparece o nome de Bárbara Silveira Alves, 16 anos. Na manhã do dia 1.º, a estudante foi morta no Santa Cândida, depois de ser atingida nas costas por um tiro disparado pela arma de um policial militar, que perseguia dois assaltantes. Os PMs que participaram da ação foram afastados.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAMARA DE AMAMBAI
Diversos

Jaime Bambil pede sanitários para atender trabalhadores dos quiosques da praça central de Amambai

Garantir conforto para as pessoas que trabalham nos quiosques da praça Cel. Valêncio de Brum é o principal objetivo da matéria apresentada pelo vereador de Amambai, Jaime Bambil (PT do B), na sessão ordinária do legislativo municipal, realizada nesta quarta-feira (29), solicitando a construção de sanitários para atender os comerciantes e comerciários da localidade.

O pedido foi feito através do requerimento número 078/2014, onde, o parlamentar solicita ao prefeito de Amambai, Sergio Barbosa (PMDB), a construção de dois sanitários: um masculino e outro feminino, para atender os cerca de 35 trabalhadores que atuam nos quiosques instalados no logradouro público.

No documento, o vereador ressalta que cada trabalhador terá uma chave e ficará responsável pela manutenção e higiene dos banheiros.

“As reclamações apresentadas pelos trabalhadores apontam que a falta de sanitários vem causando desconforto sem, contudo, elencar que muitas vezes estes trabalhadores não podem suprir suas necessidades fisiológicas e higiênicas básicas, acarretando problemas de saúde”, comenta o vereador Jaime Bambil.

Vereador Roberto Protético quer instalação de Relógios Digitais em locais públicos de Amambai

Buscando oferecer informações a população e também modernizar os logradouros públicos da cidade, o vereador de Amambai, Roberto Protético (PSD), está solicitando ao executivo municipal a instalação de relógios digitais no Parque da Cidade “Muriama de Oliveira Mascarenhas”, na praça Orlando Viol e na pista de caminhada “Antônio Francisco Schultz”.

De acordo com o vereador, através dos aparelhos a população vai ter informações sobre o horário e o clima, além de dar um aspecto de modernidade nos locais de uso diário da população.

“O relógio digital é uma excelente ferramenta de utilidade pública. Instalados em pontos estratégicos essas peças orientam os transeuntes sobre a hora e a temperatura”, comenta o vereador Roberto Protético.

A indicação número 155/2014, foi apresentada na sessão ordinária do legislativo municipal, ocorrida nesta quarta-feira (29).

Carlinhos pede linha de ônibus para os assentamentos rurais Guanabara e Sebastião Rosa da Paz

O vereador de Amambai, Carlos Roberto do Nascimento (PPS), Carlinhos, está reivindicando a implantação de linha de ônibus para beneficiar as famílias que moram nos assentamentos rurais Guanabara e Sebastião Rosa da Paz, localizados no município de Amambai e também as pessoas que moram e trabalham nas fazendas da região.

O vereador quer uma linha de ônibus circulando na rodovia MS 289, ligando as cidades de Amambai e Juti, passando pelos dois assentamentos rurais.

Neste sentido, o vereador Carlinhos está sugerindo ao executivo municipal a efetivação de convênio com a empresa de transporte coletivo Expresso Queiróz, para a realização do itinerário.

Carlinhos lembra que a falta de uma linha de ônibus tem provocado transtornos e insegurança para as famílias. “São centenas de famílias que residem no território do município de Amambai e merecem atenção e empenho do poder público”, ressalta o vereador Carlinhos.

O pedido foi feito ao prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), através da indicação número 152/2014, apresentada na sessão do legislativo municipal, ocorrida nesta quarta-feira (29).


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MANHÃ
Diversos

PMDB enfrenta nova crise com insatisfação de candidatos para Campo Grande

 

Prefeito recebe Simted e pede suspensão de greve em Amambai

Na tarde dessa quarta-feira (29), o Prefeito Municipal, Sérgio Diozébio Barbosa, recebeu em seu gabinete membros do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) para uma conversa a respeito movimento de greve ao qual o sindicato aderiu por dois dias, na semana anterior.

Durante a reunião foram ouvidas as explanações dos professores presentes, bem como das representantes sindicais, que argumentaram os motivos pelos quais aderiram à paralisação, adotada por dois dias.

O Prefeito Municipal solicitou junto aos professores que o movimento de greve seja suspenso e que a categoria possa aguardar a divulgação do índice salarial por parte do governo federal, para que, dessa forma, possa haver uma real discussão com bases em valores concretos, afirmando ainda que, na semana seguinte à divulgação do índice, realizará nova reunião com os professores.

Estavam presentes na reunião a Secretária de Educação, Vera Lorensetti, o Secretario de Administração, Rodrigo Selhorst, o Secretário de Finanças, Williams Fernandes, o Procurador Geral do Município, Dr. Caio Fachin, a Assessora da Secretaria de Educação, Zanete Borges Corrêa, os vereadores Anilson Prego, Carlinhos Nascimento, Roberto Sangue Bom, Jaime Bambil, David Nicolini e Robertino Dias, além de representantes do Simted, comissão de professores e diretores de escolas municipais.
 

Fonte: Katiéli Duarte/Assessoria Prefeitura

Fábio Trad atribui derrota à traição da cúpula do PMDB

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) classificou como ‘traição’ a conduta de determinados integrantes da cúpula peemedebista em apoiar candidatura da deputada federal eleita, Tereza Cristina (PSDB), fato que ele julga ter prejudicado sua tentativa de reeleição. Além disso, alegou que os traidores se estenderam também à disputa pelo comando do Estado, na qual muitos deram apoio ao adversário, senador Delcídio do Amaral (PT) no primeiro turno e, sequer, continuaram ao lado do petista na segunda fase do pleito ao verem que já não havia chance de vitória.

“Não tive a unanimidade do meu partido em Mato Grosso do Sul, eu enfrentei resistência da liderança maior do meu partido que trabalhou de forma aberta contra minha candidatura e a favor da candidatura da Tereza Cristina que é  do PSB, de outro partido, e isso me mutilou em muitos municípios”, disse referindo-se aos correligionários que peregrinaram pelo interior de Mato Grosso do Sul trabalhando por candidaturas de outras legendas.A reportagem, de Jéssica Benitez,

Confirmadas mais duas mortes do acidente de ônibus com estudantes

Uma pessoa continua na UTI de hospital

Mais duas mortes em razão do acidente envolvendo um ônibus de estudantes e uma carreta foram confirmadas, hoje (30), pelo Instituto Médico Legal (IML) de Bauru. Leonardo Lucas dos Santos, 17 anos, e Larissa Souza Bottacini, 24 anos, estavam na UTI do Hospital de Base de Bauru. Agora, chega a 13 o número de vítimas. A colisão ocorreu na segunda-feira (27), por volta das 23h30min, na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), altura do quilômetro 368, em Ibitinga.

Parte dos feridos foi levada para a Santa Casa de Ibitinga. De acordo com o hospital, das oito pessoas encaminhadas para lá, apenas uma continua na UTI. Os demais foram liberados. Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde do paciente.

O ônibus levava adolescentes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, da cidade de Borborema. De acordo com a polícia, os alunos voltavam de São Paulo, onde visitaram uma exposição da Bienal. Três ônibus voltavam em comboio do passeio e, segundo as autoridades, dois veículos voltaram por um caminho diferente do ônibus que se acidentou, passando por Itápolis.

O acidente causou grande comoção no município, de cerca de 15 mil habitantes. O velório coletivo foi na terça-feira (28), no Ginásio de Esportes da cidade. Entre os mortos, segundo a prefeitura, estava a diretora de Cultura do município, Márcia Martins Carvalho Biasotto, a diretora da Escola Municipal Professora Ana Rosa, Marisa Aparecida Mansano dos Santos, e as professoras Roseneide Aparecida Casetta Montera e Margarete Aparecida Lucas dos Santos.

Petrobras pede autorização a juiz para ouvir Paulo Roberto Costa

Aumentar texto Diminuir texto

G1/GA

A Petrobras pediu nesta quarta-feira (29) ao juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), autorização para ouvir o ex-diretor Paulo Roberto Costa no âmbito da investigação interna que apura irregularidades na empresa.

No ofício ao juiz, o advogado René Dotti, representante da empresa, afirma que, em regra, a empresa pede o depoimento de ex-funcionários a comissões internas por meio de convite. Mas ressalvou que, como Costa encontra-se em prisão domiciliar, considera "adequada" a autorização do juiz para que o ex-diretor se manifeste no processo interno de investigação.

De acordo com o pedido, os quesitos do depoimento de Costa serão respondidos por escrito e serão mantidos em sigilo.

As comissões apuram os procedimentos de implantação da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, e do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), sobre os quais há suspeitas de superfaturamento, segundo o TCU (Tribunal de Contas da União). Segundo investitgações da Polícia Federal, Costa tem envolvimento nos dois casos.

"O conjunto das oitivas já realizadas internamente e o contexto das investigações conduzidas no âmbito da Operação Lava Jato indicam a necessidade de que o ex-diretor PAULO ROBERTO COSTA – que atuou como representante da Área de Abastecimento e Refino da PETROBRAS em ambas as operações – seja igualmente ouvido no âmbito de cada Comissão, especificamente quanto aos fatos envolvendo os dois empreendimentos mencionados", diz o texto da petição.

Paulo Roberto Costa foi preso em março deste ano, durante a Operação Lava Jato, da Polícia Federal. A operação investigou um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões. Costa foi libertado em 19 de maio por ordem do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal. Na ocasião, o ministro tomou a decisão após pedido de advogado de Costa, que questionou a competência do juiz do Paraná de conduzir o processo, em razão do envolvimento de parlamentares. O ex-diretor voltou a ser preso em 11 de junho – o Ministério Público apontou risco de fuga devido a supostas contas que ele mantém na Suíça. Depois de firmar um acordo de delação premiada, Paulo Roberto Costa passou a colaborar com as investigações e, em troca, obteve o benefício da prisão domiciliar.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DIOGO PEIXOTO
Diversos

Sindicato Rural de Amambai comenta resultados das eleições

Reinaldo Azambuja, candidato do PSDB nas eleições majoritárias do Estado, foi eleito o novo governador de Mato Grosso do Sul, com 55,34% dos votos, equivalente a 741,5 mil votos. O tucano ficou 11 pontos percentuais à frente do segundo colocado, Delcídio do PT.

O presidente do Sindicato Rural de Amambai, Diogo Peixoto, afirma que os resultados das eleições em Mato Grosso do Sul representam uma grande vitória do setor produtivo. “O Reinaldo é um produtor rural, ele sente na pele, no dia-a-dia, os problemas e desafios que nós enfrentamos. Como as pontes e estradas precárias, a ausência de ferrovias no nosso estado, que dificultam nossos trabalhos diariamente. Nós sabemos que, agora, com o Azambuja no governo, haverá um fortalecimento das instituições que nos ajudam com a sanidade animal, fiscalização, como a IAGRO, com o setor produtivo de grãos, entre outros”, comenta
Diogo Peixoto destaca também que o Mato Grosso do Sul é um estado altamente dependente do setor produtivo e a eleição de Reinaldo Azambuja só trará benefícios para cada cidadão do Estado. “Nós estamos muito contentes, com o setor cada vez mais politizado, com os produtores cada vez mais unidos e lutando pelos seus direitos, com chances para atingir novos vôos para o nosso município.”

Amambai/Juti

Reinaldo Azambuja, durante a campanha eleitoral, esteve duas vezes em Amambai e firmou o compromisso de pavimentar o trecho Amambai/Juti e viabilizar a construção do anel viário.

“A Rodovia MS 289, no trecho Amambai/Juti é uma região muito promissora para a agricultura, com terras muito boas, mas ainda há a falta de estrutura das estradas”, comenta Diogo, destacando a importância da região para toda a economia do município e região.

Segurança

O presidente do Sindicato Rural destacou que Reinaldo fez um compromisso de trazer mais segurança para o estado e para as fronteiras. “O DOF com certeza será mais valorizado, pois ele faz um grande trabalho na fronteira, protegendo nossas propriedades, combatendo o contrabando de armas e drogas”.
FUNRURAL

“Com Azambuja termos melhor distribuição do FUNRURAL, que será distribuído de acordo com a malha rodoviária de cada município. Hoje, Amambai possui uma malha rodoviária de 1.200 quilômetros, com estradas ruins com pouca estrutura para tráfego de veículos pesados, dos ônibus escolares”, afirma Diogo.

Desenvolvimento do Interior

Diogo Peixoto também ressalta que plano de governo de Azambuja traz boas expectativas para todos os setores, “Reinaldo irá desenvolver o interior de nosso estado com impostos diferentes para as regiões de fronteira, como forma de aumentar a competitividade com o Paraguai e tenho certeza que haverá um grande avanço na nossa economia com aumento na renda e na geração de empregos de qualidade.”

Presidência da República

Com relação ao resultado da eleição presidencial, o Presidente do Sindicato Rural de Amambai, Diogo Peixoto, destacou que foi por muito pouco que Aécio Neves(PSDB) não foi eleito. “Ficou claro que nas regiões mais desenvolvidas do País, o povo entende o que é o melhor para o Brasil como um todo. Mas a partir de agora, nós vamos rever nossos erros, focalizar os acertos, erguer a cabeça e trabalhar”, finaliza.
 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA NOITE
Diversos

Aquecimento global, um problema real

Em um esforço para tornar possível um acordo mundial de redução de emissões dos gases de efeito estufa daqui a apenas sete meses, o Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC) iniciou em Copenhague, ontem, a confecção de um resumo de suas mais recentes constatações científicas. A premissa de que o aquecimento global trará consequências “graves, generalizadas e irreversíveis para as populações e os ecossistemas” já tem consenso para a síntese. O documento deve admitir a ação humana como base ao aumento da temperatura de até 3,7°C até 2100. O texto final servirá de base para as negociações políticas da 21ª Conferência das Partes sobre Mudança Climática (COP21), marcada para maio, em Paris. “Ainda temos tempo para construir um mundo melhor e mais sustentável”, declarou o indiano Rajendra Pachauri, presidente do IPCC, ao abrir os trabalhos. “Mas temos muito pouco tempo”, advertiu

Depois de 20 anos, eleitores da Capital podem ter novo embate entre Puccinelli e Zeca

Aumentar texto Diminuir texto

Juliene Katayama

Já se passaram 20 anos desde que o ex-governador Zeca do PT e o atual governador André Púccinelli (PMDB) se enfrentaram na disputa pela Prefeitura de Campo Grande. A cena pode se repetir em 2016 quando as duas lideranças se reencontram.


Zeca não descarta a possibilidade de sair candidato a prefeito, apesar de não ser um projeto pessoal. “Não descarto, mas não tenho projeto pessoal. Vai depender do que o PT avaliar”, afirmou Zeca.

Puccinelli já declarou descartar a disputa pela prefeitura. Mas no cenário não tinha o Zeca, seu grande adversário político, no elenco da próxima peça a ser exibida daqui dois anos. A possibilidade não é totalmente descartada já que o peemedebista já admitiu voltar a disputar uma eleição “se as dores do parto passar”.

A disputa entre PT e PMDB pela prefeitura da Capital entrou para a história por causa da pouca diferença de votos. Foram apenas 411 votos que definiu a virada de Puccinelli sobre Zeca do PT em 1996. 

Na época, o total de eleitores em Campo Grande era de 345.625. No primeiro turno, o petista levou a melhor com 101.657 votos contra 81.217 do peemedebista. No segundo turno, teve a virada o placar final ficou 131.124 contra 130.713. Hoje, a Justiça Eleitoral aponta 582.146 votantes.

 

Ex-vereador acha cobra no alface em Dourados

Em Dourados, o ex-vereador Walter Hora (PPS) que foi líder do prefeito Murilo Zauith (PSB) na Câmara e neste ano se candidatou a uma cadeira de deputado federal, tomou um tremendo susto ontem: ao lavar um pé de alface, encontrou uma cobra. "Neste momento agradeço muito ao Cristo, fui surpreendido com uma cobra dentro do pé de alface e olha que ela cobra estava desde de domingo dentro da nossa geladeira. Obrigado meu Deus", escreveu o professor ao postar ontem a foto acima no Facebook. O alface havia sido comprado pela esposa dele no domingo na feira livre da Rua Cuiabá. "No início achei que era uma xuxinha de cabelo, mas quando começou a se mexer percebi que era uma cobra", disse o Walter ao site Dourados Agora. "Acredito que a cobra só não me atacou porque ela estava com frio", acrescentou. Walter pensava que era um filhote da venenosa jararaca, mas foi informado por um biólogo amigo dele que é uma dormideira, não venenosa, que costuma viver em hortas

âmara sugere redução de expediente na Prefeitura para impedir reajuste alto no IPTU

Aumentar texto Diminuir texto

Wendell Reis

Gerson Walber

Os vereadores de Campo Grande não estão dispostos a darem o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) proposto pelo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). Segundo o prefeito  para regularizar a cobrança, precisaria de um reajuste de até 32%, o que foi rejeitado pelos vereadores.

Para impedir um reajuste muito alto, os vereadores deram várias sugestões ao prefeito, incluindo a redução de comissionados e até de expediente na Câmara. “Faz economia em outra coisa. Reduz o número de comissionados ou trabalha em um turno só, mantendo apenas os serviços essenciais”, sugeriu.

O vereador já adiantou que a Câmara não pretende aceitar nem os 23% propostos pelo prefeito. Ele entende que os vereadores devem aprovar, no máximo, um reajuste de 10% a 12% ou 13%. “Não pode jogar tudo para o contribuinte”, opinou.

A oposição também não concorda com reajuste de até 13%. A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) defende apenas correção da inflação. Na avaliação dela, o reajute de 13% é muito alto e faz parte de uma jogada da Prefeitura com alguns vereadores.

“É estratégia igual a de vendedor de carro. Fala que vale R$ 30 mil, a pessoa chora e oferece R$ 20 mil e ele acaba vendendo por R$ 20 mil”, reclamou. Os vereadores têm uma reunião amanhã (30), as 15 horas, para que o prefeito apresente outra sugestão de reajuste, mais próxima da vontade da Câmara.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

RONDA
Diversos

Carro colide de frente com caminhão e dois jovens morrem em MS

Aumentar texto Diminuir texto

Diego Alves

Diego Sanchez de 23 anos e Marcos Antônio Mandelli de 20, morreram em um acidente na MS-141, na entrada de Angélica, 323 quilômetros de Campo Grande, na tarde desta quarta-feira (29).

De acordo com o site Ivi Notícias, houve uma colisão frontal, entre o veículo Toyota Corolla dirigido que seguia no sentido Ivinhema a Angélica com um caminhão da Usina Adecoagro de placas NRY-1462 de Ivinhema, que transitava no sentido contrário.

De acordo com testemunhas que entraram em contato com a reportagem, o Toyota Corolla que era dirigido por Marcos, teria tentado uma ultrapassagem, e não com isso não conseguiu retornar à sua pista.

O veículo Toyota ficou completamente destruído e com boa parte por de baixo do caminhão. Diego Sanchez morava em Angélica e trabalhava como locutor na radio Tropical FM, já Marcos também é morador de Angélica e segundo populares trabalhava na Usina.

Jovem executado a tiros de calibre 9 mm era 'famoso' e tinha extensa ficha criminal

Aumentar texto Diminuir texto

Geisy Garnes

Luiz Alberto

Hewerton Goes de Camargo, de 24 anos, morto a tiros na tarde desta quarta-feira (29) na Rua Barueri, na Moreninha II, em Campo Grande, tinha uma extensa lista de passagens pela polícia. O jovem foi alvejado depois de ser fechado por um Peugeot branco.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Tiago Macedo, da 4ª Delegacia de Polícia Civil, Camargo tem várias passagens e era envolvido com o tráfico de drogas da região. “Já verificamos que ele possui várias passagens, mas ainda não tive tempo de ver os motivos”, afirma.

Testemunhas, que preferiram não se identificar, afirmaram que o jovem era conhecido como 'Tibúrcio' e era famoso no bairro. Muitos relataram crimes de roubos e venda de drogas.

O jovem foi estava na Honda Fan placa NRR-3255 quando um homem em um Peugeot branco passou, o derrubou da moto e atirou. Segundo a pericia foram deferidos cinco disparos de arma calibre 9 milímetros e pelo menos três acertaram Camargo, um no ouvido, um no pescoço e outro no tórax.

Mulher sai para suposto encontro, é estuprada e deixada em avenida de cidade de MS

Aumentar texto Diminuir texto

Tatiana Lemes

Uma mulher de 26 anos foi estuprada na noite desta terça-feira (28) e deixada ensanguentada na Avenida Presidente Vargas, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.

A identidade da vítima, que é moradora da Aldeia Jaguapiru,  não foi divulgada. Segundo a polícia, ela saiu em companhia de uma amiga para um suposto encontro e horas depois foi encontrada ferida próxima do anel viário.

Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) realizou o socorro e a encaminhou para o hospital. Na unidade hospitalar, a vítima disse em depoimento que não se recordava do local do fato.

A vítima contou aos policiais que foi colocada dentro de um carro, levada para um lugar escuro e violentada sexualmente. Ela continua em observação. O caso será investigado pela polícia


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1249 páginas.
Fotos

Nova pagina 2


Notícias

Quarta, outubro 29
· POLICIA
· NOTICIAS DA TARDE
· ENFOQUES
· FIQUE SABENDO
· NOTICIAS DA MANHÃ
· CAFE DA MANHÃ
Terça, outubro 28
· POLITICA
· NOTICIAS DA TARDE
· NOVO GOVERNO
· SEGUNDO
· FIQUE SABENDO
· DIA DO FUNCIONARIO PUBLICO
· CAFE DA MANHÃ
Segunda, outubro 27
· NOTICIAS DA NOITE
· Grupo indígena Guarani Kaiowa mantém posse da terra Jatayvary
· TRAD
· NOTICIAS DA NOITE
· TEMPO
· ACIDENTES
· ELEIÇÃO 2014
· DILMA FOI REELEITA
· REINALDO ESTÁ PRONTO PARA GOVERNAR
· NA MOSCA
· ACIDENTE
Domingo, outubro 26
· REINALDO AZAMBUJA É O NOVO GOVERNADOR NO MS
· ELEIÇÃO 2014
· UFC
· informações e seções de Amambai
· RONDA
· CAFE DA MANHÃ

 Calendario de Eventos
Outubro 2014
  1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB