Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
8972147
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




FATOS & FOTOS
Diversos

O empresário JAIME VIZZOTO, depois de muitos anos de militância e filiação, deixa o PDT.Jaime Vizzoto é muito lembrado em Amambai pelo seu caracter e lutas pelo município e poderá ser  um pré-candidato a PREFEITO em qualquer PARTIDO que se diliar. Sem duvida foi uma grande perde para os pedetistas, não de Amambai, mas para todo o MS.

MUITA GENTE ESTA ARREPENDIDO EM VOTO NO AZAMBUJA...

FALANDO EM ARREPENDIMENTO EM CORONEL SAPUCAIA NÃO É DIFERENTE...

DELSO SANCHES É O PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE CAPITAN BADO-PY- COM GRANDE GESTÃO.PARABENS.

IGREJA CATOLICA DA MINHA VELHA PASSO FUNDO, A CIDADE MAIS GAUCHA DO RIO GRANDE DO SUL

OS JOVENS SÃO O FUTURO DO BRASIL, MAS AZAMBUJA DEIXOU A GALERA SEM MERENDA ESCOLAR...
E OS POLITICOS ELEITOS SUMIRAM DE AMAMBAI
Farmgirls06
 
PRONTA PARA O RODEIO DA EXPOBAI
Farmgirls02
 

 

 

CONEXÃO INTERNACIONAL

NO PROXIMO SABADO NÃO PERCAM NO PROGRAMA CONEXÃO INTERNACIONAL A ENTREVISTA COM O COMANDANTE DA PM DE AMAMBAI- MAJOR DOMINONI- PELAS FMs 1OO.9 NHU- VERÁ E 90.7 CONQUISTA, A PARTIR DAS 11 HORAS-

- PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE AMAMBAI DIOGO PEIXOTO,VALTER BRITO, ENTRE OUTROS.



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA TARDE
Diversos
BATATA QUENTE...

Projeto causa polêmica na Câmara de Amambai

A partir da aprovação da lei, a remuneração do convocado temporário fica limitada a habilitação de grau superior do cargo de professor.

Fonte: an

Vereadores da oposição retiram-se do plenário no momento da votação do projeto de lei / Foto: Moreira ProduçõesVereadores da oposição retiram-se do plenário no momento da votação do projeto de lei / Foto: Moreira Produções

Amambai (MS) – Projeto de lei complementar, de autoria do executivo municipal, alterando o plano de cargos, carreira e remuneração dos profissionais do magistério público de Amambai, foi motivo de debate entre os vereadores na sessão do legislativo municipal, ocorrida na segunda-feira (23).

O projeto de lei complementar número 001/2015 retira dos professores contratados a remuneração correspondente ao vencimento atribuído ao ocupante do cargo público respectivo, em caráter efetivo. A partir da aprovação da lei, a remuneração do convocado temporário fica limitada a habilitação de grau superior do cargo de professor.

Votação
Foi apresentada emenda supressiva, alterando artigos da lei. A emenda foi rejeitada com o voto minerva do presidente do legislativo municipal, vereador Jaime Bambil (PT do B), e o projeto foi votado na íntegra.

A sua aprovação foi confirmada através do voto minerva do presidente da Câmara.

Em protesto, os vereadores da oposição retiraram-se do plenário no momento da votação do projeto de lei complementar.

Voto minerva do presidente do legislativo, Jaime Bambil (PT do B), garante aprovação do projeto de lei / Foto: Moreira ProduçõesVoto minerva do presidente do legislativo, Jaime Bambil (PT do B), garante aprovação do projeto de lei / Foto: Moreira Produções

Votaram favoráveis à retirada da emenda supressiva e à aprovação do projeto de lei na íntegra os vereadores Jaime Bambil e Ilzo Victor Arce Vieira, ambos do PT do B; Roberto Sangue Bom e David Nicoline, ambos do SDD; Carlinhos (PPS), Roberto Dias (PSDB) e Anilson Prego (PSB).

Foram contrários os vereadores Valter Brito (Pros), Professor Ailton (PSB), Roberto Protético (PSD), Luciney Bampi (PV), Luis Fernando Fischer (PR) e Daniel Riquelme (PTB).

Para o vereador Valter Brito (Pros), a medida é discriminatória e prejudica os professores contratados. “Discordo que os professores tenham salários diferentes. Não consigo entender o motivo de ter salários diferenciados se a competência é a mesma”, lamenta o vereador.

O líder do prefeito no legislativo, vereador David Nicoline SDD), disse que o projeto visa a valorização dos profissionais concursados. “A intenção é estimular os professores a fazerem concurso e também valorizar os profissionais efetivos da rede municipal de ensino”, diz o vereador.

Veja o projeto na íntegra
Art. 34 – A remuneração do profissional do magistério convocado temporariamente ficará limitada a remuneração correspondente a vencimento do profissional de cargo efetivo da classe A, nível II, compatível à habilitação de grau superior do cargo de professor.
-1º. O professor convocado com formação em nível médio perceberá remuneração correspondente ao profissional de cargo efetivo, classe A, nível I;
-2º. O professor leigo convocado perceberá remuneração correspondente ao profissional de cargo efetivo classe A, nível PL.

-

Em queda... na charge do Sinfrônio

  • Charge do Sinfrônio/Diário do Nordeste - Fortaleza/Reprodução

    Em queda... na charge do Sinfrônio

Rose governadora

  • Governo de MS

    Rose em reunião com prefeitos na Governadoria

Rose Modesto faz o papel de governadora interina de Mato Grosso do Sul por dois dias com a viagem do governador Reinaldo Azambuja (ambos do PSDB) à capital do vizinho Paraguai. Ontem, a vice no exercício interino do cargo recebeu prefeitos de Jateí, Deodápolis e Glória de Dourados. Depois, participou, com a promotora Jaciguara Passos, de evento alusivo ao mês da mulher. "Nesta sexta-feira vou à aldeia Lagoinha em Sidrolândia acompanhar trabalho com mulheres indígenas e à tarde cumpro agenda interna" me disse Rose. O retorno de Azambuja é previsto para a noite de hoje

Pai de santo no Planalto

  • Veja/Reprodução

    Dilma e Eduardo Cunha: pendenga espiritual


 

Do Lauro Jardim no blog Radar da Veja:
 
"Depois do deputado Cabo Daciolo (leia mais aqui), hoje foi a vez de um pai de santo dirigir-se à portaria do Palácio do Planalto e pedir para falar com Dilma. Dizia ter uma carta para entregar.
 
Sabe-se lá por quê, o pai de santo foi encaminhado à Secretaria de Relações Institucionais. Foi recebido por uma secretária. Explicou o pai de santo, apontando para a Praça dos Três Poderes:
 
– Dilma tem que se proteger. Vim aqui falar isso com ela. Todo mundo aqui faz batuque.
 
Diante da surpresa da secretária, o pai de santo completou:
 
– A Dilma tem que se proteger do Eduardo Cunha.
 
Preocupada, a secretária interrompeu a conversa e, discretamente, telefonou para a segurança. Oito homens subiram até o quarto andar, onde fica a SRI, a Casa Civil e a Secretaria-Geral. Gentilmente, o pai de santo foi convidado a se retirar.
 
A secretária fez um apelo aos seguranças, indagando por que o pai de santo foi autorizado a subir. Eles tentaram tranquilizá-la, dizendo que já havia um alerta contra ele no terceiro piso, andar onde fica o gabinete de Dilma.
 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MULHER
Diversos

Conheça a calça massageadora que promete acabar com as celulites

Conheça a calça massageadora

Uma mulher inventou uma calça diferente. Ela promete combater as celulites.

A calça legging conta com aspecto diferenciado, incluindo diversos componentes que massageiam as pernas. A ideia é remover e prevenir as imperfeições da pele.

Beba, uma mulher mãe de dois filhos, lutou contra a celulite por anos. Após criar a calça, os resultados foram tão positivos que a mulher resolveu comercializar a ideia.

TRUQUE

Batom para esconder olheiras

Uma blogueira chamou atenção em um vídeo publicado no YouTube. Ela mostra como usar batom para disfarçar as olheiras.

Deepica Mutyala postou o vídeo há algumas semanas. O sucesso foi tamanho que o conteúdo atingiu mais de 3,7 milhões de visualizações, e está percorrendo o mundo.

Apesar de existirem diversos produtos que prometem disfarçar as olheiras, Deepica argumenta que não há necessidade de gastar tanto dinheiro sendo possível aproveitar o batom que nenhuma mulher dispensa.

Ela passa o batom em um tom entre vermelho e laranja sob os olhos, além de um corretivo.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

COLIRIO
Diversos
Clique aqui (Leia mais... | 3705 bytes adicionais | comentários? | Pontos: 0)

CASO DE POLICIA
Diversos

Traficante foge da PRF e abandona carro com 890 kg de droga

Ao receber ordem de parada de equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), traficante fugiu abandonando um veículo C4 Pallas com 890 quilos de maconha. O fato ocorreu nesta quarta-feira (25) durante fiscalização no km 68 da BR-463, em Ponta Porã.

De acordo com a PRF, o carro com placas de Indaiatuba (SP) foi abandonado em uma das margens da rodovia e o condutor não foi identificado.

"É preciso acabar com a farra de criação de partidos patrocinados pelo governo", diz Renan

PL, de Gilberto Kassab, foi criado dias antes de sanção de lei que dificulta geração de partidos

Renan Calheiros atacou a criação de partidos sob a asa do governoMarcelo Camargo/17.03.2015/Agência Brasil

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quinta-feira que é preciso acabar com a “farra” da criação de novos partidos com o apoio do governo, um recado claro de que desaprova a tentativa de criação do PL.

O pedido de registro do PL (Partido Liberal), apoiado pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, ocorreu na última segunda-feira, dois dias antes de a presidente Dilma Rousseff sancionar, com um veto parcial, a lei aprovada pelo Congresso que dificulta a fusão entre legendas.

A jornalistas, Renan disse que é preciso acabar com a farra na criação de partidos para agregar aliados ao governo.

— Precisamos acabar com a farra da criação de partidos políticos, principalmente de partidos patrocinados pelo governo, que pretende fazer a fusão para levar aliados.

A movimentação para a criação da nova sigla, com a intenção fundi-la com o PSD de Kassab e criar bancadas de peso na Câmara e no Senado, já vinha provocando rusgas desde o ano passado na relação entre o governo e o PMDB, que teme perder espaço.

— Como pode o governo patrocinar uma coisa que objetiva diminuir o tamanho do aliado? Do ponto de vista da articulação política do governo no último mês, essa foi a pior criação. [...] Uma coisa é criar um partido na forma da lei. Outra coisa é criar um partido sob o Ministério das Cidades e o Ministério da Educação.

O ex-ministro da Educação Cid Gomes, que deixou o posto na semana passada depois de pesada sessão na Câmara após troca de farpas com deputados e com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), havia mencionado a intenção, no fim do ano passado, de criar uma frente de partidos mais à esquerda para facilitar a governabilidade da presidente no Congresso.

Na quarta-feira, Cunha disse estranhar que o pedido de criação do PL tenha ocorrido dias antes da sanção da lei

2015 16h00

Suspeito de roubo e estupro se apresenta e alega ter agido sob efeito de drogas Fernandes se apresentou no 1º Distrito Policial e já recebeu ordem de prisão - Foto: Osvaldo Duarte

Foi preso na tarde desta quinta-feira (26), Lucas Conceição Fernandes, 21. Ele é suspeito de ter participado na madrugada de terça-feira, do roubo e estupro na casa de uma jovem de 19 anos, localizada na Vila São Brás. Na ocasião, ele estava acompanhado de Matheus Andrade Alves, 23, detido no mesmo dia, Fernandes se apresentou no 1º Distrito Policial e já recebeu ordem de prisão.

Durante depoimento, confessou o crime e disse que estava sob efeito de entorpecente. No dia do crime a dupla invadiu o local e enquanto um ‘limpava’ a casa, o outro estuprava a jovem que ficou sob ameaça de uma faca.

Após a violência sexual eles fugiram levando vários objetos. Em seguida, voltaram para que o outro também cometesse o ato. O caso foi denunciado na delegacia do 2º Distrito Policial que passou a investigar e com apoio de policiais do SIG conseguiram chegar até Matheus Andrade. Ambos responderão pelo roubo e estupro.

Vereadora do PT é presa por suspeita de assaltos e homicídios

A vereadora Francisca Sales Vieira (PT), foi presa no município de Salitre, no interior do estado do Ceará, no início desta semana. De acordo com matéria do site G1, a edil foi presa com mais sete pessoas suspeitas de homicídios, assaltos e formação de quadrilha. Ainda de acordo com informações da polícia publicadas pelo site G1, a vereadora petista mantinha relação com um homem chamado Paulinho Tendel, conhecido na cidade por crimes de homicídios.

O comandante do Destacamento Policial de Salitre, Paulo César, informou ao G1, que a parlamentar é suspeita de participação em assaltos a caminhoneiros, postos de combustível e casas lotéricas, além de formação de quadrilha e homicídios. Ele declarou que as pessoas que iam se desmembrando da quadrilha eram assassinados. Só esse ano foram cinco homicídios dessa forma.

O grupo era investigado há um mês e teve o mandado de prisão preventiva expedido na terça-feira (24). Os oito presos foram encaminhados à Cadeia Pública de Campos Sales, cidade próxima a Salitre, onde permanecem à disposição da Justiça. Na delegacia, a vereadora negou todos os crimes e declarou que é inocente.

Francisca foi eleita em 2012 com 419 votos, 4,22% do total de votos válidos na cidade de Salitre. A polícia investiga se o dinheiro utilizado em sua campanha foi financiado pela quadrilha presa.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MANHÃ
Economia 16h05

Dengue: 60% das cidades de Mato Grosso do Sul correm risco de epidemia Nos últimos sete dias foram registrados 1.247 casos de dengue em todo o Estado, atingindo média de 178 por dia

Mais da metade dos municípios de Mato Grosso do Sul correm risco de epidemia de dengue. A informação foi revelada após divulgação de boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quinta-feira (26).

Nos últimos sete dias foram registrados 1.247 casos de dengue em todo o Estado, atingindo média de 178 por dia. O aumento fez com que o número de notificações no ano chegasse a 8.424. Agora, 47 municípios (60%) estão ou em estado de alerta ou com alto risco de epidemia.

Iguatemi, Selvíria, Itaquiraí, Sete Quedas, Sonora, Paranhos, Eldorado, Douradina, São Gabriel do Oeste, Japorã, Brasilândia, Naviraí, Amambaí, Tacuru, Inocência, Aral Moreira, Água Clara, Chapadão do Sul, Costa Rica, Alcinópolis, Três Lagoas, Laguna Carapã, Aparecida do Taboado e Nova Andradina são os municípios com alto risco de epidemia.

Paranaíba, Coronel Sapucaia, Itaporã, Campo Grande, Antônio João, Pedro Gomes, Rio Negro, Santa Rita do Pardo, Bandeirantes, Ribas do Rio Pardo, Guia Lopes da Laguna, Ivinhema, Corumbá, Bonito, Ladário, Rochedo, Juti, Jardim, Glória de Dourados, Mundo Novo, Jaraguari, Bataguassu e Cassilândia completam a lista, em estado de alerta.

Já foram registradas duas mortes causadas pela dengue este ano em Mato Grosso do Sul: uma em Corumbá e outra em Paranhos.

16h02

Dilma sanciona lei que estende licença-maternidade de seis meses às militares

A presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei que estende às militares da Forças Armadas o direito à licença-maternidade de até seis meses. A lei já vigora para servidoras públicas civis e também beneficia algumas trabalhadoras de empresas privadas.

Publicada na edição de hoje (26) do Diário Oficial da União, a Lei 13.109 também garante o direito à licença-maternidade a mães que adotem crianças e licença-paternidade aos militares pais. 

De acordo com o Ministério da Defesa, a lei beneficiará 23 mil mulheres das Forças Armadas. As mães poderão ter licença de até 180 dias, contados a partir do dia do parto ou do 9º mês de gestação, mediante requerimento da interessada.

Para as adotantes, a licença-maternidade será de três meses, quando a criança for menor de 1 ano, e de 30 dias, quando a criança adotada tiver mais de 1 ano de idade. Nos dois casos, a lei prevê a possibilidade de prorrogação da licença à adotante por 45 e 15 dias, respectivamente.

Para os pais, a lei garante licença de cinco dias corridos a partir do nascimento ou adoção do filho.

O texto prevê, ainda, a possibilidade de mudança de função das militares grávidas, desde que atestada pela Junta de Inspeção de Saúde das Forças Armadas, e o direito de retornar ao cargo após o fim da licença.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CADASTRO
Diversos
Governo adverte que servidor tem até dia 31 para atualizar cadastro
Divulgação
Ampliar
Secretário de Administração Carlos Alberto
Os servidores de Mato Grosso do Sul têm até a próxima terça-feira (31) para atualizar os dados cadastrais. O alerta foi dado pelo Secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis durante lançamento do Fórum Dialoga.  

O programa de atualização é obrigatório para todos os funcionários estaduais, incluindo ativos, inativos, aposentados e pensionistas da administração direta e indireta, civis, militares, servidores em licença, férias ou afastamento.

Com exceção dos professores convocados, que não detém cargo efetivo no Governo Estadual, os servidores terão até o dia 31 de março para atualizar e validar seus dados cadastrais através do portal do servidor. 

Por não possuírem matrícula no exercício 2015, para os professores convocados o período de atualização será de 13 a 24 de abril. Hoje o Governo realiza cerca de 70 mil pagamentos/mês

Para os servidores que ainda não atualizaram seus dados, o processo é simples. Basta acessar o Portal do Servidor, www.servidor.ms.gov.br, através do link atualização cadastral, digitar o número da matrícula, com a senha do holerite e, preencher o formulário online com as informações pessoais solicitadas. 

A atualização deverá ser realizada uma única vez, mesmo que o servidor seja detentor de outro cargo ou matrícula. Para finalizar a atualização cadastral o servidor ou pensionista deverá clicar em “enviar formulário finalizado”. Caso o servidor já tenha realizado sua atualização, mas queira fazer uma retificação de dados, é necessário o número do recibo.

Segundo Assis, o servidor que prestar informações incorretas ou incompletas, que causem dano à administração, estará sujeito às responsabilidades civil e administrativa. O recadastramento não se aplica ao pessoal terceirizado e estagiários.

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ZEZE DE CAMARGO & LUCIANO NA EXPOBAI
Diversos 13h28

TRF ratifica definição de que região do Buriti não é área indígena

Ilustração

Ilustração

A vice-presidência do Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou seguimento aos recursos impetrados pela Funai - Fundação Nacional do Índio e pelo Governo Federal relativo à pretensão de ampliar de 2 mil para 17 mil hectares a Terra Indígena Buriti, localizada entre os municípios de Dois Irmãos do Buriti e Sidrolândia.

A decisão confirma posição anterior dos desembargadores do TRF, considerando que não há comprovação de que a área pretendida era terra de ocupação tradicional indígena. Com o novo deferimento, os produtores tiveram ratificado definição de que a área não estava sendo habitada por indígenas em 1988, data da promulgação da Constituição Federal, marco temporal estabelecido no caso Raposa Serra do Sol (RR) para julgamentos dessa natureza.

A decisão vem no momento em que os produtores consideram esgotadas as possibilidades de negociação da área, que abrange pelo menos 34 propriedades e está sendo conduzida pelo Ministério da Justiça desde 2012. Além da diferença de valores oferecida pelo Governo Federal em relação ao preço de mercado da terra, a negociação esbarra na burocracia para efetivar o pagamento.

“O governo não acenou positivamente, não se mostrou um interlocutor confiável e não havia previsão de definição antes de 2017”, alega o advogado dos produtores, Newley Amarilla, que comemora a última decisão obtida na Justiça. “A partir de agora, só vamos sentar na mesa de negociação com a posse da propriedade. De nada adianta ter o título se não posso usar a propriedade. Isso não é uma negociação, é uma rendição”, avalia. Para a Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária de MS, a decisão pode indicar que o tormento dos produtores que têm áreas invadidas há anos na região pode estar chegando ao fim.

“Os proprietários têm documentos legítimos de propriedade das áreas e mesmo assim tiveram que abandonar suas casas, suas histórias, suas vidas. A invasão trouxe a violência e gerou uma insegurança jurídica que atinge toda a sociedade.

Esperamos que a Justiça possa corrigir essa distorção e restabelecer a legalidade garantida pela Constituição”, afirma o presidente da entidade, Nilton Pickler. O dirigente reforça que a decisão demonstra a maturidade do judiciário e traz perspectiva de resolução para outros litígios registrados no Estado. O caso Buriti - A Terra Indígena Buriti foi demarcada em favor dos índios Terena em 1928 pelo SPI - Serviço de Proteção ao Índio, órgão que antecedeu a Funai, e homologada em 1991, dentro do prazo previsto pela Constituição, com 2 mil hectares.

Em 1999 a Funai criou um Grupo de Trabalho (GT) visando aumentar os limites da mesma e posteriormente publicou portaria pela qual ampliava a área Buriti para 17 mil hectares. As invasões de indígenas às propriedades que margeiam a aldeia iniciaram em 2000, levando os produtores a entrar com Ação Declaratória de Domínio na Justiça Federal de Campo Grande, pedindo o reconhecimento da propriedade legítima.

A reivindicação foi considerada procedente pelo Juiz Federal Odilon de Oliveira e o caso foi levado para a segunda instância. No TRF a sentença inicial foi modificada levando os proprietários a ingressar com recurso, tendo o processo entrado em julgamento por embargos de infringentes. Depois de dois pedidos de vistas, em 2012 os desembargadores julgaram favorável o recurso dos proprietários rurais confirmando a decisão de primeira instância, determinando a saída dos indígenas. Com a decisão, as terras foram declaradas pertencentes aos produtores rurais.

A Funai e a União recorreram ao STF e ao STJ, porém o TRF negou seguimento aos recursos. Nesse ínterim, o Governo Federal iniciou negociação para compra das áreas da Buriti, como forma de dirimir os conflitos causados pelas invasões. Atualmente, 20 propriedades na região de Buriti estão invadidas por indígenas, todas com decisão judicial de reintegração de posse. No total, MS tem 84 propriedades invadidas atualmente. 

EXPOBAI 2015

O Sindicato Rural de Amambai (SRA) confirmou oficialmente nessa quinta-feira, 26 de março, a apresentação da dupla Zezé di Camargo & Luciano na 27ª Expobai.

A feira agropecuária, que é apontada como uma das maiores da região Cone Sul de Mato Grosso do Sul em volume de negócios, acontece de 3 a 7 de setembro no Parque de Exposições do Sindicato Rural.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ETA, BRASIL
Diversos

No primeiro dia de ação contra fraude ao Fisco, PF apreende R$ 2 milhões

Pelo menos 70 empresas são investigadas por participação no esquema.
Prejuízo estimado é de R$ 19 bilhões; não há informação sobre prisões.

Raquel Morais, Lucas Nanini e Vianey BentesDo G1 DF e da TV Globo, em Brasília

A Polícia Federal informou que apreendeu nesta quinta-feira (26), no primeiro dia de operação de combate a fraude contra a Receita Federal, R$ 2 milhões em dinheiro em três endereços de Brasília e São Paulo. Segundo a PF, pelo menos 70 empresas – dos ramos bancário, siderúrgico, automobilístico e da construção civil – são investigadas no esquema que pode ter dado prejuízo de R$ 19 bilhões à Receita a partir da anulação ou redução indevida de multas aplicadas pelo órgão. Os nomes das empresas suspeitas de envolvimento na fraude não foram divulgados.

Operação Zelotes

Estimativa de prejuízo

R$ 19 bilhões

Fraude já comprovada

R$ 5,7 bilhões

Estados envolvidos

DF, CE e SP

Mandados de busca e apreensão

41

Policiais federais atuando na operação

180

Fiscais da Receita auxiliando ação

55

Fonte: Polícia Federal

Do total recolhido, R$ 800 mil estavam em um cofre e R$ 312 mil em uma sacola. A origem do restante dos valores e os locais não foram divulgados. Carros de luxo também foram apreendidos.

A fraude ocorria no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), o órgão do Ministério da Fazenda responsável por analisar em segunda instância as autuações promovidas pela Receita. A operação continua, segundo a PF.

O cofre estava na casa de Leonardo Manzan, genro do ex-secretário da Receita Otacílio Cartaxo e um dos ex-conselheiros do Carf investigados. Outros assessores de Cartaxo e ex-conselheiros também são suspeitos de participação no golpe. O G1 e a TV Globo não conseguiram contato com Manzan.

Entre os investigados também está Francisco Maurício Rabelo de Albuquerque e Silva, atual conselheiro do Carf. Por telefone, ele negou à reportagem da TV Globo que tenha participado do esquema. O conselheiro é pai do líder do PP na Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PE), que não quis comentar o assunto.

O conselheiro Paulo Roberto Cortez e o ex-presidente do Carf Edson Pereira da Silva também integram a lista de suspeitos. O G1 e a TV Globo não conseguiram contato com os dois.

Em nota, o Ministério da Fazenda informou que “estão sendo instaurados processos administrativos disciplinares, sindicâncias patrimoniais e processos administrativos de responsabilização contra as empresas envolvidas”.

Segundo a pasta, o conselho iniciou reforma nos processos internos para aprimorar as atividades e dar mais transparência, previsibilidade, celeridade e segurança. O ministério também informou que os critérios para qualificação e seleção de conselheiros têm sido revistos e que existe a expectativa de instituir um comitê de ética do Carf.

Nulidade
A corregedora-geral do Ministério da Fazenda, Fabiana Lima, afirmou que vai pedir a nulidade das ações onde foram encontradas irregularidades. Em dos casos identificados pela PF, uma multa de R$ 150 milhões aplicada a uma empresa havia sido cancelada.

Pelo menos um dos 216 atuais membros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, órgão do Ministério da Fazenda responsável por analisar em segunda instância as autuações promovidas pelo Fisco, vai ser afastado por suposto envolvimento com o crime, segundo a Polícia Federal.

O diretor de Combate ao Crime Organizado da PF, Oslain Campos Santana, afirmou considerar a Operação Zelotes "tão grande" quanto a Operação Lava Jato por causa da extensão do prejuízo aos cofres públicos, estimado em R$ 19 bilhões, e a quantidade de envolvidos. "Até agora não foram identificadas grandes correlações entre essa operação e a Lava Jato, fora, óbvio, ter processos administrativos", completou.

Dinheiro encontrado em casa de suspeito de envolvimento com suposta Fraude contra a Receita (Foto: PF/Divulgação)Dinheiro achado em casa de suspeito de ligação
com suposta fraude (Foto: PF/Divulgação)

As investigações começaram em 2013 e consideram processos que tramitam desde 2005. De acordo com a PF, uma organização criminosa manipulava o trâmite dos recursos administrativos que chegavam ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais. O objetivo dela era anular ou diminuir o valor das multas aplicadas.

Nove ex-conselheiros e um atual estão entre os suspeitos de participar do esquema. O número total de envolvidos está sob sigilo. Ainda segundo a polícia, os servidores repassavam informações privilegiadas para escritórios de assessoria, consultoria ou advocacia nas três unidades da federação. Esses locais usariam os dados para captar novos clientes, diz a polícia. A entidade afirma ainda que há constatação de tráfico de influência.

Dinheiro apreendido
A PF cumpriu 41 mandados de busca e apreensão nesta quinta, sendo 24 em 
Brasília, 16 em São Paulo e um no  Ceará. Não há informações sobre prisões. A corporação afirmou que já foi comprovado prejuízo de R$ 5,7 bilhões.

Os investigados vão responder pelo crime de advocacia administrativa fazendária, tráfico de influência, corrupção passiva, corrupção ativa, associação criminosa, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Somadas, as penas ultrapassam 50 anos de prisão.

A ação foi batizada de Operação Zelotes, que significa "falso cuidado" ou "cuidado fingido", de acordo com a Polícia Federal. Além de 180 policiais federais, 60 fiscais da Receita Federal e 3 servidores da Corregedoria Geral do Ministério Fazenda participaram da operação.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIQUE SABENDO
Diversos

Morre Jorge Loredo, o Zé Bonitinho

  • Divulgação SBT

    Jorge Loredocomo Zé Bonitinho na A Praça é Nossa


 

Conhecido por seu personagem Zé Bonitinho que interpretava nos últimos anos em "A Praça é Nossa" no SBT, o ator e humorista Jorge Loredo morreu hoje aos 89 anos hoje no Hospital São Lucas, em Copacabana, no Rio, de falência múltipla dos órgãos. "Loredo lutava há anos contra uma Doença Pulmunar Obstrutiva Crônica (DPOC) grave e um Efisema Pulmunar", diz em nota o hospital. 
 
Apesar da idade, até dois anos atrás o humorista trabalhava e usava redes sociais para falar com fãs e divulgar seus shows. Zé Bonitinho, seu personagem mais famoso, que completou 50 anos em 2010. Foi criado inspirado num colega que se achava galã, que Loredo imitava em festas e depois levou para a TV em 1960, no programa “Noites Cariocas”, da extinta TV Rio. Ajeitando a cabeleira com um pente enorme e portando um imenso óculos escuros, Zé Bonitinho tinha bordões como: "Câmera, close; microfone, please", ou "Garotas do meu Brasil varonil: vou dar a vocês um tostão da minha voz!". 
 
Outro conhecido personagem de Loredo era o mendigo filósofo que se apresentava com o bordão "Como vai, meu nobre colega?". O personagem usava fraque e cartola esfarrapados, monóculo e luvas. O mendigo filósofo fez tanto sucesso que Loredo teve como padrinho de casamento o ex-presidente Juscelino Kubistcheck, o que rendeu um outro bordão famoso do mendigo que terminava o quadro dizendo: “Agora vou encontrar com aquele menino, o Juscelino...”.
 

Polícia faz buscas na casa de copiloto de voo que caiu na França

Andreas Lubitz, de 28 anos, era alemão; voo caiu na terça nos alpes.
Ele teria acionado mecanismo de descida do avião quando estava sozinho.

A polícia alemã realizou buscas na casa do copiloto Andreas Lubitz, que, segundo as autoridades francesas, "parece ter derrubado deliberadamente" o avião da Germanwings na última terça-feira (24) nos alpes franceses, e também em outros locais relacionados com o caso.

A polícia saiu da casa dos pais de Andreas, na cidade de Montabaur, com caixas e sacolas com pertences da família, além de um computador. Também foram feitas buscas por quatro horas em um apartamento em Düsseldorf, onde o copiloto morava, de acordo com a imprensa alemã.

Os detetives da polícia procuraram pistas sobre a motivação do copiloto em derrubar o avião de maneira deliberada. As buscas tiveram como foco documentos pessoais, disse o gabinete do procurador em Düsseldorf, de acordo com o "Die Welt".

Policial deixa casa do copiloto Andreas Lubitz em Montabaur, na Alemanha, carregando objetos pessoais dele (Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters)Policial deixa casa do copiloto Andreas Lubitz em Montabaur, na Alemanha, carregando objetos pessoais dele (Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters)


Segundo a promotoria francesa disse nesta quinta-feira (26), o copiloto do avião da Germanwings assumiu o controle da aeronave enquanto o piloto estava do lado de fora da cabine. "Nenhuma mensagem de socorro ou urgência foi recebida por controladores de tráfego aéreo e nenhuma resposta foi dada a todas as chamadas dos vários controladores de tráfego aéreo", disse o promotor Brice Robin.

Imagens mostram policiais saindo de casa em Montabaur com pertences da família do copiloto da Germanwings (Foto: REUTERS/Ralph Orlowski)Imagens mostram policiais saindo de casa em Montabaur com pertences da família do copiloto da Germanwings (Foto: REUTERS/Ralph Orlowski)

"A interpretação mais plausível para nós é que o copiloto, por uma abstenção voluntária, se recusou a abrir a porta da cabine para o capitão e acionou o botão para perda de altitude." Segundo a autoridade, ele estava respirando normalmente até o momento em que a aeronave bateu nas montanhas.

O copiloto Andreas Lubitz é visto em foto reproduzida de seu perfil no Facebook (Foto: Reuters)O copiloto Andreas Lubitz é visto em foto reproduzida
de seu perfil no Facebook (Foto: Reuters)

Andreas Lubitz, de 28 anos, era alemão. Segundo o jornal "Bild", ele seria de Montabaur, em Rhineland-Palatinate, na Alemanha. Ele não estava em lista de suspeitos de terrorismo, e por enquanto não há base para afirmar que tenha sido um incidente terrorista.

O promotor de Marselha, Brice Robin, afirmou em uma entrevista coletiva que os registros de áudio mostram que o piloto deixou a cabine e que o copiloto se recusou a abrir a porta para a volta do tripulante.

Robin também afirmou que o copiloto acionou o mecanismo de descida do avião de maneira voluntária quando estava sozinho na cabine. Não houve alerta de emergência vindo do avião, segundo o promotor.

Policial faz busca em casa na cidade de Montabaur, de onde era o copiloto Andreas Lubitz (Foto: AFP PHOTO / PATRIK STOLLARZ)Policial faz busca em casa na cidade de Montabaur, de onde era o copiloto Andreas Lubitz (Foto: AFP PHOTO / PATRIK STOLLARZ)

Ainda de acordo com Robin, os sons da caixa-preta dão a entender que Andreas Lubitz estava bem e não parecia ter sofrido nenhum problema de saúde, como um AVC. Ele disse que só nos últimos minutos da gravação se ouvem gritos dos passageiros.

Segundo o promotor, durante os primeiros 20 minutos de voo, há uma troca de cortesias e até mesmo brincadeiras entre o piloto e o copiloto. Já quando o piloto começa a preparar o procedimento para a aterrissagem em Düsseldorf (Alemanha), o copiloto se mostrou mais "lacônico".

"Por vontade própria, ele se negou a abrir a porta da cabine para o comandante", enfatizou.

"Ele não tinha nenhuma razão para impedir a volta do comandante ao cockpit", contou ainda Robin, acrescentando que o piloto pediu várias vezes acesso à cabine, sem obter resposta do copiloto.

Sozinho na cabine, o copiloto "pressionou o botão de perda de altitude por uma razão que não fazemos nenhuma ideia, mas que pode ser visto como um desejo de destruir a aeronave", afirmou.

acidente avião França polícia casa copiloto Alemanha (Foto: Michael Probst/AP)Polícia faz buscas na casa de copiloto na Alemanha (Foto: Michael Probst/AP)

 

Policiais são vistos perto de apartamento em Düsseldorf nesta quinta-feira (26), durante investigação sobre o copiloto da Germanwings (Foto: AFP PHOTO / DPA / MAJA HITIJ GERMANY OUT)Policiais são vistos perto de apartamento em Düsseldorf nesta quinta-feira (26), durante investigação sobre o copiloto da Germanwings (Foto: AFP PHOTO / DPA / MAJA HITIJ GERMANY OUT)

 

Com os dados que a investigação tem até agora, não se pode falar de suicídio, segundo o promotor, que reforçou que todas as informações são preliminares e que as investigações continuam.

De acordo com Robin, a análise da segunda caixa-preta, de dados, irá ajudar os investigadores a entender melhor o que aconteceu. Por enquanto, não há indícios de envolvimento de outras pessoas.

O ministro alemão de Transportes, Alexander Dobrindt, disse que, segundo especialistas alemães, é "plausível" que o copiloto tera deliberadamente derrubado o avião da Germanwings

Piloto teria tentado arrombar a porta
Nesta quarta, uma fonte militar próxima das investigações disse sob anonimato ao jornal “New York Times” que a gravação da caixa-preta indica que 
um dos pilotos teria ficado trancado para fora da cabine e não teria conseguido voltar.

A fonte disse que a gravação indica que no começo do voo os dois pilotos conversavam de maneira tranquila e que depois um deles teria saído da cabine e não teria conseguido entrar de volta.

"O homem do lado de fora bate levemente na porta da cabine e não há resposta. Depois bate mais forte e sem resposta. Nunca há uma resposta", diz a fonte. Também seria possível escutar ele tentando arrombar a porta.

Segundo a Promotoria francesa, a interpretação mais plausível dos dados obtidos até agora aponta que o copiloto deliberadamente se recusou a abrir a porta da cabine para a volta do piloto.

Lufthansa chocada
Carsten Spohr, CEO da Lufthansa, disse em entrevista coletiva após a divulgação das informações que está sem palavras com a revelação de que o copiloto teria deliberadamente derrubado o avião da Germanwings.

Segundo o CEO da Lufthansa, o copiloto Andreas Lubitz começou seu treinamento em 2008, mas o interrompeu brevemente. Ele foi comissário de bordo enquanto não podia pilotar. Ele começou a atuar como copiloto da companhia em 2013. Ele estava "100% apto para voar, sem restrições", e passou em todos os exames de pilotagem e médicos.

Spohr também disse que não tem nenhuma informação sobre o motivo que levou o copiloto Andreas Lubitz a fazer o que fez. "O que aconteceu foi um incidente trágico individual, eu gostaria de enfatizar isso", disse. "Temos altos padrões, mas um caso único como este não pode ser previsto."

Brice Robin, o promotor de Marselha, fala sobre investigações em coletiva de imprensa no sul da França. À direita, o general David Gaultier olha para baixo com as mãos na cabeça (Foto: AP)Brice Robin, o promotor de Marselha, fala sobre investigações em coletiva de imprensa no sul da França. À direita, o general David Gaultier olha para baixo com as mãos na cabeça (Foto: AP)

Ele também explicou como funciona o acesso à cabine de comando. “Se um dos pilotos deixa a cabine, é possível chamar do lado de fora, o piloto pode olhar e ver quem quer entrar, e você pode abrir a porta controlada eletronicamente. Temos procedimentos – se o piloto saiu e o que ficou dentro está inconsciente, há um código que pode ser utilizado. Há um barulho dentro da cabine, e se ninguém abrir, a porta se abre eletronicamente. Mas a pessoa que está do lado de dentro pode impedir que a porta se abra.”

O que se sabe sobre a tripulação
Andreas Lubitz havia sido contratado em setembro de 2013 e tinha 630 horas de voo de experiência, informou a Lufthansa à AFP. Jornais internacionais disseram que Andreas se formou na escola de voo da Lufthansa em Bremen e obteve sua licença de voo em junho de 2010.

Ele vivia com os pais na cidade e também morava em Düsseldorf, afirmou a prefeita de Montabaur ao jornal "El País". O jornal espanhol afirmou ainda que o perfil de Andreas no Facebook foi apagado.

O promotor Brice Robin disse que não tem nenhuma informação sobre o perfil psicológico ou a filiação religiosa do copiloto.

Já o piloto do Airbus A320 tinha 10 anos de experiência e mais de 6.000 horas de voo, segundo a Germanwings. Identificado pelo jornal "Bild" como Patrick S., o piloto também era alemão.

Não explodiu
Segundo Rémi Jouty, diretor do BEA, órgão responsável pela investigação do acidente, a trajetória do avião indica que ele voou até a queda, descartando a hipótese de explosão no ar. "Isso não é a característica de um avião que explodiu em voo", disse, explicando a maneira como os destroços ficaram espalhados no terreno da queda. Ele se recusou a dizer se a tripulação estava consciente durante a queda e na hora do choque.

A última mensagem da cabine do avião para o controle de tráfego era rotineira, segundo a BEA. Um minuto depois, o avião começou a descida, que continuou até o impacto.

O radar acompanhou a aeronave até bem pouco antes do choque com a montanha. A aeronave perdeu contato com o tráfego aéreo francês quando estava a 6 mil pés de altura.

Segundo ele, é necessário comparar os dados das duas caixas-pretas para saber o que exatamente aconteceu com o avião acidentado. Isso pode levar dias, semanas ou meses. A segunda caixa-preta, que mostra dados do voo, ainda não foi encontrada.

Vítimas
As autoridades ainda não divulgaram a lista de passageiros e tripulantes embarcados no 
avião da Germanwings que caiu nos Alpes franceses. Porém, diante da notícia da tragédia, alguns familiares, empresas e órgãos oficiais dos países divulgaram nomes de pessoas que estavam no voo.

O Airbus A320 partiu de Barcelona, na Espanha, com destino a Düsseldorf, na Alemanha, e levava 150 pessoas – 144 passageiros e seis tripulantes.

Segundo informações da Germanwings, entre as vítimas do acidente havia 72 alemães, 35 espanhóis, 2 australianos, 2 argentinos, 2 iranianos, 2 venezuelanos, 3 americanos, 1 marroquino, 1 britânico, 1 holandês, 1 colombiano, 1 mexicano, 1 dinamarquês, 1 belga e 1 israelense.

A origem de algumas vítimas ainda é incerta, especialmente devido a casos de dupla nacionalidade. Devido à violência do acidente, as autoridades acham pouco provável encontrar sobreviventes. Conheça as histórias de algumas das vítimas.

Avião com parentes de vítimas decola de Düsseldorf, na Alemanha, nesta quinta (Foto: Reuters)Avião com parentes de vítimas decola de Düsseldorf, na Alemanha, nesta quinta (Foto: Reuters)
Mapa queda de avião França V3 (Foto: G1)


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NOTICIAS DA NOITE
Diversos

Pena maior a quem induzir menor ao crime

  • Ilustração/Reprodução

    Pena maior a quem induzir menor ao crime

 

Projeto que aumenta a pena que aumenta em 50% a pena para quem corromper ou facilitar a corrupção de menores de 18 anos de idade para a prática de crime hediondo ou de crimes de homicídio, lesão corporal de natureza grave ou seguida de morte, roubo e os relacionados a drogas (compra, venda, fabricação etc) foi aprovado ontem pela Câmara dos Deputados. A pena atual, fixada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (8.069/90), é reclusão de 1 a 4 anos, ampliada de um terço se houver indução do menor para participar de crimes hediondos. Autor do projeto, o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) diz que para se livrar da penalidade, adultos tem cada vez mais cooptando menores para a execução de crimes. A proposta que visa coibir essa ação segue agora para análise do Senado.
 

Caminhoneiros ameaçam parar em abril

  • Assessoria Moka

    Na reunião hoje em Brasília caminhoneiros ameaçaram retomar paralisações


 

Representantes de caminhoneiros anunciaram hoje em Brasília que nova paralisação está prevista para 23 de abril, caso o governo não atenda às reivindicações da categoria. O aviso foi dado durante encontro na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) com representantes do governo e os senadores Waldemir Moka (PMDB-MS) e Blairo Maggi (PR-MT). Nova reunião está marcada para 22 de abril, quando o governo deve dar resposta aos caminhoneiros. Entre os pedidos está a elaboração de tabela de preços mínimos do frete, redução da carga tributária sobre a folha de pagamento do setor, redução do pedágio, redução do preço do diesel e prorrogação das parcelas de financiamento de caminhões. O diretor-executivo da Associação dos Transportadores de Cargas do Mato Grosso,  Miguel Antônio Mendes, disse que a principal reivindicação é referente à tabela dos preços mínimos do frete. “Não adianta o governo atender os demais itens da pauta e deixar a tabela de fora. A tabela é que mais nos interessa por estarmos trabalhando sem margem de lucro. Sem ela, vamos parar novamente”, avisou.

Brasil derrota França de virada por 3 a 1 no Stade de France

Fonte: CBF

O jogo entre Brasil e França – primeiro amistoso de 2015 da Seleção Brasileira – não poderia ser diferente: emocionante do início ao fim. Depois de quase 17 anos, a Seleção voltou ao Stade de France, em Paris, e derrotou os franceses de virada por 3 a 1. Oscar, Neymar e Luiz Gustavo marcaram os gols.

Com o estádio lotado e empurrando os donos da casa, aos 6 minutos, em cobrança de escanteio, Benzema quase abriu o placar. O atacante mandou uma pancada de cabeça e Jefferson fez uma difícil defesa.

O jogo estava muito equilibrado e disputado no meio-campo, com poucas oportunidades para as duas equipes. Até que, em outra bola parada, Varane conseguiu marcar de cabeça e abrir o placar para a França.

Apesar de sair atrás, o Brasil não se desesperou e foi para cima dos franceses, tocando a bola e pressionando a saída do adversário. Aos 39 minutos, Filipe Luís roubou a bola no meio-campo e deixou para Oscar, que avançou. O camisa 11 tabelou com Firmino e chutou de biquinho para empatar a partida.

Veio o segundo tempo e o jogo mudou. Se, na primeira etapa, a Seleção tinha um pouco de dificuldade para tocar a bola devido à marcação francesa, depois do intervalo, o domínio foi brasileiro.

Dono das ações, o Brasil já estava merecendo a virada nos primeiros minutos da etapa complementar. O tão merecido prêmio chegou aos 12. Willian arrancou e encontrou Neymar na entrada da grande área pelo lado esquerdo. O capitão, em sua jogada tradicional, chegou quase à linha de fundo e chutou de canhota para balançar as redes: Brasil 2 x 1 França.

Troco na bola aérea

A França provou do próprio veneno – a bola parada – no terceiro gol da Seleção Brasileira. Willian cobrou o escanteio e Luiz Gustavo marcou com uma belíssima cabeçada.

O placar já estava definido, quando o técnico Dunga fez cinco substituições. Colocou Souza, Fernandinho, Marcelo, Douglas Costa e Luiz Adriano nos lugares de Oscar, Luiz Gustavo, Elias, Willian e Firmino, respectivamente.

 
 

Franklin Masruha presidirá o PDT em MS

  • Franklin Masruha presidirá o PDT em MS

Postado por Marco Eusébio , 26 de março de 2015 às 12:00 - em: Principal

Sobre a troca de comando no PDT de Mato Grosso do Sul cuja vigência da diretoria provisória expira nesta quinta-feira, em vez do deputado federal Dagoberto Nogueira conforme aqui publicado de véspera, quem vai presidir o partido em substituição a João Leite Schimidt é o ex-prefeito de Coxim, ex-deputado e ex-conselheiro do TCE Franklin Masruha. A informação é do secretário-executivo da sigla Donizete Aparecido da Silva.
 

Copiloto teria derrubado avião de propósito

  • Ilustração/Reprodução

    Copiloto teria derrubado avião de propósito
 

O copiloto teria derrubado de propósito o Airbus A320 da Germanwings que caiu matando 150 pessoas na França quando seguia da Espanha para a Alemanha na terça-feira. Foi o que afirmou hoje à imprensa o procurador da República em Marselha, na França, Brice Robin. Ele afirmou que o comandante saiu da cabine e, ao retornar, encontrou a porta fechada e foi impedido de entrar pelo copiloto alemão Andreas Lubitz, de 28 anos, que ficou sozinho por cerca de dez minutos antes da queda e acionou mecanismos de descida ao sobrevoar os Alpes franceses. O capitão teria gritado e tentado arrombar a porta. Andreas não teria dito nenhuma palavra nesses terríveis minutos, mas a gravação da primeira caixa-preta revelou que estaria vivo pois é possível ouvir sua respiração até o momento do choque. Ouve-se também gritos dos passageiros, minutos antes. As razões para que Andreas tenha feito isso ainda são desconhecidas e estão sendo investigadas. Não havia suspeitas de terrorismo contra ele.

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

TAXA
Computer Music
Governo enfrenta pressão na Assembleia para suspender taxa veicular do Detran
Divulgação
Ampliar
Gerson Claro, diretor-presidente do Detran
Willams Araújo


A Assembleia Legislativa voltou a discutir ontem um dos assuntos considerados polêmicos e que vem dando dor de cabeça tanto para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) quanto para o diretor do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Gerson Claro: a cobrança da taxa veicular para licenciamento de carros com cinco anos de uso ou mais. 

Durante a sessão de ontem, os parlamentares voltaram a cobrar a suspensão da taxa em Mato Grosso do Sul atendendo pedido do contribuinte. 

Na última terça-feira, o governador disse que não há como suspender a cobrança da inspeção veicular no Estado, uma vez que ela foi determinada através de uma portaria assinada ano passado pelo então governador André Puccinelli (PMDB) e pelo diretor-presidente do Detran-MS.

Ele também destacou que a portaria atende a regras do Denatran, que atinge todos o estados do país. Sobre as reclamações em relação a taxa, Reinaldo voltou a afirmar que vai estudar uma redução no valor, que hoje varia de R$ 103,00 a R$ 120,00, além de ampliar os locais credenciados para a inspeção, evitando as longas filas de espera.criar condições para diminuir filas.

Por causa desse impasse, Gerson Claro chegou a ir à Assembleia explicar aos parlamentares sobre a cobrança da taxa. 

O deputado Cabo Almi (PT), 2º secretário da Casa de Leis, questionou ontem a cobrança do tributo que, segundo ele, não se faz necessária para garantir a segurança nas vias.

A suspensão está prevista no Projeto de Decreto Legislativo apresentado pela bancada petista, que considera a taxa uma cobrança indevida e arbitrária. A proposta tramita na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Redação).

O tributo foi implantado em dezembro de 2014 a partir de uma portaria do Detran. A cobrança é anual e obrigatória para veículos com mais de cinco anos de uso que deverão passar pela inspeção para obter o licenciamento.

O valor varia entre R$ 103 e R$ 120 no caso de inspeção em oficinas credenciadas pelo órgão. 
Para Cabo Almi, a taxa apenas onera o bolso do contribuinte.

"Não adianta falar que o objetivo é garantir segurança porque são carros com apenas cinco anos de uso", enfatizou. “Cento e vinte reais podem não significar nada para quem tem bom salário, mas a maioria que já está arcando com a alta da gasolina, da energia elétrica, esse valor faz muita diferença no orçamento”, continuou. 

A cobrança, na opinião do deputado Marquinhos Trad (PMDB), esbarra em pontos preocupantes relacionados ao valor, ao tempo de uso dos veículos e à credibilidade das oficinas que estão credenciadas para fazer a inspeção. 

“O próprio governo admitir que pretende reduzir a taxa já deixa claro que esse valor ultrapassa a faixa da tolerabilidade social, dos limites da razoabilidade”, afirmou. 

De acordo com Marquinhos, de cada 100 veículos vistoriados, 1% é reprovado. O índice, ressalta ele, demonstra a desnecessidade da cobrança. 

“Tão desnecessária que o próprio governo já disse estudar mudar o foco da vistoria para veículos com mais de dez anos de uso”, completou, por meio do site oficial da assessoria da Assembleia. 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

VIVA A DILMA...
Diversos 16h11

Corte no orçamento deve dificultar trabalho do novo ministro da Educação

Fotos Públicas

Fotos Públicas

Para especialistas, substituto de Cid Gomes enfrentará problemas para tirar do papel o Plano Nacional de Educação

O próximo ministro da Educação terá o desafio de tirar do papel o Plano Nacional de Educação (PNE) mesmo com cortes no orçamento do MEC. Para especialistas do setor, essa será a principal missão do gestor escolhido para ocupar a cadeira do ex-ministro Cid Gomes (Pros), que pediu demissão na semana passada. 

A previsão de redução no orçamento do ministério é uma realidade bastante diferente do cenário que se tinha no PNE. O Plano, aprovado no ano passado, prevê aumento no investimento em educação de 6% para 10% do PIB até 2024. No entanto, a crise econômica e o corte de verbas afetou logo no início do ano o Ministério da Educação, que teve de mudar regras do Fies (programa de crédito estudantil) e descontentou estudantes e instituições privadas.

"Se o ministério não for muito bem gerido e o novo ministro não tiver grande capacidade de comunciação, a situação que vimos com o Fies, vai ser vista em outras aéreas. Pode haver greve nas federais, paralisação de programas que são tocados em parceria com municípios e Estados, como Proinfância, Mais Educação e Ensino Médio Inovador", alerta Daniel Cara, coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

Nesse cenário, as palavras de ordem do novo nome para a pasta de Educação devem ser prioridade e diálogo. 

"Ele precisa ter uma extrema capacidade de articular negociações, sem perda de tempo. Temos que colocar o carro na rua", determina Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna e ex-membro do Conselho Nacional de Educação. Para ele, mesmo com as verbas restritas é possível fazer uma pactuação com a sociedade e com governos Estaduais e municipais para colocar parte das metas do PNE em ação. 

Até 2024: Conheça as 20 metas do Plano Nacional de Educação

Valorização do professor e ensino médio

A valorização do professor, a reforma do ensino médio e a criação e articulação dos planos de educação de redes municipais e estaduais são algumas das tarefas que o novo ministro terá de enfrentar para transformar em realidade o lema "Brasil, Pátria Educadora", anunciado pela presidente Dilma Rousseff no novo mandato. 

Para a valorização do magistério, é preciso ampliar o salário do professor e mobilizar as redes municipais e estaduais para que cumpram esse valor, discutir a carreira docente e também a formação dentro das faculdades.

A presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped), Maria Margarida Machado, destaca a importância de aprovar uma lei de responsabilidade educacional para que os municípios possam pagar o piso do professor. "Hoje os sistemas municipais e estaduais estão amarrados em uma lei de responsabilidade fiscal que limita o gasto com pessoal e impede a aplicação do piso. Isso tem que entrar em pauta."

Cenário: Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rondônia não pagam piso do professor

Mozart Neves Ramos frisa a importância de alterações na formação docente. "Eu defendo que tenhamos uma residência docente em escolas selecionadas para isso. Seria uma forma de consolidar os conhecimentos da universidade com a experiência no chão de escola. Isso depende mais de articulação política e de gestão que de investimento."

O ensino médio também é um problema ainda sem solução na educação do País: 45,7% dos jovens brasileiros não conseguem concluir a etapa até os 19 anos, idade considerada adequada para o término da etapa final da educação básica. 

Dentre os formados, apenas 1 em cada 10 alunos do ensino médio sai da escola com o conhecimento adequado de matemática e 3 em cada 10 sabem o que deveria em português. 

Leia também: Em 16 Estados, gasto com ensino médio é menor que mínimo indicado

Alejandra Meraz Velasco, coordenadora geral da organização Todos Pela Educação, sugere que sejam formuladas ações concretas para o já anunciado Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio. "Precisamos de um ministro que trace ações e não que anuncie planos."

Continuidade deveria ser a marca

À espera do nome do quinto ministro da Educação em cinco anos, a preocupação com a continuidade nas ações do governo na área apareceu na conversa com todos os entrevistados. 

"Essa descontinuidade nas políticas de educação são o grande desafio, cada ministro tenta deixar sua marca e isso complica bastante o cenário", avalia Alejandra Velasco. 

Logo após o anúncio da demissão de Cid Gomes, a Anped divulgou uma nota pública em que pedia que a cadeira do MEC não seja usado como "moeda de troca" para garantir a governabilidade em um momento de crise política.

"Temos uma dívida histórica com a educação, o desafio é enorme. Mas não queremos que ninguém que assuma o ministério faça milagres. O que ele precisa compreender é que não estará sozinho nisso, o debate da Educação passa hoje pelo Fórum da Educação, que tem o ministro, tem educadores, tem a sociedade civil. Ele não está sozinho", afirma Maria Margarida Machado, da Anped.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

MACONHA
Diversos 07h22

Douradense é preso na SP-294 transportando 740 quilos de maconha

Um caminhoneiro de 31 anos, morador em Dourados, foi preso na tarde desta quarta-feira, dia 25 de março, na cidade de Tupã, n interior de São Paulo, acusado de tráfico de drogas. Giovanni Penna Lazzarotto dirigia um caminhão com cerca de meia tonelada de maconha escondida em fundos falsos. O veículo seguia sem carga pela rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), quando foi parado pela Polícia Militar Rodoviária.

A abordagem aconteceu em frente a base operacional de Tupã por policiais da equipe TOR (Tático Ostensivo Rodoviário). De acordo com informações da Polícia Federal de Marília, os patrulheiros faziam uma fiscalização de rotina.

Segundo o site Diário de Marília, o caminhão com placas de Presidente Prudente (carroceria emplacada em Dourados) estava com vestígio de transporte de grãos, porém seguia no sentido interior/capital descarregado. O delegado federal José Navas Júnior, responsável pelo registro do flagrante, conta que os PMs ficaram desconfiados.

“Ele (suspeito) relatou que já havia descarregado a carga de grãos em uma cidade anterior e ficou confuso quando foi questionado sobre origem e o destino da viagem. Devido ao nervosismo, os policiais militares iniciaram uma verificação no caminhão, a partir da cabine, e já constaram os primeiros tijolos de maconha”, disse o delegado.

Após perceber que havia sido descoberto, o caminhoneiro sul-mato-grossense, segundo a polícia, confessou o crime. Lazzarotto teria relatado que carregou a droga na região de fronteira com o Paraguai, passou por Dourados e seguia em direção a Piracicaba. O “serviço” renderia R$ 10 mil ao traficante, que acabou preso em flagrante e foi conduzido até a Polícia Federal. Ele afirmou desconhecer os contratantes.

Na delegacia, com apoio dos agentes federais, os patrulheiros localizaram dezenas de pacotes da droga atrás da cabine, acondicionadas sem muita discrição, em um compartimento atrás dos bancos. Já na carroceria os entorpecentes estavam bem escondidos, sob chapas de madeira de alta densidade, presas com parafusos.

Até o fechamento da edição, a polícia ainda não havia contabilizado toda droga. Também não havia confirmado se havia outros tipos de entorpecentes, além de maconha.

ROTA CAIPIRA

Para o delegado federal, a apreensão reitera a atividade na chamada rota caipira do tráfico, que começa na região de fronteira e traz entorpecentes de outros países, principalmente do Paraguai. Após o flagrante, a PF vai investigar a origem e destino dos entorpecentes. “Essa apuração é dificultada pela falta de informações das pessoas que são presas. Em geral, são orientadas a manter o silêncio”, afirma Navas


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ENFOQUES DO MARCO
Diversos

Juros do cheque sobem para 214,2% ao ano

  • Ilustração/Reprodução

    Juros do cheque sobem para 214,2% ao ano

Uma das mais contratadas, apesar de mais cara, modalidades de crédito, o cheque especial encareceu ainda mais em fevereiro. Dados do Banco Central divulgados hoje revelam que os juros do cheque especial chegaram a 214,2% ao ano em fevereiro. São 5,2 pontos porcentuais acima de janeiro e a maior taxa em quase 19 anos. O porcentual mais alto até agora era o de abril de 1996, quando bateu 212,2% ao ano. Em fevereiro do ano passado a taxa ficou em 156,7%. Isso significa aumento de 57,5 pontos porcentuais em doze meses. Os números são de crédito no segmento de recursos livres, que, ao contrário do direcionado, não têm destino específico, e apenas para pessoas físicas.
 
Apostas de SP e PA dividem R$ 7,2 milhões da Mega-Sena
 
Veja as dezenas: 02 - 05 - 13 - 27 - 41 - 53.
Duas apostas acertaram os seis números do concurso 1.689 da Mega-Sena, que aconteceu na noite desta quarta-feira (25) em Osasco (SP). Os bilhetes de Redenção (PA) e São Paulo (SP) vão dividir o prêmio de R$ 7.220.466,26 e ficarão, cada um, com R$ 3.610.233,13.

Outras 185 apostas acertaram a quina --cinco dezenas da Mega-- e levarão, cada uma, R$ 11.227,15. Já a quadra ficou com 9.634 apostas ganhadoras, que levarão R$ 307,98 cada. A arrecadação total ficou em R$ 35.477.090.

Para o próximo sorteio, no sábado (28), a Caixa Econômica espera um prêmio de R$ 19 milhões.

Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana –às quartas-feiras e aos sábados. A aposta mínima custa R$ 2,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do concurso em qualquer lotérica do país.

PV fica sem prefeito em MS

  • Divulgação/Arquivo

    Léo Matos (Naviraí) diz que deixa o PV por discordar de Marcelo Bluma

O Partido Verde perdeu seu único prefeito em Mato Grosso do Sul. Léo Matos, de Naviraí, pediu desfiliação hoje e em carta aberta ao Diretório Nacional do PV diz que sai por discordar da conduta do presidente estadual da sigla Marcelo Bluma. “Ele tomou decisões sem consultar algumas lideranças do partido. É importante você estar em um partido onde você possa dar sua opinião, mostrar seu pensamento, e isso não vinha acontecendo”. Léo afirma ter convites do PSB e do novo PL que o ministro Gilberto Kassab (Cidades) pretende criar. Frisa que avaliará todos os convites, mas sinaliza um rumo: "É claro que um convite do ministro das Cidades pesa neste momento”.
 

Deputado pede saída dos filhos do TCE-MS

  • ALMS/Arquivo

    Rinaldo anuncia à imprensa saída dos filhos do Tribunal de Contas


 

O deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB), líder do governo na Assembleia, anunciou há pouco em nota à imprensa, que, a contratação de seus filhos Felipe e Caroline pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS) não implica em qualquer irregularidades. Porém, informa que, depois de se reunir com a família, solicitou à presidência da Corte Fiscal "imediata rescisão" do contrato de prestação de serviços do filho e a exoneração da filha.
 

Menina de 2 anos é craque na flechada

  • Fotos AFP/BBC Reprodução

    A arqueira Dolly, treinada desde bebê


Dolly Shivani Cherukuri, da pequena cidade de Vijaywada, vai completar 3 anos de vida na semana que vem e já é a indiana mais jovem a conseguir mais de 200 pontos em tiro com arco e flecha. A menina atirou 36 flechas em um alvo a cinco metros de distância e depois a um novo alvo a sete metros, somando 338 pontos. Seu feito foi acompanhado ontem por personalidades do esporte e autoridades do Livro dos Recordes da Índia. "Estamos todos muito orgulhosos dela. E muito impressionados", disse Gunjan Abrol, da Associação de Tiro com Arco da Índia. Dolly foi concebida em barriga de aluguel após a morte do irmão, o arqueiro e técnico Cherukuri Lenin, em um acidente de carro em 2010. "Quando soubemos que ela estava para nascer, decidimos que a faríamos uma atleta do tiro com arco", disse o pai Cherukuri Satyanarayana, dono de uma academia de tiro com arco em Vijaywada. Eles tinham flechas de carbono feitas especialmente para criança quando ela estava começando a aprender o esporte - para garantir que fossem leves o suficiente para Dolly carregá-las. O arco também é mais leve. "Você não pode pôr muita pressão nas crianças, elas podem treinar no máximo duas ou três horas por dia", disse o pai que sonha em ver a filha entrar também no Livro Guinness dos Recordes.
 
Palmeiras dá show no São Paulo e quebra jejuns
Terra
Se o Palmeiras convivia em 2015 com um incômodo jejum de não ter vencido nenhum time da Série A, a equipe alviverde encerrou o “tabu” de forma espetacular na noite desta quarta-feira. O primeiro “Choque-Rei” no Allianz Parque foi de um time só. Com falha de Rogério Ceni, brilhantismo das principais estrelas palmeirenses e expulsões de Rafael Tolói e Michel Bastos, o Palmeiras deu um show para vencer o primeiro clássico com o time tricolor na nova arena. O resultado? Um 3 a 0 alviverde que ficou até barato para a equipe de Muricy, 

Antes de Palmeiras x São Paulo, a equipe alviverde havia recebido o Corinthians e saiu derrotada por 1 a 0 – também perdeu clássico para o Santos por 2 a 1, mas na Vila Belmiro. Nesta quarta, tudo foi diferente. O Palmeiras dominou desde o princípio, contando ainda com falha do maior ídolo rival. Zé Roberto, Arouca, Robinho, Dudu e Rafael Marques em grande noite fizeram o time alviverde voltar a ser “grande”, como pede o líder do elenco. O fim teve até gritos de olé no clássico com pouco mais de 25 mil presentes e protestos de ambas as torcidas contra os altos preços.

O Palmeiras entrou com 10 minutos de atraso por chegar atrasado ao estádio, mas não demorou para se impor em campo. Logo com dois minutos de jogo, Rogério Ceni saiu jogando de forma bisonha e tomou um golaço espetacular de Robinho. Já estava bom para os palmeirenses? Ficou melhor cinco minutos mais tarde com a expulsão de Rafael Tolói, que revidou leve cotovelada na barriga de Dudu com um chute no adversário fora do lance.

Dudu, por sinal, estava em dia inspirado, ironicamente contra um time que tentou lhe contratar. Os palmeirenses perderam um caminhão de gols, mas ainda aumentaram antes do intervalo com Rafael Marques. O primeiro tempo fulminante acabou com alívio para os são-paulinos, que puderam se reorganizar no intervalo sem uma goleada. Ufa!

A tentativa de mudança de Muricy foi sacar o apagadíssimo Ganso para a entrada de Centurión. Não deu muito certo: Com pouco tempo de bola rolando, Rafael Marques fez o segundo na partida, em falha da marcação adversária. Bastante superior, o time alviverde desperdiçou infinidade de contra-ataques. Já o time do Morumbi perdeu Michel Bastos, expulso por entrada com as solas levantadas em Arouca. Ficou barato, hein, São Paulo?

Ambos os times estão classificados, mas o Palmeiras leva vantagem para poder mandar as quartas de final na cidade paulistana – o pior dos três grandes da cidade terá que mandar o jogo no interior. O time alviverde tem 27 pontos na liderança do Gripo 3, enquanto os são-paulinos têm 26 pontos, na primeira posição do Grupo 1. A próxima rodada, neste fim de semana, terá Red Bull x Palmeiras e São Paulo x Linense, ambos no domingo.

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

NA HORA H
Diversos

Gêmeas do 'BBB 15' falam sobre preferências na hora do sexo



Amanda e Andressa, as gêmeas do "BBB 15", posam para o Paparazzo. Ensaio vai ao ar nesta quarta-feira, 25

Gêmeas até na hora "H", Amanda e Andressa tiveram sua primeira experiência sexual quase ao mesmo tempo. A diferença entre as duas foi de apenas 15 dias. "Eu tinha 16 anos e faltava uns 15 dias para fazer 17. Foi bom, mas não como hoje em dia, né?", lembra Amanda. "Eu perdi alguns dias depois", diz Andressa.
 

Estrelas do Paparazzo que vai ao ar nesta quarta-feira, 25, elas revelaram que na hora do sexo, porém, têm preferências diferentes. "Uma é mais selvagem e a outra mais carinhosa", explicam. "Eu prefiro fazer amor com a luz acesa", conta Amanda. "Já eu não tenho preferência, depende do momento. Se estiver acesa não vou levantar para apagar, né?", brinca Andressa.
 

Amanda namora há quatro anos e Andressa há sete. As loiras juram que os namorado não estão com ciúmes do assédio sobre elas. "Eles nos apoiam", garante Andressa. As irmãs contaram ainda que nunca aconteceu de os namorados confundirem as duas. "Até dá para se passar pela outra por telefone, mas pessoalmente não. Temos personalidades diferentes", aponta Amanda. "E com tanto tempo de namoro, não dá nem para fingir que confundiu, né?", emenda Andressa.
 

Elas também contaram o que não pode faltar na hora H: nessa hora, as repostas não foram muito diferentes. "Gosto de uma boa puxada no cabelo", revela Amanda. "Para mim, na hora 'H' não pode faltar uma sintonia, uma musiquinha e uma boa pegada", completa Andressa.
 

A sintonia das irmãs não se reduz só a assuntos sexuais. Elas se consideram melhores amigas uma da outra e contam que não se desgrudam nem para dormir. "Na nossa casa tem três quartos, mas a gente dorme no mesmo quarto e na mesma cama", diz Andressa. "A gente faz tudo junto, até na hora de comprar lingerie", diverte-se Amanda.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

REFORMA
Diversos

Pedro Kemp: só ‘reforma política’ pode resgatar a credibilidade na política

 


Deputado, vamos iniciar por um assunto que está sempre em pauta, eleição. Como o Partido dos Trabalhadores está se preparando para disputar as eleições 2016 no Estado e, principalmente, na Capital?

Deputado estadual Pedro Kemp: Primeiramente, o partido está fazendo uma reestruturação nos Diretórios Municipais, teremos eleições em 36 municípios para definir as direções municipais, e faremos também encontros regionais para discutir a conjuntura política e a estruturação do partido em todo o estado.
 

Após esse processo iniciaremos as discussões sobre as pré-candidaturas, mas não estamos antecipando o debate sobre nomes que irão para a disputa. São vários os nomes que estão sendo cogitados dentro do partido, por exemplo, aqui na Capital estão em discussão o meu nome, o do dr. Ricardo Ayache, deputado (estadual) Amarildo (Cruz), deputado (federal) Zeca (do PT), o (senador) Delcídio (do Amaral). Enfim, são várias as opções, mas o partido vai deixar a definição das candidaturas mais para o final do ano ou início do ano que vem.
 

Por enquanto só uma análise interna de nomes?

Não só de nomes, mas também da conjuntura política. Hoje estamos vivendo um momento de efervescência do debate político, reforma política, a questão econômica. O partido está muito atento a esse debate, nesse momento de tantos desafios tanto para o PT quanto para o governo da presidente Dilma (Rousseff), então isso é o que está em pauta, hoje, no PT.
 

Até porque o Parlamento está num momento de níveis baixíssimos de aprovação popular.

Por isso que nosso partido tem levantado essa bandeira da reforma política.  Hoje o foco é o governo. Algumas insatisfações em função das medidas do ajuste fiscal, a questão da corrupção, especialmente por conta da Operação Lava Jato na Petrobras. Mas quando a gente debate com as pessoas, se percebe que existem insatisfações aos políticos de uma forma geral, ao Congresso Nacional. Na verdade, nós percebemos que o que está em xeque é a representação política, que está em crise. As pessoas, muitas vezes, não se sentem mais representadas por aqueles que foram eleitos para legislar, para governar. Nós precisamos resgatar isso, a imagem do político, a credibilidade. Eu penso que a reforma política é fundamental nesse aspecto.
 

O atual modelo se esgotou?

Com certeza.
 

Como está se dando a oposição no âmbito da Assembleia Legislativa?

Nós anunciamos desde o início que faríamos oposição ao governo, mas não ‘oposição por oposição’, não para apostar no ‘quanto pior, melhor’, na verdade nós queremos fazer um debate com o governo no sentido de cobrar compromissos de campanha, fiscalizar as ações do executivo, de uma forma a fazer uma oposição propositiva em alguns momentos.
 

Nós temos consciência que fomos eleitos, a bancada do PT, num outro projeto político, que perdeu as eleições, mas mesmo sendo minoria, nosso papel é de fazer oposição. É importante deixar claro que numa democracia a oposição é necessária. Se houver unanimidade no parlamente, ele perde a possibilidade de promover um debate rico, frutuoso, e o executivo, fica sem o contraponto que é necessário. É esse o papel que nós estamos desenvolvendo aqui.
 

Até no parlamento toda unanimidade é burra?

Com certeza. Veja bem, se não houvesse oposição nesta Casa, como ficaria, por exemplo, essa questão da taxa do Detran na inspeção veicular? Nós estamos levantando uma insatisfação da população. Estamos sendo cobrados pela população. Se não houvesse a oposição para fazer esse debate, cobrar do governo, exigir providências, provavelmente esse debate não existiria, porque os deputados da base do governo não teriam, vamos dizer assim, disposição para levantar esse debate até para não desgastar a imagem do governo.
 

A oposição recebe as reclamações da população e cumpre com o seu papel de cobrar explicações e esclarecimentos do governo, e muitas vezes, quando não concordamos com alguns atos do executivo, vamos lutar para que esses atos sejam revogados, sejam revistos.
 

Como o senhor avalia o relacionamento da bancada com o atual governo?

Apesar de fazer oposição, nós temos tido uma relação de respeito com o governo, e da parte do governo nós também não podemos reclamar, que tem sido respeitoso para com a oposição.
 

Eu quero dizer que tenho tido retorno constante por parte dos secretários de governo. Por exemplo, a secretária de Educação (Maria Cecília Amendola da Motta) já esteve duas vezes aqui na Assembleia, na Comissão de Educação, debatendo conosco; eu já estive na Secretaria de Educação em duas oportunidades para reuniões com a secretária. A secretária de Direitos Humanos e Assistência Social, Rose (Modesto, também vice-governadora) já me recebeu em duas ocasiões; o diretor-presidente do Detran (Gerson Claro) já me atendeu. Quer dizer, temos tido uma relação de diálogo e de respeito com o atual governo, embora nosso papel, por vezes, seja mais o de cobrar e de fiscalizar.
 

Eleições 2014: foi um erro deixar todas as ações centradas num único grupo, ou seja, no grupo político do então candidato Delcídio do Amaral?

Acredito que sim. Nós cometemos, e eu vou dizer nós porque acredito que o partido, como um todo, abriu mão muitas vezes de corrigir os rumos da campanha. O partido deixou muito nas mãos do candidato a governador a coordenação da campanha, a linha política. Enfim, nós cometemos muitos erros.
 

Tínhamos uma eleição praticamente ganha, até o início da campanha eleitoral e, por conta desses erros, por exemplo, nós não soubemos fazer uma avaliação correta do governo André Puccinelli, do qual nós éramos oposição, e não soubemos nos apresentar para a população como uma alternativa de mudança, e o partido na condução da linha da campanha foi perdendo espaço, e o discurso da terceira via, no caso do Reinaldo Azambuja, cresceu e conseguiu dialogar melhor com a população.
 

Internamente nós já discutimos isso. O PT que sempre foi um partido democrático, que sempre fomentou o debate interno, abriu mão disso tudo para deixar o Delcídio tranquilo como candidato a governador. Na minha opinião, nós perdemos com isso.
 

O atrito entre as correntes ligadas ao ex-governador e deputado federal Zeca do PT e ao senador Delcídio do Amaral, na sua opinião, vem prejudicando o partido aqui no estado?

Já prejudicou. Essa divisão entre o grupo do senador Delcídio e o grupo do Zeca, já prejudicou muito o PT. O partido sofreu muito com essa divisão. Hoje, eu diria que praticamente não existe mais essa disputa, esse racha interno. Talvez porque o PT se encontre hoje numa situação de fragilidade em função dessa crise política que nós estamos vivendo...


Clique aqui (Leia mais... | 50066 bytes adicionais | comentários? | Pontos: 0)

ODILON
Diversos

Juiz que inspira filme conhece o elenco do longa em Dourados


Gizele Almeida
Foto foi postada na tarde desta terça pelo filho do juiz (Imagem: Divulgação) Foto foi postada na tarde desta terça pelo filho do juiz (Imagem: Divulgação)
 

O juiz Odilon de Oliveira que inspirou o filme “Em Nome da Lei” que está sendo rodado em Dourados, veio ao município para conhecer o elenco que está gravando o longa. O magistrado mora atualmente em Campo Grande.

O registro do momento foi publicado na tarde desta terça-feira (24) em uma rede social de Odilon de Oliveira Junior, filho do juiz. Na foto, ele e sua esposa aparecem ao lado da atriz Paolla Oliveira que interpreta uma promotora no roteiro.

Não há registro do juiz junto ao ator Mateus Solano, um dos protagonistas que declarou que teria vontade de conhecer o magistrado pessoalmente, conforme entrevista do ator ao Dourados News na segunda-feira, relembre aqui.

Na postagem, Junior fala sobre o orgulho que tem dos pais e a felicidade por esse reconhecimento [o filme]. Veja abaixo a homenagem completa:

É um privilégio ver o reconhecimento do trabalho da vida do meu pai através da realização do filme "Em Nome da Lei". Só cresço em admiração pela conduta de meus pais: um pela incansável luta pela Justiça e outro por ser uma mulher que sempre esteve ao lado, mesmo nos momentos mais difíceis. São e sempre serão meus

Liderança indígena morre no HV após parada cardíaca


 
Laucidio Flores morreu nesta quarta-feira em Dourados - Foto: Divulgação Laucidio Flores morreu nesta quarta-feira em Dourados - Foto: Divulgação
 

O professor e líder indígena da Aldeia Jaguapiru, Laucidio Ribeiro Flores, 37, morreu na manhã desta quarta-feira (25) em Dourados em decorrência de uma parada cardíaca.

No momento do óbito, ele se preparava para entrar no centro cirúrgico do Hospital da Vida para realizar a operação de retirada de um tumor no cérebro descoberto recentemente.

Seu corpo é velado no local conhecido como ‘casa do Guilherme’, próximo a escola indígena Tengatuí Marangatu. O enterro será na Aldeia Jaguapiru, porém, o horário ainda não foi divulgado. Laucidio deixa três filhos.

 

Mulher é presa com drogas e munição em Dourados


Adriano Moretto, com Osvaldo Duarte
Jovem foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico e posse de munição - Fotos: Osvaldo Duarte Jovem foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico e posse de munição - Fotos: Osvaldo Duarte
 

Policiais civis do SIG (Serviço de Investigações Gerais) prenderam na manhã de terça-feira (24) na rua Ignácio de Matos Brandão, Jardim Novo Horizonte, Katiane Alves de Oliveira, 21. Ela é acusada por tráfico de drogas e posse ilegal de munição.

A residência da jovem era monitorada há dias e após denúncias apontando a existência de armas no local, um mandado de busca e apreensão foi solicitado através da polícia e expedido pela Justiça.

Durante vistoria, encontraram duas porções de maconha e uma munição de revólver calibre 38. Questionada sobre o entorpecente, alegou ser do marido para consumo próprio e não comércio.

Encaminhada para o 1º Distrito Policial, acabou autuada em flagrante pelos crimes. O esposo de Katiane não foi encontrado.

 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

INDIOS
Diversos

Produtores são feitos reféns por indígenas em propriedade rural de Caarapó

CaarapoNews


Indígenas invadiram o local no final de 2014 (Foto: Arquivo CaarapoNews)

Os produtores rurais Eurico Rodrigues Faria (47) e Diego Enrique Bacchi Beneti (28) registraram boletim de ocorrência na manhã desta terça-feira (24), após terem sido feito reféns por um grupo de indígenas, próximo a aldeia Te’Yikuê, em Caarapó.

Segundo as vítimas, na tarde da última sexta-feira (20), após terminarem a colheita de soja em sua propriedade, na fazenda ‘Nossa Senhora Aparecida’, a dupla retornava para casa, quando foram abordados por um grupo de pelo menos 40 indígenas, que os fizeram reféns.

As vítimas relataram ainda que foram levados para o acampamento dos indígenas e lá foram obrigados a ingerirem uma bebida alcoólica artesanal, feita pelos próprios índios, que, segundo eles, estavam armados com flechas, facão, foice, lança e pedaço de madeiras as quais eram colocados contra o corpo das vitimas, que ainda tiveram seus rostos pintados.

Ainda de acordo com relato dos produtores, os indígenas ameaçaram incendiar o trator dos mesmos e disseram que havia muito índio morrendo e que estaria na hora de morrer brancos também. Antes de liberar a dupla, os indígenas teriam obrigado os mesmos a dizer: “não vamos plantar mais nessas áreas, pois a terra é de vocês”. Tal frase teria sido gravada pelos indígenas, que após três horas de tortura soltaram as vítimas a pedido de outros índios que chegaram no local.

Impasse - A fazenda ‘Nossa Senhora Aparecida’ teve recentemente cerca de 69 hectares invadido por um grupo de indígenas e sua reintegração de posse corre na Justiça Federal de Dourados. Desde então o clima é tenso entre produtores e indígenas na região. 

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Caarapó como sequestro e cárcere privado, além de ameaça, constrangimento ilegal, esbulho possessório e fraude processual.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

da noite
Diversos

Vereador Brito cobra manutenção de ruas nas vilas Indiana e Integradas

Fonte:an

Vereador de Amambai, Valter Brito (Pros)/Foto: Moreira Produções Vereador de Amambai, Valter Brito (Pros)/Foto: Moreira Produções

Obras de pavimentação asfáltica estão correndo risco de serem danificadas pela fala de manutenção das vias públicas

— Vereador Brito

Amambai (MS) – O vereador de Amambai, Valter Brito (Pros), está cobrando da administração municipal serviços de manutenção nas ruas das vilas Integradas e Indiana. O pedido foi feito por intermédio do requerimento número 031/2015, subscrito pelo vereador Luciney Bampi (PV), apresentado e aprovado na sessão do legislativo, realizada na segunda-feira (23).

Segundo o parlamentar, as ruas das duas vilas estão intransitáveis e comprometendo as obras de pavimentação asfáltica recentemente implantadas na região.

Vereador Brito, deputado Vander Loubet e autoridades acompanhando inicio das obras de pavimentação na vila Indiana
Vereador Brito, deputado Vander Loubet e autoridades acompanhando inicio das obras de pavimentação na vila Indiana

Brito lembra que em 2014, através de emenda parlamentar conseguida junto ao deputado federal, Vander Loubet (PT), foram realizadas obras de pavimentação na região e que as mesmas estão correndo risco de serem danificadas devido à falta de manutenção das vias públicas.

“É preciso que o poder público tome atitude e acione as secretarias de Serviços Urbanos e de Obras para resolver os problemas”, comenta o parlamentar

Executivo e Judiciário fecham acordo para combater corrupção e impunidade

Fonte: ABr

 

Rodrigo Janot (MPF), Ricardo Lewandowisk (Supremo), José Eduardo Cardozo (Justiça) e Luís Inácio Adams (AGU) assinam  acordo de cooperação / Foto: José Cruz                                       Rodrigo Janot (MPF), Ricardo Lewandowisk (Supremo), José Eduardo Cardozo (Justiça) e Luís Inácio Adams (AGU) assinam acordo de cooperação / Foto: José Cruz

Sem a participação de representantes do Legislativo, autoridades do Executivo, Judiciário, Ministério Público e da sociedade civil assinaram nesta quara-feira (25) um acordo de cooperação para fortalecer o combate à corrupção e à impunidade. Entre as medidas está a criação de um grupo técnico para discutir e apresentar propostas para tornar mais ágil a tramitação de processos judiciais e administrativos relacionados à prática de atos ilícitos contra o patrimônio público.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, minimizou a ausência de representantes da Câmara e do Senado, e ressaltou que os parlamentares terão a responsabilidade de dar a “palavra final” sobre as propostas. “Vamos fazer um grupo técnico para formar propostas para mandar para o Legislativo. Eventualmente, na hora que se tiver maior consenso, vamos chamar o Legislativo para fazer o Terceiro Pacto Republicano. Já foram feitos dois pactos, que são projetos de lei acordados entre os Poderes para ter tramitação com maior agilidade. Quem dará a palavra final é, obviamente, o Legislativo”, argumentou ele.

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Ricardo Lewandowisk, além da união de forças entres as instituições do Estado, o combate à corrupção deve envolver toda a sociedade. “Vamos avançar, propondo medidas na áreas jurisdicional, legislativa, administrativa, mas isso só não basta. O combate à corrupção não deve envolver apenas o agente do Estado, mas toda a sociedade, porque é um problema de natureza cultural no Brasil”, disse ele.

Durante a assinatura do acordo de cooperação, no Supremo, Lewandowisk anunciou parceria com os Estúdios Maurício de Souza, do criador da Turma da Mônica, para produção de histórias em quadrinhos com a temática do combate à corrupção e de defesa da ética.

“O STF já estava desenvolvendo um projeto para levar essa mensagem para as crianças, para que desde pequenas elas possam imbuir-se da necessidade de agir com ética”, destacou Lewandovisk. Emocionado, Mauricio de Souza ressaltou ser importante lembrar dos ensinamentos dos pais.

“Acho que podemos usar os personagens para jogar sementes para as crianças sobre o modo de se comparar na sociedade, da moral familiar, daquilo que a gente aprende em casa”, disse o cartunista.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que o objetivo do Ministério Público Federal é trabalhar conjuntamente com os poderes do Estado para fortalecer o combate à corrupção. Segundo ele, a corrupção mata fisicamente, quando o dinheiro destinado à saúde vai para um fim indevido; e mata o futuro dos nosso jovens, quando o dinheiro da educação é desencaminhado. Isso "mata o desenvolvimento da nossa sociedade”, destacou.

O pacto prevê uma parceria com entidades ou pessoas dos setores público e privado, que atuem profissionalmente em atividades relacionadas ao tema, por meio da criação do Fórum de Colaboradores. O fórum dará sugestões ao grupo de trabalho e fará críticas às propostas debatidas no grupo técnico.

O grupo de trabalho terá 60 dias, prorrogáveis por igual período – a contar da data de publicação do acordo – para apresentar parecer com as sugestões a serem enviadas ao Congresso Nacional, caso dependam de mudança legislativa. Integrarão o grupo representantes do Ministério da Justiça, Conselho Nacional de justiça, da Advocacia-Gerral da União, Controladoria-Geral da União, Ordem dos Advogados do Brasil e do Conselho Nacional do Ministério Público.

“Estamos criando uma política de Estado no cambate à corrução, para unir esforços”, disse Cardozo

PSDB solicita investimentos federais para Amambai

O presidente do PSDB de Amambai, Christiano Bortolotto, esteve nesta semana com o deputado federal, Mandetta, solicitando emendas para o município

Fonte: Assessoria

Na foto, o prefeito de Rio Brilhante, Deputado Mandetta e o presidente do PSDB de Amambai / Foto: Assessoria Na foto, o prefeito de Rio Brilhante, Deputado Mandetta e o presidente do PSDB de Amambai / Foto: Assessoria

Amambai (MS) - Nesta semana, o presidente do PSDB de Amambai, Christiano Bortoloto, esteve em Brasília, no gabinete do deputado federal, Luiz Henrique Mandetta (DEM), para solicitar emendas que contemplem o município de Amambai.

De acordo com Christiano, o deputado reforçou o compromisso que tem com Amambai e afirmou que não medirá esforços para garantir mais investimentos para que o município se desenvolva cada vez mais, com conforto e dignidade para toda a sociedade amambaiense. Foram discutidos investimentos para a área da saúde, infraestrutura, bem como incentivos para o setor produtivo, com a viabilização de patrulha mecanizada, entre outros.

“O deputado foi totalmente receptivo e ele está muito grato pela expressiva votação que teve em Amambai, tenho certeza que ele vai contribuir muito para que nossa querida cidade se desenvolva com benefícios para cada cidadão que aqui reside”, destaca Christiano Bortolotto.

No final da reunião, foi discutida a situação preocupante da política nacional e a insatisfação da população brasileira com a atual presidência.

Mandetta foi o 4º deputado federal mais votado em Amambai, com 989 votos. Ele integrou o grupo da coligação do governador eleito, Reinaldo Azambuja, sendo que ele também teve apoio do grupo durante sua campanha no município.

Christiano Bortolotto ressaltou que o PSDB de Amambai, vem trabalhando para o desenvolvimento do município. “O PSDB quer ajudar a garantir os direitos da nossa comunidade, são inúmeras dificuldades que a população enfrenta na área da saúde, infraestrutura entre outras áreas, que precisam de urgente soluções e por isso, nós do PSDB estamos trabalhando em prol de Amambai, lutando por investimentos federais, reforçando nossas prioridades com o nosso governo estadual para que as mudanças e melhorias se tornem realidade no nosso município e nós não vamos medir esforços para conseguir”, enfatizou o presidente do PSDB.

25/03/2015 18h07 - Atualizado em 25/03/2015 18h07

Rotary de Amambai empossa novos associados

Fonte: an

Os novos associados do Rotary de Amambai: Sérgio Périus e Zélia Borges. Os novos associados do Rotary de Amambai: Sérgio Périus e Zélia Borges.

A Economista Doméstica Zélia Rodrigues Borges e o Pedagogo Sérgio Périus são os novos associados do Rotary Club de Amambai. Eles foram empossados na noite da última segunda-feira (23), durante a reunião ordinária do clube.

Zélia recebeu o distintivo rotário do seu padrinho em Rotary, Jandir Guerra. Ela falou que tem um irmão rotariano e sempre teve vontade de participar do Rotary. “Vim para contribuir, o Rotary tem as melhores ações do mundo, quero aprender com vocês”, disse Zélia.

Zélia recebeu o distintivo rotário do seu padrinho em Rotary, Jandir Guerra. Zélia recebeu o distintivo rotário do seu padrinho em Rotary, Jandir Guerra.

Sérgio recebeu o distintivo rotário do seu padrinho em Rotary, Walter Otano. Ele disse estar lisonjeado por fazer parte da família rotária e grato pelo convite. Esta é a segunda vez que Sérgio ingressa em Rotary, tendo se afastado em sua primeira admissão por ter transferido residência para outro município. “Esta é mais uma oportunidade que tenho de servir”, falou ele.

Na oportunidade, o presidente do Rotary Club de Amambai, Walmir Ritter, deu as boas-vindas aos novos sócios e destacou os objetivos do Rotary e a Prova Quádrupla – É a verdade? É justo para todos? Criará boa vontade e melhores amizades? Será benéfico? Falou também sobre as obrigações dos rotarianos – participar sempre das reuniões e manter-se quites com as normas do clube.

Sérgio recebeu o distintivo rotário do seu padrinho em Rotary, Walter Otano. Sérgio recebeu o distintivo rotário do seu padrinho em Rotary, Walter Otano.

Atualmente, os dois novos rotarianos desempenham funções na Prefeitura de Amambai. Zélia é gestora da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres e Sérgio secretário municipal de Saúde.

A reunião de posse dos novos associados foi prestigiada pelos cônjuges dos rotarianos e convidados dos empossados, além dos associados do clube.

O Rotary Club de Amambai, fundado em 29 de novembro de 1952, integra o Rotary International e pertence ao Distrito 4470. Possui 22 sócios que se reúnem semanalmente as segundas-feiras, às 19h30, em sua sede, localizada na Rua Nemézio de Lima, 1113/1129 – Vila Cassiano Marcelo, em Amambai.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1302 páginas.
Fotos

Nova pagina 2


Notícias

Quarta, março 25
· NOTICIAS DA TARDE
· FUSÃO
· SAINDO DE FININHO
· MASCOTE
· AMAMBAI
· ENFOQUES DO MARCO
Terça, março 24
· DENGUE
· POLICIA
· BABILONIA: 12 OU 21
· AZAMBUJA SE ENCONTRARÁ COM PRESIDENTE DO PARAGUAI
· DELCIDIO PODERÁ DEIXAR O PT
· 80 ANOS
· GIRO
· SEM CONTROLE
· AMAMBAI
· TOP
· SAUDE DA CRIANÇA
· NOTICIAS
· CAFE DA MNNHÃ
· GOVERNO MS
Segunda, março 23
· ENFOQUES
· NOTICIAS
· ACIDENTES
· POLICIA
· ESTADUAL MS
· FIQUE SABENDO
· NOTICIAS DA MANHÃ
· CAMPO GRANDE
Domingo, março 22
· DROGA
· MORTE

 Calendario de Eventos
Março 2015
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31  

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB