Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/correiod/public_html/index.php:1) in /home/correiod/public_html/mainfile.php on line 168
=:Correio da Fronteira:=

 Menu
 Inicio
 Registro
 Administrador
 Menu
 Torpedos
 Downloads
 Enquete
 Galeria de Fotos
 Seus Links
 Recomende-nos
 Internet_TV
 Artigos
 Internet_Radio3
 Publicações
 Conteudos
 Album
 Estatística
 Fale Conosco

· Procurar

 Radio On
Ouça Agora:
Nenhuma opção foi escolhida



<a href=''>Play Nenhuma opção foi escolhida</a>

Abrir em janela pop-up

 Previsão

 Visitas
Até o momento, recebemos
11370950
vizualizações de páginas (page views) desde July 2007

 Apoios:




ARREPENDIMENTO...
Diversos

Sarney relata em gravação que Lula se arrependeu da eleição de Dilma

'Ele me disse que o único arrependimento que ele tem', afirmou Sarney.
Instituto Lula diz que não há provas e que divulgação de gravação é 'nojenta

 com informações do Jornal Hoje

O ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) afirma em uma conversa gravada pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  se arrependeu da escolha da presidente afastada Dilma Rousseff para sucedê-lo. A assessoria do Instituto Lula classificou a divulgação da conversa como "nojenta" (leia mais ao final desta reportagem).

A conversa foi gravada por Machado na casa do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP). O ex-presidente da Transpetro, que gravou várias conversas com políticos do PMDB, teve acordo de delação premiada homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No diálogo com Sarney, inédito, Machado e o ex-presidente falavam sobre a Dilma Rousseff e sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O nome de Lula não é citado diretamente, mas, para os investigadores, fica claro que a conversa é sobre ele.

SÉRGIO MACHADO - Agora, tudo por omissão da dona Dilma.  
JOSÉ SARNEY - Ele chorando. O que eu ia contar era isso. Ele me disse que o único arrependimento que ele tem é ter eleito a Dilma. Único erro que ele cometeu. Foi o mais grave de todos. 

Em gravação citada pelo jornal "Folha de S.Paulo" entre Machado e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) o assunto também é Lula. Mas a conversa é sobre o suposto envolvimento do ex-presidente no esquema do mensalão do PT.

Segundo o jornal, Renan Calheiros afirma que Lula havia saído, ou seja, não processado no mensalão porque os pagamentos ao marqueteiro Duda Mendonça no exterior não foram investigados a fundo quando vieram a público.

RENAN CALHEIROS - Por que que o Lula saiu [não foi acusado no processo do mensalão]? Porque o Duda [Mendonça, marqueteiro] fez a delação – na época nem tinha [a lei]. O Duda fez a delação e disse que recebeu o dinheiro fora. E ninguém nunca investigou quem pagou, né? Este é que foi o segredo.

Duda Mendonça foi o marqueteiro da campanha vitoriosa de Lula em 2002. Ele acabou absolvido no julgamento do mensalão.

Neste trecho, também publicado pela "Folha", Renan e Machado se referem ao triplex e ao sítio que os investigadores afirmam que são de propriedade do ex-presidente. Lula nega ser o dono.

Os dois  citam uma quantia em dinheiro que Lula teria, sem mencionar a origem. Reportagem da revista "Veja" mostrou que a empresa de palestras de Lula teria faturamento semelhante à quantia citada por Machado.

MACHADO - ...botou na real. Aí [inaudível] umas besteiras, como a Marisa diz, besteira. Ele tem 30 milhões em caixa. Como é que não comprou um apartamento, uma p*** [inaudível]. P***, umas m***, um sítio m***, um apartamento m***.

Além de fazer as gravações, Sérgio Machado já deu vários depoimentos aos investigadores da Operação Lava Jato, que estão agora analisando todas essas informações trazidas pelo ex-presidente da Transpetro.

A delação premiada dele foi homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e, a partir de agora, começa uma nova etapa da apuração. O ex-presidente José sarney e os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá podem ser chamados a dar explicações.

Versões dos citados
A assessoria de imprensa do Instituto Lula enviou nota na tarde deste sábado (28) na qual classifica como "nojenta" a divulgação das conversas gravadas e diz que não há provas que comprometam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"É simplesmente nojenta a divulgação de conversas armadas com a clara intenção de comprometer o ex-presidente Lula em ilícitos dos quais ele não participou. O vazamento ilegal dessas gravações é mais uma evidência de que, depois de investigar por mais de 2 anos, o Ministério Público Federal não encontrou sequer um fiapo de prova contra Lula. Porque Lula sempre agiu dentro da lei", diz o texto da nota.

A presidente afastada Dilma Rousseff disse que que não vai comentar as declarações de José Sarney e de Sérgio Machado.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, também não vai comentar.

O advogado de José Sarney, Antônio Carlos de Almeida Castro, disse que o ex-presidente não vai responder sobre fragmentos do que está sendo vazado. E que pediu cópia da delação de Sérgio Machado ao STF para poder responder de forma contextualizada.

Antonio Carlos de Almeida Castro também é advogado de Duda Mendonça. Sobre o cliente, disse que a afirmação de que Lula não foi processado no mensalão por causa da delação do publicitário não tem sentido. Almeida Castro disse que duda não protegeu ninguém, foi processado criminalmente no mensalão e absolvido pelo plenário do Supremo.

A defesa do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado disse que ele não pode se manifestar porque a delação ainda está sob sigilo.

Delta X
Em outro trecho de conversa gravada pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, ao qual a TV Globo teve acesso, ele e o senador Romero Jucá (PMDB-RR), ex-ministro do Planejamento do governo Temer, falam sobre financiamento de campanhas eleitorais. Eles usam um termo “Delta X” que, segundo investigadores, é uma referência a propina dentro de uma doação legal.

Eles dizem que o "Delta X", a propina, sempre existiu, mas dizem que “os caras” são dois e expandiram, dando a entender que aumentaram a propina. Eles não deixam claro quem são “os caras”.

SÉRGIO MACHADO: Romero, o modelo é igual. O que varia, variou agora é que esses caras são tão doidos que eles saíram do modelo tradicional e foram...

ROMERO JUCÁ: E expandiram, fizeram... 

SÉRGIO MACHADO: E foram pro, inclusive envolvendo... 

ROMERO JUCÁ: É, foram pro macro.

MACHADO SEGUE: Sempre tem aquele, aquele "delta x" que é o normal. É o que sempre aconteceu em todas as campanhas eleitorais. 

JUCÁ AFIRMA: Caía lá e cá. Rolava oficialmente.  

SÉRGIO MACHADO: Oficialmente. Sempre teve isso. Agora, as empresas que dão, dão em todos os níveis de governo. 

ROMERO JUCÁ: Dão. 

SÉRGIO MACHADO: E são as mesmas. Então aqui é um acordo.

JUCÁ: Contaminado. 

SÉRGIO MACHADO: O cara que faz uma obra aqui, faz lá... Não tem jeito.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ENFOQUES DO MARCO
Diversos

Mulher obriga ladrão a correr pelado na rua

  • Reprodução de vídeo

    Vídeo mostra mulher pondo ladrão a correr pelado em Bogotá


 

Número de celular passa a ter 9 dígitos em Mato Grosso do Sul a partir deste domingo

  • Ilustração/Reprodução

    Números passam a ter acrescido um 9 à esquerda


 

 

Simone relata projeto que aumenta pena para estupro coletivo e divulgação em rede social

  • Fotos Agência Senado

    Senadoras Simone (MS) e Vanessa (AM): projeto em defesa das mulheres

Ainda sobre o repúdio nacional contra a estupidez coletiva do estupro de jovens no Rio e no Piauí, a senadora Simone Tebet (PMDB-MS),  relatora de projeto de lei que tramita na CCJ do Senado sobre violência contra mulheres, de autoria senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), vai acrescentar emenda que aumenta em um terço a pena para estupro coletivo e incluindo a punição para quem divulgar imagens do crime nas redes sociais como aconteceu no caso da adolescente carioca. "Vamos levar o projeto a plenário em regime de urgência ainda na semana que vem", me disse a senadora Simone, nesta tarde, via Whatsapp.
 

PF vai combater crimes contra mulheres

  • Ilustração/Reprodução

    Ações e repúdio contra agressores de mulheres


 

O presidente interino Michel Temer divulgou hoje nota de repúdio ao estupro de uma jovem de 16 anos, no morro São José Operário, no Rio, violentada por 33 homens no fim de semana. Na nota, Temer anuncia que vai criar um departamento na Polícia Federal para investigar crimes contra a mulher. “É um absurdo que, em pleno século 21, tenhamos que conviver com crimes bárbaros como esse”, avaliou. O informe adianta que o Ministério da Justiça convocou secretários de segurança de todo o País para uma reunião na terça-feira para debater ações de combate a violência contra mulheres. A presidente afastada Dilma Rousseff também se manifestou no Facebook em solidariedade à vítima e em repúdio aos agressores. "Precisamos combater, denunciar e punir este crime. É inaceitável que crimes como esse continuem a acontecer. Repito, devemos identificar e punir os responsáveis", disse Dilma.
 

OAB-MS repudia estupro coletivo

  • Divulgação OAB-MS

    Estupro coletivo é alvo de repúdio da OAB-MS


 

"Estupro coletivo, cometido por mais de trinta algozes, que além de perpetuar práticas inerentes ao machismo também humilharam a vítima expondo nas redes sociais a dor da jovem. O grupo que praticou o abuso deve ser apenado com todas as agravantes que cada narrativa da vítima revelar", diz nota de repúdio ao estupro coletivo sofrido por uma adolescente de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, divulgada hoje pela Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS), por meio da Comissão de Combate e Enfrentamento a Violência Domestica e Familiar Contra a Mulher (Comcevid) e a Comissão da Mulher Advogada (CMA). Além de conclamar manifestações das demais seccionais da Ordem, a nota da OAB-MS apela ao Ministério da Justiça para que, junto com a Secretaria de Políticas para as Mulheres do Governo Federal, "faça ações contundentes no sentido de inibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, lançando campanhas de conscientização contra a violência de gênero com ênfase no feminicídio e estupro".
 

'Renan, o Senhor dos Aneis, deve cair', dispara Delcídio ao falar de gravação

  • Reprodução/Arquivo

    Renan 'deve cair', afirma Delcídio dando um empurrãozinho


 
Delcídio diz que "tinha boas relações" com Vandenbergue, mas estranhava ele ir ao seu gabinete "prestar solidariedade". "Agora percebo que ele ia a mando do Renan para sondar, para saber se eu ia mesmo fazer delação premiada". Renan, entretanto, não sabia que Delcídio já havia feito a delação. "A conversa gravada entre eles mostra que estavam mal informados. Pelo que vi, a conversa foi no dia 24 de março. Eu já havia fechado o acordo antes de ser solto em fevereiro". "O diálogo (com Vandenbergue) só confirma que Renan, o senhor dos anéis, deve ser afastado imediatamente. Não tem mais condições de comandar o Senado", acrescentou o ex-senador.
 

Moka é o principal cotado para líder do governo Temer no Senado, diz revista Época

  • Divulgação/Arquivo

    Moka com Michel Temer: primeiro da fila para liderança no Senado


Citado por Giroto e Amorim em gravação, Marquinhos Trad diz não ser alvo da PF

  • Fotos e Imagem Reprodução

    Conversa divulgada em site levou Marquinhos a responder no Facebook


Postado por Marco Eusébio , 26 de maio de 2016 às 12:15 - em: Principal

Conversa gravada entre o ex-deputado federal Edson Giroto e o empresário João Amorim – presos em Campo Grande na operação "Fazendas de Lama" da Polícia Federal – que o chamam de "louco" por se aliar a opositores contra lideranças do PMDB quando ainda estava no partido, divulgada pelo repórter Airton Raes no site Top Mídia News, levou o deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), a divulgar nota ontem no Facebook (leia acima e aqui no original) dizendo não ter "nada a ver" com operações como a "Lava Jato, Coffee Break, Lama Asfáltica". Na nota, o deputado atribui a divulgação da história à disputa eleitoral em Campo Grande. Por telefone, Marquinhos Trad me disse hoje: "Essa baixaria é por causa das pesquisas. São sempre as mesmas pessoas. Minha preocupação é ajudar Campo Grande. Isso é ilação infundada eleitoreira." Ouça o áudio da conversa de Amorim e Giroto
 

O Juruna do PMDB

  • Reprodução/Arquivo

    Mario Juruna, quando deputado, chegando ao Congresso


 

Da Vera Magalhães no blog Radar da Veja:
 
"O deputado Juruna era famoso por andar sempre com um gravador no Congresso nos anos 80. Pois desde que vieram à tona as gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sergio Machado de conversas com a cúpula do PMDB seu apelido no partido virou esse: Juruna.
 
A diferença é que, agora, os caciques são os que estão do outro lado do gravador. Por enquanto, vieram à tona conversas com Romero Jucá, Renan Calheiros e José Sarney.
 
Consta que estão em poder da Procuradoria-Geral da União outros áudios com pessoas próximas à cúpula do PMDB do Senado, como o deputado Anibal Gomes, elo fundamental para atingir Renan.
 
Por mais que tenha se safado de dizer algo mais comprometedor na gravação de Machado, Renan dificilmente escapará quando forem revelados os depoimentos do ex-aliado aos procuradores.
 
Afinal, se a delação foi homologada sem reparos pelo ministro Teori Zavascki, não poderia ter como sujeito oculto justamente o responsável por manter o Juruna peemedebista por 11 anos à frente da cobiçada Transpetro."
 

PMDB, PSB e PR se unem para sucessão de Bernal e anunciarão pré-candidato até o dia 1º

  • Divulgação

    Paulo Corrêa, Mochi, Tereza, Longen e Márcio Fernandes: acordo fechado


Abelhas seguem rainha em carro por 2 dias

  • Facebook Tom Moses/Reprodução

    Abelhas, súditas fieis, acompanharam a rainha no Mitsubishi


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIM DE TARDE
Diversos

DOF Apreende Adolescentes com maconha na fronteira

. rn206175_0

Duas jovens com idades de 15 e 17 anos foram apreendidas pelo DOF por tráfico de drogas. Atraídas pelo dinheiro fácil, elas se sujeitaram a transportar entorpecente da região de fronteira até cidades onde são contratadas.

Os dois casos foram registrados na quarta-feira. Uma adolescente de 17 anos, moradora na cidade de Cáceres/MT, foi apreendida transportando maconha em um ônibus na região de Coronel Sapucaia/MS.

Durante bloqueio policial na MS 289, entre Coronel Sapucaia e Amambai, policiais do DOF abordaram para fiscalização um ônibus que fazia o itinerário Coronel Sapucaia X Campo Grande, sendo que em vistoria e entrevista aos passageiros, foi localizado em uma mala pertencente a adolescente, 17 tabletes de maconha que totalizaram 19 quilos da droga.

A jovem que foi contratada para pegar a droga em Coronel Sapucaia e leva-la até a cidade de Dourados, relatou recebendo a quantia de 2 mil reais pelo transporte.

Já a adolescente de 15 anos é moradora na cidade de Lucas do Rio Verde/MT. Ela foi apreendida transportando 14 tabletes de maconha em um ônibus na região de Ponta Porã/MS.

O fato ocorreu na noite de quarta, durante bloqueio policial na BR 463, trevo que dá acesso a cidade de Amambai, na região de Ponta Porã. A jovem transitava as margens da rodovia quando foi abordada, sendo que com ela foram localizados 14 tabletes de maconha que pesaram 9,5 quilos da droga.

A adolescente relatou que veio até fronteira para comprar a droga para o seu consumo. O caso foi registrado como ato infracional (tráfico de drogas) na delegacia de Ponta Porã/MS.

‘Renan, o Senhor dos Anéis, deve cair’, ataca Delcídio

 

O senador cassado Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) reagiu às citações feitas a ele pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-Al), em conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que fechou acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato. “O Renan, como o Eduardo Cunha (presidente afastado da Câmara), deve sair urgentemente. Ele deve cair. Renan é o Senhor dos Anéis, faz o que quer, manipula tudo, usurpa”, afirmou Delcídio.

Em aúdio revelado nesta quinta-feira pelo Jornal Hoje, da TV Globo, Renan aparece orientando um suposto representante de Delcídio a respeito do processo por quebra de decoro parlamentar contra o ex-petista que corria no Conselho de Ética do Senado. “O que que ele (Delcídio) tem que fazer… Fazer uma carta, submeter a várias pessoas, fazer uma coisa humilde… Que já pagou um preço pelo que fez, foi preso tantos dias… Família pagou… A mulher pagou…”, orienta Renan a um homem chamado Vandenbergue, que responde: “Ele (Delcídio) só vai entregar à comissão, fazer essa carta e vai embora”. O ex-presidente da Transpetro entregou os áudios à Procuradoria-Geral da República em seu acordo de delação premiada, homologado ontem por Zavascki.

Delcídio ficou indignado com o teor das conversas e afirmou que a sua cassação foi “manipulada” pessoalmente por Renan. “Ele (Renan) tinha medo da minha delação, ele tinha comprometimento com o Palácio do Planalto”. O ex-senador também explicou quem era o interlocutor do presidente do Senado nas conversas: “Esse Vandenbergue é um cara que eu conheço há muito tempo. Ele é diretor da CBF, mas se criou sempre no PMDB. Começou como chefe de gabinete do Marco Maciel no Ministério da Educação (governo Sarney) e depois fez carreira no PMDB, especificamente com o Renan”, afirmou.

 

O ex-senador relata que “tinha boas relações” com Vandenbergue. “Mas achei estranho que ele ia ao meu gabinete aparentemente para prestar solidariedade, para me visitar e o caramba, mas agora percebo que ele ia a mando do Renan para sondar, para saber se eu ia mesmo fazer delação premiada. Vandenbergue sempre frequentava o meu gabinete, sempre uma relação boa, amistosa, mas o interesse dele era efetivamente me monitorar. Não só a mim como a minha família. A mando do Renan.”

“Fomos perceber mais na frente um pouco que não era solidariedade do Vandenbergue. Ele estava sendo mandado pelo Renan para me monitorar. Como eu tinha uma boa relação com o Vandenbergue, me foi oferecido para minha defesa o filho dele, que é advogado. Ele se apresentou para advogar de graça para mim. Mas ele não é meu advogado”, completou Delcídio.

Na avaliação de Delcídio, o diálogo entre Renan e Vandenbergue revela a preocupação do presidente do Congresso em tirar seu mandato, o que ocorreu no dia 10 maio por um placar devastador – 74 dos senadores votaram a favor da saída de Delcídio e nenhum contra.

Educar para a convivência

 . criancas

Nos últimos anos, a percepção é de que a temática de Direitos Humanos (DH) na educação vem sendo mais difundida. Muitas instituições de ensino têm se mobilizado para o desafio de educar para a convivência, e educar para a convivência implica em educar para o respeito às diferenças, sejam elas de ordem cultural, social, econômica, política ou até mesmo física!

Com esse olhar, os educadores têm buscado atuar nos espaços educacionais para que não promovam ou reproduzam indiferenças, discriminações, desigualdades ou invisibilidades. Nesse aspecto, algumas normativas legais têm norteado as discussões e subsidiado a formação continuada em Direitos Humanos, sendo esse, inclusive, um dos caminhos possíveis para o estabelecimento de uma cultura de convivência.

Iniciadas as formações em Direitos Humanos, muitos questionam se há resultado prático fruto dessas iniciativas. A experiência cotidiana no ambiente escolar tem indicado mudanças na percepção de estudantes, famílias e educadores sobre o respeito às diferenças, induzindo que estamos no caminho certo. Todavia, ainda se faz necessária a construção de indicadores para mapear e avaliar os resultados efetivos desse processo no cotidiano das práticas profissionais e institucionais. Eis o sentido da formação em DH!

Um caso bem-sucedido de trabalho com as diferenças está relacionado ao aprendizado de história e cultura indígena nas escolas. A professora e pesquisadora Daniele Kowalewski e o filósofo e doutor em Educação Daniel Munduruku, especialistas no assunto, dão grandes contribuições sobre a representação histórica, social e cultural da população indígena, enfatizando a latente necessidade de repensar o lugar que temos destinado a esse grupo populacional.

Segundo Daniele Kowalewski, a diversidade no Brasil é pensada sob quatro vértices: natureza, raça, miscigenação e cultura. Para ela, é muito importante incorporar o conceito de reconhecimento, na abordagem do convívio escolar, para uma educação vinculada aos direitos humanos. Kowalewski também aponta alguns resultados de sua pesquisa nas revistas do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, dos anos de 1839 a 1945, em que constatou como a temática indígena sempre esteve presente nas inquietações dos sócios do Instituto. Todavia, a preocupação desses sócios era a de conhecer a língua e os costumes dos indígenas para poder “civilizá-los” de acordo com padrões etnocêntricos, sem compreender a alteridade de cada povo.

Daniel Munduruku, pertencente à etnia munduruku, alega que a cultura indígena ainda é vista como folclórica. Isso é fruto de uma política que sempre tratou os indígenas como seres do passado e o resultado tem sido desastroso para a sociedade, pois negou a participação efetiva dos indígenas na composição da identidade nacional.

Discutir assuntos dessa envergadura é importante para reavaliarmos concepções e práticas no caminho para uma educação plena em direitos humanos, convívio e respeito pelas diferenças.

(*) Núbia de Oliveira, Assistente Social do Colégio Marista Arquidiocesano, da Rede de Colégios do Grupo Marista.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA HORA
Diversos 11h02

Chuva forte volta a causar prejuízos em cidades da região sul de MS

As chuvas voltaram a atingir os municípios de Mato Grosso do Sul ontem e hoje, e os estragos com o excesso de água só aumentam em algumas regiões já castigadas. No feriado de Corpus Christi, moradores das cidades de Sete Quedas, Amambai, Juti, Coronel Sapucaia e Ponta Porã ficaram apreensivos com tempo.

Já com um novo decreto pronto solicitando que a cidade continue em situação de emergência, o prefeito de Amambai, Sérgio Diozébio Barbosa (PMDB), informou que a chuva deste feriado, apesar de ter sido fraca, preocupa toda a cidade.

“O novo decreto será publicado nesta segunda-feira (30) porque ainda há regiões bem complicadas na zona rural da cidade. Na estrada velha, que liga Amambai a Iguatemi, só é possível passar a pé e aquele região há cerca de 20 fazendas com pelo menos 200 moradores lá”.

Ele informou que Coronel Sapucaia e Iguatemi também vão estender a situação de emergência de suas cidades. “Conversei com os prefeitos dos dois locais e a situação também está bem complicada”.

Em Amambai, o Inmet (Instituto Nacional de Metereologia) registrou 53,4 milímetros de chuva durante na na quinta-feira (26), e a previsão para o final de semana é de tempo encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas .

14h53

Nono dígito entra em vigor neste domingo em MS; veja como alterar seus contatos

Foto: Ilustração

Como já foi amplamente divulgado, a partir de domingo (29),  os números dos celulares de Mato Grosso do Sul, dos demais estados do Centro-Oeste e de três Estados da Região Norte receberão o dígito 9 antes do número telefônico. O número será acrescentado nas ligações para celulares dos DDDs 61 (Distrito Federal), 62 e 64 (Goiás), 63 (Tocantins), 65 e 66 (Mato Grosso), 67 (Mato Grosso do Sul), 68 (Acre) e 69 (Rondônia).

A medida tem entre seus objetivos  aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular, dar continuidade ao processo de padronização das chamadas e garantir os números para novas aplicações e serviços.

Os planos de numeração dos serviços de telefonia fixa não sofrerão alterações, permanecendo com códigos de acesso com oito dígitos.

O dígito 9 (nove) deverá ser acrescentado à esquerda dos atuais números, que passarão a ter o seguinte formato: 9xxxx-xxxx. Até o dia 7 de junho, as ligações marcadas com oito dígitos ainda serão completadas, para adaptação das redes e dos usuários. Esse período é chamado de duplo convívio.

Gradualmente, haverá interceptações, e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem. O período de transição será de 8 de junho a 5 de setembro. Após esta data, as chamadas marcadas com oito dígitos não serão mais completadas.

 

Além das adequações técnicas por parte das prestadoras de serviço de telecomunicações, essa medida demandará da sociedade a realização de eventuais ajustes em equipamentos e sistemas privados como, por exemplo, equipamentos PABX e agendas de contatos. O nono dígito deverá ser acrescentado, no momento da discagem, por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para celulares nos Estados acima mencionados, independentemente do local de origem da chamada.

 

O nono dígito já foi implementado em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Amapá, Roraima, Amazonas, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e Minas Gerais. E ainda será implantado em todos os Estados da Região Sul no dia 6 de novembro de 2016.

 

Saiba como proceder a alteração nos contatos de seu Smartphone. Abaixo separamos dois aplicativos que podem te ajudar nesse processo de alteração de contatos.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

POLICIA
Diversos :58

Agentes foram envenenados com "chumbinho", confirma perícia

Análise feita no resídio encontrado no café, apontou que se trata do veneno conhecido como chumbinho (Foto: Divulgação)

Laudo da perícia confirmou que os seis agentes penitenciários do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande foram envenenados com o produto Carvofurano, popularmente conhecido com “chumbinho”. Ele tem o uso proibido no Brasil, mas muitos o utilizam para matar ratos. A Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) trabalha agora para descobrir como o veneno entrou no presídio, quem o colocou na garrafa térmica com café e quem é o mandante.

A delegada que preside o inquérito, Ana Cláudia Medina, já ouviu várias pessoas. Os primeiros a prestarem depoimento foram os dois detentos que trabalhavam na cozinha no dia 20 de abril deste ano, data em que os agentes foram envenenados. Eles negaram terem participado do crime e afirmaram desconhecer quem teria colocado o veneno no café. Também foram ouvidos alguns agentes penitenciários. No dia da ocorrência, já havia a suspeita de que os servidores haviam sido envenenados com “chumbinho”.

O presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul), André Santiago, afirmou que o médico que atendeu os agentes disse que por sorte o “chumbinho” não se dissolveu totalmente, senão os servidores estariam mortos. “Por ser granulado, esse veneno demora para se dissolver. Se tivessem chacoalhado a garrafa térmica a dissolução seria acelerada e eles estariam mortos”, afirmou o sindicalista.

Mudança - Após o envenenamento dos agentes penitenciários do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) implantou um sistema em que as refeições para os servidores passaram a ser preparados por uma cozinheira e em cozinha separada do local onde são feitas as refeições aos detentos. O diretor-presidente da Agência, Ailton Stropa, disse que em todas as 46 unidades haverá mudança no preparo dos alimentos.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, a cozinheira foi contratada pela empresa que prepara as refeições no Presídio de Segurança Máxima, para atender aos agentes penitenciários e outros servidores que almoçam ou jantam na unidade penal, como professores, enfermeiros, psicólogos, médicos. Stropa afirmou que haverá mudanças em todas as 46 unidades do regime fechado, semi-aberto e aberto, por questão de segurança, para evitar ocorrências como a do dia 20 de abril.

“Fizemos uma consulta a cada um dos diretores das unidades penais, pedindo sugestão e assim que tivermos um panorama vamos adotar as medidas”, afirmou. Segundo ele, por dia são fornecidos mais de 15 mil refeições para os detentos e cerca de mil para os servidores do Sistema Penitenciário.

52

Polícia encontra maconha e haxixe em bolsa de brinquedos na BR-463

A bolsa estava em um ônibus, porém seu proprietário não foi encontrado (Foto: Divulgação)

Policiais do DOF (Departamento de Operações da Fronteira) apreenderam 18 quilos de maconha e 200 gramas de haxixe que estavam escondidos em uma bolsa de brinquedos. A ação aconteceu na madrugada deste sábado (28), na BR 463, no Posto Fiscal Pacuri, região de Ponta Porã – a 323 quilômetros de Campo Grande.

 

Segundo o departamento, a bolsa estava em um ônibus que fazia o trajeto Amanbai/ Campo Grande. Eram 26 tabletes de maconha e um de haxixe.

Embora os entorpecentes tenham sido apreendidos o proprietário da bolsa não foi encontrado.

O caso foi registrado como tráfico de drogas na delegacia de Ponta Porã.

Ladrões invadem loja e levam 130 peças de roupas em Amambai

Vilson Nascimento

Indivíduos não identificados invadiram uma loja de roupas usadas situada na Avenida Pedro Manvailler, região central da cidade e furtaram mais de 130 peças de roupas, em Amambai.

Segundo a proprietária do estabelecimento comercial, Sílvia da Cruz Martins, durante a ação criminosa, que aconteceu na noite dessa sexta-feira (27) para sábado, dia 28 de maio, os larápios também levaram luvas de lã, pares de calçados e pelo menos R$ 200,00 em produtos da marca Avon.

Segundo consta no boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia Civil de Amambai, que atua nas investigações do caso, foram levados do estabelecimento comercial 50 peças de roupas de frio, 20 peças de macacões de criança, 10 pares de luvas de lã, 3 pares de tênis, 5 vestidos longos, 10 saias, 8 calças jeans, 15 camisas e 20 peças de roupas de frio para criança.

A comerciante informou que os marginais invadiram a loja pela parta da frente. O furto foi percebido na manhã desse sábado quando a vítima chegou para trabalhar e encontrou a porta do estabelecimento aberta.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FESTA DA PADROEIRA
Diversos
6h25

Festa da Padroeira acontece neste final de semana em Amambai

Amambai A comunidade católica de Amambai realiza nesse sábado, 28, e domingo, 29, a Festa da Padroeira do município - Nossa Senhora Auxiliadora - data comemorada oficialmente no dia 24 de maio.

A programação festiva em comemoração a data começa às 19h desse sábado com missa que será celebrada em frente a rádio Auxiliadora, em seguida, acontece uma o show do cantor Dunga, da Comunidade Canção Nova, promovido pela rádio Auxiliadora em comemoração aos dez anos de existência da emissora.

No domingo (29), a programação inicia às 8h com missa na capela antiga, ao lado da Igreja e segue no período da tarde com almoço no Salão Paroquial às 11h e show de prêmios a partir das 14h.

"Nossa festa já é tradicional no município e tem como principal intuito arrecadar fundos para o término da construção da igreja, que agora está em fase de acabamento e também para promover uma confraternização entre as capelas do município, as quais estarão responsáveis pela praça de alimentação", afirma o presidente do Centro Pastoral Paroquiano (CPP), Evaldo Luiz Escobar, o Branco.

Segundo Evaldo são esperadas mais de duas mil pessoas para prestigiarem o evento, já que neste ano haverá o show do cantor Dunga, que é bem conhecido no meio católico. "Como a rádio comemora seus dez anos de existência e ia fazer o show, nós resolvemos criar a parceria de fazer no dia da festa", explica Branco.

Evaldo Luiz Escobar, o Branco é presidente do Centro Pastoral Paroquiano (CPP) / Foto: Moreira ProduçõesEvaldo Luiz Escobar, o Branco é presidente do Centro Pastoral Paroquiano (CPP) / Foto: Moreira Produções

Ainda de acordo com Evaldo, por se tratar de uma festa tradicional, neste ano a coordenação resolveu inovar e a surpresa ficará por conta da coroação de Nossa Senhora Auxiliadora, que acontecerá de um modo especial e diferente. "Como neste ano a coroação será na rua, teremos uma grande surpresa, que só será descoberto na hora da coroação", pontua o presidente do CCP.

Show de Prêmios

Um dos maiores atrativos da Festa da Padroeira, com certeza é o show de prêmios, que neste ano está recheado de prêmios bons, como o carro Palio Fire O KM; a moto Yamaha Factor; a moto Honda Pop 100, a TV 48" e a TV 32".

De acordo com Branco, todos os prêmios foram doados por fieis, inclusive os que serão leiloados nos intervalos da festa que são racks, camas, mesas e outros mais brindes.

A cartela do show de prêmios está sendo comercializada por R$ 50,00.

Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone: (67) 3481- 1304.

Hoje é dia de torcer por Amambai na Copa Morena 2016

Vá ao Ginásio Flávio Derzi e leve um agasalho para contribuir com a “Campanha do Agasalho” e ajudar a aqu

Hoje, dia 28 de maio, é dia de Amambai se unir e comparecer no Ginásio de Esportes Flávio Derzi para torcer e ajudar o CAA/Santa Rosa, o representante da “Cidade Crepúsculo” a buscar a classificação para a terceira fase da Copa Morena de Futsal, considerada a maior competição do salonismo do Centro-Oeste Brasileiro.

O jogo único contra o PC Corumbá, da “Cidade Branca”, está previsto para às 20h, mas antes, às 19h, Miranda e Douradina também fazem uma partida decisiva.

Por terem melhores campanhas na primeira fase, o CAA/Santa Rosa, que foi o terceiro colocado na Copa Morena 2015, feito que quebrou um jejum de duas décadas sem a presença de Amambai ao pódio da competição estadual e Miranda jogam pelo empate para avançar de fase.

Na portaria de acesso ao Ginásio Flávio Derzi haverá um ponto de coleta de agasalhos para a campanha do agasalho 2016 da ACIA (Associação Comercial e Empresarial de Amambai) desenvolvida em parceria com a Assistência Social do município e apoio do (SRA) Sindicato Rural de Amambai.

Não é obrigatório, mas a organização solicita a quem puder para levar um agasalho e contribuir com a campanha, que tem por objetivo levar calor e aconchego às pessoas carentes do município durante este inverno.

Campanha “Sócio Torcedor” em andamento

Ainda está em andamento em Amambai a campanha “Sócio Torcedor”. O objetivo da campanha é angariar fundos para manter o forte elenco do Clube Atlético Amambaiense (CAA) na continuidade da Copa Morena, considerada a maior competição do salonismo do Centro-Oeste brasileiro.

Segundo a organização ao comprar o número, que terá um custo de R$ 20,00 cada, além de ajudar a equipe da casa e a evolução do esporte amambaiense no cenário estadual, o colaborador vai concorrer, por meio de sorteio, ao um prêmio equivalente a 20% do valor arrecadado.

Se todos os números disponibilizados forem vendidos, um total de 1.000, o prêmio à ser sorteado será de R$ 4 mil.

Maiores informações sobre o Sócio Torcedor poderão ser obtidas pelo fone (67) 9983-7632.

Veja lista de apoiadores do CAA/Santa Rosa na Copa Morena:

Clínica Bandeira, Vallota Calçados, Grupo Vicentin, Michel Automóveis, São Luiz Tintas, Lojas Veneza, Solutti Certificação Digital, Colégio CELQ, Amambai Madeiras, Total Seguros, Aurium Joias, Radio Auxiliadora, Copagaz - 3R Distribuidora, Residencial Santa Rosa, Agro Industrial Mark, JJL Informática, Vale Veículos, Grupo "A Gazeta",  C & C Construtora, Cooperativa Sicredi, Residencial Analy, Agrícola Verdes Campos, Soccer Union, Vereador Prego.

Veja o elenco do CA/Santa Rosa para a Copa Morena 2016:

Goleiros: Marcinho (Campo Grande), Jackson (Amambai), fixos: Mateus Kasão (Campo Grande), Paulinho (Douradina), Alas; Juninho Penzo (Antônio João), Rodrigo Teixeira (Campo Grande), Valter Vilhalba (Paraguai), Felix Arias (Coronel Sapucaia) Rafael Toledo (Amambai) Wendy (Amambai) Jean (Amambai) Elerson (Amambai), pivôs: Tiago Binati (Campo Grande) e Dodô (Campo Grande).

ecer alguém neste inverno.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CAFE DA MANHÃ
Diversos 30

Polícia flagra Camaro apressado em feriadão com 1,4 mil multas

Camaro foi flagrado pelo radar da PRF a 186 km/hora e condutor foi multado em R$ 574,62 (Foto: Divulgação)

Balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal) divulgado hoje (27) aponta que, durante a operação Corpus Christi, realizada entre os dias 24 e 26 de maio nas rodovias de Mato Grosso do Sul, foram registrados 20 acidentes, sendo um com vítima ferida gravemente, e aplicadas 1.470 multas.

Na manhã de quinta-feira (26), por exemplo, um veículo Camaro foi flagrado pela PRF a 186 quilômetros por hora no km 651 da BR-163. O trecho da rodovia fica entre Rio Verde e São Gabriel do Oeste.

Por meio do radar fotográfico os policiais flagraram o veículo em excesso de velocidade em trecho onde o limite é de 100 km/hora. O proprietário receberá a notificação por transitar em excesso de velocidade e poderá ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa. Nesse tipo de caso, a multa é de R$ 574,62.

Ainda de acordo com o balanço, dos 20 acidentes registrados, 13 pessoas ficaram feridas e 26 saíram ilesas. Das 1.470 multas aplicadas, 153 foram por ultrapassagem de todos os tipos, 139 por ultrapassagem em faixa dupla e 945 por excesso de velocidade.

Em relação às autuações, cinco motoristas foram multados por dirigirem bêbados, três por se recusarem a fazer o teste do bafômetro, 24 por não usarem cinto de segurança, sete pelo fato de crianças estarem sem cadeirinha, seis por trafegarem com excesso de peso nas bagagens e 16 por permitirem que os passageiros não usassem cinto de segurança.

Ticiane Pinheiro recusa eventos e redobra segurança

Ticiane teve crise nervosa ao saber que a melhor amiga sofrera ataque no domingo

Ticiane teve crise nervosa ao saber que a melhor amiga sofrera ataque no domingo

O caso trágico que envolveu Ana Hickmann, sua melhor amiga, no último fim de semana, traumatizou Ticiane Pinheiro.

Co- apresentadora do "Hoje em Dia", da Record, Ticiane decidiu dar um tempo em sua participação em eventos fora do Estado de São Paulo.

Tici, como é chamada pelos colegas, também passou a fazer muito mais exigências em relação a segurança nos locais em que aceitar comparecer, a partir de agora.

A coluna apurou que ela chegou a ter uma crise nervosa após ser informada do ataque a Ana num hotel de luxo em Minas Gerais.

O ataque terminou com a morte de Rodrigo Pádua, desempregado e obcecado por Ana havia anos. Ele morreu baleado após reação do cunhado de Ana, Gustavo, que se recusou a obedecer ao homem, que estava armado. Gustavo o baleou e Rodrigo morreu.

Antes disso, porém, o criminoso acertou dois tiros na mulher de Gustavo, Giovana, que foi operada e passa bem.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FATOS & FOTOS
Diversos

Placas do Mercosul serão exigidas em veículos até o final de 2020

Implementação em veículos novos começa em 2017.
Modelo de placas irá possibilitar número maior de combinações.

Novo modelo de placas de automóvel, no padrão do Mercosul, vai ser aplicado no Brasil a partir de 2016. (Foto: Reprodução/Denatran)

 

ANDRÉ PROMETE VOLTAR

 

Polícia Militar troca comando dia 31 de maio em Amambai

Major Josafá Dominoni vai comandar o CIOPs em Dourados e o também Major Carlos Magno assume o comando na 3ª CIPM.

 

COMANFANTE DOMINONI NA TRIBUNA DA CAMARA MUNICIPAL, ONDE FEZ UM RELATO DE SUA GESTÃO EM AMAMBAI

Congresso reduz meta fiscal e autoriza déficit de até R$ 170,5 bilhões

LOUBET COM FATIMA BERNARDES

LINDA PARAGUAIA DE CAPITAN BADO AIDA

PAZ, PROGRESSO E COMPETENCIA- RANFIS GONZALEZ- INTENDENTE DO CENTENARIO DE CAPITAN BADO-PY- OS BADENHOS QUEREM A SUA VOLTA PARA A CIDADE VOLTAR A SORRIR

 

quinta-feira (28)

SERVIÇO DE INDIOS E FICA POE ISTO MESMO

PONTA PORÃ

FUTURO PARQUE DO PANDUÍ

 Esta sendo erguido o PARQUE DO PANDUÍ, que vai valorizar a VILA LIMEIRA e administração SERGIO BARBOSA.Esta obra vai rivitalizar a área do PANDUÍ, ONDE FUNCIONAVA UMA  USINA HIDRÓELÉTRICA, principalmente SALVAR O RIO PANDUÍ,  abandonado pela SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE...

ZECA DO PT

Em Anastácio e Aquidauana encerramos a agenda deste sábado. Reunião com nossos dirigentes discutindo o momento político e nossos desafios para este ano.

Obra milionária e mal feita na MS-040 gera buracos, e ela foi inaugurada em dezembro de 2014 - Valdenir Rezende / Correio do Estado

SERVIÇO MAL FETO-

PREGO NÃO SAIRÁ PARA PREFEITO EM AMAMBAI

DR BANDEIRA CONTINUA FIRME EM SUA  PRÉ CANDIDATO A PREFEITO EM AMAMBAI, COM APOIO DE SERGIO BARBOSA

GILMAR VICENTIM  BUSCA VICE

Vereador de Amambai, Valter Brito (DEM) 
Foto: Moreira Produções

VALTER BRITO ESTÁ PROGRAMANDO UMA REUNIÃO COM O DEM EM AMAMBAI, PARA A PRÓXIMA SEXTA FEIRA COM A PRESENÇA DO DEPUTADO ESTADUAL ZE TEXEIRA. BRITO É PRÉ CANDIDATO A PREFEITO DE AMAMBAI

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CONEXÃO INTERNACIONAL É NA FM CONQUISTA 90.7
Diversos

Conexão Internacional é na FM  Conquista 90.7

O Programa Conexão Internacional é apresentado pelo Jornalista que sabe das coisas, Jorge Pacheco, nas FMs Nhu-Verá 100.9 e Conquista 90.7, todos os Sábados a partir das 11Horas. Entrevista: , MARLON MACIEL DO CANTO DA TERRA ,, , Gilmar Vicentim, CANTOR LOUBET, Vereador Valter Brito, ,,,VEREADOR LUCINEY BAMPI,   GILMAR VICENTIME Entre Outras...

MERCOSUL
Diversos

Placas do Mercosul serão exigidas em veículos até o final de 2020

Implementação em veículos novos começa em 2017.
Modelo de placas irá possibilitar número maior de combinações.

Novo modelo de placas de automóvel, no padrão do Mercosul, vai ser aplicado no Brasil a partir de 2016. (Foto: Reprodução/Denatran)

Novo modelo de placas de automóvel, no padrão do Mercosul, vai ser aplicado no Brasil a partir de 2016. (Foto: Reprodução/Denatran)

A obrigatoriedade das novas placas veiculares, em padrão único para todo mercosul, teve data definida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) nesta sexta-feira (27), como foi publicado no Diário Oficial da União. De acordo com o órgão, todos veículos em circulação terão de possuir as sinalizações até 31 de dezembro de 2020.

Não houve mudança em relação ao início da implementação, para veículos novos, transferidos de munícipios ou que precisem mudar a placa. A obrigatoriedade para esses casos começa em 1º de janeiro de 2017, prazo que já foi adiado em um ano, porque a expectativa anterior era de começar em 2016.

As novas placas, além de criar um visual único para os países do bloco, possibilitam número maior de combinações.

Entenda o que muda com o novo modelo de placas:
1- Mais letras e menos números
Em vez de 3 letras e 4 números, como é hoje, as novas placas terão 4 letras e 3 números, e poderão estar embaralhados, assim como na Europa;

2- Novas cores
A cor do fundo das placas será sempre branca. O que varia, é a cor da fonte. Para veículos de passeio, cor preta, para veículos comerciais, vermelha, carros oficiais, azul, em teste, verde, diplomáticos, dourado e de colecionadores, prateado;

3- Estado e cidade com nome e brasão
O nome do país estará na parte superior da patente, sobre uma barra azul. Nome da cidade e do estado estarão na lateral direita, acompanhados dos respectivos brasões;

4- Tamanho
A placa terá as mesmas medidas das já utilizadas no Brasil (40 cm de comprimento por 13 cm de largura);

5- Contra falsificações
Marcas d'água com o nome do país e do Mercosul estarão grafadas na diagonal ao longo das placas, com o objetivo de dificultar falsificações;

6 - Quem terá que trocar
O modelo será adotado a partir de 2017 para novos emplacamentos. Para quem tem carro já emplacado, a troca é opcional.

No Brasil, a placa terá uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação e o número serial da placa. A tira é uma maneira de evitar falsificação da placa.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

FIM DE TARDE
Diversos
53

A caminho do MT,empresário é preso com 60 quilos de cocaína

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) realizou a apreensão de 60,3 kg de cocaína e prendeu um empresário do ramo de tabacaria.

O fato ocorreu por volta das 23h de quinta-feira (26), durante uma fiscalização de rotina no KM 576 da rodovia BR 163, no distrito de Congonhas, município de Bandeirantes.

Durante fiscalização de rotina, os policiais abordaram um veículo Ecosport com placas de Campo Grande, conduzido por um empresário de 29 anos que demonstrou nervosismo, fato que chamou a atenção dos policiais, que realizaram uma vistoria mais detalhada no veículo e localizaram mais de 60,3 quilos de cocaína, distribuídos em 58 tabletes.

O entorpecente estava escondido em dois compartimentos ocultos preparados para o transporte da droga.

O empresário contou aos policiais que foi contratado por um homem desconhecido, para levar a droga de Campo Grande até Rondonópolis (MT), e que ganharia R$ 7 mil pelo "serviço".

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Bandeirantes. O rapaz não teve o nome divulgado.

Fonte: douradosnews

Garota estuprada por 33 agora é violentada virtualmente

Imagens circulam nas redes sociais

Imagens circulam nas redes sociais Foto: Reprodução do Twitter

Extra
Tamanho do texto A A A

Uma semana depois de ser estuprada por 33 bandidos, a jovem X, de 16 anos, sofreu uma nova violência. Uma conta no Twitter foi criada para, de uma forma enviesada, justificar o crime. Foram postadas fotos de uma menina segurando armas. Independentemente de as imagens serem falsas ou verdadeiras, a estratégia de quem criou a conta faz parte da cultura do estupro.

O objetivo é fazer o público acreditar que a menina andava com bandidos, e que, por isso mesmo, correu o risco de ser estuprada. Ou seja, a culpa não seria dos bandidos, mas da vítima. O mais indignante é que a lógica da cultura do estupro encontrou eco em alguns comentários...

Fotos mostram jovem com arma
Fotos mostram jovem com arma Foto: Reprodução do Twitter

Em quatro horas, a conta já possui mais de 280 seguidores.

Perfil diz que vítima não é “santa”
Perfil diz que vítima não é “santa” Foto: Reprodução do Twitter

Imagens circulam nas redes sociais
Imagens circulam nas redes sociais Foto: Reprodução do Twitter

Juliana de Faria, coordenadora da ONG Think Olga, afirma que esse comportamento de tentar culpar a vítima é normal na cultura do estupro, termo que não se refere apenas ao crime do estupro, mas também todos os caminhos levam a essa violência ou a legitimam:

— É como se o estupro fosse culpa da vítima, nunca do criminoso. A mulher ainda é vista como um ser doméstico, que precisa ficar em casa cuidando dos filhos e lavando a roupa. A mulher que não tem apenas esses comportamentos acaba sendo culpabilizada pela sociedade. As pessoas tentam traçar características que fariam ela merecer ser vítima de violência.

Ela lembra que isso não acontece apenas em casos de estupro, mas também de assédios sofridos no cotidiano pelas mulheres:

— Quando uma mulher recebe cantada na rua, as pessoas acham que ela pediu isso, andando com roupas curtas ou batom vermelho.

Feminista, a produtora cultural Jeanne Yépez diz que a divulgação das imagens que supostamente seriam da jovem, infelizmente, não a surpreende:

— Esse é um caso clássico: um estupro aconteceu, e a sociedade tenta encontrar motivos na menina para que ela tenha vivenciado a violência. Essa caso da adolescente nos choca muito, mas não é isolado: precisamos conversar sobre o estupro.

De acordo com ela, o receio de ser estuprada afeta todas as mulheres:

— É um medo que passa pela mente de todas as mulheres que eu já conheci na vida. Acho que é um medo de todas as mulheres mesmo. É um medo que os homens não conhecem.



 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ESTUPRO
Diversos

'Não dói o útero e sim a alma', diz menina vítima de estupro coletivo

Trinta e três homens são procurados por participação no estupro.
Polícia já pediu a prisão de quatro suspeitos.

A adolescente de 16 anos que foi vítima de um estupro coletivo em uma comunidade da Zona Oeste do Rio voltou a fazer um desabafo nas redes sociais. Diante de tantas mensagens de apoio e solidariedade, a jovem acrescentou a mensagem: "Todas podemos um dia passa e por isso .. Não, não doi o útero e sim a alma por existirem pessoas cruéis sendo impunes !! Obrigada ao apoio", disse a menina, que na manhã desta sexta (27) também aderiu à campanha na rede social pelo "fim da cultura do estupro".

Na noite desta quinta (26), ela já havia feito um agradecimento na internet. “Venho comunicar que roubaram meu telefone e obrigada pelo apoio de todos. Realmente pensei que seria julgada mal”. De acordo com relatos da vítima, 33 homens armados teriam participado do crime.

Lucas (à esquerda) e Raphael (à direita) (Foto: Reprodução / TV Globo)Lucas (à esquerda) e Raphael (à direita)
(Foto: Reprodução / TV Globo)

A polícia já pediu a prisão de quatro homens. Um deles é Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, com quem a adolescente tinha um relacionamento, Marcelo Miranda da Cruz Correa, de 18 anos, Michel Brazil da Silva, de 20, e Raphael Assis Duarte Belo, de 41.

Segundo a família da menina, o rapaz que a menina conheceu na escola e com o qual ela já havia tido um relacionamento, teria agido premeditadamente.

“Um deles é namorado dela, tinha sido namorado dela, que ela conheceu na escola. E isso foi uma vingança dele. Ele fez isso com ela e chamou mais 30 para fazer o mesmo. O pai dela nem aguenta falar que chora muito. Um ser humano que é capaz de fazer isso com uma menina de 16 anos só, cheia de sonho, né? E eles fazem isso. A família está assim, sem palavras”, lamentou.

A polícia pede que qualquer pessoa que tenha informações sobre um dos suspeitos de participação nesse crime entre em contato com o Dique-Denúncia através do telefone 2253-1177.

A família da adolescente disse que a família ainda se sentiu aliviada pela vida da garota ter sido poupada.

“Esse agente comunitário que veio trazê-la [para casa] eu acho que ele foi uma pessoa que salvou a vida dela, porque eles iriam matá-la. Porque é isso que eles fazem, né. Não é normalmente a história que a gente conhece? Eles estupram e matam”, disse a parente da adolescente.

A polícia já identificou pelo menos quatro homens envolvidos no crime. A adolescente de 16 anos foi estuprada no sábado (21) numa comunidade da Zona Oeste.

Em depoimento à polícia, ela disse que foi até a casa de um rapaz com quem se relacionava há três anos. Ela se lembra de estar a sós na casa dele e só se lembra que acordou no domingo, em uma outra casa, na mesma comunidade, com 33 homens armados com fuzis e pistolas. Ela destacou que estava dopada e nua.

A garota retornou para casa na terça-feira (24). “Ela chegou descalça, descabelada, com aspecto de que tinha se drogado muito e com uma roupa masculina toda rasgada. Provavelmente eles deixaram ela nua e ela vestiu aquilo pra vir em casa”, contou a parente. A família teria questionado a menina o que havia acontecido, mas ela não revelou nada.

Jovem postou foto da vítima e ironizou o suposto estupro (Foto: Reprodução)Jovem postou foto da vítima e ironizou o suposto estupro (Foto: Reprodução)

Ainda na terça-feira, segundo contou a pessoa da família, menina teria voltado à comunidade para tentar reaver seu celular, que foi roubado. Um agente comunitário foi quem a acolheu, ao perceber como ela estava, e a conduziu para junto da família novamente.

A família só soube do estupro na quarta-feira (25), quando fotos e vídeos exibindo a adolescente nua, desacordada e ferida estava sendo compartilhado na internet pelos agressores, que ironizam o próprio crime.

“Eu a mãe, a gente chora quando vê o vídeo. O pai dela não aguenta falar que chora muito. Nosso sentimento é de tristeza, de indignação, estamos estarrecidos de ver até que ponto chega a maldade humana, né. A família está, assim, sem palavras, consternada”, desabafou a avó da garota. A ouvidoria do Ministério Público recebeu mais de 800 denúncias sobre esse caso.

Nesta quinta-feira (26) a adolescente foi ao médico e tomou um coquetel para evitar doenças sexualmente transmissíveis. A Secretaria Municipal de Saúde disse que ela vai ter acompanhamento psicológico.

A OAB do RJ disse, em uma nota de repúdio, que um ato repulsivo como este nos mostra que precisamos combater diariamente a cultura do machismo. A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal divulgou uma nota pedindo rapidez e rigor na identificação de todos os envolvidos.

Só lembro de uma pessoa' diz vítima de estupro coletivo em Castelo do PI

A jovem de 18 anos não vive mais na cidade natal e tenta retomar a rotina.
Garota teve traumatismo craniano e chegou a passar 36 dias internada.

"Me sinto uma outra pessoa, mais agradecida e muito feliz por estar viva". A declaração é de *Renata, 18 anos, que deixou para trás as roupas coloridas e por três anos irá usar branco. A promessa religiosa para Nossa Senhora foi feita por um familiar que, assim como uma grande legião de amigos e parentes, pediu pela saúde e recuperação da jovem. Renata é uma das vítimas do estupro coletivo em Castelo do Piauí, crime que completa um ano nesta sexta-feira (27).

O G1 entrevistou a garota e o nome marcado por asterisco foi usado para preservar a sua identidade. Sobre a triste tarde do dia 27 de maio do ano passado, Renata diz lembrar-se da presença de apenas um, dos cinco apontados pela polícia por participação na série de agressões contra ela e mais três amigas. Uma quarta garota não resistiu e morreu 10 dias após a barbárie.

“Eu tenho certeza absoluta. Pelo menos, o que eu acho, porque as pessoas falam ‘não pode’, mas que eu lembro, só tinha um”, relatou.

Quatro adolescentes foram condenados a cumprir medida socioeducativa. Um deles, tido como o delator do estupro, foi agredido até a morte pelos demais. Adão José Silva Sousa, 42 anos, investigado como sendo o mentor da barbárie, está preso, mas um ano depois ainda não foi julgado.

Longe dos pais, é na casa de uma tia que Renata tenta retomar a vida após ficar 36 dias internada no Hospital de Urgência de Teresina. Entre as três sobreviventes da série de atrocidades no Morro do Garrote, Renata foi a que ficou em estado mais grave. Ela teve traumatismo craniano e chegou a ser submetida à cirurgia plástica para reconstrução das orelhas.

Por conta do trauma no crânio, Renata teve que passar por procedimento cirúrgico para retirar mais de 20 fragmentos de ossos. Hoje, desde que deixou o hospital, ela faz uso do medicamento oxicarbazepina 300g, indicado em tratamentos para prevenir crises convulsivas simples ou complexas.

Antes, a medicação era 
custeada com o dinheiro da campanha feita por enfermeiras que se sensibilizaram com o caso das quatro amigas. Hoje, a medicação é comprada pela família e são gastos algo em torno de R$ 120 por mês com o remédio.

'Sou muito agradecida e feliz por estar viva', diz vítima de violência (Foto: Fernando Brito/G1)'Sou muito agradecida e feliz por estar viva', diz vítima de violência (Foto: Fernando Brito/G1)

Por conta do tempo em que ficou internada e do tratamento neurológico, Renata passou a receber o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) no valor de um salário mínimo. O benefício é concedido às pessoas com deficiência que comprovam não ter meios de se sustentar.

Conforme a tia, na próxima perícia a garota deve deixar de receber o auxílio porque está bem de saúde e não apresentou sequelas mais graves. O dinheiro vem sendo usado nas despesas com transporte e alimentação.

Ainda de acordo com a tia de Renata, na época em que o fato aconteceu, um grupo de deputados chegou a visitar a garota e prometer a construção de um quarto para ela na casa dos familiares em Teresina. “Pediram pra eu ver o valor e fui em três lojas diferentes pegar orçamento, mas até hoje nada”, falou a tia.

Renata demonstra o carinho pela tia, com quem mora em Teresina (Foto: Fernando Brito/G1)Renata demonstra o carinho pela tia, com quem
mora em Teresina (Foto: Fernando Brito/G1)

O G1 procurou a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). A instituição informou que uma comissão de deputados visitou, voluntariamente e em solidariedade, as vítimas. A Alepi disse ainda que essa manifestação foi individual e nada tem a ver com a instituição. "Na oportunidade, foi colocado para as famílias que a Casa estaria disposta a intermediar qualquer necessidade ou assistência que fosse apontada com os órgãos competentes", diz a nota enviada.

A Secretária de Estado da Assistência Social (Sasc) diz que fez a articulação entre órgãos do poder público estadual e municipal para possibilitar o acesso, principalmente, às politicas públicas de saúde, educação, assistência social e habitação.

A Vice-Governadoria disse que desde o ocorrido vem prestando assistência às vítimas com apoio de uma equipe multiprofissional. De acordo com a chefe do gabinete militar da vice-governadoria, major Cristina Alves, até hoje o órgão auxilia na prestação de atendimento psicológico e deslocamento para as consultas.

Renata continua sendo acompanhada por uma psicóloga e assistente social do governo. Tirando os lapsos de memória que a garota tem vez ou outra, ela não manifestou nenhum problema mais grave de saúde. “Tive dificuldade no início das aulas porque não consegui lembrar mais de algumas matérias, mas a psicóloga disse que isso é normal. Algumas matérias como matemática, física são mais difíceis e faço um esforço maior”, conta Renata.

Renata diz que está focada nos estudos e irá fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para tentar uma vaga no curso de medicina veterinária. As carreiras de nutricionista e assistente social também estão nos planos, caso ela não tenha êxito a sua primeira opção.

A vida na capital e planos para o futuro
Distante 190 km dos pais e amigos de infância, Renata viu toda sua rotina ser modificada. Se antes, em Castelo ela ia para a escola a pé, em Teresina ela teve que aprender a pegar ônibus e se acostumar com o corre-corre e trânsito agitado da capital.

Garota usará branco para pagar promessa religiosa feita por um familiar (Foto: Fernando Brito/G1)Garota usará branco para pagar promessa religiosa feita por um familiar (Foto: Fernando Brito/G1)

Ainda no ano passado, quando deixou o hospital, a psicóloga sugeriu que ela voltasse às aulas e, mesmo com certo receio, Renata concordou e retomou os estudos em Teresina. “Tive muito medo de não me adaptar só que depois que voltei, vi, já agora em janeiro, que foi muito bom conhecer pessoas novas e me dá uma vontade de lutar cada vez mais pelo o que eu quero: me formar”, disse.

Renata também pensa em formar família e diz ter encontrado uma pessoa que tem lhe apoiado e lhe dado carinho. “Eu tenho essa pessoa hoje comigo, me dando força para estudar. Primeiro estudar, não que o namoro impeça. Estou construindo sonhos e as coisas vão acontecendo aos poucos”, falou.

Sobre voltar a morar em Castelo do Piauí, Renata conta que essa possibilidade não está em seus planos e quer, logo que possível, ter o seu próprio cantinho. As visitas à Castelo acontecem em alguns fins de semana ou feriado e ela segue direto para a casa dos pais na zona rural.
“Não gosto mais de ir lá, é estranho. Quando vou, passo direto pro interior, pra casa dos meus pais".

As outras duas garotas que sobreviveram ao crime também moram em Teresina e estão estudando para concluir o ensino médio e prestar o Enem.

Acusados pelo crime
O Ministério Público Estadual e a polícia apontaram 
Adão José da Silva Sousa e outros quatro adolescentes como autores da série de atrocidades. O G1 ouviu os jovens com exclusividade.Confira aqui a reportagem.

Foram imputados individualmente a cada um dos jovens os atos infracionais equivalentes aos seguintes crimes: prática de quatro estupros, três tentativas de homicídio e dois homicídios (a morte de Daniely, uma das vítimas do estupro, e de Gleison). O prazo para cumprimento da medida é de três anos, podendo ser estendido, já que os menores serão avaliados a cada seis meses. O processo contra Adão ainda não foi julgado.

Escola onde as meninas estudavam em Castelo promoveu uma série de atividades (Foto: Patrícia Andrade/G1)Escola onde as meninas estudavam promoveu uma série de atividades (Foto: Patrícia Andrade/G1)

Esforços para esquecer
Desde que o crime ocorreu em Castelo do Piauí, escolas e demais instituições têm realizado diversas ações voltadas ao fortalecimento de proteção às crianças e adolescentes.
As atividades são promovidas pela Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Smas), e contam a participação de diversos setores da administração municipal e sociedade civil organizada, como a Associação da Juventude de Castelo do Piauí (Ajuca), Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Durante toda a semana, uma vasta programação foi realizada em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração de Crianças e Adolescentes, na quarta-feira (18).

“Todos os nossos esforços têm sido no sentido de alertar e sensibilizar a sociedade. Estamos tentando desmistificar essa imagem negativa da cidade. O mais importante é conscientizar essas crianças e esses adolescentes dos seus direitos e garantias e mostrar quem eles devem procurar”, falou a psicóloga Enilda Alves.É a primeira vez que os meninos falam com a imprensa desde o fato. O acesso aos menores, recolhidos no Centro Educacional Masculino (CEM), em Teresina, foi autorizado pelo juiz Antônio Lopes, da 2ª Vara da Infância e da Juventude.

*Renata está estudando e pretende tentar uma vaga para medicina veterinária (Foto: Fernando Brito/G1)



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

ANDRÉ PROMETE VOLTAR
Diversos

Puccinelli não fala sobre ação da PF, mas afirma disputar com Reinaldo em 2018

Puccinelli foi um dos alvos da ação da Polícia Federal há duas semanas

Nesta semana o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), mais uma vez brincou com a possibilidade de ser candidato e disse que pode tentar disputar com o atual chefe do Executivo estadual, Reinaldo Azambuja (PSDB), o governo do estado em 2018. Já sobre as ações recentes da PF (Polícia Federal), o ex-governador não quis se manifestar. Ele se negou a falar obre o assunto, apesar de perguntas de jornalistas.

“Não, isso não tem nada. Não quero falar desse assunto”, frisou Puccineli, de acordo com informações do site Dourados News. O fato aconteceu durante a posse da Executiva Municipal do PMDB em Dourados – cidade a 244 quilômetros de Campo Grande.

Puccinelli foi um dos alvos da ação da Polícia Federal há duas semanas. No dia 9 de maio, a PF cumpriu 15 mandatos de prisão em desdobramento da segunda fase da Operação Lama Asfáltica. Os mandados foram cumpridos em Campo Grande, Rio Negro/MS, Curitiba, Maringá, Presidente Prudente e Tanabi/SP. O grupo investigado movimentou, segundo a PF, pelo menos R$ 2 bilhões em contratos com o governo.

Dentre os mandados de prisão cumpridos estão o de André Luis Cance, ex-secretário adjunto da fazenda, do empresário João Amorim, proprietário da Proteco e de Edson Giroto ex-secretário de obras do Estado.

Homens da Polícia Federal e da Receita Federal também chegaram ao apartamento do ex-governador André Puccinelli para cumprir mandados de busca e apreensão. Os agentes investigam a existência de uma organização criminosa especializada em desviar recursos públicos, inclusive federais, que agia no ramo de pavimentação de rodovias, construções e prestação de serviços nas áreas de informática e gráfica.

A gestão de Puccinelli é investigada pelo Ministério Público Estadual, Polícia Federal e Controladoria-Geral da União. Há suspeita de desvios milionários na gestão de Puccinelli, que aconteceriam em superfaturamento de Obras e favorecimento a empresas em licitação.

Já em relação a uma possível disputa em 2018, Puccinelli disse que não disputaria o Senado, deixando claro que pretende voltar ao Governo.

Ele também negou disputar a prefeitura da Capital este ano, apesar de o nome dele ter sido cotado. Na última semana o deputado estadual Márcio Fernandes lançou sua pré-candidatura.

“Não vou ser candidato a prefeito e não serei. Agora, se eu não estiver gagá, se não tiver um derrame e se eu não for dar murro em ponta de faca, ou seja, se esse camarada for bem [Reinaldo Azambuja], ele que continue cuidando do Estado, caso contrário, o povo vem me buscar”, disse, para em seguida emendar: “Ou não, mas tem que ser em 2018, porque depois estarei muito velhinho”, finalizou.

 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

chuva com granizo
Diversos 10h58

Chuva forte e muito granizo surpreendem moradores em MS

 

 

No Indubrasil, granizo tomou conta das ruas. (Foto: Direto das Ruas)

A frente fria que chegou hoje a Campo Grade, escureceu o céu logo pela manhã e trouxe chuva e granizo em algumas regiões da cidade. No Indubrasil, bairro mais afastado da cidade, moradores registraram o gelo e encaminharam as fotos pelo WhatsApp, no canal Direto das Ruas.

 

A atendente Laura, 23 anos, contou ao Campo Grande News que se assustou muito com o barulho e principalmente quando viu o tanto de gelo que estava caindo com a chuva, no Indubrasil, onde mora. 

 

Já a recreadora Vanessa Ramos, 29,  contou que as crianças se assustaram muito com o temporal e a chuva de granizo, que causou alguns prejuízos, como a queda de um muro e de galhos de árvores. Porém, assim que o mau tempo passou, as crianças saíram às ruas para brincar com o gelo.

 

Nas fotos é possível ver as ruas brancas, com tanto gelo que caiu do céu. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a previsão é de que o dia permaneça nublado hoje, com pancadas de chuva isoladas. A temperatura não passa dos 28°C.

 

Direto das Ruas - A sugestão acima foi feita por leitor, via aplicativo WhatsApp pelo canal Direto das Ruas, um meio de interação entre a redação e o leitor, por onde podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador pelo número (67) 9687-7598.


Na manhã desta sexta-feira (27), por volta das 10h20, Denise Decicco, de 54 anos, sofreu acidente de trânsito na Rua Antônio Maria Coelho, no cruzamento com a Travessa Zezé Flores, na Vila Planalto. Ela teria se distraído e capotou o carro após colidir em outro veículo, que estava estacionado.

Conforme o Corpo de Bombeiros, Denise seguia pela Antônio Maria Coelho, quando, no cruzamento com a Zezé Flores, teria se distraído e perdido o controle da direção do HB20 preto, placas de Campo Grande (MS). Com isso, o carro colidiu em um Celta, prata, que estava estacionado quase na esquina.

Segundo os militares, as causas do acidente ainda serão apuradas. A filha da motorista chegou ao local muito preocupada. Ela contou ao Jornal Midiamax que o pai está internado no hospital e ela havia acabado de chegar em casa, para descansar, quando recebeu telefonema informando sobre o acidente que a mãe sofreu.

A mulher foi levada para a Santa Casa com ferimentos leves pelo corpo e estava consciente e orientada. Com o capotamento, o fluxo de veículos ocorre em meia pista da Antônio Maria Coelho.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

VALTER BRITO
Diversos

Brito: “Temos que reestruturar os espaços de estacionamentos na área central de Amambai”

 

O vereador Valter Brito e pré-candidato a prefeito pelo DEM de Amambai, defende  que o município realize estudos e inicie uma profunda reestruturação dos espaços  de estacionamentos na região central.

"É cada vez mais difícil as pessoas conseguirem estacionar seus veículos, ou seja por falta de vaga ou uso inadequado dos poucos espaços existentes".

Como alternativa o vereador defende uma discussão sobre um melhor uso das enormes calçadas, recuo de meio fio e a  regulamentação de tipos de vagas.

"Temos muitos espaços ociosos, precisamos pintar e identificar as vagas para que um veículo não ocupe vagas a mais. O canteiro central da Avenida tem um grande potencial para abrigar estacionamentos, mas tem que sinalizar, como exemplo, as motos que precisam de lugares específicos. Temos uma grande frota e que só aumenta, e o Poder Público não tem acompanhado esse crescimento. Claro que a Prefeitura têm feito algumas ações nesse sentido, mas são insuficientes”, afirmou Brito.

Fonte: Assessoria 


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

DA MANHÃ
Diversos

Energisa não explica ruptura em alta tensão que matou homem eletrocutado

Vítima teria encostado em fio que caiu no quintal 

A Energisa, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica em Campo Grande, emitiu uma nota lamentando o acidente que matou um homem eletrocutado em Campo Grande, no entanto, não explicou o que pode ter provocado a ruptura do fio de alta tensão que a descarga elétrica de 13 mil volts.

O fato aconteceu na noite dessa quarta-feira (25), pouco depois das 23h30, na Rua Joana Maria de Souza, no Jardim Itamaracá, na região leste da Capital.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima ouviu um barulho parecido com uma pequena explosão. O morador saiu de casa para ver o que havia acontecido e encontrou o vizinho que comentou que um fio de alta tensão havia se rompido e deixado a região sem energia elétrica.

Depois disso, a vítima foi em direção ao padrão de energia para desligá-lo e acabou encostando no cabo de alta tensão. Conforme os relatos, ao ter contato com o fio o morador recebeu uma descarga elétrica equivalente a 13 mil volts.

Em nota a assessoria de comunicação da Energisa alerta que não se deve lançar objetos na rede de alta tensão a fim de evitar a ruptura dos cabos. Além disso, orienta à população a não se aproximar do fios e que, caso isso ocorra, é necessário informar imediatamente a empresa.

A recomendação diz também que não se deve retirar galhos ou objetos da rede para evitar o risco de descarga elétrica e que se acontecer de um fio cair sobre um veículo, o condutor deve ficar no carro e ligar imediatamente para o telefone da Energisa no 0800 722 7272 ou Corpo de Bombeiros, no 193.

Confira a nota na íntegra:

"A Energisa lamenta o fato e ALERTA para que nunca sejam lançados objetos na rede elétrica - tais como tênis, cordas, cadeiras - pois podem causar curto circuito e consequentemente rompimento de cabo.

A empresa divulga frequentemente para população cuidados com a rede elétrica e reforça:

- A pessoa NUNCA deve se aproximar de fios elétricos caídos ao chão. Neste caso, evite também que outras pessoas se aproximem e entre imediatamente em contato com a Energisa;

- outro ponto importante é não tocar em vítima de acidente elétrico;

- não retire objetos, árvores ou galhos da rede elétrica por conta própria, pois também oferecem riscos;

- Se a fiação estiver em cima de um veículo, o correto é também não se aproximar. Se estiver no interior do veículo, não tentar sair. A pessoa deve manter a calma e ligar, imediatamente, para a Energisa pelo 0800 722 7272 ou Corpo de Bombeiros, pelo 193.

As equipes da Energisa são capacitadas para o trabalho junto à rede de energia elétrica e sempre atuam para atender ocorrências e restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, dentro das regras de segurança vigentes.

A Energisa Mato Grosso do Sul conta com a atenção de todos para evitar ocorrências e está disponível 24 horas para esclarecer dúvidas ou para registro de ocorrências pelo telefone 0800 722 7272".

Preso por duplo homicídio na fronteira é achado morto em cela do Garras

Ele estava preso no Garras

Guilherme Gonçalves Barcelos, de 31 anos, foi encontrado morto em uma das celas da Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos e Resgate, Assaltos e Sequestros) na madrugada desta quarta-feira (25). Ele foi preso por duplo homicídio, cometido na região de fronteira, no município de Bela Vista.

Conforme informações da Polícia Civil, Guilherme foi preso na noite de terça-feira (24) pela DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Homicídio), mediante mandado de prisão expedido por juiz da comarca de Bela Vista (MS). Ele foi detido em um hotel de Campo Grande, para onde havia fugido.

Ainda segundo a polícia, Guilherme parecia estar “fora de seus sentidos normais”, em palavras da assessoria, e resistiu à prisão, mas foi contido. Ele foi encaminhado para a Garras e há informação de que não colaborou com as investigações, dizendo temer represálias por parte de outros criminosos.

Por volta das 4h10, investigadores encontraram Guilherme enforcado com a calça jeans na cela. O corpo do rapaz foi levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para necrópsia e o caso é investigado pela Polícia Civil. Ainda conforme assessoria da PC, será feita completa apuração dos fatos e os dados do duplo homicídio “permanecem em sigilo de investigação, não devendo no momento, torna-se públicos sob pena de prejuízo na apuração criminal”, conforme a nota divulgada.

Caso recente

Em abril, dois corpos foram encontrados carbonizados em uma camionete Hilux, em Bela Vista. As vítimas eram Alberto Aparecido Roberto Nogueira, de 55 anos, o 'Betão', e Anderson Celin Gonçalves da Silva, de 36 anos, investigador da Polícia Civil.

Nenhum detalhe da investigação do crime foi divulgado pela polícia e também não há confirmação de que Guilherme, preso na noite de terça-feira, teria ligação direta com tal caso.

Carreta tomba com gado e interdita parte da BR-267 em Porto Murtinho

Acidente com carreta Boiadeira na BR 267

Acidente com carreta Boiadeira na BR 267 deixa vários animais mortos e outros gravemente feridos próximo a cidade de Porto Murtinho no Mato Grosso do Sul.

O fato ocorreu na manha de quarta feira (25) por volta das 11:00hs, segundo o ex gerente da Fazenda Fronteira, Derlei Delevatti, 40 animais estavam sendo transportados para um frigorífico no município de Anastácio quando a carreta teria ao desviar de um veiculo tombado, com o acidente, vários morreram e outros vivos ficaram no interior da gaiola.

Informações colhida no local, diz que ao deixar a estrada vicinal para adentrar na rodovia 267, a carreta veio a tombar, por que um outro veículo teria o fechado o condutor da Carreta. O motorista que até o momento não teve o nome revelado. Márcio Franklin, Responsável pela compra dos animais, informou a reportagem, que a carreta e a carga tem seguro.
O acidente aconteceu na BR 267 KM altura do KM 20, entrada da fazenda Fronteira, município de Porto Murtinho, onde parte da rodovia foi interditada pela Polícia Rodoviária Federal, agentes do Corpo de Bombeiros de Porto Murtinho apoiaram os trabalhos no local do acidente
.

Fronteira: Empresário é morto a tiros e amigo fica ferido

 

Mais um crime aconteceu em Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai, na Rua Jardim dos Estados, nº 366, no bairro São Domingos.

No início da manhã, dessa quinta-feira (26) Cícero Ramalho foi morto por disparos de vários tiros e um outro homem que seria seu amigo e estava junto, foi baleado e encaminhado ao Hospital Regional da cidade.

O atirador estava em uma moto.

A vítima foi vigilante da empresa Sebival e depois montou sua própria empresa, a Segurança Fronteira que ficou ativa até o ano de 2003.

Cícero Ramalho é genro do presidente do grande Marambaia, senhor Celino Melgarejo.

A polícia investiga o caso.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CHUVA
Diversos

Sexta-feira com chuva em todas as regiões de MS, prevê meteorologia

Pancadas de chuva com trovoadas são esperadas em três regiões

FOTO: WASHINGTON LIMA / FÁTIMA NEWS

O tempo deve permanecer nublado nesta sexta-feira (26) e há possibilidade de chuva em todas as regiões de Mato Grosso do Sul, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A previsão indica pancadas de chuva e trovoadas isoladas especialmente no oeste, centro e sul do estado. Nas demais áreas, chove no decorrer do dia.

Termômetros devem registrar ligeira queda de temperatura, com mínimas a partir das 16ºC e máximas abaixo dos 30ºC, sendo as menores temperaturas esperadas para o sul, sudoeste e centro-norte de Mato Grosso do Sul.  A umidade relativa do ar permanece entre 55 e 95%. 

Em Campo Grande, as temperaturas oscilam entre 19ºC e 28ºC e ocorrem pancadas de chuva de manhã e à tarde. Além disso, os ventos serão fracos ou moderados com rajadas na capital e no interior do estado.

Ainda segundo o Inmet, a próxima semana deve começar com pancadas de chuvas no oeste, centro e sul do estado, onde pode chover forte em pontos isolados. As temperaturas terão ligeira queda, especialmente no oeste e sul
.

Minha casa Minha vida: Mesmo após programa ter sido suspenso pelo governo federal, Deputado Dagoberto e prefeito Júlio, garantem 100 casas para Paranhos.

Poucos dias após o presidente interino Michel Temer ter suspendido a meta anunciada pelo governo Dilma Rousseff de contratar 2 milhões de moradias do Minha Casa Minha Vida até o fim de 2018, (toda a terceira etapa do programa), o prefeito de Paranhos MS, Júlio Cesar de Souza (PDT) retomou uma gestão contundente no sentido de que o município não perdesse os projetos já aprovados pelo governo federal através da Caixa Econômica e na última terça feira (24) o mesmo a convite do deputado Dagoberto Nogueira (PDT), embarcou para a capital federal acompanhado pelo vereador Professor Guto (PT), onde realizaram diversas audiências em vários setores com o intuito de garantir as unidades habitacionais para a cidade.

Segundo o Prefeito Júlio, o deputado Dagoberto que foi Recentemente indicado para ser o relator na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do projeto de lei que revisa a meta fiscal de 2016, teve um papel fundamental no resgate do projeto:

“Confesso que viajei com um certo medo de ter o nosso sonho adiado, pois a instabilidade do governo federal ultimamente, aliada à crise que o país passa contribuíram muito na suspensão de vários projetos do governo federal, inclusive o “Minha Casa e Minha Vida” e no nosso caso por ser cidade pequena agravou mais ainda, porém não ficamos parados, fizemos contatos com todos deputados e senadores parceiros de Paranhos e o deputado Dagoberto como sempre se sensibilizou com nossa causa e se prontificou a nos ajudar e graças a Deus obtivemos êxito em mais este pleito.” Comentou com muito contentamento o prefeito Júlio, que já na viagem de volta conseguiu reunir com Gerente da CEF em Amambai Valteir Gomes para a assinatura dos contratos dos beneficiários das 100 casas populares, pois a documentação já esta toda pronta há algum tempo, inclusive dias atrás foi realizado uma reunião com Sr.Valteir Gomes de Oliveira, representantes do governo Estado e o Presidente da Aahprums o Sr. Samuel da Silva Freitas e outras autoridades para assinaturas dos contemplados de 100 casas populares do programa Minha Casa, Minha Vida, projeto que começou em 2013 e com muita persistência agora se concretiza.

De acordo com o prefeito Júlio, os próximos passos são gestões junto à SANESUL e ENERGISA para implantação das redes de águas e energias, pois dentro dos próximos dias a prefeitura fará a abertura das vias no local que receberá as 100 unidades que fica na saída para Amambai prolongamento da Rua João Ponce de Arruda.

“Esta é uma conquista que marca uma nova fase da política habitacional em Paranhos, entregar moradias para as famílias de menor renda é um compromisso que assumimos com a população e estaremos sempre lutando para honrar nossos compromisso e ver a nossa gente tendo mais dignidade e qualidade de vida.” Disse Júlio.

13256044_1071640056246092_4019615677012569466_n

O vereador Guto que acompanhou o prefeito em todo o processo destacou também a boa e eficiente articulação no sentido de resgatar este projeto para Paranhos.

“Não podemos deixar de ressaltar a importância da articulação do prefeito Júlio e do deputado Dagoberto Nogueira, pois não fosse feito uma gestão firme e incisiva neste sentido era certo que perderíamos esta conquista. Sair de nosso conforto, buscar soluções para os nossos problemas é o real papel de Homens públicos que foram eleitos pelo povo e quando há vontade e persistência os resultados são a garantias de sucessos, de Parabéns o prefeito Júlio, o deputado Dagoberto e principalmente os 100 contemplados com este projeto.” Pontuou Guto.



Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

^cafe da manhã
Diversos

Jovem de 21 anos morre em acidente próximo a Guaíra (Fotos)

Um acidente na tarde desta quarta-feira (25) na rodovia Br-163, em Guaíra.

A colisão frontal envolveu uma carreta com placas de Monte Negro, Rio Grande do Sul, e um Fiat Pálio, com placas de Marechal Cândido Rondon.

Conforme as informações o motorista do Pálio, o jovem, Alex Sandro Ventura Griebeler, de 21 anos de idade, morador de Marechal Cândido Rondon, morreu no local do acidente.

A Polícia Rodoviária Federal realizou os levantamentos no local do acidente.

O corpo de Bombeiros foi acionado para retirar o corpo do rondonense que ficou preso entre as ferragens.

Alex Sandro Ventura Griebeler, era professor de Libras e estava se deslocando para Guaíra para atender um aluno com deficiência auditiva no Colégio Estadual Presidente Roosevelt, quando ocorreu o acidente.

Portal Voxnet (PRF – Fotos Amantino JR)

1

4

6

8

 

celulares passam a ter novo dígito a partir deste domingo

 

Os usuários de telefonia móvel estão sendo notificados sobre o acréscimo do nono dígito aos números dos telefones celulares em Mato Grosso do Sul, que começa a valer a partir deste domingo, dia 29 de maio.

Segundo levantamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) realizado em 2014, em Mato Grosso do Sul existem em média 3,7 milhões de celulares habilitados.

De acordo com a Anatel, o usuário poderá fazer ligações sem o dígito 9 até o dia 7 de junho. Após essa data e até o dia 5 de setembro, as chamadas serão interceptadas, deixando gradualmente de serem completadas.

As mensagens SMS e MMS não serão enviadas se forem usados 8 dígitos. O cronograma de mudança inclui, além de MS, todos os Estados da região centro-oeste, Rondônia, Acre e o Distrito Federal.

A Anatel alerta sobre algumas dúvidas frequentes que podem surgir. De acordo com a agência, a mudança de número não gera custos e cada pessoa deve alterar manualmente os contatos de sua agenda, acrescentando o nono dígito no início do número.

A jornalista Raquel de Souza recebeu na manhã da quinta-feira (14) uma mensagem de sua operadora informando sobre a mudança. “Eu tinha lido algumas matérias sobre o assunto mas não sabia quando aconteceria a mudança”. Ela acredita que será difícil se habituar a mudança, mas que trará benefícios ao âmbito profissional. “Meu celular é modelo antigo, não vou conseguir baixar um aplicativo e terei que mudar manualmente os números salvos, então é um trabalho a mais. Mas vejo que isso trará benefícios profissionalmente. Meu pai tem uma editora de livros e sempre tem problemas com clientes de fora que já utilizam o nono dígito. A padronização vai facilitar os contatos de trabalho”.

A mudança nos telefones celulares tem como objetivo aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular, além de dar continuidade ao processo de padronização de marcação de chamadas e garantir a disponibilidade de números para novas aplicações e serviços. A Anatel espera que até o dia 6 de novembro todo o país já esteja utilizando o nono dígito, quando será a vez dos Estados do sul do país aderir a mudança.

Fonte: G 1

 

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

JUSTIÇA TARDA, MAS NÃO FALHA
Diversos

Justiça nega Habeas Corpus de Giroto, Amorim e mais 6 presos na Lama Asfáltica

Entre os presos estão Edson Giroto e João Amorim

A Justiça Federal negou pedido de HC (Habeas Corpus) para os oito presos na segunda fase da Operação Lama Asfáltica, denominada Fazenda de Lama. Desta forma, ficam mantidos presos o ex-deputado federal Edson Giroto, sua esposa Rachel Giroto, os empresários Flávio Henrique Oliveira e João Amorim, a filha de Amorim, Ana Paula Dolzan Amorim, sua secretária Elza Cristina, Wilson Roberto Mariano, mais conhecido como Beto Mariano e a filha Mariane Mariano.

Os quatro homens estão no Centro de Triagem da Penitenciária de Segurança Maxima de Campo Grande e as mulheres seguem em regime de prisão domiciliar.

O advogado de Beto Mariano e Mariane Mariano, Carlos Henrique Oliveira havia pedido o HC de Mariane, mas, segundo ele foi negado. Os casos estão sendo julgados no TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que fica em São Paulo.

“No final da tarde de ontem, quarta-feira (25), saiu a decisão e não concederam a liberdade de Mariane que eu solicitei. Não sei a justificativa, por que não tive acesso, mas devo saber na segunda-feira. Agora não temos o que fazer. Vamos aguardar a decisão do mérito. Só havia pedido o dela mesmo e como foi negado vou esperar para pedir do Beto”, disse Carlos Henrique. 

O advogado de Edson Giroto, sua esposa Rachel Giroto e Flávio Henrique Oliveira, Valeriano Fontoura, explicou que seus clientes também não conseguiram a liberdade provisória desejada. 

“De fato foi negado a liminar do pedido e creio que seja pra todos. Agora eles vão analisar o mérito do pedido, que não tem nada pra ser julgado. É um grupo de colegiados que faz a análise e depende deles par colocarem na pauta. Vamos aguardar”.

A reportagem tentou contato com o advogado de João Amorim, sua filha e sua secretária, Benedito de Figueiredo, mas o celular caiu na caixa postal.

Nesta semana, o processo desses presos foram colocados em segredo de justiça no TRF 3. Até então era possível acompanhar o andamento das decisões e agora não é mais permitido. Os próprios advogados das partes envolvidas estão sem poder saber dos casos, estando em Campo Grande.

Operação

Esta segunda fase da operação Lama Asfáltica bloqueou pouco mais de R$ 43 milhões em bens de 24 pessoas, apreendeu dois aviões, um do empreiteiro João Amorim e outro do empresário João Baird, e encontrou na casa dos acusados US$ 10 mil em espécie e um montante em real que ainda está sendo contabilizado pelos agentes da Polícia Federal.

A ação, que envolveu 201 policiais federais, 28 da Controladoria Geral da União e 44 da Receita Federal cumpriu 28 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão temporária, bem como 24 mandados de sequestro de bens dos investigados, dentre eles imóveis rurais e urbanos e contas bancárias.

De acordo com o superintende da PF, Ricardo Cubas, do montante de R$ 195 milhões em obras da gestão Puccinelli investigados na 1ª fase da operação foram identificados desvios de R$ 11 milhões, e mais R$ 33 milhões na 2ª etapa da apuração, um total de R$ 44 milhões. A suspeita é que pelo menos 23% de cada empreendimento era desviado pelo grupo, classificado de organização criminosa pela Polícia.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

CHOQUE
Diversos :46

Choque matou seu Didi, vendedor de sabão que teve medo de perder casa

Na casa da vítima, fitas de isolamento mostram local de queda da vítima. (Foto: Simão Nogueira)

Temeroso de perder a casa, Dari Menezes, 68 anos, perdeu a vida após pisar num fio de alta tensão e foi atingido por descarga elétrica de 13 mil volts.

Conhecido como seu Didi, ele morava há 14 anos no Jardim Itamaracá, vendia sabão e era querido pela vizinhança. Na manhã de hoje (dia 26), a reportagem foi ao local e a rua Joana Maria de Souza, que estava vazia, logo ficou cheia de pessoas tristes e surpresas com o fim trágico de seu Didi.

Com o chinelo derretido do irmão nas mãos, João José Menezes, 64 anos, mora em uma fazenda, mas chegou a Campo Grande a tempo de encontrar Dari morto em frente de casa. “Um homem forte e sadio. Não tinha nenhum problema de saúde, morreu dessa forma triste”, lamenta. Didi era viúvo há 10 anos e morava com um filho deficiente auditivo.

A tristeza também marca a entrevista da acadêmica Vivian Carla Nicolau, 34 anos. “Foi horrível o que aconteceu com o seu Didi. Até agora eu escuto os gritos das pessoas desesperadas”, diz. Vivian é vizinha da vítima há cinco ano. “Ele era muito conhecido no bairro”, afirma.

Segundo o pedreiro Aparecido Francisco da Silva, 58 anos, que também é vizinho da vítima, houve uma explosão por volta das 23h, acabou a energia e muita gente saiu para fora de casa. “O fio que escapou da alta tensão começou a chicotear e sair faísca. A energia voltou e seu Didi saiu correndo da casa para desligar o padrão. Ele achou que o problema era na casa dele e que a casa ia pegar fogo”, relata.

O padrão fica em frente ao imóvel simples e o fio caiu no quintal. Muitas pessoas ainda gritaram para que Dari não fosse. “Ele acabou pisando no fio, que enroscou na perna esquerda dele. A perna começou a pegar fogo. As pessoas estavam desesperadas tentando ajudar. Ainda tivemos que segurar uma sobrinha dele”, conta. O velório de seu Didi será na casa de um parente, no bairro Itamaracá. 

Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e bombeiros foram ao local, mas Dari já estava morto. Técnicos da Energisa também foram chamados para auxiliar na retirada da vítima da rede de alta tensão. Por causa da situação, o fornecimento de energia elétrica chegou a ser interrompido na região. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Energisa e aguarda retorno. 

Chinelo de borracha que seu Didi usava derreteu.  (Foto: Simão Nogueira)Chinelo de borracha que seu Didi usava derreteu. (Foto: Simão Nogueira

Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)

AMAMBAI
Diversos

Polícia Militar troca comando dia 31 de maio em Amambai

Major Josafá Dominoni vai comandar o CIOPs em Dourados e o também Major Carlos Magno assume o comando na 3ª CIPM.

 

COMANFANTE DOMINONI NA TRIBUNA DA CAMARA MUNICIPAL, ONDE FEZ UM RELATO DE SUA GESTÃO EM AMAMBAI

Uma solenidade militar prevista para as 9h da manhã do dia 31 de maio, uma terça-feira, vai marcar a passagem de comando na 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª CIPM), com sede em Amambai.

Deixa o comando da unidade policial o Major Josafá Pereira Dominoni e assume em seu lugar o também Major da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Carlos Magno da Silva.

Major Dominoni, que está no comando da 3ª CIPM desde fevereiro de 2014, quando substituiu o também Major Wilson César Velasques, vai assumir o comando do CIOPs (Centro Integrado de Operações de Segurança), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, em Dourados.

O futuro comandante da 3ª Companhia Independente, Major Magno, já comandou 2º Pelotão de Polícia Militar de Caarapó, a Polícia Militar Ambiental (PMA) em Dourados e também exerceu o cargo de subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Ponta Porã.

Além de Amambai, a 3ª Companhia Independente de Polícia Militar é responsável pelo policiamento ostensivo nos municípios de Tacuru, Paranhos e Coronel Sapucaia, assistindo a uma população estimada em 72 mil habitantes.

A transferência periódica de comando de unidades de segurança pública é medida administrativa comum na Polícia Militar, em Mato Grosso do Sul.


Clique aqui (comentários? | Pontos: 0)


Página selecionada de 1499 páginas.
Fotos

Nova pagina 2


Notícias

Quinta, maio 26
· NOTICIAS
· DA HORA
· Corpus Christi
· BR
· DA NOITE
Quarta, maio 25
· AMAMBAI
· DA HORA
· FIM DE TARDE
· PONTA PORÃ
· POLICIA
· TICIANE
· CAFE DA MANHÃ
· CONGRESSO
Terça, maio 24
· POLICIAL
· FALECEU
· FAROL
· AUXILIADORA
· Camara Ponta Porã
· meio dia
· Em "dia tranquilo", PMs reduzem efetivo em ato por reajuste salarial
· DA MANHÃ
· DA HORA
·
Segunda, maio 23
· FIQUE SABENDO
· DA HORA
· POLICIA
·
· da tarde
· POLITICANDO
· GIROFLEX

 Calendario de Eventos
Maio 2016
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31  

Eventos

 Hora Certa

 Amigos do Site!

Image and video hosting by TinyPic




RondPoint Web Services Web site powered by MEGAWEB